História Back Again - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Kylie Jenner
Personagens Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Justin Bieber, Kylie Jenner
Tags Amor, Justin Bieber, Kylie Jenner, Revelaçoes
Visualizações 42
Palavras 3.604
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Festa, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


devo dizer que estou sentindo falta dos comentários, mas isso não vai fazer eu desistir da fanfic. porém eu adoraria ver vcs comentando e dizendo o que acham.
enfim fiquem com o capítulo e boa leitura.

Capítulo 9 - You Got Me


Fanfic / Fanfiction Back Again - Capítulo 9 - You Got Me

Gostaria de dizer que essa é a primeira cena hot que eu escrevo, então eu sinto muito se não tiver boa, mas eu dei o meu melhor.

...
Chegamos em casa e não havia ninguém, encontramos Lucy na cozinha sentada e vendo tv.
-Lucy, os meninos ainda não chegaram ?- pergunto fazendo ela olhar para mim.
-Ainda não, o sr. Bieber ligou e disse que chegaria em cima da hora.
-Tudo bem, se quiser pode ir, não iremos mais precisar de nada.
Eu e Klhoe fomos para o quarto e nos trancamos lá.
-Amiga hoje eu quero arrasar, apenas isso- diz se jogando na cama.
-Isso você consegue sem nenhum esforço- digo e ela ri alto.
-Como foi no hospital hoje?- pergunta se sentando.
-Fiz uns exames chatos, aí amanhã eu pego o resultado, depois eu sai na rua e encontrei minha mãe- digo e ela faz uma cara estranha.
-E como foi ?
-Nada demais, ela só fez umas perguntas e eu respondi, fora que meu pai faleceu- digo.
-Nossa amiga, sinto muito- diz.
-Ele não foi um pai presente mas ele fazia de tudo para me dar do melhor, mas não vamos falar disso, vai logo tomar seu banho e eu arrumo a maquiagem na penteadeira pra gente se rebocar- digo e ela sai correndo pro banheiro e acaba escorregando e caindo de bunda no chão.
-Caralho Megan, eu já não tenho bunda e ainda fico caindo no chão, aí fica tudo achatado- digo e eu solto uma risada alta -Tu ri porque tem bunda, vadia.
-Vai logo porra, para de enrolar- diz e ela revira o olho e entra no banheiro.
Vou até a penteadeira abrindo as gavetas e tirando as maquiagens de lá, base, pó, iluminador, rímel, algumas paletas de sombras e claro dois pacotes de cílios postiços, que eu não vivo sem.
...
Depois das duas estarem de banho tomado, Klhoe estava na frente do espelho da penteadeira sentada no banco, e eu estava terminando de fazer seu olho esfumado com um vermelho não muito escuro, para combinar com seu sapato de salto.
-AI MEU DEUS EU AMEI- diz olhando no espelho o resultado.
-Eu sei que arraso- digo e ela sai do banco e eu sento depois, prendo meu cabelo com cuidado para não fazer merda já que estava liso com a chapinha que fiz no salão, começo a fazer minha preparação de pele.
Depois de terminar a pele, eu peguei uma das minhas paletas de sombra, faço um esfumado marrom bem claro e delineador gatinho. Não quero meu olho muito carregado, termino com os cílios postiços e um rímel.
Vou até o closet vendo Klhoe colocando a saia, olha pra mim e pede ajuda para fechar o zíper. Ouço a porta do meu quarto abrir e logo vejo Justin a minha frente.
-Acabamos de chegar, os meninos vão se arrumar aqui, vocês já estão prontas?- pergunta.
-Ainda não, mas não vamos demorar.
-Vou tomar banho e me arrumar, espero vocês lá embaixo.
Ele sai do quarto, e Klhoe pega seu celular colocando uma música. E finalmente não é Pour it Up da Rihanna, era Might Not do The weeknd e mais alguém que não conheço. Vou até a cama pegando a sacola onde está a roupa que comprei.
-ESSA MÚSICA É MARAVILHOSA- grita Klhoe ao chegar no refrão.
-Você parece louca- digo entrando no closet e ela faz cara de ofendida.
Tiro meu roupão ficando nua na frente da Klhoe, não vejo problema já que fazíamos isso o tempo todo e também a roupa é cheia de decote então é meio impossível eu usar lingerie por baixo. Pego a saia colocando e depois visto o cropped tomara que caia, pego meu salto preto e calço ele me olhando no espelho.
