História Back for you - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Tags Love1d
Visualizações 45
Palavras 4.513
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Festa, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi Cupcakes! Quanto tempo não é mesmo? Finalmente aqui estou eu voltando a postar novos capítulos para vocês, antes o tempo estava sendo curto, mas Graças a Deus as férias chegaram.
Para alegria de vocês, meus amorecos, será bem melhor agora me diante poderei passar mais vezes aqui e deixar algo para os leitores. É isso...

Espero que gostem e não desistem dessa história ;D E estou com várias ideias para Back for you! Boa leitura <3

Capítulo 18 - Abraço sanduíche


Fanfic / Fanfiction Back for you - Capítulo 18 - Abraço sanduíche

Pov Rebeca:

 

  Meus pés estão moídos de tanto andar, ao chegar eu até pensei que ele era pequeno e muito menos pensar que fosse algo cansativo como está sendo. Tudo o que eu mais queria é a cama macia do meu dormitório com a companhia de um belo coberto para curtir um sono ao friozinho. Imaginava tombando a minha cabeça para o lado e suspirando...

  Até sentir uma movimentação perto de nós, ao abrir os olhos e levando a sensação boa que qualquer pessoa gosta, avistei um Louis correndo em nossa direção.

 

-- Louis!- adverti segurando a manga da sua blusa- Tenha calma na hora de andar... Quer dizer correr.- por pouco ele derrubava uma estátua pesada bem próxima de nós.

 

-- Valeu, eu ia cair...- agradeceu, desviando o olhar da Senhora Green, a coordenadora, que já tinha percebido o estrago que Louis poderia ter causando com a obra. - Enquanto outras pessoas estão rindo.- falou se referindo a Bia.

 

-- Claro, seria uma comédia!- zombou Bia.

 

-- Louis, eu sei que sou baixa, mas não sou apoiador.- disse ao observar ele se escorando em meu ombro. 

 

-- Foi mal...- disse Louis com um sorriso de lado e se ajeitando ao meu lado, antes de sair não conteve a mania em implicar com a Bia que se virou rapidamente.

 

-- Rebecaaaa?!- indagou Bia quando se virou ao sentir o seu cabelo ser puxado por alguém.

 

-- Não fui eu...- respondi.

 

-- Louis Idiota Tomlinson!- disse Bia totalmente furiosa praticamente soltando fumaça pelas as orelhas.

 

-- Bem feito, sua chata...- disse Louis dando a mínima para ela e passando perto da mesma,

 

-- Não vão começar?- perguntou Mari os olhando incredulamente.

 

-- Daqui a pouco o Museu vai ficar de cabeça para baixo, com esses dois aqui dentro...- disse a ela.

 

-- É hoje que esses dois se matam!- disse Larissa fitando os dois em uma breve discussão com palavras nada doces.

 

-- Então é melhor você sair daqui Louis! 1...2...3...- ordenou Bia ferozmente.

 

-- Primeiro você não manda em mim e segundo só vou sair para evitar problemas com uma magrela!- disse Louis saindo dali, como tivesse mais razão do que a Bia, algo que deixa ela a flor da pele e ainda mais sendo ele. 

 

  Antes que Bia o alcançasse ou o matasse ali mesmo, Louis aos pouco foi sumindo do nosso campo de visão. Falta só mais um ala para sairmos e voltarmos a Universidade, seria praticamente mais meia hora para a saída, Isabela fez um comentário engraçado a um bicho, fazendo nós falarmos desse assunto confuso mesmo tendo uma Bia reclamando dele.

 O que estou mais estranhando o fato de Ju não ter mandado nenhuma mensagem ou alguma notícia, só espero que ela possa estar melhor e bem. 


Pov Niall:

 

  Não demorou muito para chegarmos ao outro Museu de Ciências, que para mim passou rápido demais, daqui a pouco enfrentaremos três horas de viagem. Aí eu me pergunto se é melhor ficar aqui mesmo ou voltar a Universidade?

  Desviei dos meus pensamentos com um bicho estranho me olhando estranhamente. Eu achei o lugar bem legal para se conhecer, mas algumas coisas são assustadoras em certo ponto e a outra coisa legal é que por aqui você encontra dinossauros de diversos tamanhos.

