História Back for you - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Tags Love1d
Visualizações 71
Palavras 2.961
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Festa, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá Cupcakes. Como vai vocês e o que acharam do capítulo anterior? Mais um capítulo para vocês... Temos mais Juliana e Liam <3 Desejo a vocês uma boa leitura, espero agradar a cada uma.

Malikisses Flores!!
Xx Ju :D

Capítulo 15 - Respirando extrato de tomate


Fanfic / Fanfiction Back for you - Capítulo 15 - Respirando extrato de tomate

 

Pov Bia:

 

   O tempo não quer passar, eu aqui tendo que aguentar as implicâncias irritantes do Louis, o meu santo não deve ter batido com o dele. Só pode. Minha companhia é a Larissa, mas não adiantou coisa nenhuma, ela dá mais atenção para aquele celular de não sei quantas polegadas, do que para a sua própria amiga. 

   Que nesse momento pede pelo o socorro, ou até mesmo por atenção, tanto de eu reclamar em pensamentos, nós finalmente chegamos ao bendito Museu. O celular contava 10:00 horas me ponto, gastamos três horas de Wolverhampton para cá.

    Ao descer do ônibus, um belo espaço com um quase palacial, o letreiro marcava o seu nome: Imperial War Museum. Como pude me esquecer, é esse nome mesmo, não posso deixar de citar os dois tanques de canhões direcionados a entrada, que impressiona qualquer um. 

     Os professores pediram para formarmos uma fila indiana para irmos até a entrada, lá vamos esperar o bilhete e guia(o), enquanto esperarmos puxei as meninas para uma foto, pedi a professora para bater. No fim a fotografia ficou perfeita, só falta a Ju, para deixar o pacote completo.

 

[...]

 

-- Olá pessoal!!- disse uma mulher, que aparenta ter mais de 27 anos para cima, seus cabelos são ruivos e seus olhos de toma claros. Corpo mediando, a qualquer mulher britânica nessa idade. Mariana ficou um pouco com raiva, pelo o fato de a mulher ser ruiva de nascença e ela de tinta...Hehehe!

 

-- Oi!!- respondemos juntos.

 

-- Bom pessoal meu nome é Jessie, hoje vou ser a guia de vocês. Espero que goste da visita, se alguém tiver com alguma dúvida, pode me chamar ou levantar a mão!- ela disse.

 

-- Larissa a mulher esta falando...- disse olhando para a maluca, que ainda estava atracada com esse celular. - Pode me dando esse celular!!- disse e rapidamente apertei o botão, aonde a tela se apaga e claro tirando o celular de suas mãos.

 

-- Bia!!!!- Lari quase berrou e me olhando com os olhos espantados.

 

-- Shiuuu! O professor vai reclamar e vou dizer que são as duas...- disse Beca apontando para nós, andamos mais um pouco e a guia começou a explicar.

 

-- O Imperial War Museum é um museu britânico, fundado em 1917 em memória das guerras em que esteve envolvido o Império Britânico, das quais guarda milhares de artefatos como veículos militares, armas de todos os tipos, aviões de combate, livros, fotografias, documentos, vestuário e uma coleção de arte do século XX e anteriores dedicada à guerra...- disse Jessie.

 

-- Ah que saco!!- disse Mari.- Quero comer.- sabendo que faz pouco tempo que acabamos de comer.

 

-- Cala a boca!!- disse Bela irritada, por está interessada pela a explicação.

 

-- Prestem atenção e fiquem quietas!!- disse baixo o professor de história ao lado de Isabela. 

 

    Os meninos estavam bem lá na frente, enquanto nós estamos quase dormindo em pé, de tanto sono. Principalmente eu e a Mariana, hoje a Bela deu um banho em todas, a mais dorminhoca. Minha cabeça está tão sonolenta, que está uma merda para eu tentar, me lembrar da primeira palavra que a Jessie disse até agora. Ana Beatriz acorda!!!

