História Back for you - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Tags Love1d
Visualizações 332
Palavras 2.497
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Festa, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá Cupcakes!! Bom, essa é a minha primeira fanfic quero avisar para aqueles que passarem por aqui darei o meu máximo para isso ficar bom... Espero que gostem!! Xx Ju

Capítulo 1 - Onde tudo começou


Fanfic / Fanfiction Back for you - Capítulo 1 - Onde tudo começou

 

Pov Juliana 

 

Onde toda essa loucura começa?? Ahh isso eu me lembro muito bem e não esqueço. Tudo começou quando éramos pequenas, devíamos ter uns nove anos quando estudamos o ensino fundamental juntas e por fim foi onde se conhecemos. Agora aqui estamos nós, aos dezoito anos como o nosso combinado e finalmente iremos realizar os nossos objetivos. Nossa amizade vem durando ao longo desses anos e superando toda a distância.

 

Faz alguns meses atrás que recebemos as nossas cartas de aprovação para uma das grandes Universidades Britânicas. É nós vamos para Londres!! Eu, Mariana, Larissa, Rebeca, Isabela e a Bia.

 

Vamos nos hospedar na casa da nossa colega Maria Clara que já é casada, mas só ficaremos por lá neste fim de semana, até as aulas começarem. Nosso objetivo sempre foi e é entrar na Universidade, reencontrar a Maria Clara e buscar o nosso futuro.

 

Falta somente alguns dias para o dia chegar e todas estão na pura ansiedade, falando em ansiedade acabei me esquecendo de se apresentar. Bom, meu nome é Juliana sou carioca e ainda moro com os meus pais e com o meu irmão mais novo, o Davi (os meus três amores) sou baixinha, tenho cabelos longos castanhos escuros que é a mesma cor dos meus olhos. 

 

Aí caramba o Shopping!! Eu e as meninas marcamos de passar no shopping para fazer umas compras antes da viajem chegar. Como já tomei banho e me troquei só deu tempo de pegar a bolsa, sair do quarto e esperar um táxi.

 

[...]

 

Quando cheguei já era 14:30, só tinha chegado Isabela, Larissa, Bia e a Rebeca. A Mariana ainda não havia chegado. Sempre ela!!

 

-- Olá meninas!! Cadê a Mari? Ela não virá? – perguntei depois de ter abraçado e beijado essas malucas.

 

-- Bom Ju, antes de eu sair de casa eu liguei para a casa da Mari que confirmou que viria!! - Beca respondeu.

 

-- Já sei... Vou mandar uma mensagem para ela! - falei toda animada como se a minha ideia fosse brilhante.

 

Digitei ao celular.

 

"Mari cadê você? Estamos todas aqui, vem logo e vê se me responde! Xoxo Ju".

 

Não demorou nem um pouquinho para a criança me responder. Mariana sempre foi rápida com essas coisas. Adora mandar mensagens principalmente quando está de rolo com alguém. 

 

Então respondeu:

 

"Ah... Vou demorar um pouco! Upss... Minha mãe decidiu me levar e estamos no engarrafamento!! Quando eu chegar, ligo pra você. Vão adiantando as compras : P Xoxo Mari Fabulosa".

 

Depois de termos lido a mensagem fizemos o que ela pediu. Não demorou muito para querermos entrar em todas a lojas. Larissa fica doida em ver as peças de roupas nas vitrines se deixar leva tudo para casa.

 

O toque de meu celular  chamou atenção de todas menos a minha, depois de eu perceber e as meninas se exaltarem para eu atender logo antes que a ligação fosse ao fim, puxei o celular do bolso do short atendendo.

 

-- Manolo já cheguei, cadê vocês?

 

-- Oi chata! Estamos em uma loja aqui de calçados. Calma aí, vamos fazer o seguinte, quando acabarmos por aqui te encontramos. Sabe? Você se perde á toa!

 

-- Tá bom, mãe! Vêm logo, estou te esperando no mesmo lugar! Tchau. - desligou murmurando.

 

Desligando a chamada pelo botão vermelho do viso da tela ambas me olhavam com interesse de saber com quem eu conversava.