  Mais algumas coisas para se fotografar e ver, fomos chamados para se dirigimos ao ônibus. Isabela e Zayn compartilhavam mais uma  vez os fones de ouvidos, as outras meninas se sentaram juntas e Harry ficou novamente sozinho nas cadeiras da frente. Louis estava quieto demais para ser normal.

 Eu realmente admiro a amizade e o carinho que essas meninas tem umas com as outras sem troca de nada. Deixei os meus velhos amigos em Mullingar e a família também pela a vaga - e pela a grande oportunidade, que essa Universidade pode oferecer a qualquer aluno que passa por ela.

  A fome está aumentando e o que eu me lembre joguei algumas daquelas barras da hospedagem em minha mochila, havia deixado no bolso pequeno. Ao abrir encontrei três delas e o meu celular que notificava uma mensagem não lida.

  Fui oferecer uma barra de chocolate com avelã ao Louis e ele já estava dormindo, então era esse o motivo de nenhuma bagunça.

  

 " Heyy Niall, aqui está tudo bem e a Ju só sentiu um pouco de dor mais cedo, ela já tomou o remédio. Quando acordar saberei se ela está melhor, pode deixar que eu mando noticias. Ontem pensamos em você e na Mariana quando comíamos a Lasanha... Comilões!! Até mais tarde :D Xoxo Liam!!"

 

  Gargalhei com o "Comilões" e ri mais por está comendo barrinhas de cereais. Discretamente avisei as meninas sobre a mensagem do Liam, assim nenhum dos professores e muito menos a senhora Green desconfiaria de algo, que se ela descobrir não sei o que ela é capaz de ordenar.

 

Pov Juliana:

 

  A campainha não havia tocado e eu muito menos escutei nada além do som de pratos e talheres se esbarrarem com aguá. Mesmo sendo controlada para lavar a louça, pois Liam sempre conseguia pegar tudo, conversamos de coisas aleatórias e divertidas, principalmente as histórias de infância que ele se metia.

  Tão concentrada na conversa que o me virar o rosto para por o prato no secador, me deparei com a presença de uma meninas e não foi passar muito tempo para desconfiar que ela seria a namorada de Liam, meu subconsciente me alertava isto.

 

-- Liamm...- disse a menina de cabelos médios com coloração loira com uma touca, seu rosto tinha ar de surpresa.

 

 Juliana sua anta, claro que ela é a namorada dele e o que você ainda está fazendo aqui plantada? Dizia a minha mente que estava em pura adrenalina. Imagina o que ela deve estar pensando neste exato momento? Ainda mais eu com uma das blusas de Liam e uma touca... Aí meu Deus!

 

-- Não é isso que você está pensando, eu só sou colega de classe dele, não é nada disso que você está pensando! - disse saindo da cozinha rapidamente indo em direção ao banheiro e antes de seguir o corredor peguei a minha roupa deixada em ciam da poltrona. 

 

-- Juliana espera...- gritava o Liam calmo, como ele pode estar calmo nesse momento?! - Você vai ir sozinha para a Universidade?

 

-- Claro... Porque você não me avisou que tinha namorada? Olha o problema, em vez de você estar falando comigo deveria estar lá na cozinha falando com ela. Ah como eu sou tão idiotaaaaaa...- ainda ele vem atrás de mim.

 

--  Ju...- Liam segurou o meu braço impedindo que eu chegasse até ao banheiro.

 

-- Cara você ainda não entendeu?- perguntei olhando para ele e tentando me soltar. 

 

-- Ei você está confusa...- disse Liam tão calmo que estou preste a explodir com essa calma dele.

 

-- Eu que estou confusa ou você que não está entendo que a sua namorada está na cozinha!- não conseguia falar e siam gritar.

 

-- Vem cá Ju... Respira.- disse me levando até ao sofá.- Ruthhhh!- gritou Liam pela a menina, eu nem conseguia olhar para ela de tanta vergonha que eu estou e nervosa.

 

-- Sim, Liam!- disse a menina se sentando no sofá e Liam me puxou para eu se sentar ao seu lado, já ficou com a mesinha de centro observando nós duas.

 

-- Ju, calma...- disse Liam vendo o meu estado, estou completamente nervosa e sem nenhuma calma, como ele não pode me contar sobre isso? - Essa aqui é a minha irmã Ruth - completou.

