História Back for me (Jikook/KookMin) - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Hoseok, J-hope, Jihope, Jikook, Jimin, Jin, Jungkook, Kookmin, Namjin, Namjoon, Rap Monster, Suga, Taehyung, Taeseok, Vhope, Yoongi
Exibições 204
Palavras 1.678
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Volteeei. Oláaa. Tudo bem? Espero que sim. Está tarde? Sim. O cap está grande? Espero que sim pois eu estou quase desmaiando e dormi quatro vezes esvrevendo. Então me perdoem qualquer erro..me perdoem qualquer coisa.
Boa leitura.

Capítulo 5 - Seus olhos são lindos, Hyung


Fanfic / Fanfiction Back for me (Jikook/KookMin) - Capítulo 5 - Seus olhos são lindos, Hyung

JungKook's POV.

Hoseok....Jimin estava se aproximando muito de Hoseok...e se afastando muito de mim. E a culpa era minha. Eu fui um péssimo namorado...na verdade eu fui o pior namorado das histórias dos namorados. Ver Jimin tão longe assim de mim doía, pois toda vez que meus olhos batiam nos dele, eu queria chorar e correr pros braços dele. Me jogar neles e dizer o quanto eu sentia sua falta. O quanto eu o amava e o quanto precisava dele. Será que ele não percebia o quanto era ruim para mim? Ah, sim. A lição agora era para eu ver o quanto era ruim para ele. Mas ele não percebia que eu já havia aprendido? Eu não sei o que fazer…eu queria parar de chorar e ir até ele agora. Mas ele deve estar no Japão. Dormindo bem agarradinho com o Hoseok. Esse pensamento faz meu sangue ferver. Eu estava sentindo a dor da perda na minha alma. Não importa o que todos dizem para mim, eu sabia e sentia que estava perdendo Jimin. E não importa o que eu faça..mesmo que eu dê minha vida e me esforce até morrer..ele não voltará para mim. Não com Hoseok no meio do jogo. Será que eu devo ligar para ele? Não, melhor não. Eu estou chorando desesperadamente e só iria preocupá-lo. Isso irá fazer com que ele queira voltar e fique desconcentrado nas entrevistas. E ele precisa pensar...eu estou me pegando tão apaixonado por ele esses dias. Muito mais do que antes. Toda vez que eu o olho,, meus olhos brilham tanto que quase pegam fogo, e esse fogo é contido dentro de mim e vai direto para meu coração. E transpassa limpidamente no meu sorriso. Ele não percebia quanto eu sentia falta dele? Ou...será que ele ainda se importa? Ele ainda me ama ou liga pelo menos um pouco? Ou será que ele já está se pegando apaixonado por Hoseok Hyung? Seria essa minha penitência por ter sido um namorado horrível? Amá-lo para sempre e não tê-lo nunca mais para aprender a valorizar as pessoas? Eu não sei…eu não sei…isso é tão difícil. Eu não consigo pensar direito. Eu só preciso do meu Pequeno Chim de volta....mas essa é a questão. Ele ainda é o meu Pequeno Chim?

[…]

Jimin'S POV

Acordei incrivelmente assustado. Dei um pulo da cadeira e olhei em volta espantado. Eu estava com o coração acelerado e com os olhos arregalados. Olhei para o lado e vi um Hoseok super preocupado me olhando. A única reação que eu tive foi agarrá-lo e abraçá-lo bem forte.

-Hey, Hey, Chim. Que houve?-Ele passava as mãos em meus cabelos tentando me acalmar.-Pesadelo com o Kook de novo?
-S-sim..carros, Hoseok. Ele era atropelado e morria
-Calma, Chim. Você anda sonhando muito com ele morrendo... nada vai acontecer. Ele está bem
-Será que está?
-Fisicamente sim....Esquece ele um pouco, tá?-Ele beijou minha testa.-Olha como aqui é enorme
-É mesmo...e lindo-Eu sorri involuntariamente-Onde estamos afinal?
-Aeroporto internacional de Seul. Esperando o vôo para Kanto
-Hum...quero ir logo, Hobi!-Eu deitei a cabeça no ombro dele e o mesmo passou um braço por mim.