 

-- E aí quem era? - disse a Bia na maior curiosidade.

 

-- Era a Mari, ela disse que já chegou e para nós terminamos de comprar e pega-la no mesmo local.- respondi.

 

-- Ela vai esperar um pouquinho.- disse Bia apontando para Larissa, que passava pelas as araras a procura de algo.

 

Depois de ter finalizado as compras, fomos direto para o local combinado desde o início.

 

Chegamos lá e Mariana estava louca para sair logo dali, pois a Tia Andrade estava por perto. Pelo o seu olhar podia perceber.

 

Falamos com as duas. Andamos, andamos, compramos o que precisamos e no final lanchamos. Saímos do shopping umas 20:40... Fazer compras com as amigas é cansativo! Mariana nos convidou para passar a noite na sua casa, nossos pais nem se importaram tanto, porque isso já é normal. Ainda mais nesse período de empolgação.

 

Ao chegarmos passamos pela a sala e fomos direto para quarto da ser no último andar. Jogamos tudo em cima da cama, o quarto é ao mesmo tempo um espaço para games, Mariana tem essa paixão por jogos principalmente por xbox para ela assim fica melhor em ter dois espaços que gosta ao seu alcance no mesmo tempo. Eu e ela descemos para pegar comida e bebida, enquanto Larissa e Isabela via as compras, Bia e Rebeca escolhiam jogos, filmes e músicas no computador para a noite.

 

Ao voltarmos da cozinha subimos com várias guloseimas, muitos biscoitos e com certeza com muito guaraná. Foi inevitável o assunto sobre a viajem não pairar sobre nós...

 

-- Ah Londres quero logo ter conhecer! - disse a Beca com o tom sonhador.

 

-- Será que vamos conhecer pessoas... Assim legais?- Bia perguntou pensativa.

 

-- Claro né. Espero que nós tenhamos a sorte de conhecer pessoas como nós, que não sejam metidas e esnobes - disse a Mari.

 

-- Isso aí Mari, falou tudo e espero que lá tenha muitas lojas para fazermos bastantes compras! – Bela disse.

 

-- Exatamente não podemos esquecer das compras!! – disse a Lari abrindo um largo sorrindo.

 

-- Que a nossa viagem, seja mais uma de nossas aventuras malucas!! – disse.

 

-- Viva a Londres!! – gritou Beca – VIVA!!!!!! - respondemos aos gritos, também bridamos com os nossos copos cheios de guaraná por pouco quase deixando cair tudo no chão.

 

Em seguida, começou a tocar " Call me maybe " música de Carly Rae Jepsene uma de nossas músicas preferidas e não podemos evitar a nossa dancinha estranha.

 

Isabela é a melhor na hora da dança, Mariana fazia passos malucos e Bia imitava, Rebeca dançava pulando e ao mesmo tempo rindo, Larissa dançava cheia de vergonha mais animada e eu sem comentários.

 

Já era umas 02:00 da manhã , ficamos cansadas de dançar e cantar então pensamos em ver o filme Meninas Malvadas mais uma vez a pedido da Rebeca. Comíamos muita pipoca como seis porquinhas famintas.

 

Mari e Bia não quiseram dar mais atenção ao filme em questão de segundos as duas começaram a correr, a retardada da Bia caiu no chão... Como? Eu não sei. Mariana adora fazer suas artes manhas... Começou a puxar a Bia pelo o braço e chamou a Isabela para ajudar, essas três não tem a mente de dezoito anos e sim de cinco para baixo.

 

A madrugada passou tão depressa quando fui perceber já se passava de 04:30 da manhã... Mari já estava dormindo literalmente jogada em sua cama, Bia não estava no quarto, Isabela estava dormindo sentada no sofá com um copo de guaraná na mão e Rebeca deitada ao seu lado encolhida.

 

-- Ah...Oi meninas pensei que já estivessem dormindo.Principalmente você vó!! – falou Bia

 

É eu era chamada as vezes de velha ou até mesmo de vó, eu adoro dar uma de mãe dando puxões de orelhas já estou acostumada, conversamos por um tempinho e logo fomos fazer o mesmo que as quatro.