 

--Ah?- foi o que saiu em minha boca.- Como assim sua irmã?- falei assustada.

 

-- É ela é a minha irmã não a minha namorada...- respondeu Liam já com um sorriso no rosto.

 

   Minha cara foi ao chão, eu passando mico em frente ao um cara que é da minha mesma sala e da sua irmã. Plano B, sair daqui o mais de pressa possível ou me enfiar em qualquer lugar para esconder a minha cara. Olha a situação que eu me encontro! 

 

-- Prazer eu sou Ruth... A irmã desse menino obviamente mil vezes chato. - disse estendo uma das mãos a mim e sem hesitar fiz o mesmo sorrindo para ela,  meus lábios estava a tremer.- Eu que pensei que vocês fossem ou são...- disse sem terminar apontando para mim e Liam e olhando para a blusa do Liam que estou usando.

 

-- Pra- Pra- Prazer Juliana, a colega de classe do Liam! - disse gaguejando.

 

  Nem foi preciso esperar e ele estava a soltar altas risadas, quem não iria em ver alguém achar que a sua irmã pode ser a sua namorada e eu pensando nesta besteira, sabendo agora que não era nada disto.

   Com as suas risadas ele me fazia corar e ficar com mais vergonha na frente de sua irmã, que de fato ela é linda e simpática só de ver. 

 

-- Pare Liam, está deixando a menina envergonhada...- falou Ruth - Você é linda Juliana!

 

-- Obrigada, você também Ruth. Já o Liam não puxou essa beleza.- disse fazendo ele parar em instantes.

 

-- Concordo com você...- disse Ruth gargalhando..

 

-- Ohhh duas contra um, acho melhor eu não dizer mais nada! Já viraram cúmplices né?- disse fitando o chão e fazendo beiço. 

 

-- Ganhamos!!- dissemos juntas e sorrindo uma para a outra.

 

-- Engraçadinhas... - disse ele para nós. - Então o que trás a minha irmã bilhões de vezes chata aqui?- perguntou Liam pondo a mão no queixo com os cotovelos apoiados nas pernas.

 

-- Mamãe pediu para que eu passe esse tempinho com ela, ou seja, estarei viajando. Parece que a Nicola não poderá ir pois está resolvendo algumas coisas.- respondeu - Só vim terminar de arrumar as minhas malas e pegar umas coisas que a mamãe pediu.

 

-- E você estava aonde?- disse Liam fazendo um interrogatório a ela com um olhar fixo a Ruth. Irmão coruja e ciumento deve ser ele com as meninas.

 

-- Nada que te interessa... Chega de perguntas, aliás eu que sou a mais velha então deveria ser eu e não você!- Ruth respondeu séria.

 

-- Mais eu que sou o homem!- retrucou Liam.

 

-- Ahh mais eu que sou a mais velha, eu nasci primeiro que você!- disse ela cruzando os braços.- Então você que fique quieto.

 

-- Bom eu vou me trocar...- disse falando entre os dois. - Já volto!- falei um pouquinho alto.

 

-- Desculpa!- responderam ao mesmo tempo e dando atenção a mim.de falarem e olhando para mim.

 

-- Não precisam pedir desculpas, eu e meu irmão também somos assim...- falei me levantando. - Só vou me trocar e já volto.

 

-- Ju se quiser tomar banho, fique a vontade a casa é sua...- disse Liam ao me ver caminhar ao outro lado da sala.

 

  Deixei os dois na sala e indo a caminho do corredor que dava acesso a porta do banheiro, um pouco zureta com a troca que eu tinha feito com a Ruth a respeito do Liam, que agora faz eu rir de si mesma. De longe eu podia ouvir os dois debaterem uns com outro novamente.

 

[...]

 

  Voltei a sala com os cochichos dos dois, o que pude ouvir foi algo referindo ao meu nome e a minha pessoa. A palavras anteriores ditas pela a Ruth ecoava a minha cabeça, ao estar se aproximando da sala. 

 

" Quando cheguei, pensei: Ohhh Liam está tendo uma namorada e não me avisou, como assim? No momento fiquei até com um ciúme e um pouco de raiva, por saber que você havia me falado sobre um suposto romance. Mas ela é uma Brasileira linda. Cairiam bem como um casal." 

