História Back for you - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Tags Love1d
Visualizações 76
Palavras 4.813
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Festa, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá Cupcakes! Aqui está mais uma capítulo para vocês, caprichei nesta vez e espero que gostem. Agradeço aqueles que estão a cada dia dando um voto de confiança para esta história seguir e sou muito grata a isto.

Uma boa leitura! Obrigada novamente...
Xx Ju <3

Capítulo 19 - Almofadas e Larissa envergonhada


Fanfic / Fanfiction Back for you - Capítulo 19 - Almofadas e Larissa envergonhada

Pov Mariana:

 

  Voltar a rotina normal é uma chatice, hoje eles poderiam moderar o horário pelo o fato de termos feito uma viagem longa e cansativa, a única coisa que se resta é se levantar, pois ninguém vai mudar o horário. Quanto mais eu penso em por os pés no chão gélido me dá mais vontade de se enrolar no edredom e fechar os olhos. 

  Antes que eu caísse, me desenrolei das cobertas e me direcionei ao banheiro, na tentativa de me livrar do sono ou do sono se livrar de mim, algo realmente difícil de se acontecer comigo. Abri a ducha até conseguir deixar a água morna, do que espanta gato. Preferi tomar um banho mais rápido do que o normal porque o primeiro tempo é do professor que odeia atrasos, até os de cinco minutos.

  Seca e com a toalha no corpo fui ao criado mudo para me atualizar o horário, marcava ser 07:15 e acompanhado de uma nova mensagem que dizia:

 

 “ Estou com muitas saudades... Pedi para me mandar noticias, parece que está difícil. Vê se entra na internet para falar comigo : ) Como anda as coisa por aí? Beijos e ainda te amo, também não vejo a hora da sua volta. Xx Rafa."

 

  Reli mais uma vez aquelas palavras, como? Apenas uns beijos que rolava aos quatorze anos, ou seja a quatro anos atrás, parece que Rafael não se superou e continua no meu pé. As vezes tudo isso passa a ser engraçado e também fazem as minhas bochechas corarem com as lembranças. Ele era o tipo de que todas as meninas caem na sua lábia, o que te garante é o papo se não fosse por isso seria um menino sem tantas paiões.

   Juliana tem o pavô dele, porém o considera, muitas meninas pensam assim. De longe ele parece outras coisas já quando o conhece não é nada disso. Decidi responder é obvio que não verá agora devido a diferença do horário, no Brasil ainda é madrugada.

 

     “Desculpa, pode deixar que quando eu estiver com tempo eu entro na internet falarei com você. . Aqui está tudo bem, a universidade é legal, só acordar cedo que estressa e o pessoal também é legal. Xx Mari :D”

 

 Depois de ter respondido um menino que sempre está carente, é outra característica dele, deixado isto de lado fu me vesti apressadamente. Somente de sutiã e tentando entrelaçar o cinto na tiras da calça, a tia do café bateu em minha porta entregando o café da manhã embrulhado no saquinho, terminei de por a roupa e desci as escadas com o café em mãos e sacolejando o que tinha no saquinho. As 07:30 da manhã tendo que estudar biologia sinônimo de dormir, enquanto o professor explica.

 

Pov Isabela:

 

  Como dormir a tarde toda de ontem e uma boa parte da noite, acabei que consegui despertar antes do próprio despertador, pensei em encontrar as meninas no corredor da sala, porém cogitação impossível. Elas demoraria mais do que uma tartaruga em seus passos lentos, o que seria melhor para mim é entrar na sala.

   Assim posso terminar de beber o meu café e escutar as minhas músicas antes da aula começar, não ando sem ele e como estou sozinha música é melhor forma de por as ideias e sentimentos em ordem, contando também a sua companhia. Com o ritmo da música acabei me empolgando e todo o som que soava em meus ouvidos fazia com que eu dançasse.

