História Back for you - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Tags Love1d
Visualizações 87
Palavras 3.350
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Festa, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Heyyy Cupcakes!! Esse capítulo é o passeio do Niall e da Mariana. Espero que gostem... Estou animada. Amanhã nossos meninos irão completar três anos de carreira como passou rápido, três anos de muito sucesso e talento, e mais uma coisa Best song ever saiu... Ameiii, estou viciada. É isso, boa leitura Galera!!

Beijos e abraços da Ju :D

Obs: Meninas leiam as notas finais!!

Capítulo 8 - Gordices!!


Fanfic / Fanfiction Back for you - Capítulo 8 - Gordices!!

Pov Mariana:

 

  A semana passou de pressa, hoje já era sexta-feira, como eu pude me lembrar disto agora? Eu e o Niall marcamos de sairmos, já era para eu estar me arrumando a tempo, o ecrã do meu celular dizia ser 11:40. Me levantei da cama a procura de uma roupa, encontrei uma que cabece para o dia, corri em direção ao banheiro. Me despi da roupa que usava, tomei uma ducha de água gelada.

 Depois do banho , já pus a roupa sem ficar enrolada com a toalha ao corpo, não quero me atrasar mais. Dei mais uma olhada no celular de novo que marcava 12:20, só tenho pouco tempo para sair do meu quarto.

  Ainda fui passar algo no rosto, não gosto de passar muitas coisas, só usei um corretivo, um lápis de olho preto e passei um batom sem brilho na boca, que quase não aparecia. Deixei meu cabelo soltou e a minha blusa jeans deixei aberta, assim aparecendo a branquinha que uso por baixo. Joguei algumas coisas que estava sobre a minha mesa para a bolsa, me olhei mais uma vez ao espelho, vendo se o que eu uso está mesmo bom e depois sai finalmente do meu quarto.

  A procura da escada, encontrei no corredor dos quartos a Ju, que ficou com uma cara de não entender nada. Eu estava igual uma retardada eu não andava, acho que corria. Cheguei ao pátio de frente a Universidade, ao me aproximar encontrei Niall com duas bicicletas, uma em cada seu lado, não entendi essa!?

 

-- Niall!! Cheguei atrasada né. Desculpa... Sou meio enrolada. – eu disse, pondo as mãos sobre o rosto de tanta vergonha.

 

-- Valeu a pena esperar. Você está linda Mariana!! – disse Niall.

 

-- Pode me chamar de Mari. E essas bicicletas? Eu adoraria andar de skate. respondi - Isso deve ser para eu se estabanar ao chão, não é Irlandês? – eu disse.

 

-- Se você cair, eu posso te garantir que eu vou rir muito!!– ele disse me entregando uma bicicleta.

 

-- Poxa Niall... – disse em um tom de indignação.

 

-- Depois de eu rir muito, eu vou te ajudar. - disse sorrindo e eu fiz o mesmo.- Vamos? O dia está lindo quero aproveitar para tomar um belo sorvete!!- ele disse abrindo um sorriso maior que o primeiro, devido o sorvete.

 

-- O que está esperando? – eu disse enquanto ele virava a bicicleta em direção da rua. - Ei!! Espera não quero ficar perdida.

 

-- Sou um Irlandês informado e localizado. - estufou o peito de orgulho.

 

-- Foi o celular ou o Liam?- perguntei.

 

-- Ah...- balbuciou.

 

-- Te peguei!!- disse rindo e como resposta ele me mandou língua.

 

  Subimos na bicicleta e demos início ao nosso passeio, ele foi o caminho todo me olhando, parecia que estava preocupado comigo, como se eu fosse cai. Até parece que eu iria cair na frente dele. 

  Era 13:15 quando chegamos, o lugar é lindo, por lá tinha um parquinho com vários brinquedos e um grande espaço verde, rodado de comidas deliciosas e algumas lojinhas de lembrancinhas, e de  bichinhos de pelúcias. Deixamos as bicicletas sobre uma árvore e se sentamos no banquinho que era mais a cima.

 

-- Agora eu sei o porquê você me trouxe aqui... Muita comida!! – disse.

 

-- Que bom que você me entende. Que tal comermos cachorro- quente? – ele disse olhando para a barraquinha de cachorro quente, que não estava parada, seus olhos acompanhava os movimentos da barraca. Comendo com os olhos? Devo responder SIM.

 

-- Você disse que queria sorvete. Você é doido garoto?! – eu disse.

 

-- Vai vamos? - implorou Niall com a cara de cachorro que caiu na mudança.

 

-- Tudo bem. Vamos! - respondi.

 

-- Oba!! – depois de falar deu um pulo do banco e saiu puxando o meu braço. 