 

   Meu rosto ruborizou ao ver eles desviarem a atenção em minha direção e com os rostos surpresos, rapidamente pararam de conversar quando adentrei a sala, a minha única tentativa foi desviar o olhar e alisar a calça, devido as minhas mãos estarem suadas. 

 

-- Voltei!!- falei timidamente.

 

-- Bom,vou terminar de lavar a louça...- falou Liam limapndo a garganta e pondo o pano de prato que trouxe com ele no ombro.

 

--Eu tenho que pegar algumas coisas, venha comigo Ju e deixa esse menino trabalhando um pouco. Pelo menos faz algo útil,em vez de me atormentar com as perguntas.- disse Ruth caminhando até a escada. 

 

-- Claro...- respondi ainda sem graça.

 

-- Pelo menos faz algo útil, em vez de me atormentar com as suas perguntas...- disse Liam imitando a Ruth com a voz mais fina e recebendo um tapa da mesma. 

 

-- Babaca!- disse Ruth subindo os primeiros degraus da escada.- Vamos! - disse sorrindo para mim, prosseguimos a escada e Liam se dirigiu a cozinha.

 

  Ao mesmo tempo que ela organizava as suas coisas em uma pequena mala, ela me dizia as histórias de Liam na sua infância que era tão engraçadas que várias delas me fizeram chorar de tanto rir. Ruth é uma menina totalmente simpática e fofa, penso o mesmo do seu irmão.

  Pensando nele, que não demorou com a tarefa, subiu vagarosamente e nos vigiando nós duas pela a porta...

 

-- Liam já te vimos!- disse Ruth gargalhando.

 

-- Fazendo a minha caveira para a Juliana, não é?- disse Liam balançando a cabeça negativamente. - Pelo o visto conversaram bastante sobre mim.

 

-- Eu?- disse Ruth tampando os olhos.

 

-- Ju o que ela disse é tudo mentira!- disse Liam baixo e em seguida me dando uma piscadela.

 

-- Adorei saber sobre a sua infância!!- dei uma piscadela e gargalhei.

 

-- Quer dizer micos e encrencas que me meti.- disse Liam. - Suas cúmplices! - terminou pondo a mão no peito fazendo cara de magoado que nos fez rir. 

 

-- Bom, já organizei o que mamãe pediu. Estou indo! - disse Ruth ao meio dos risos.

 

-- Puxa já?- disse Liam abraçando a irmã de lado.

 

-- Tenho que ir a casa da Nicola, pois daqui a pouco a Dona Karen chegará me procurando. - disse Ruth.

 

 

-- Podemos fazer o seguinte eu e Juliana iremos almoçar, posso muito bem levar você até a casa de Nicola e de lá partimos...- Liam deu a ideia.

 

-- Não quero atrapalhar!- disse Ruth.

 

-- Atrapalhar o que Ruth? Vamos, assim fica mais tempo com ele... - falei sorrindo a espera que ela respondesse que queria ir. 

 

-- Tem razão, agora está sendo mais difícil de se vermos. Tudo bem eu vou!- disse Ruth dando um abraço em Liam.

 

-- Podemos ir senhoritas?- disse Liam.

 

-- Podemos...- respondemos juntas.

 

  Liam deu mais uma olhada na casa, vendo se estava tudo certo antes de deixa-la, enquanto eu e Ruth o esperava perto do carro. Ele não demorou para aparecer, logo entramos ao carro e ocupou seu lugar de motorista, dando partida.

  O apartamento da sua outra irmã não era distante, mais ou menos, próximo ao centro de Wolverhampton.

 

-- Tchau pessoal e foi muito bom conhecer você Ju...- disse Ruth antes de abrir a porta do carro.

 

-- Eu o mesmo...- falei  enquanto ela dava um beijo em minha bochecha mesmo ela estando no banco carona e eu atrás.

 

-- Ruth...- falou Liam.

 

-- Oii...- respondeu.

 

-- Me ligue quando estiver tempo, mande um beijo a todos de casa!- disse Liam dando um abraço na irmã e um beijo.

 

-- Ok gordinho da irmã...Tchau coisa chata!- respondeu enquanto saia.

 

-- Tchauuu!!- disse eu e ele em uníssono.

 

--  Ei vai ficar aí atrás mesmo? - disse Liam virando o rosto pata trás. 