   Dançando e bebendo um belo café quente quando me virei a luz foi acessa e a porta aberta, claro e evidente parei de dançar na mesma hora. Praticamente congelei ao ver o rosto de Zayn dentro da sala. Sendo pega de surpresa dançando estranhamente nessa hora, Isabela? 

 

-- Oi Zayn...- disse realmente sem graça.

 

-- Oi Bela, pode continuar a dançar! – disse Zayn.

 

-- Eu dançando? Ah só era um bichinho e eu espantando. - menti.

 

-- Você estava dançando, eu vi. - disse gargalhando com a minha cara de pau.

 

-- Ahhh eu só me empolguei, estava escutando as minhas músicas e deu de eu dançar.- disse ajeitando o cabelo devido a mecha que persistia se desprender.

 

-- Posso me sentar do seu lado então?- disse Zayn tirando a mochila do seu ombro.

 

-- Claro! Estou ali.- apontei a carteira aonde havia deixado a minha mochila. - Vou beber água e já volto.- respondi. Aí não tem outra desculpa Isabela? Estou bebendo café... Ninguém toma café e água ao mesmo tempo.

 

-- Vai lá!!- disse Zayn rindo, claro ele percebeu da minha desculpa esfarrapada.

 

  Sai dali correndo, acabei batendo o meu joelho com o braço de alguém que estava sentando ao chão, ao olhar de relance para a pessoa vi uma juba ruiva comendo algo. Sem dúvida era a Mariana.

 

-- Hey o que está fazendo aqui? - perguntei me abaixando e distribuindo um beijo no topo da sua cabeça mais um abraço apertado.

 

-- Comendo...- disse com a boca farta.

 

-- Já entendi.- disse tapando os olhos e rindo da nossa palhaçada. - Por que não termina de fazer a sua refeição lá dentro? - terminou de engolir o alimento para me responder. 

 

-- Pressa de chegar a tempo. Sabe sem atrasos? Acebei ficando por aqui. -  explicou.

 

-- Acho que o Sr. Nada de atrasos não chegou, vai para dentro. Tá aparecendo até mendiga. - disse gargalhando.

 

-- Hahaha engraçadinha!- disse Mariana se levantando. - Estou te esperando. - disse abrindo a porta.

 

-- Só vou beber água e volto. - disse andando pelo corredor, que mais a frente me lava até os bebedouros.

 

   Até que me bateu sede, deixando a cafeina, quando voltei a sala estava mais cheia e as únicas da meninas que chegaram foi a Juliana que conversava com a Ruiva de mentirinha, todos conversavam pois o nosso professor nem se quer chegou.

 

Pov Niall:

 

  Os dois tempos de Biologia acabaram lentamente e o que prosseguiu foi História, falta mais três tempos mais um pequeno intervalo para sermos liberados para o almoço. O Sr. Benson nos pediu para entregarmos um trabalho na próxima semana falando sobre o passeio. Tudo nos daria ponto as duas matérias envolvidas. 

 

-- Hey, iremos almoçar em que lugar? - falei baixo para ninguém ouvir.

 

-- Niall! São exatamente...- disse Harry vendo a hora ao celular. - 10:15, e já está a pensar no almoço? Desculpa em te informar meu caro Irlandês, mas ainda vai demorar.

 

-- Você sabe? Comida é comigo, mas não me desespero ainda temos o pequeno intervalo. - pisquei fazendo gargalhar.

 

-- Só você mesmo... Calma aí! - disse Harry se debruçando na mesa. - Iremos almoçar aonde?- perguntou aos outros.

 

-- Não sei...- disse Liam.

 

-- Que tal japonês? - disse Louis.

 

-- Que tal Nandos´s?- tentei convence-los, deve ser a milésima vez que dou essa ideia.

 

-- Niall!!- esbravejaram.

 

-- Desculpa professor!- falei levantando a mão antes mesmo de levarmos um esporro.

 

-- Acho melhor deixar isso com o Z!- disse Harry copiando o que estava no quadro. 