 

  Na barraca estava um senhor e seu filho gatinho, o pedido vinha com as fritas, então teríamos que esperar. Em vez de ficarmos parados, fomos para perto do parquinho, uma das crianças nos chamou para perto, parecíamos  ter a idade deles, correndo para lá e para cá e brincando nos brinquedos. A criançada ria de nós e os pais nos olhavam confusos, algum problema? Só estamos de divertindo, como os seus filhos.

 

Pov Rebeca:

 

 Como era bom ver o fim de semana chegar, dias de descanso, eu e as meninas fomos em uma lanchonete que era perto da Universidade. Na volta tinha nada para fazermos, todas as tarefas estavam feitas, então partimos para o campo em vez de irmos para os quartos.

  O dia estava lindo, achamos um lugar para se sentarmos e para conversamos. Eu observava a paisagem que estava a nossa frente, adorável e agradável, por aqui em Londres é difícil ver alguém feio. Esse esse tipo de característica não existe por aqui.

  Todos os meninos estavam jogando futebol, não só os da nossa sala mas de outras também,  estava tudo misturado. Alguém nos chamaram para conversar, eu não estava com a mínima de ir , porque eu sempre acho que vão jogar a bola sobre mim,  tenho pavor de ver pessoas jogando futebol, acho que eu vou me machucar. As retardadas me empurraram para eu ir e eu fui né!! Elas não se lembram que eu não gosto.

 

-- Oi meninas tudo bem?- perguntou os meninos. Ah sim era os amigos do Ha... Harry!! 

 

-- Sim!!- respondemos em uníssono.

 

-- Cadê o Niall?- perguntou Bia, sempre a curiosa.

 

-- Acho que foi sair com a Mariana. Vocês não sabem?- disse o Zayn.

 

-- Cedo eu avistei ela saindo, mas não falou pra aonde ia, parecia que estava com pressa. – disse a Ju.

 

-- Nossa esse menino foi rápido... - disse Louis.

 

-- Ou pode avisando ao seu amigo que ela é minha... Vocês sabem alguma coisa a mais?- perguntou Bela desconfiada.

 

-- Calma, eu só falei por falar. - respondeu Lous.

 

-- Não, para nós ele disse que iria sair com ela. - respondeu Liam.

 

-- Acho bom...- falou Ju e Bela ao mesmo tempo.

 

-- Que tal pegarmos uma piscina, daqui a pouco?- perguntou o Harry.

 

-- Ah acho melhor não. - disse Bia olhando para a Larissa, que soltou um olhar de alívio.

 

-- Podemos sair por aqui ou fazermos alguma coisa legal. -disse Bela.

 

-- Andar não...Joguei bastante hoje. Meus pés estão exaustos!!- respondeu Louis.

 

-- Exausto? Você nem marcou um gol, Louis. - disse Zayn, que a Bia para provocar soltou uma gargalhada.

 

-- Hahaha... Malik levo isto como inveja. - começou Louis engraçado e terminou sério, fazendo todos rirem da roda.

 

-- Eu topo fazer alguma coisa. Pode ser...- disse o Liam.

 

-- Estou dentro. Só espero que certas pessoas não me enche. – disse Lari.

 

-- Harry!!- disse os meninos. Todos gargalharam.

 

-- O que eu fiz?- disse o Harry meio triste.- Vamos então!!-  Louis logo foi abraça- lo.

 

  Subimos para os nossos quartos, duas meninas estavam nos olhando ao passar, era a Chelsea e Katy, uma delas nos olhava estranhamente. Nessa semana eu  pude me sentar perto delas. Se apresentaram e a Chelsea me fez centenas de perguntas sem me conhecer, falei isso com as meninas e a hipótese delas foram que: Não estão gostando da nossa aproximação dos rapazes. 

  Decidimos ficar no quarto da Ju, o mais arrumadinho, os meninos foram para seus devido o suor que provavelmente foram tomar um banho. Eles também decidiram pegar uns jogos no quarto do Niall, mesmo ele não estando aqui ou nem perguntaram, a desculpa foi de Niall ter uns incríveis. 

 

Pov Larissa:

 

  Depois de pegarem os jogo, que voltaram com vários DVD´S nas mãos, tinha todos os tipos. O menino mais chato do mundo, eu já posso considerar isto, quis por que quis me ensinar a jogar no vídeo game. Sou sem jeito para isso, ele tem razão. 

 

-- Larissa, você não sabe, nem o que significa os botões!!- disse o Harry.

 

-- Harry... Sei sim não precisa.- eu disse - Querendo dar um de professor agora?

 

-- Sou demais, agora preste atenção, porque só vou explicar uma vez!!- falou.

 

-- Que saco, você não perde uma chance garoto!!- eu disse.