 

-- É mesmo...- disse Ruth em pé com a porta entre aberta. Nessa hora que cairia bem saber o que os dois estavam cochichando quando eu trocava de roupa.

 

-- Ah...- balbucie.- Tudo bem. - passei pelo o banco carona.

 

-- Beijos!- disse Ruth a janela aberta e se dirigindo a porta principal do prédio, antes de Liam dá o solavanco buzinou, emfim deu a partida.

 

-- Que tal almoçarmos no Shopping aqui próximo? - perguntou Liam ao dirigir.

 

-- Pode ser...- respondi fitando os meus pés. - Ahh antes que eu me esqueça, aqui a sua touca. - disse tirando de minha cabeça e pondo no compartilhamento ao banco.

 

-- Eu pensei bem, fica para você.- disse Liam com um pouco de receio.

 

-- Não vai ficar com ciúmes?- eu perguntei o olhando.

 

-- Não, você ficou muito fofa com a touca panda...- disse Liam.

 

-- Sério mesmo?- perguntei.

 

-- Sério aceite.- disse Liam parando ao sinal.

 

-- Obrigada menino chato!- brinquei.

 

-- Ahh ainda sou o chato?- disse Liam, cruzando os braços ao me olhar.

 

-- É, por não ter deixado eu te ajuda-lo na cozinha!- disse dando língua a ele e rindo.

 

  Depois de seis quadras e uma Avenida, chegamos ao estacionamento do Shopping Center, hoje o dia amanheceu frio com a fina chuva que caia na cidade. Diferente do Brasil que só abrigam poucas lojas, os daqui são gigantesco parece que nem é um Center. Andamos e andamos bastante, devido o grande número de lojas. 

  Me apaixonei por uma lojas de acessórios que tinha diversas coisas fofas e simples, ele foi na loja esportiva em busca de um tênis, como a praça de alimentação estava ao lado decidimos almoçarmos. O nosso almoço foi um belo lanche do Mc Donald, sentindo alguns pesinhos a mais se adquirindo em meu corpo, e por fim a direito de muito sorvete com guloseimas de recheio. 

   Uma hora ele pegava uma colher do meu e eu a do dele, pelo o fato de ser sabores diferentes, ficamos assim até encontrarmos uma banquinho para degustar a nossa sobremesa totalmente calórica.

 

-- Então na maioria das vezes é tímida? Claro se quiser falar com um ladrão criminoso.- disse se lembrando de ontem.

 

-- Ontem não quis dizer isto, mas acho que posso responder...- respondi. - Sou meio assim. 

 

-- As vezes eu nem escuto a sua voz na sala, só das outras meninas.- disse Liam levando uma colher de sorvete a boca.

 

-- Norma... Sou assim desde de pequena. - disse. - Estranha...

 

-- Não quis dizer e nem pensei assim, é diferente. Você é uma menina legal e uma boa companhia. - disse Liam me fazendo ruborizar.

 

-- Você também, porém chato...- disse fazendo nós gargalhamos e ganhando língua dele. - Calma aí, meu celular. - ao sentir algo vibrar só podia ser meu celular, abri a minha bolsa e o encontrado era apenas uma mensagem de Mariana.

 

 “ Vó... Estou te mandando essa mensagem para avisar que saímos do último Museu, a viagem já durou duas horas e meia, ou seja, daqui a pouco estamos chegando. Eu e as meninas passaremos em algum lugar para comer, em seguida de encontramos. É melhor você e o Liam voltarem para a universidade...Estou com saudades! Xoxo Ruiva :D”

 

-- Woody, é melhor voltarmos para a universidade!- disse mostrando o celular a ele.

 

-- É melhor mesmo, Jujuba!- disse Liam se levantando atrapalhado com o sorvete e me puxando para se levantar. Sorri ao escutar ele me chamar pelo o apelido.

 

  Não que Liam estivesse em velocidade rápida o trânsito estava livre, já por perto da Universidade a chuva apertou, deixamos o carro no estacionamento e prosseguimos a entrada, o porteiro nos deixou entrar. Senti um pouco de dor ao subir a escada Liam me ajudou até chegar ao me quarto.

 

-- Valeu por ter me acompanhado enquanto as meninas estavam longe!!- agradeci tirando o cachecol do meu pescoço e sentando na ponta da cama apara afrouxar a bota que me incomodava.