 

Pov Harry:

 

  O nosso almoço foi algo que agradou a todos, até mesmo ao Niall que tem um gosto refinado, o mais engraçado foi quase ver o Irlandês trocando entrada e saída de uma porta de vidro. Não conheço os meninos cem por cento, porém são ótimas pessoas para se passar o tempo com uma boa conversa.

   Assim que chegamos a Universidade todos subiram para os seus devido quartos, já estava pensando em ligar para casa, se sentei na mureta baixa perto dos arbustos e apalpando um dos meus bolso da calça a procura do meu celular, aqui estou eu me lembrando ter deixado com o Liam. 

    É melhor pega-lo, pois depois de fazer a ligação já começo o trabalho antes que eu fique empurrando com a barriga. Algumas das minhas anotações sobre o passeio e fotos estavam anexadas nele, subi os dois lances de escada até chegar ao corredor que dá acesso aos quartos masculinos. Distraído acabei chocando com alguém, que sem querer caiu ao chão.

 

-- Aííííííí!!- disse Larissa com os cabelos pro lado e para o outro.

 

-- Desculpa.- eu disse, ajudando a levantar. - Acabei não aprestando atenção quando andava.

 

-- Tenha mais cuidado e olhe para frente, é capaz de na próxima vez a pessoa te espancar do que estar sendo boazinha como eu. - disse se recompondo e ajeitado sua roupa. - Desculpado seu chato, irritante e metido...- disse Larissa, eu não consegui deixar de olhar para ela mesmo continuando a falar mal de mim. - Quer saber é melhor eu ir do que ficar parado como uma mosca morta.

 

  Ficamos em silêncio e olhando um para o outro.

 

  Meus impulsos, falaram mais alto e minha mente se lembrou do beijo que demos na noite em pleno banheiro, sem esperar e pensar me aproximei de Larissa antes de deixa-la sair, e muito menos me lembrei do que o Louis havia me pedido: Calma. As vezes me pergunto o que essa garota tem, que me põe em piloto automático? Talvez seja lago que só ela tem e as outras não, pois quando Larissa está por perto me sinto bem, ao meio das nossas formas de pensar diferente.

 

Pov Larissa:

 

  Foi tão rápido e uma surpresa para mim, eu e Styles estávamos se beijando outra vez, tentei me desvencilhar de seu corpo, mas tentativa inválida só fez com que ele me prendesse ainda mais em seus braços. O beijo estava lento diferente do outro, não consigo entender o por que as minhas pernas estão trêmulas neste exato momento e o estômago parecendo um zoo em festa?

   Uma de suas mãos cariciava o meu rosto e a outra dedilhava a minha costas, já eu em seus cabelos encaracolados, disse uma vez o quanto Harry beija bem e hoje estou afirmando novamente.  Ele até consegue deixar o momento gostoso, o ar foi se acabado entre nós, com as suas brincadeiras preferiu terminar o beijo aos selinhos.

  Harry se encontrava com um lindo sorriso no rosto e sem dizer que seus olhos estavam com o tom de verde mais claros do que o normal, eles brilhava. A adrenalina se expandia ao meu corpo, minha mente procurava controlar todos os meus sentidos até mesmo a louca vontade de eu querer beija-lo, para isto não acontecer sai correndo em direção ao meu quarto.

 

Pov Mariana:

 

  Pela a falta de Ju ao passeio ela me pediu que a emprestasse algumas das minha informações e ideias para ajudar em seu trabalho, olha gente eu fiz algo nesse passeio! Bom avanço, hehehe... Tentarei prende-la por um tempinho em meu quarto, porque estou a me sentido sem alguém para ficar ter uma boa conversa e grandes gargalhadas para uma tarde fria de hoje.

   Me pus a levantar da cama onde eu me encontrava a minutos atrás de cabeça para baixo olhado a parede, só eu para ter essas crises retardada, fui abri a porta que estava trancada e em seguida devo procurar uma comida descente para tirar essa fome de mim.