Confesso que eu amei isso. Fazia muito tempo que eu não ficava assim com ninguém. Que eu não sentia o calor de alguém tão perto assim de mim. Era reconfortante.

-Já vamos, Pequeno Chim. Já vamos-Eu sorri ao ouvi-lo me chamar assim. Mas doeu. Kook me chamava assim por várias vezes ao dia...chamava...

[…]

O avião estava decolando e eu apertava a mão de Hoseok. Eu nunca viajava sem Jungkook. Eu tinha medo de vôos e ele mantinha calmo. Era o único, mas agora parece que não mais. Ver o sorriso do Hoseok me deixou tranquilo e eu pude me deitar. Deitei a cabeça sobre seu peito e o abracei. O mesmo sorriu para mim e começou a fazer carinho em minha mão. Eu sorri de volta e fiquei cantando baixinho. Cantava minha música e de Jungkook: Everything-Lifehouse. Essa música tocava o fundo da minha alma de uma maneira profunda de mais. Não sei como eu não chorei. Pela primeira vez na semana, eu dormi sorrindo.

[…]

Sentia meu corpo balançar de leve e abri meus olhos da maneira mais lerda que um ser humano podia. Vi Hoseok e acabei sorrindo. Me sentei na poltrona esfregando os olhinhos e sorri fofo.

-Já chegamos, Hyung?
-Sim. Vamos?
-Aham-Eu me levantei mas acabei caindo sentado. Eu estava com muito sono.
-Eu ajudo, pequeno!-Ele segurou minha mão e me ajudou a sair do avião.

Mas assim que descemos ele ainda segurava minha mão. Ele não a soltou em momento nenhum. Só quando entramos no taxi. Durante a viagem ao hotel. Conversamos bastante e rimos muito. O taxista fazia umas caras engraçadas pois não entedia nada que falávamos. Quando chegamos, pagamos a ele com uma nota alta qualquer e deixamos ele falando sozinho. Entramos rindo feito crianças. Pegamos as chaves na recepção e entramos no quarto. Ele era enorme. E muito bonito. Haviam duas camas no cômodo, mas eu sabia que usaríamos uma só. Ou eu teria medo de dormir sozinho num lugar que não conheço, ou ficaríamos conversando em uma das camas até pegarmos no sono. Joguei as malas no canto e em seguida me joguei na cama como se fosse um peso morto.

-Nada disso...temos que ir gravar uma entrevista daqui a uma hora
-Ah..Sério?-Eu fiz um bico muito fofo e ele apertou minhas bochechas.
-Super sério, criança. Vai se arrumar.

Eu concordei e fui ao banheiro. Tomei um banho rápido, apenas para despertar e me vesti. Blusa branca e calça Jeans. Estava lindo....eu era lindo por respirar. Hoseok usava uma calça de moletom e uma camiseta azul escuro. Já disse que amo azul? Já falei que azul é lindo? Já mencionei que Hoseok é lindo? Já citei como Jung Hoseok fica maravilhoso de azul? Nunca? Afinal, eu só reparei agora...por que não antes? Hoseok é tão lindo.

Seguimos para o estúdio de gravação. A entrevista foi divertida e eu pude me distrair um pouco. Um pouco até a parte em que perguntaram como estava meu coraçãozinho...eu apenas sorri e disse que todos temos nossos momentos, e as vezes vivemos fora dele. A entrevista acabou e eu dei glória a Deus. Seguimos caminho para o hotel e deveríamos descansar para a entrevista que ocorreria a noite. Eu precisava tanto dormir. Tanto mesmo..mas sabia que provavelmente me pediriam para cantar um trecho de Lie. Então eu simplesmente esperei Hoseok dormir e fui pro banheiro treinar meu canto. Eu preciso melhorar muita coisa ainda. Não sinto que estou como devo. Minha voz é linda, sim. Mas eu realmente preciso melhorar.