-Nossa a gente tá muito gata, espero que seja assim na festa- diz Klhoe -Já te disse que eu adoro me achar perto dos meninos né? É tão legal ver aquelas putas desejando ser a gente, me dá um sentimento de poder, você deve se achar mais já que vai chegar com o Bieber.
-Eu não- digo ajeitando meu cropped, pra falar a verdade eu também adorava essa sensação de poder que o fato de ser namorada do Bieber me proporciona, na verdade nem sei se estamos namorando.
Reparo que ainda não fiz meu curativo, vejo que já estava quase cicatrizando, vou até o banheiro pegando a malinha pequena de primeiro socorros, chamo Klhoe e ela me ajuda a fazer o curativo com todo o cuidado.
Depois nós demos a última olhada no espelho e passamos perfume, tiramos algumas fotos. Já era 22:30 então resolvemos descer, pego meu casaco preto colocando ele e cobrindo meu curativo.
Descemos a escada e vimos os meninos conversando algo na sala mas logo que chegamos a conversa cessou e eles olharam para nós.
-Uau, vocês estão muito gostosas- diz Ryan que logo leva um tapa na cabeça de Justin.
-Ele tem razão- diz Chris sorrindo.
-Vamos que já estamos atrasados- diz Justin.
-Vamos amor- diz Klhoe arrastando Nate para fora da casa e os meninos vão juntos.
-Você está bem mais do que gostosa- diz Justin em meu ouvido, e eu me arrepio. Vejo que ele também está de calça preta jeans com rasgados e uma camiseta branca, nos pés um invejável tênis da Nike
-Podemos?- perguntou o estendendo seu braço para eu pegar, faço-o.
Saímos da casa e havia um carro na frente da casa, uma ferrari f12 preta. Justin abre a porta do carona para eu entrar, ele entra no seu lado do motorista e sai cantando pneu. O caminho fomos ouvindo musicas, vezes cantando e outras não.
Chegamos em frente a uma mansão branca e com luzes de neon azul e vermelho, entramos e alguns homens e outras mulheres ficaram nos olhando, Justin como sempre fechou sua cara travando o maxilar. O que deixa ele bem sexy. Andamos até uma área onde havia sofás e uma corda que separava aquela parte das outras pessoas, uma área vip eu diria e lá estava Klhoe e os meninos que conversava com um cara.
-Bieber ainda bem que chegou, tem companhia- diz me olhando de cima a baixo com uma cara maliciosa, Justin me puxa para si pela cintura e deixando sua mão ali.
-Jaden, essa é a Megan- diz e o tal Jaden faz uma cara de surpresa mas depois vem me cumprimentar.
-Bela, como você havia dito- ele ri, então o Bieber havia falado sobre mim -Bom que vieram, e Justin tenho um assunto para tratar com você, vamos ao escritório- diz e sai com Justin indo atrás dele.
-Mana acho que você conseguiu atrair mais ódio que a Taylor Swift, aquelas vadias te olharam como se fossem te matar a qualquer momento- disse rindo -Vamos dançar porque isso atrai mais ódio, e eu quero ver treta hoje- diz e me arrasta até a pista de dança, que tocava Unforgettable.
Começamos a dançar e rebolar no ritmo da música, ficamos de frente uma para a outra e descemos até o chão e subimos empinando a bunda, olho para onde estávamos e lá estava Justin com um copo na mão me olhando. A música havia acabado começando outra muísca, Drop that Kitty do Ty dolla $ing, uma música que eu e Klhoe também amamos e então dançamos como se não houvesse amanhã, no refrão estávamos de costas uma para outra rebolando.
Depois de dançarmos bastante na pista, fomos até o bar improvisado e pedimos duas vodka.
-Meu deus essa música é tão foda- diz ao ouvir a música da Charlie xcx Vroom Vroom -Pena que meu pé está me matando, não vou dançar- diz e eu fico apenas rindo da cara que ela fez.
Olho para o lugar onde Justin estava, e havia umas vadias se esfregando nos meninos inclusive Nate e o Justin, Klhoe me olha com uma cara nada boa.
-Que tal começarmos nossa treta do dia?- digo e nos levantamos dos banquinhos onde estávamos sentadas indo em direção a "aérea vip".