 

Pov Louis:

 

   O Harry desde que colocou os pés aqui dentro e até a guia apareceu, ele as poucos vai alagar o chão, por sorte a baba ainda não caiu. Desfoquei a minha atenção sobre ele e voltei a prestar atenção no que ela dizia, foi em vão voltei a observar ele de novo, não só eu e sim os meninos também.

 

-- Ou cuidado para não acabar babando...- eu disse.

 

-- O que?- Harry respondeu inocentemente.

 

-- Você não perde uma!!- disse Zayn, dando uma peteleco perto da orelha.

 

-- Malik!!- disse Harry pondo a mão onde ardia.

 

-- Cuidado para o Louis não ficar com ciúmes!!- disse Niall rindo alto, fazendo nós ganharmos um olhar mortal da coordenadora.

 

-- Pode deixar!!- cochichou Harry.

 

-- Para de olhar. Tá na cara...- disse entres os dentes.

 

-- Tá bom!!- disse Harry bufando.

 

    Nossa visita rendeu até 12:20, eu adorei tantas coisas incríveis de miniaturas até aviões tem lá dentro, parece que você estava naquela mesma época. Entramos no ônibus, a caminho de outro lugar para o nosso almoço, dessa vez se sentamos em mesas diferentes das meninas.

    O restaurante não era tão distante do local que estávamos, achei que foi até rápido, depois do almoço nós vamos para a hospedagem e ficaremos por lá até manhã do dia seguinte.

 

Pov Liam:

 

   Estava pensando no que fazer para o nosso almoço, ao abrir um dos armários deixei umas panelas caírem ao chão, fazendo um enorme som se propagar na cozinha. Deve foi uma das minhas irmãs que fez essa "organização", quando todos estão em casa é capaz de colocarmos a casa avesso.

     Sem perceber escutei uma certa gargalhada no fundo da cozinha. era a dela a de Juliana, com um sorriso lindo entre os lábios. Pus novamente as panelas em seus devidos lugares e de um jeito melhor, assim na próxima vez elas não caem.

 

-- Woody atrapalhado!!- disse Juliana se aproximando de mim.

 

-- Você me chamou de Woody?- eu disse me virando para ela.

 

-- Sim!! Ué apelido digno de um colecionador.- disse. - Gostou do novo apelido? - perguntou.

 

-- Gostei!- eu disse rindo e fazendo a mesma rir.

 

-- Hum, o que vamos fazer de almoço?- perguntou.

 

-- Lasanha?!- respondi.

 

-- Boa!!- disse Ju.- Bom vou te ajudar...

 

-- Eu que vou preparar o almoço...- protestei. - Acho que uma certa pessoa não ouviu bem, a palavra R-E-P-O-U-S-O. - disse indo até a geladeira para pegar o que teria que usar.

 

-- Liam...- choramigou feito criança. - Deixa eu te ajudar? - disse Juliana.

 

--  Você vai ficar no sofá, deitada, sinta- se verdadeira diva- disse parecendo um gay.

 

-- Seu dizer que o que você acabou de falar, estava parecendo uma gazela?- disse Ju segurando o risso.

 

-- Eu também achei!!- disse rindo ainda mais ainda.- Juliana sala, sala Juliana...

 

-- Tudo bem, eu... - ela ia completar e não deu tempo de eu me esquivar. Juliana conseguiu deixar uma boa parte do meu rosto com molho. 

 

-- Ohhh não!!- disse já pegando a caixa de molho. - Isso não fale!!- eu disse rindo.

 

-- Dá nisso não querer me deixar ajuda-lo!!- disse Ju se distanciando de mim.

 

-- Agora você vai ver. Não adianta fugir...- eu disse com um pouco de molho no dedo!! E ela corria pela a cozinha.

 

-- Você não me pega!!- disse Juliana rindo, parecendo gato e rato, cada um em uma ponta da mesa, ficamos um tempo assim até eu consegui segura-la. Prendendo o sue corpo ao meu, meus braços se encontrava em sua cintura, ela se rebatia tanto para sair.

 

-- Você está cheio de molho, eu acabei de tomar banho, Liam não!- disse Juliana.