     Ao virar a chave na tranca me deparei com uma cena que nunca pensei em ver na minha vida, Larissa e Harry se pegando no corredor, só fez eu ficar boquiaberta com o que os meus olhos estavam vendo. Uma ideia brilhante bateu em minha cabeça, puxei o meu celular do bolso do short e mandei as pressas uma mensagem a Ju.

 

  "Menina não vem agora! Só abra a brecha da sua porta e veja com os seus próprios olhos o que os meus estão vendo. Não acredito..."

 

   Depois de alguns longos minutos para os dois acabaram se separando com a falta de ar, Larissa caminhava me passos lentos em direção ao seu quarto que é próximo do meu e sem hesitar, a puxei pelo braço a entrar ao meu quarto. Em seguida Juliana fez o mesmo com os seus olhos arregalados e com a mão na boca.

 

-- Vocês estão malucas?- disse Larissa confusa, só seus lábios o entregava o que estava fazendo a pouco tempo, eles estavam rosados e totalmente inchados. 

 

-- Que beijo Larissa, heim... - disse Ju com uma cara maliciosa e fechando a porta.

 

-- Ah, vocês viram aquilo? Que merda!-  Lari disse jogando o seu corpo ao meio das almofadas da minha cama e escondendo os seus rosto.

 

-- Harry e Larissa!- amo provocar as seis quando eu posso, logo avisei as outras para virem ao meu quarto que não demorou dois minutos para ver as três entrarem como um ciclope.

 

-- Aí meu Deus o que aconteceu?- disse Beca se sentando na cadeira da mesa e com uma das mãos nas têmporas.

 

-- Larissa você está bem?- disse Bela sem entender completamente nada.

 

-- Não!- respondeu Larissa ao meio das almofadas, ainda afogada, fazendo o som da sua voz sair abafado.

 

-- Então o que houve? Que confusão é essa?- falou Bia desfreadamente.

 

-- Temos uma notícia!- eu disse saltitando feito canguru, fazendo com que as três ficassem curiosas com que eu iria pronunciar.

 

-- É o seguinte... A nossa querida amiga Larissa...- disse Ju sendo interrompida por Bela- Fala logo! Estão a deixar todas angustiadas.

 

-- Continuando...- disse Beca mexendo as mãos em sinal para falarmos.

 

-- A nossa amiga Larissa beijou...- disse Ju colocando suspense. 

 

-- Quem?- perguntou as três ao mesmo tempo em alto vibração.

 

-- Harry Styles!!- completei aos gritos e não pude deixar de gargalhar ao ver a cara das três com a notícia. - Minha reação foi a mesma.

 

  Alegres e surpresa não souberam o que falar, as meninas entreolharam confusamente uma para a outras e no fim levaram os seus olhares a doidinha que estava jogada em minha cama. Então aquele negócio todo de os dois não se darem muito bem levava a isto? Como eu não percebi? 

 

Pov Bia:

 

  Não acredito! O que as meninas acabaram de nos dizer deve ser brincadeira, como? Bem que eu adoraria ver esses dois se pegando e aos beijos, soltando o meu lado meigo em 3...2...1... Awnnnn. Então é por isso que ela se encontra no meio das almofadas, sue rosto deve estar vermelho como uma brasa ou quem sabe o mesmo quando Mariana recebeu uma simples mensagem do Rafael no avião, contando que as suas sardinhas devem estar mais a mostra. Conheço muito bem quando as minhas amigas ficam envergonhadas.

 

-- Awn!!- dissemos todas juntas fazendo Larissa levantar um dedo do meio para todas.

 

-- Sério eu não estou acreditado!- frisei a última palavra.

 

-- Olhem...- disse saindo das almofadas e amostrando o seu rosto. - só foi u beijo babaca que não era para ter acontecido! - disse se levantando e indo se sentar ao tapete carpado do chão. 