 

No dia seguinte acordamos 12:30 falta pouco para dizer que é tarde. Tomamos banho, a Tia Andrade nos proibiu de tomar café devido o horário, já a avó da Mari preparou um ótimo almoço com muitas fritas.

 

Mariana mora com a mãe e avó porque seus pais são divorciados, ou seja, ela vive em duas casas mas a guarda sempre foi de sua mãe sobre ela. Depois de uma comida deliciosa, lavamos a louça que foi uma bagunça, vimos um pouco de TV até os nossos pais chegarem.

 

Beca foi a pé e sozinha, pois sua casa é bem perto da casa da Mari. Não demorou para os nossos pais chegarem assim se despedimos da Tia Andrade e da Vó assim cada uma partiu em seus carros.

 

Pov Rebeca

 

Nossa estou cansada não pensei nem duas vezes e me direcionei para o meu quarto que dizer minha cama. A noite tenho que arrumar as minhas malas, sério nunca acreditei que iria viajar sozinha com as meninas porque meu pai é um certo homem que adora proteger a filha contra o mundo de hoje em dia, mas eu sou vou por causa da Universidade.

 

Fui acordada pelos meus irmãos gêmeos que tem onze anos. Meus irmãos são irritantes na maioria das vezes como não há outro jeito eu amo esses dois chatos. Eles ainda estudam na mesma escola que eu e as meninas se conhecemos, sempre na hora da saída víamos eles chegando.

 

-- Rebeca acorda! – disse Rodrigo me balançando ao mesmo tempo puxando a coberta.

 

-- Que foi coisas chatas? Não estão vendo que eu quero dormir? – falei aos nervos que me olharam com a cara de espanto, que é a mesma quando dou de ranzinza com eles.

 

-- Calma Beca!! Só te acordamos pois já é 17:00 horas da tarde, a mamãe está te chamando para lanchar... – disse Raphael calmo.

 

-- Ok. Avisa para a mãe que já estou descendo e vocês saiam. Quero me trocar... SAIAM!! – falei dando ordem. Amo fazer isso, eu sou a mais velha então aproveitava e aproveito das situações duronas.

 

Desci para lanchar, na mesa se encontrava minha mãe, minha avó e meus irmãos, meu pai estava trabalhando ele é professor e minha mãe também. A escola onde a minha mãe trabalha está em recesso, como ela diz o recesso ajudou nós duas a aproveitar os últimas dias mais juntinhas. 

 

Vive falando que não vai aguentar ver a filha tão longe... Meu Deus  qualquer coisa nas férias ela pode me visitar e passar um tempo comigo.

 

-- Filha fique sabendo que irei sentir muitas saudades, sei que está indo para realizar seu sonho. Lembre-se mamãe te ama e já sabe juízo!! – disse minha mãe segurando mais uma vez as lágrimas.

 

-- Mãe eu também te amo e irei sentir saudades, pode ter certeza terei juízo... Sabe né tenho as meninas uma vai ajudando a outra, ainda temos a Ju que sempre dá puxões de orelha em nós... Parece uma vó!! A mais responsável...– Falei tentando fazer com que ela ficasse tranquila e tirando um sorriso de seu rosto.

 

-- É eu sei, que você e as meninas não irão aprontar... – disse minha mãe meio aliviada e ao mesmo tempo preocupada. Seu olhar não disfarçava isto.

 

-- Bom vamos lanchar?? Estou com muita fome tenho quer aproveitar a sua comida, em Londres não terá ninguém para fazer essa comida deliciosa como a senhora faz.– mudei o assunto.

 

O lanche se formava pelo o  bolo, suco e pão de queijo, amo as coisas que minha mãe faz por mim e para os meus irmãos. Ela é muito atenciosa comigo e carinhosa, irei sentir muitas saudades dos seus abraços e principalmente do seu cuidado.

 

Ao terminei de lanchar abracei novamente antes de subir para o meu quarto. Em seguida fui colocar as roupas na mala, a viajem está marcada para quinta de madruga e hoje é terça... Já está anoitecendo vou me deitar, amanhã será a véspera da viagem, ou seja, o dia será muito agitado! Espero que de tudo corra certo. 