[…]

-Park Jimin!!! O despertador acabou de tocar e sua cama está arrumada. Quer me explicar?-Hoseok me olhava com a cara mais feia que podia fazer, enquanto eu saía do banheiro.
-Eu...acordei mais cedo e arrumei a cama
-Olhe para mim, Park Jimin. Não para o teto
-Tá...eu não dormi. Fiquei acordado treinando canto
-Vo-você o que? Você é maluco? Fomos dormir tarde ontem e acordamos cedo. Fizemos uma puta viagem cansativa e longa. Você não dormiu e não comeu nada direito até agora…Você é maluco?-Ele dizia muito sério e dando pequenos tapas em meu ombro e cabeça-Heim, Jimin? Me responde. Agora
-Ai..não.  Foi mal
-Foi mal?
-Me perdoa!
-Jimin... vai comer alguma coisa AGORA senão eu vou te matar. Sai da frente. Anda, anda!-Ele me empurrou e se trancou no banheiro.

Eu apenas comi uma maçã e fiquei o esperando. Ele saiu uma hora depois. Eu me arrumei enquanto praticava então apenas seguimos caminho.

Chegamos no local meia hora antes. Nos maquiamos e esperamos. Assim que chamaram nossos nomes entramos. Eu estava super nervoso. Sabia que os Kook e que os Hyung e minha familia me assistiam de casa. Estava com medo de fazer algo errado. Eu cumprimentou todos e me sentei logo após Hoseok.

[…]

-Jimin...poderia cantar alguma música para nós? A primeira que vier na sua cabeça.-Haha..eu sabia que pediriam isso.
-Claro que posso...
-Espere. Temos uma surpresa antes. Para os dois
-Oh..surpresa..-Hobi Hyung disse rindo e me fez rir também.

No telão surgiu uma cena que me fez sorrir por um momento, mas logo me deu vontade de chorar. Todos os Hyungs estavam falando com a gente ao vivo...e Jungkook também. E automaticamente só veio uma música na minha cabeça. E eu não exitei em cantá-la olhando dento dos olhos dele: Nothing like us-Justin Bieber. Lágrimas mínimas escaparam de meu rosto mas eu dei um jeito de escondê-las. Já ele chorou e não conseguiu evitar que eu percebesse. Ele se manteve de cabeça baixa, mas eu pude ver suas lágrimas pingando pela pontinha do seu nariz.

A entrevista acabou e eu e Hoseok decidimos voltar andando, já que não era tão longe.

-Que voz linda a sua..cantou com tanta emoção que eu quase chorei. Tive que segurar muito!
-Só cantei o que eu sentia
-Você é um pequeno grande homem-Ele disse rindo.
-Cala a boca!
-Vem calar, anão de jardim
-Filho da puta.

Eu sorri e comecei a correr atrás dele. Ele ria como criança e eu fazia o mesmo. Demos a volta em um poste grande e ele segurou o mesmo rodando na direção contrária, o que o fez cair em cima de mim. Ficamos parados no chão e eu fiquei vermelho. Ele estava muito perto e eu não queria sair, por mais envergonhado que ambos estivessem, eu queria olhar os olhos dele de perto. Eram...lindos. Fascinantes. Tão verdadeiros e puros... eu me encantei.

-Seus olhos são lindos, Hyung
-O-obrigado....-Ele sorriu.
-Perdão-Eu me levantei rápido olhando pros lados.
-Vamos correr até o hotel..-Ele segurou minha mão e seguimos correndo pro hotel.

Eu entrei afobado e fui tomar um banho. Eu chorei muito durante o enorme banho que tomei. Eu não sei o que sinto. Eu amo Jungkook... mas Hoseok Hyung é tão legal e gentil comigo...o que fazer? O que fazer?… Dormir..isso que farei hoje. Dormir e esquecer tudo e todos. Essa noite eu focarei em mim. Problemas...amanhã cuido de vocês. Agora eu devo cuidar de mim...


Notas Finais


Até o próximo.
Beijos, morangos e abraços. ^ ___ ^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...