 

Pov Isabela:

 

   O passeio foi mais ou menos, algumas coisas eu gostei outras nem tanto, acho que não me lembro de nada do que a mulher explicou. Fiquei um bom tempo atenta, portanto o sono chegou, meus olhos estão quase se fechando. Se eu encontrar uma cama eu só acordo quando voltarmos a Universidade.

    Não demorou muito para chegarmos e muito menos o almoço foi demorado para sair, os pedidos era iguais para todos, se sentamos em mesas diferentes aos meninos, todas comendo e menos a Larissa.

 

-- Lari sua comida vai esfriar!!!!- disse estalando os meus dedos preto de seu rosto. Tentando chamar a meninas, para a terra novamente.

 

-- Aham? Falem...- disse Lari.

 

-- Aleluia!!- esbravejou Mariana. -Diga oi a terra e a vida social...

 

-- Sérios vocês estão virando a Ju? - perguntou rindo e dando atenção ao seu prato.

 

-- Nessa horas é até preciso...- disse Bia revirando os olhos.

 

-- Você não desagarra desse celular!!- eu disse rindo pelo o fato de Mariana ter feito uma tolice.

 

-- Mari!- chamou Beca. 

 

-- Fala, coisa chata. -disse MarI, parando de comer e dando atenção.

 

-- Você que é chata!!- disse Beca e no mesmo instante se protegendo com as mãos, ela e a sua mania de achar que a Mariana irá bate-la de repente. - Não me bate!! Mais é a verdade. Porém eu continuo te amando...- disse Beca.

 

-- Rham- Rham!!- pigarrou Bia.

 

-- Ciúmes?- perguntou Mari. - Eu que deveria estar, ainda mais com aquelas fotos sua e do Louis, no celular de Liam, pareciam dois pombinhos.- disse Mari deixando a Bia vermelha. Não sei se de vergonha ou raiva.

 

  Todas ao redor da mesa estava de sobrancelha arqueada com o que Mari acaba de dizer ou segurando o risso, para não ficarmos com a Bia chata o resto do dia. 

 

-- Hahaha!! Você é super engraçada... - disse Bia.- Legal, você já está me trocando pela a Beca.- desconversou.

 

-- Bia porque estar vermelha?- disse Lari com o dedo na bochecha de Bia, aonde estava vermelho..

 

-- Vai ficar do lado dela é? Eu não estou vermelha!!- disse Bia inspirando profundamente.

 

-- Tá sim!- disse todas ao mesmo tempo.

 

-- Já falaram para vocês, o quanto vocês são chatas quando põem algo na merda da cabeça...- se irritado. 

 

-- Te amamos!!- falamos juntas.

 

-- O que vocês acham dos meninos?- perguntei. Nunca temos tempo pra poder falar sobre eles, desde os primeiros por aqui.

 

-- Pelo o tempo que estamos na Inglaterra, só pode notar o que são pessoas engraçada e legais... Como nós!- disse Mari abrindo um enorme sorriso, essa sempre bota a sua auto estima lá em cima.

 

-- Falando em geral ou deles em exato?- perguntou Lari movimentado a cabeça em direção a mesa dos meninos, que estavam bem descontraídos, algo bem natural como uma roda de meninos na nossa idade. 

 

-- Deles...- disse e bebericando o meu refrigerante.

 

-- Bonitos também!!- disse Beca.

 

-- E concordo com a Rebeca, não só deles, enfim nesse lugar não existe menino feio... Cada um tem um jeito gato, que meu Deus para me socorre!!- eita fogo. Larissa se abanando e olhos brilhando, isso só por estarmos falando de Homem, essa é a minha amiga.

 

-- Também tem aqueles dois da nossa sala, se eu não estou errada, acho que são parentes ou irmãos, porém gatos!- me lembrei.

 

-- Acho que são irmãos Bela...- falou Mari que estava ao meu lado.

 

-- Também percebi isto, eles parecem dois príncipes....- disse Beca sonhando.

 

-- Na boca da Rebeca só saí homem ou mundo encantado!- disse Mari com a boca cheia. 

 

-- ARGHHH!!- falamos em tom de nojo.