 

-- Quero saber dos detalhes!!- disse Beca se sentando em seu lado.

 

-- Que detalhes?????Tá maluca menina!?- disse Lari pipocando de tanta vergonha. 

 

-- Pode me considerar outra maluca, eu também quero saber dos detalhes!!- disse Bela rindo e se deitando nas pernas cruzadas de Larissa.

 

-- Você e Harry eu já sabia!!- disse Mari se sentado no tapete e eu a acompanhei.

 

-- Alguém pode dar detalhes?- perguntou Beca fazendo bico.

 

-- Acho que ela pode... Né amiguita da minha vida!!- disse Ju que ainda estava sentada na cama e jogou uma almofada entre nós, graças ao convencimento fizemos com que ela nos contasse o tal beijo, com o Dono dos cabelos encaracolados.  

 

-- Hum...- dissemos em uníssono quando Larissa terminou de explicar.

 

-- O calor estava tão tenso no corredor que acabou entrando nas brechas da porta e janelas do meu quarto, acabei abrindo a porta e encontrado o pico do incêndio. - disse Mariana fingindo olhar as unhas e  conseguindo arrancar a nossa gargalhada.

 

-- Ham...- disse Larissa rindo. - Que piada ridícula e desnecessária. - completou batendo em Mari com a almofada jogada pela a Ju. - Que amigas eu fui arrumar meu Deus!

 

-- Deus arrumou seis amigas gatas a você. - disse jogando os meus cabelos.

 

-- Ainda mais eu, porém isso não vem ao caso, ontem a noite me peguei pensando que a Senhorita Isabela falou a todas sobre a mensagem do Niall. Vocês não notaram que ela não disse com quem ela saiu naquela noite na chalé. - falou Mariana. 

 

-- Ah? Que noite?- perguntei sem me lembrar desse fato.

 

-- Na mesma noite você ficou vidrada no vídeo game e bem percebeu que ela tinha siado, no dia seguinte como estava dormindo feito pedra não ouviu nós conversarmos sobre isto, aonde a Bela deixou todas nós curiosas em saber quem é o menino.- relembrou Lari.

 

-- Ahhh sim...- falei.

 

-- Você vai contar, eu quero saber e nem estava ciente que uma das minhas netas estava saindo com alguém. - disse Ju com uma das sobrancelhas arqueadas.

 

-- Eu te contei sobre o beijo e mais ainda sobre os detalhes. Você vai ter que contar!!- disse Lari fingindo choro.

 

-- Eu contei sim!- retrucou Bela.

 

-- Se contou vai ter que contar de novo, eu não estava no momento...- disse a ela.

 

-- Parem com o drama. Naquela noite, Zany me convidou para eu tomar um chocolate quente com ele no banquinho de frente a chalé e que eu passasse algumas das minha músicas a ele.- disse Bela se sentando.

 

-- Zayn...Hum...- eu disse.

 

-- Bia!!- disse Bela dando uma tapa em mim.

 

-- Foi mal!!- eu disse rindo e passando a mão em meu ombro aonde estava a marca de sua mão. 

 

-- Calma aí, Calma aí!- disse Ju recebendo a atenção de nós.

 

-- O que foi dessa vez?- disse Mari esperando a sua fala.

 

-- Larissa!?- disse Ju, indo até o tapete e se sentando de frente para ela.

 

-- Sim...- respondeu Lari.

 

  Aí tem quando Juliana começa é porque desconfia de algo ou tem uma ideia em mente, mas o que ela pode estar desconfiando da Larissa? O que é dessa vez? Eu realmente não faço a mínima ideia do que seja o que a avó está tramar.

 

Pov Rebeca:

 

  Larissa beijando Harry, Isabela saindo com Zayn, o que tem mais para ser contado? Surpresas e mais surpresas, ainda bem que estamos conversando em  português, se não eu estaria um dose de confusão. O bom da gente que em qualquer lugar conseguimos fazer a conversa render e totalmente ao nosso jeito, nem acredito que nada entre nós mudou nesse tempo para cá, somos as mesmas  desde de quando saía para brincar de boneca.  