Os seguranças liberaram nossa passagem e eu fui em direção ao Justin que estava sentado no sofá bebendo alguma coisa enquanto duas putas ficavam ao seu lado dançando e esfregando a bunda praticamente na sua cara.
-Vou contar de um à três para as putas saírem de perto dele- digo e elas me olha desafiadora, isso vai ser legal -Um, dois, três- digo e elas nem se mexem, Justin apenas ficava olhando.
-Apenas o Jus pode nos mandar embora- diz a loira.
-Primeiro, o nome dele é JUSTIN e outra, vocês são só uma vadia qualquer- pego as duas pelo cabelo arrastando elas até fora da área vip, ela tropeçaram nos salto e caíram no chão -Eu espero nunca mais ver vocês no meu caminho e se eu ver, não vou pegar leve como fiz agora.
Volto para onde estava Justin, ele estava rindo com os meninos e Klhoe também.
-Amiga você arrasou- diz rindo vindo até mim.
-Tava até sentindo saudades das suas brigas- diz Nate e os meninos concordam.
-Essa é a minha garota- diz Justin e me puxa para o seu colo me dando um beijo.
-Tá achando engraçado é? o próximo vai ser você se não se comportar- digo e ele ri de novo.
-Daqui a pouco eu vou resolver uma parada pro Jaden, quer vim comigo?- pergunto e sinto sua mão pousando em minha bunda.
-E o que vai fazer?
-Tem um cara que está nos devendo mais de mil dólares, ele compra drogas e ainda não pagou nada- diz e bebe o resto da bebida que continha em seu copo -Então hoje é o dia dele- diz e dá um sorriso maligno.
-Beleza, isso eu quero ver- digo me levantando do seu colo e pegando uma bebida da bandeja de um "garçom" que passava, bebo tudo sentindo minha garganta arder.
Vou até Justin vendo ele em pé falando algo com Ryan, que se levanta também, vou até eles ver o que está acontecendo.
-O que foi ?- pergunto a Justin.
-Nos ja vamos resolver o que eu te falei, mas depois nos voltamos pra cá de novo- assenti e fui até Klhoe me despedindo dela que fez drama dizendo que não queria ficar ali sozinha com o Nate, mas finalmente ela concordou em me deixar ir.
Estava no caro de Justin e Ryan no seu carro ao nosso lado na rua que estava praticamente vazia, dizendo Jaden, o cara que está devendo Justin ficava toda noite em um beco escuro se drogando. Estávamos indo nesse lugar.
Chegando lá e como Jaden havia dito, ele estava mesmo lá, sentado no chão sujo com vários saquinhos com cocaina e alguns baseados. Realmente nojento.
-Olha quem eu encontrei aqui- diz Justin com toda sua ironia.
O tal cara olha assustado para Justin e tenta correr mas Ryan pega ele e o trás de volta, Justin ri e eu apenas observo seus movimentos.
-Tentando fugir já?- diz ficando frente a frente com o cara.
-Bieber, eu vou te pagar só me dê mais tempo por favor- diz e se ajoelha aos pés de Justin que revira os olhos.
-Ainda bem que não preciso explicar por que estou aqui, e eu não vou te dar mais tempo porque já te dei mais de um mês- diz e o cara começa a chorar, ele está completamente drogado e pelo visto vai morrer assim.
Justin pega sua arma que estava presa em sua calça, vejo o desespero do cara, que começa a rezar do nada e vemos a calça dele se molhar por completo. Sério? ele fez xixi em si mesmo. Justin começa a rir, eu e Ryan rimos também pela situação em que o cara estava, era deplorável. Justin para de rir e coloca a arma na cabeça do cara, e ameaça apertar o gatilho.
-Por favor não me mate Bieber, prometo que vou lhe pagar, faço o que você quiser mas não me mate- diz.
-Não sou de dar segunda chance pra pessoas da sua laia, tinha que ter aproveitado a chance que tinha te dado mas agora é tarde demais- ele aponta a arma de novo para o cara.
Olho para trás e vejo uma garota entrar no beco e ela parecia está com fones de ouvido, pois não havia percebido nossa presença.
-Justin tem uma ...-ele não esperou eu terminar de falar e deu um tiro. Ouvimos um grito agudo um pouco atrás de nós e era a garota.
-Puta que pariu Ryan, pega a garota- diz e Ryan vai atrás da garota que corria.