 

-- Vou cortar relações com você, se continuar a fazer isso. Me assusta!- disse Bia.

 

-- Não eu tinha que falar...- disse enter os goles em seu copo. - Está na hora de Rebeca parar de ver Disney.

 

-- Também concordo...- disse Lari recebendo um olhar negativo.

 

-- Nem fale mandar beijinhos. - disse Beca a Larissa, fazendo nós todas gargalharem. - Qual o problema de ter um lado encantado?- mesmo nós zoando ela, não adianta essa flor de pessoa sempre está rindo. - Até hoje penso, como você me aguentam e continua me aguentando.

 

-- Os seus defeitos não cobre os seus encantos...- disse Mari. - Mandei bem agora!

 

-- Amei Magui...- respondeu Beca.

 

-- Momento nostalgia... Eu vou chorar!- disse Lari com as mãos em seu olhos.

 

-- Bia você está chorando?- perguntei ao perceber uma lágrima cair sobre em seu rosto.

 

-- Eu dou apoio a Lari, esse momentos assim só mexem com os meus sentimentos!- disse Bia secando a que queria cair.

 

-- Ownttt...- falamos em uníssono. Bia ganhou um abraço duplo de Rebeca e Larissa.

 

-- Sintam-se abraçadas meus amores...- falou Bia levantando os seus braços para mim e para a Mari, nós duas fizemos como as outras, se abraçamos também. - Vocês já perceberam quantas vezes Harry olhou pra a mesa?!- disse Bia no fim do abraço e voltando a comer.

 

-- Bia, quem pode te dar essa resposta é Lari...- disse alternando o meu olhar a cada quanto do restaurante, fingindo disfarçar e para não receber um bronca da Larissa. Implicância entre nós seis é LEVEL MASTER.

 

-- Pode...- disse Lari que foi cortada pela a Rebeca. - Eu sei que você flutua naqueles cachinhos.- não contemos os risos.

 

-- Eu flutuando, nos cachinhos daquele ser? Essa piada é mais sem graças,  de algumas que o Louis conta...- disse Lari virando a latinha de refrigerante me seu copo.

 

-- Parece que ele está aflito, principalmente quando ele olha para você!!- disse Bia.

 

-- Eu não estou me importando se ele olha ou deixa de olhar! Certo?- disse Larissa se apoiando mais na mesa. - Agora da pra parem falar nisso e vamos comer?- disse Lari.

 

-- Deixa para lá então!!- eu disse.

 

-- Mais pessoal e a Ju?- disse Beca.

 

-- Hum...- dessa vez foi eu e Mari.

 

-- Ué na casa do Payne!!- disse Bia com um olhar sapeca.

 

-- Ohh povo pervertido..- disse Lari rindo.

 

-- Juliana e Liam! Será?- disse Beca novamente.

 

-- Eu não vou responder nada...- disse Mari.

 

-- Mas...- disse Beca.

 

-- Shiuuu!!- disse Lari. - Aonde que desliga?- completou olhando para a baxinha.

 

-- Rebeca comer.- pediu Mari. - Faz bem a saúde...- Mariana fez todas rirem que é óbvio que comida faz bem. Quando se tem comida no meio é com ela mesmo.

 

  Continuamos a conversar e Rebeca não vive sem tagarelar, essa não para, os professores ficaram um tempinho a mais, mas logo entramos novamente ao ônibus, a caminho da nossa hospedagem por uma noite. Cá eu com os meus pensamentos. O que a Ju e o Liam estão aprontando?

 

Pov Harry:

 

 A cada minuto que se passa a memória me faz relembrar do beijo que tive com a Larissa, nesses últimos dias, é motivo para isto não sair de minha mente. Me sinto um pouco ocupado por ela estar sendo assim comigo, tudo bem uma parte de mim estava entorpecida por causa da bebida outra ainda se encontrava consciente naquela manhã.

   Eu sempre aprendo com as duas mulheres da minha vida, minha mãe e minha irmã, como deve tratar uma menina, não quero que ela pense de mim coisas negativa. Ahhh meus neurônios tão me festa, de tano pensar, daqui a pouco ficarei maluco. A minha solução é conversar com alguém. Quando chegarmos na hospedagem, puxarei um dos meninos.