 

-- Larissa!?- disse Ju.

 

-- Sim...- respondeu Lari.

 

-- Eu que digo: o que! Vocês querem nos deixar malucas?- disse vendo as outras concordarem.

 

-- Larissa, esse beijo com o Harry já é o segundo, não é?- perguntou Ju com o sorriso alegre no rosto.

 

-- Juliana, você viaja muito sabia!- respondeu Larissa.

 

-- Tá a Ju pode viajar muito das vezes, mas acho que isso pode ser verdade! Vocês dois ficaram presos no banheiro durante a festa. Quando o Harry estava bêbado... Lembra?- disse Bela.

 

-- Isso é verdade. O Liam pensou que era até Zayn, pois queria tomar banho antes de dormi. - completou Ju - Ele teve que tomar banho no banheiro perto da piscina e que até me chamou para ver como vocês estavam!- terminou.

 

-- Lari fala se isso é o seu segundo beijo com ele!! É nada demais só é fofo...- eu disse.

 

-- É... Esqueceu somos amigas!- disse Ju o abraçando de lado.

 

-- Só fomos te zoar e rir!!- disse Mariana na sinceridade.

 

-- Bom o Zayn me pediu ajuda e eu fui da um help pelo o fato de que o Harry naquela noite se encontrava bêbado, minha ideia foi molhar o seu rosto o na pia que acabou não dando certo...- disse Larissa.

 

-- Ah...- dissemos todas para que ela continuasse.

 

-- Então liguei o chuveiro, Harry começou a me molhar e conseguido fazer com que nós dois caíssemos na banheira. - respirou e continuou - Na manhã seguinte acordei assustada em ver ele de cueca e EU - frisou. - abraçada em seu corpo, me levantei correndo e desesperada. Até que a visão que ele estava me dando era mais ou menos agradável. Comecei a reclamar para ele por a toalha em sua cintura, nessa implicância toda ele não me escutou e veio em cima de mim rolando o beijo. - disse Lari.

 

-- Awn!!- dissemos novamente e começamos a rir. Só que foi um "awn" mais malicioso.

 

-- Essa eu nunca tinha visto... Beijo com um garoto só de cueca!- eu disse e todas começaram a rir.

 

-- Mais e aí você gosta do Harry?- perguntou Ju.

 

-- Meninas, claro que não! Ele é o maior galinha da sala, é um tremendo safado...- disse desanimada.

 

-- Como você pode dizer que ele é isso? Se mal o conhece. - indagou Bia.

 

-- Eu entrei no site da Universidade, onde você ver ranking, calendário e tudo. Por lá você consegue ver os alunos de cada sala, parece que eles ainda não atualizaram, pois os ossos nomes e fotos ainda não estão por lá! Foi aí que eu vi comentários na foto do Harry, ele cursou o último ano do Ensino Médio aqui. - respondeu Lari.

 

-- Quais eram os tipos de comentários?- perguntou Bela acomodando as suas costas na parede.

 

-- Meninas chamando ele de galinha, outras de gostoso e uns garotos de pegador, entre outros parecido com esses. - disse Lari que completou - Minhas queridas, ele é um que gosta de passar o rodo na sala e muito menos liga o que está fazendo.

 

-- Quem sabe isso não é verdade?- falei.

 

-- Eu escutei umas meninas cochichando sobre essa página, falando que os alunos poderiam comentar essa parte dos alunos...- disse Ju.

 

-- Estão vendo... - disse.- Tentam não me zoar sobre isso na frente dele, dos seus amigos e claro da sala?- falou Lari pidona. 

 

-- Ainda bem que você disse tentar!- disse Mari gargalhando.

 

-- Acho que podemos né meninas!?- disse Bia.