 

-- Não precisa agradecer, sou seu amigo!- respondeu.

 

 

-- Mas sabia que você me mima demais!!- eu disse o fitando. - Nem para lavar a louça e ter que ficar deitada ao sofá, só você mesmo. Eu poderia ter ajudado.

 

-- Aé? Então quer que eu vá para o meu quarto!? Assim eu paro de te mimar...- disse Liam se setando ao meu lado.

 

-- Claro que não, mas eu só machuquei o pé e uma parte do meu tornozelo, agora estou bem melhor. Isso por ter um amigo aqui. - disse pegando uma almofada para por em meu pé e apoiando a minha costas no encosto da cama. - Faz um favor?

 

-- Sim...- disse Liam.

 

-- Pega meu notebook aí em cima da escrivaninha... - disse.

 

-- Depois eu que mimo você?- disse Liam e eu ri.

 

Pov Larissa:

 

  O ônibus estacionou bem a frente da entrada principal da Universidade, em vez de parar no estacionamento, muitos entraram já nós como estamos mortas de fomes decidimos passar em um lugar para se alimentarmos. Preferimos comida normal, mesmo já sendo 14:00 horas, passamos em um restaurante que fica no outro lado da Avenida principal aonde se encontra o nosso alojamento.

   Ao acabarmos Bela deu a ideia de darmos um pulo no quarto da Ju para ver como se sentia e para saber se já havia chegado. Eu o que quero é saber se rolou algo a mais, quem sabe beijos?  A porta estava encostada então entramos, não deu nem tempo e a Beca deu um grito:

 

-- Juuu!!- disse Beca abrindo os braços fazendo a Ju dar um pulo da cama no qual estava sentada com seu computador  ao colo, em seguida colocou no criado mudo e abrindo os braços com um sorriso no rosto.

 

-- Ahh!!- disse Bia, indo correndo para cima da cama, claro todas foram, nesse momento seis amigas se encontram uma em cima da outra para um super abraço. Tudo isso só me fez lembrar quando eramos crianças, tentando fazer abraço sanduíche.

 

-- Meu pé, suas gordas!- disse Ju com o tom abafado por nós estar em cima dela e se podia perceber que ela ria-  Ahhh alguém me ajuda!!

 

-- Estou aqui!- disse uma voz masculina, eu me virei e fui perceber que era o Liam.- Não dar para eu ter ajudar Ju. São muitas... - disse o Liam que novamente ria, só agora as meninas se viraram e perceberam a sua presença no quarto.

 

-- Liam!!- disse Bia toda sem graça e arrumando o cabelo desgrenhado.

 

-- Oii!!- disse Mari, rindo alto por nós sermos tão idiotas nesse ponto, sempre é assim no final de tudo quando estou por perto e também é a melhor coisa rimos de tudo. Todas foram se ajeitando na cama e voltando para o mundo real...

 

-- Me conta sobre o passeio! Suas gordas que acabaram de deixar meu pé dolorido.- disse Ju gargalhando. 

 

-- Ah foi legal!!- disse Beca.

 

-- E como foi aqui? Espero que o Liam tenha cuidado bem de você? – eu disse.

 

-- Espero ter conseguido cuidar dessa menina. Ela é muito complicada!- disse Liam.

 

-- Ele me trata igual um bebê!- disse Ju.

 

-- Mas baby está se sentindo melhor?- perguntei abraçando de lado.

 

-- Ficamos preocupadas com você...- disse Bela bagunçando o cabelo de Ju.

 

-- Sim, me sinto bem melhor! - respondeu Juliana pondo um amecha de cabelo atrás da orelha, me fazendo se sentir melhor, ainda bem que ela está melhor.

 

-- Awn quer se tratada igual um bebê!? Vem cá!!- disse Mari, puxando Ju para perto e abraçando ela de lado e enchendo de beijos.

 

-- O que aconteceu contigo Mariana? Deve ter tido algo muito bom para você estar assim, coisa que você não faz.- disse Ju surpresa.

 

-- Ah nada...- disse Mari tentando não ri.

 

-- Mais eu posso te explica, né Mariana? Vó você nem imagina...- disse Bela irritando a Mariana.

 

-- Conta Bela! Eu deixo!- disse Ju, mas interrompida pelo Liam.- Bom vou deixar vocês e a vovó sozinha. Está  se sentindo melhor vó?