   

Pov Juliana:

 

 Depois da correria pela a cozinha, Liam conseguiu me segurar novamente, eu tentei se desprender mais foi difícil. Liam é extremamente forte, me atrapalhando eu sair de seus braços e fugir do seu ataque de molho.

  Ao tentar sair acabei indo ao encontro do chão, sabem que o chão me ama e trazendo Liam também, só podia ser quem? Eu. Liam estava em cima de mim e eu por baixo, nosso rosto estava próximo um do outro, me deixando super vermelha e com as bochechas queimando. Como retornar antes que ele ache que eu sou uma idiota...

    

-- Liam minha perna.. Acho que você é fortinho demais. o porte de Liam é atlético, essa calça moletom e essa regata branca, faz eu ter suspiro eterno. O que eu acabei de dizer não adiantou muito, por sorte o que estava dentro da panela começou a borbulhar.- Liam o molho da Lasanha no fogão!! - disse sem jeito.

 

 Nós estávamos em pleno trase de olhares,  isso não é legal eu fico corada e aperço uma estranha. Sua mão estava apoiada em meu braço. Mas consegui sujar o rosto dele também

 

-- Ah sim!!- disse Liam confuso e se separando mais de mim, antes de se levantar, Liam estendeu sua mão para eu me erguer novamente. 

 

[...]

 

  Ficamos um bom tempo sem graça enquanto o almoço ficava pronto e em silêncio, a bota estava me incomodando um pouco, pelo menos a dor não persistia só estava sentindo o desconforto pequeno, sai dos meus pensamentos com a voz de Liam.

 

-- Lasanha de queijo com presunto e bolonhesa estão prontas, senhorita!- disse Liam com tom cordial.

 

-- Bom vou pegar as coisas para por a mesa, senhor Woody!!- disse me levantando e indo até os armários, era tantos que não iria abrir cada um como uma entrometida. - Em qual - perguntei.

 

-- Aí mesmo Jujuba...- me orientou Liam e me chamando de Jujuba.

 

-- Sério Jujuba?!- perguntei rindo, eu colocava as coisas na mesa e ele a Lasanha.

 

-- Sim, Jujuba!!- disse brincando com o meu nariz novamente.

 

   Se sentamos na mesa, o cheiro estava tão agradável, pela a aparência as duas parecia está boas, vamos ver na hora de provar. Meu dom culinário, não é uns dos bons e incríveis, eu gosto de cozinhar, uns dão certo outros nem tanto.

 

-- Será que ficou bom?- perguntou Liam me olhando.

 

-- Pela a aparência parece está boa e seguimos o livro, então eu acho que deve ter servido...- respondi, enquanto Liam cortava a Lasanha e colocava em meu prato-- Bom você quer me ver gorda né, Liam?- gargalhou.

 

-- Gordo eu digo ser a mistura da Mariana com o Niall!- disse.

 

-- Tem razão...- falei rindo.

 

-- Vamos?!- perguntou Liam olhando para os pedaços de Lasanhas no prato

 

-- Sim!!- respondi animadamente.

 

-- 1...2...3... Já!!- contamos e em seguida levamos um pedaço de lasanha na boca. Se entreolhamos enquanto degustávamos o prato.

 

-- O que achou?- perguntou Liam.

 

-- Até que não está ruim!!- eu disse.

 

-- Eu também achei...- disse Liam. - Chefes de cozinha!!- fizemos um high five. 

 

-- Refrigerante?- perguntou pondo a tapinha na mesa.

 

-- Sim, aqui os copos...- respondi segurando os copos para não caírem.

 

  Ficamos ali na cozinha detonando aquelas lasanhas, para eu ganhar mais alguns quilinhos e conversamos bastante. Estou me perguntando como a Mariana consegue comer tanta coisa ao mesmo tempo!?  

    


Notas Finais


O que acharam flores, principalmente do Juliam?! Espero ter agradado todas...
Xx Ju :D


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...