Ryan pega ela pelos cabelos e trás até nós, ela gritava e se debatia nos braços de Ryan que joga ela no chão e cai, ela se levanta e tenta correr mas Justin pega ela e dá uma coronhada em sua cabeça. Ela desmaia perto do corpo do cara que acaba de morrer.
-Puta merda, caralho- Justin solta vários palavrões enquanto colocava a garota no porta malas do carro.
-E agora ?- pergunto Ryan.
-Vamos levar ela pra casa e deixar no porão, depois daí a gente vê o que faz- diz e entra no carro, dou tchau para Ryan e também entro carro junto com Justin e seguimos caminho até a nossa mansão.
...
Chegamos na mansão e entramos, Justin pediu para que um dos armários que se chamam seguranças levassem a garota até o porão e deixassem ela lá até a gente voltar da festa, peguei meu celular e vi que já eram 01:50, ainda tínhamos tempo suficiente para aproveitar o resto da festa.
Enquanto Justin iria ajeitar seu cabelo, eu resolvo trocar de roupa pois aquela não estava muito confortável, coloco minha lingerie preta e pego um vestido tubinho e colado preto, nos pés eu tiro meu salto colocando um tênis branco. Pego minha jaqueta jeans e meu celular e saio do quarto encontrando Justin no caminho.
-Vai matar a garota ?- pergunto ao entrarmos no carro.
-Não sei, mas se ela ficar viva vai contar pra policia e não quero eles atrás de mim de novo- diz e sai da casa indo em direção a festa.
...
Chegamos na festa e vejo Klhoe em cima do minuto palco dançando feito louca e começo a rir, ela me olha e me chama, vou até ela passando e empurrando algumas pessoas em minha frente até chegar a ela, que me puxa para o mini palco.
-Me mantive sóbria até você chegar- diz meio embolado.
-Vamos dançar- digo fazendo ela soltar um gritinho.
Começarmos a dançar loucamente, uma garota passa com uma bandeja com shots de tequila e eu pego uma bebendo em seguida. Olho para Justin dançando no ritmo da música, descendo até o chão e sensualizando ou tentando. Desço do palco deixando uma Klhoe bêbada para trás, começo a dançar na pista e sozinha mesmo ao som de You got me do Geazy, começo a deixar a música me levar e quando percebo vejo uma mão na minha cintura me apertando contra um corpo malhado. Vejo pelo canto de olho ser Justin e começo rebolar mais ao sentir seu membro já duro.
-Assim você me deixa louco- diz no meu ouvido e me vira para ele.
-Mas essa é a intenção, baby- digo.
Ele ri e me dá um beijo feroz e cheio de desejo.
-Vamos para casa ?- pergunta e eu olho para o palco vendo que Klhoe não estava mais lá.
-Vamos.
Olho para o locar da área vip e vejo Nate carregando ela e acenando para mim numa forma de dizer que iria levar ela para casa.
Já estava no carro com Justin, ele acelerava passando em todos os sinais vermelhos, chegamos em casa em menos de 10 min. Logo que entrei na casa e tirei meu tênis, Justin já veio atrás de mim e beijando meu pescoço, me viro para frente o olhando e ele começa a me beijar de novo só que mais intensamente. Me afasto dele e tiro meu casaco jeans jogando no chão mesmo, subo a escada correndo e no caminho tirei meu vestido e joguei no chão também. Entro no quarto e vejo Justin entrar também com apenas sua cueca preta da Calvin Klein, vou até ele o beijando e pulando em seu colo sem desgrudar nossos lábios que estavam em uma sincronia incrível, como sempre foi. Sinto ele me deitar na cama e tirar meu sutiã e jogar no chão, ele vai beijando meu pescoço até chegar no meu seio direito onde ele vai chupando e mordendo levemente. Eu troco nossas posições ficando em cima dele e dando leves reboladas em cima de seu pênis já bem duro e visível pela sua box, vou dando leves mordidas e beijos em seu pescoço e vou descendo em direção a sua barriga.
-Para de me provocar, a única coisa que eu quero agora é te foder- diz e eu solto uma risada maliciosa.
Desço até sua box e a tiro com sua ajuda e jogo no chão assim como ele fez com meu sutiã, pego seu membro e vou dando leves lambidas na cabecinha apenas para provocar ele.
-Awnn ... vai logo com isso- diz.
-Calma, ainda vou brincar muito com você.