 

-- Podemos!!- disse todas.

 

-- Como eu amo vocês minhas chatas!!- disse Lari, esticando o braço para poder abraçar todas.

 

-- Que grude heim..- disse Mari.

 

-- Ontem você estava assim Mariana, estão vendo o que amor faz?- disse Ju.

 

-- JULIANAAAAA!!- disse Lari e Mari ao mesmo tempo.

 

-- Acabam dando a prova do que acabei de dizer. HAHAHA!- completou Ju.

 

-- Pessoal estou com fome. Mariana você está me viciando em comida sabia!?- disse Bela.

 

-- Calma para isso que serve a pizzaria!- disse Mari ligando para o número da Pizzaria.

 

  Nem é preciso dizer que faltou puco para ver Mariana pedir dez pizzas, somente para seis pessoas, ainda bem que Larissa escutou e a reprendendo. O nosso pedido chegou após meia hora, que para mim não demorou tanto, cada sabor estava uma delícia parece que estávamos com fome e não percebemos. Nós riamos de tudo o que uma falava.

 

 

Pov Juliana:

 

  A tarde estava sendo muito engraçada, faz tanto tempo que não tínhamos uma papo entre amigas, nossa conversa nunca passa de garotos, o nosso cotidiano, descobertas aos dezoito anos e ultimamente sobre a formosa cidade Inglesa. Coisa de meninas...  

  Nesse tempo eu até acharia que não poderia ocorrer nada entre dois, ainda mais que Larissa tem um coração de pedra, que eu até a entendo o porque, mas as minhas suspeitas já estavam em minha cabeça, sabe coisa de Vó!

 

  Levando o pesamento para longe assim entendendo o que Rebeca dizia, o que se passava é que ela está se queixando das suas desilusões amorosas.

 

--Todo mundo namorando menos eu...- resmungou Beca, pegando outro pedaço de pizza.

 

-- Pra que tocamos no assunto? - disse Mari.

 

-- Que todo mundo namorando? Ninguém está namorando. Vocês estão meninas?- perguntou Lari.

 

-- Não!!- respondemos.

 

-- Larissa e Harry e vocês... - disse Beca trançando o cabelo.

 

-- Ihhh vai começar momento depressivo!- disse Bela.

 

-- Que eu saiba a Larissa não está namorando com o Harry e nem as meninas com ninguém!!- eu disse.

 

-- Sério mesmo? Pra mim o cupido não quer fazer as pazes de jeito algum! - disse Beca quase chorando.

 

-- Rebeca você pode parando não quero ver ninguém chorando, escutou?- disse Mari séria.

 

-- Escutei!- disse Beca deixando umas lágrimas caírem.

 

-- PARA!!- ordenou Bela.

 

-- Me sinto uma encalhada entre vocês.- disse ela.

 

-- Você ainda vai encontrar o seu amor e te garanto que para acontecer isso não vai demorar!- disse o abraçando apertado. 

 

-- Aposto que vai demorar!!- disse Beca.

 

-- Aí Rebeca para! Você é bonita, legal, risonha e tem as melhores qualidades possíveis, claro que vai arrumar um namorado...- disse Mari já estressada e se remexendo.

 

-- Eu estou sem namorado e nem ligo!!- disse Bia.

 

-- Querida nós estamos em Londres...L-O-N-D-R-ES!- disse Lari.- Aqui ninguém chora, ainda mais a minha amiga, você é linda!- completou.

 

-- Super concordo... - eu disse - Vê se limpa essas lágrimas.

 

-- Já parou?- disse Mari fazendo uma gracinha e arrancando um risada da Rebeca.

 

-- Parei!!- disse Beca, começando a rir.

 

-- Fica igual uma boba chorando, pra depois rir... Mesmo com esse tempo de amizade, tento achar a forma de entender essas suas bipolaridades.- disse Bia rindo.

 

-- Já parei. Pronto suas chatas!- disse Beca dando a língua para nós.