 

Vai dar certo!!

 

Pov Larissa

 

Estava terminando de arrumar as malas, quando meu celular tocou, era a minha prima Ana Carolina que tinha 10 anos essa me adora é um chiclete comigo, mas só me ligou para se despedir, infelizmente amanhã ela não poderá vir falar comigo ou aparecer no embarque.

 

Troquei a minha roupa pelo o meu pijama e me deitei, já são 00:15!! Pensar na família, na saudade que já me toma isso é como uma batalha para mim sei que ao longo da viagem a nova vida em Londres e as meninas fará com que isso não me se torne difícil e doloroso o bastante.

 

Pov Bia

 

Véspera de viajem!!! Acordei hoje 10:35 fui direto para o banheiro tomar uma ducha gelada e desci para o café que de longe aparentava está uma delícia, claro né, meu pai preparou ainda posso sentir os mimos disfarçados vindo dele pela a caçulinha da família.

 

Amo quando ele prepara pães, pizzas e entre outros, sua especialidade na cozinha é massa, isso só me faz sentir saudades disso ou é uma armadilha para que eu fique aqui no Brasil. 

 

Plano inválido Pai, bom até agora. 

 

Demorou para chegar, os dias pareciam anadar em cima de lesmas lentamente, finalmente chegou, nos últimos meses eu e elas quase arrancamos os cabelos devido as cartas de aprovação. A  nossa amizade é incrível já temos quase doze anos juntas.

 

Me lembro até hoje quando se mudamos de escola pela a primeira vez que ficamos longes umas das outras, só foi uma prova e conseguimos superar essa distância que nos tinha, de tudo que já passamos isto realmente nos torna merecedoras. Agora daqui em diante vamos passar a segunda fase das nossas vidas perto uma das outras : a Universidade.

 

Meu lado emocional falando tão alto hoje, estou vendo que deverei conter as lágrimas até amanhã de madrugada.

 

Pov Isabela 

 

Aqui estou eu de frente ao computador com tudo pronto, eu acho, não posso me esquecer de nada, isso que dar ter uma cabeça que está a cem por essa viagem se eu estou assim te garanto que Rebeca está como fogos de artifícios. Falando de viagem e delas só podia ser a Mariana me enviando um pedido de chamada de vídeo pelo o skype. Rapidamente acetei.

 

--Olá Bebela...Tudo bem? – disse Mari.

 

-- Estou bem!! – eu disse fazendo um sinal positivo com as mãos.

 

-- Amanhã é a viagem!! Animada?- perguntou Mari.

 

-- Sim, estou animada!! Estamos lindas sabia?? - eu disse.

 

-- Espero que essas lindas possam encontrar namorados!! - disse Mari.

 

-- Hahaha. Só você mesmo Mari. Vê se amanhã não se atrase!! – eu disse.

 

-- Me expulsando? Tudo bem. Então eu vou dormir amanhã será um grande dia e como você disse não posso me atrasar. Tenho que descansar... Tchau!!-disse Mari.

 

--Tchau Maguiana!! Eu não estou te expulsando, te amo mozão!! Boa noite e beijos!- disse mandando beijos.

 

-- A Diva aqui também não quer beijos de pessoas que não falam direito pelo o skype. Sabe??-disse Mari.

 

Bom ela disse que ia dormir, desculpa nossa porque até então não nos falta assunto é bem difícil de ser rápida e sem graça com ela, se prendemos uma na outra cheias de assuntos e ideias para serem elaboradas. Ficamos assim até as 3:30 no skype quando vimos que os olhos mal conseguia abrir novamente decidimos desligarmos.

 

Mariana é a mais retardada de nós sempre encontra um jeito de fazer a gente rir de suas palhaçadas nos momentos bons e nada agradáveis. Ainda fui dormir pensando se tinha se esquecido realmente de por alguma coisa na mala depois de analisar a lista decorada em minha mente junto a pequena no papel. 


Notas Finais


O que acharam??


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...