 

-- Ou só elas que podem me chamar de vó! -disse JU rindo.- Estou melhor sim, Woody... - disse Ju, chega me espantei apelidos carinhosos, aí tem...

 

-- Então estou indo!!- disse o Liam se levantando da cadeira da escrivaninha e dando um beijo na bochecha de Juliana- Tchau Jujuba e meninas.- disse acenando para nós.

 

-- Tchau!!- respondemos.

 

-- Ah... Liam, valeu por cuidar da vó enquanto estávamos fora.- agradeceu Beca.

 

--  Não precisam agradecer, sempre que puder estou aqui, dona Ju!!- disse Liam, que logo deixou o quarto fechando a porta.

 

-- A senhorita pode me explicar!- eu disse, se virando para ela e a olhando fixamente.

 

-- Explicar o quê?- respondeu Ju.

 

-- Woody, beijo na bochecha e touca panda!!- eu disse é eu tinha visto a touca. - Até Jujuba...

 

-- É mesmo pode falar tudo!- disse Beca, botando pilha.

 

-- Awn...- disse as outras três, todas olhando pela a sua resposta.

 

-- Não vou explicar nada, enquanto alguém me falar, o que fez a minha neta estar assim...- disse Ju alisando o rosto de Mariana.

 

-- Alguém deixou por acaso? Ninguém vai contar nada, escutou dona Isabela!!- disse Mari.

 

-- Eu deixei!!- eu disse - Pode falar Bela, sabe eu deixei!!- eu disse implicando e a fazendo corar na hora. Isabela falou sobre a mensagem e ainda releu o texto, Juliana não se contentou e começou a rir.

 

-- Awn que fofo! Espero que o seu Irlandês fofo, te manda mais mensagem para você ter esses tipos de ações carinhosas... - disse Ju.

 

-- Agora que a Bela já falou, a senhorita vai falar o porquê do Woody, do beijo e da touca panda!- eu disse. - Rolou algo? - disse animada.

 

-- Conta!! Conta!!- disse Bia chacolhando a Ju.

 

-- Para a informação de vocês, não aconteceu nada, nem um beijo se quer.- disse Ju.

 

-- Ué... Porque você queria um beijo?- perguntou Bela balançando os ombros para trás e pondo a mão no queixo.

 

-- Netinhas, somos somente amigos...- disse Ju continuando antes de qualquer comentário - Ele só me levou no médico e depois para a sua casa, aonde cuidou de mim. Enquanto vocês estavam fora, eu também conheci uma das suas irmãs, que foi um confusão.

 

-- Cuidar como assim?- disse Beca com a sobrancelha arqueda.

 

-- Até você pensando merda. - disse Ju arregalando os olhos. - Cuidar como amigo, igual a vocês entende?- disse Ju.

 

-- Entendo!!- eu disse meio irônica.

 

-- Dá pra parar?- disse Ju olhando para mim prendendo o riso.

 

-- Eu fiz o que? – disse inocentemente. 

 

-- Eu e ele somos somente amigos!!- disse Ju tentando ficar séria, mas queria rir.

 

-- Acorda Mariana!!- disse Bela fazendo cócegas e Bia também.

 

-- Acordei chatas, vou para o meu quarto e amanhã se falamos... - disse Mari se levanto da cama e se despreguiçando.

 

-- Eu também!!- disse Beca.

 

-- Nós... Estou cansada.- eu disse.

 

-- Vão me deixar aqui solitária!?- disse Ju fazendo manha e beiço de neném.

 

-- Calma, só chamar o Liam!! L....- disse Mari, que ia gritar o menino, porém Ju tacou uma almofada a impedindo.

 

-- Nem adianta!! – disse Ju pegando várias almofadas para que ela não o chamasse, fazendo nós todas gargalhar.

 

  Demos um beijo em Juliana, também queremos deixar a menina descansar e nós o mesmo, todas estão exaustas. Cada um foi para seu aposento, assim que adentrei em meu quarto liguei o ar, tomei um banho rápido e me joguei na cama. O sono apareceu rapidamente e acabei apagando.

 

 


Notas Finais


Voltei, espero que tenham gostado, digam o que acharam.
Até o próximo capítulo. Xx Ju <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...