 

-- Meninas como será que está a Maria Clara?- disse Mari para mudar o clima.

 

-- Nunca mais ela ligou. Ela anda ligando para vocês?- perguntei.

 

-- Não!!- responderam.

 

-- Estranho, ela é tipo que gosta de ligar e mandra notícias.- disse Bela.

 

-- Vamos ver se eu consigo falar com ela - disse Mari engatinhando até ao criado- mudo e pegando o seu celular, não só uma vez, porém várias. Acabamos desistindo. - Nada meninas!

 

-- Depois ela liga!- disse Bia.

 

  Ficamos conversando mais um tempo sobre coisas aleatórias, vimos que passamos um bom tempo no quarto de Mariana, cada uma de nós se dirigimos ao nosso quarto, também queremos deixar a cabeleira Ruiva conversar a sós com uma pessoas, inclusive Rafael. Esse daí não desgruda por nada.

  Não sei se começo o trabalho ou ligo para casa e ainda dou uma atualizada nas redes sociais, coisas que também tem um tempinho que está fora do meu cotidiano. Acho que vou ficar com a opção dois. Logo que adentrei o meu quarto fui para perto do telefone fixo, consegui fazer a ligação e ficar em linha com eles somente vinte e cinco minutos, o tamanho da minha saudade nem equivale o tempo dessa conversa. Assim não dá para se matar uma parte da grande saudade. 

  Contei a eles sobre o que aconteceu nessas últimas duas semanas e soube que meu rapazinho a cada dia que passa anda mais traquina. É quando estamos longe da família de casa percebemos o quanto devemos aproveitar cada momento ao lado daquelas pessoas que gostamos. 

  Antes que uma lágrima caía em meu rosto, me distrai com o computador pedindo a senha do login e focando a minha atenção para a tela, pensei em o que fazer na internet. Me distrai novamente ao som de alguém está a bater em minha porta. Quem seria dessa vez?

 

-- Entra!!- gritei, a pessoa que entrou em meu quarto se aproximou e tampou com as suas mãos os meu olhos.

 

  Com a brincadeira, coloquei as mãos sobre as que tampava a minha visão na tentativa de descobrir quem poderia ser, ao virar o meu rosto para o lado encontrei um par de olhos a me fitar. 

 

 -- Liam o que trás você aqui? - não contive e abri um sorriso.

 

-- Vim ver como a senhorita estar e essa pé. Hoje, não deu tempo de nós se falarmos na sala direito! - disse Liam.

 

-- Estou bem sim.  É mesmo, hoje não se falamos. - afirmei - Ei puxe aquele puf e sente - se!

 

-- Ahh sim. - disse indo até o canto e fazendo o que tinha dito. - Também vim aqui para nós fazermos o nosso trabalho - falou, se sentando ao meu lado e passando a mão em seu cabelo.

 

-- Trabalho? Mas como? Se é individual, Woody.- é difícil não chamar ele pelo o apelido  para ganhar um sorriso no rosto desse menino.

 

-- Bom, eu conversei com o professor no final da aula e ele liberou para fazer em dupla. Por só ter tido quatro faltas. - explicou.- Que tal? - perguntou animado.

 

-- Porque não! Vamos  começar?- perguntei.

 

-- Vamos... Ahh Ju já tomou o seu remédio hoje?- perguntou.

 

-- Sim seu chato e  Liam obrigada por ser preocupar comigo!!- disse.

 

-- Claro Jujuba...- brincou com o meu nariz.- tenho que se preocupar com a vovó!!- falou Liam, piscando pra mim e claro eu soltei uma gargalhada.

 

-- Já falei para parar de me chamar de velha!- disse, mandando língua para ele.

 

-- Vovó!!- retrucou para implicar.

 

Notas Finais


O que acharam meus Cupcakes? Espero ter agrado você de alguma forma!
Beijos e abraços da Ju :D
Xx


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...