Coloquei seu pênis todo em minha boca e o que não cabia eu masturbava com a mão, tirando e colocando lentamente do jeito que ele odeia. Vou fazendo mais rápido até que sinto sua veias saltando e então tiro da minha boca vendo sua cara de raiva.
-Você é uma completa vadia- diz e eu assinto rindo.
Ele troca as posições ficando em cima de mim e tira minha calcinha jogando para bem longe, ele pega a camisinha dentro da gaveta ao lado da cama, ele abre e coloca em seu pênis.
Ele ficava apenas passando a seu pênis na entrada da minha vagina e eu já não aguentava de tanto tesão. Justin queria me provocar e ele conseguiu.
-Anda logo com isso Justin- digo com o pouco da força que me resta.
E sem aviso nenhum ele enfiou seu pênis todo em mim com força, o que me fez dar um grito pela dor mas logo ele foi indo de vagar e eu fui sentindo o prazer me preencher. Ele vai entrando e saindo com força  e rapidez.
-Awn justin- cada gemido que eu solto é  um pedido para o ar entrar em meus pulmões.
Sinto meu orgasmo chegando e Justin vai cada vez mais rápido, minhas unhas vão direto as suas costas arranhando a mesma e vejo que ele não se importou nem um pouco. Depois de mais duas entocadas sinto meu orgasmo saindo, e meu corpo se relaxar assim como de Justin.
...
Acordo com o sol em minha cara, levanto e sinto as mãos de Justin me segurarem com certa força contra si. Cenas da noite de ontem (ou de hoje já que era de madrugada) vieram à minha mente, sorrio ao ver a cara daquela anjo ao meu lado que parece guardar um demônio dentro de si mesmo. Me levanto sem acordar ele e vou até o  banheiro mas no caminho pego meu celular vendo que já eram 14:30, puta merda a gente deve ter chegado muito tarde. Já no banheiro eu me olho no espelho vendo meu cabelo bagunçado e maquiagem borrada. Meu cílios? já nem sei onde estão. Como já estava nua apenas entrei no box do banheiro ligando o registro e deixando na água fria para me acordar.
Depois de alguns minutos debaixo da água eu desliguei o registro e peguei uma toalha que estava por ali, sai do banheiro enrolada na toalha e vejo Justin sentado na cama olhando pro nada com uma cara de sono.
-Acordou faz tempo?- perguntou se levantando. E sim, ele estava completamente nu.
-Não muito- digo e ele entra no banheiro.
Vou até meu quarto e entro no closet, visto uma lingerie qualquer e pego um cropped largo e confortável junto com um short jeans de cintura alta, penteio meu cabelo molhado deixando ele repartido no meio. Saio do quatro e pego meu celular na cama de Justin e vejo uma mensagem de voz da Klhoe.
-Ai amiga, não sei porque bebi tanto ontem, agora eu to o caco- ela dá uma parada e respira -Parce que vou ter que ficar de cama o resto da tarde porque essa ressaca tá foda.
Fico rindo com sua mensagem é Justin sai do banheiro já de bermuda e cabelo bagunçado molhado.
-Por que tá rindo?- pergunta me abraçando por trás.
-Klhoe mandou uma mensagem reclamando da ressaca.
Ouvimos batidas fortes na porta do quarto e Justin foi atender, era Caleb novo chefe de segurança.
-Chefe, a garota ela não para de gritar e não sabemos o que fazer com ela- diz nos olhando, havíamos esquecido completamente da garota.
-Deixa ela que daqui a pouco eu desço lá- Justin diz e Caleb sai -Pega meu celular e liga para Ryan, pede pra ele vim aqui- diz entrando no closet.
Pego seu celular que estava jogado no chão, percebemos que Justin cuida muito bem de seu celular. Aperto no número do Ryan que estava salvo e começa a chamar, quando eu pensava que ele não iria atender ouço sua voz rouca, parece que acordei alguém.
-É melhor ser importante pra você me acordar de a essa hora- diz irritado.
-Me respeita colega, Justin pediu pra ti vim aqui na casa acho que ele quer resolver sobre aquela garota de ontem- digo e ouço ele bufar.
-To indo, se ele reclamar da minha demora manda ele tomar no cu- ele desliga na minha cara. Filho da puta.


Notas Finais


Comentem o que acharam do capítulo, desculpe se a cena hot do casal ficou ruim, nunca escrevi esse tipo de coisa mas dei o meu melhor.
bjs.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...