 

  Em seguida ele começou a explicar cada significado, dos botões do equipamento para jogar, sem querer eu me desfoquei com as pontas do meu cabelo.

 

-- Larissa entendeu?- perguntou o Harry com aquela voz rouca.

 

-- Ah...Acho que sim!!- eu disse meio que zureta.

 

-- Você acha? É a última chance!!- ele disse bravo.

 

   A tarde estava sendo ótima mesmo com a presença do Harry, foi bem animada e divertida, mesmo sem a Mariana por aqui. Consegui fazer gol, é eles estavam também jogando futebol no vídeo- game, só fiz um gol por aperta todos os botões.

  Nem escutei o que o Harry disse, as meninas deduziram a minha tática, assim a tarde toda os meninos me zoaram. Lembrando da Mari. O que será que está acontecendo por lá? Então a danadinha foi ao um passeio e nem nos contou... Só podia ser a minha vaquinha para não contar bulufa nenhuma!!

 

Pov Niall:

 

  O rapaz veio até nos dizer que o nossos pedidos estavam prontos, cachorro-quente  está quentinho e ainda melhor acompanhado por um refrigerante gelado e molho, coloquei bastante catchup e mostarda. 

  Depois de pegar a comida, voltamos para  o banco que se sentamos ao chegarmos, por aqui.

 

-- Nossa que cachorro-quente delicioso!!- disse Mari depois de morder um pedaço.

 

-- Ainda bem que está gostando.- eu disse.

 

--  Você sempre vem aqui ?- perguntou.


-- Já sim, vim aqui duas vezes, eu adorei este lugar!!- respondi.- Mas nunca fiquei nessa parte, com a indicação do Liam é a minha primeira vez aqui.- acabei de me lembrar da cena, em que a Mariana falava com um esquilo, e comecei a rir.

 

-- Não creio que você está rindo por eu falar com um esquilo.- falou Mari espantada.

 

-- Sim...- respondi balançando a cabeça positivamente, tentando pegar um ar, estava rindo até me contorce.

 

--  Niall sua boca está suja!!- disse Mari rindo de mim.

 

-- Aonde?? Aqui?- eu disse botando o dedo na minha cara, e provavelmente errando  onde estava a sujeira.

 

-- Não!!- respondeu Mariana.- Aqui!!- ao dizer isso me sujou com catchup e mostarda o meu rosto.

 

-- Isso é por causa do esquilo?- perguntei.

 

-- Claro...- disse Mari rindo de mim.

 

-- Ok... Nada contra esquilos e pessoas!!- disse levantando as mãos sobre o ar e rindo também.

 

-- Deveria tirar uma foto. Para registrar a sua careta, foi a mais engraçada...- disse Mari.

 

-- Agora as suas fritas são minhas!!- disse autoritário.

 

-- Epaaa... De louca eu também sou amiga!!- disse Mariana me estendendo um guardanapo para mim.

 

-- Calma aí deixa que eu limpo, seu bobo!!- disse Mari.

 

-- Bom... Que tal irmos, agora comermos um sorvete e depois podemos ir no parquinho de novo? Por favor, vamos!!- ela disse fazendo beiço.

 

-- Claro que sim!!- eu disse.

 

-- Só espero que a garotinha te faça falar com um esquilo, Niall Horan...- disse Mariana prendendo o cabelo em um coque.

 

  Antes compramos os sorvetes que não deu muito certo, tínhamos sujado as nossas roupas, depois fomos para o parquinho, se balançamos por cerca de meia hora, a garotinha me pediu para balançar ela, muito fofa, eu e Mariana parecíamos ter três anos de idade.

  O tempo começou a fechar, típico de Londres, os pingos de chuva começaram a ficar mais forte e molhado todos que estavam ao campo. Se despedíamos da menininha e saímos correndo a procura das nossas bicicletas, era tantas árvores que não se lembramos onde tinha posto.

   No caminho choveu tanto que já estávamos encharcados, a casa da minha avó era mais próxima, se fossemos para a Universidade iria demorar e ficaremos doentes por longos dias, depois daqueles sorvetes. Consegui por as duas bicicletas no muro do quintal de flores e abrir a porta da sala.

 

-- Mari você está toda encharcada!!- eu disse.

 

-- Ei querido feche a porta está frio lá fora. - era a voz da minha vó que ecoava pelo o corredor.

 

-- Sim vovó!!- respondi.

 

-- Netinho suba para pegar uma roupa para essa jovem.- pediu e abriu um sorriso para a Mariana que respondeu com o mesmo.

 

-- Isso que eu iria fazer.- falei.

 

-- Niall!!- me chamou quando eu ia em direção a escada. - Não quero dar trabalho, daqui a pouco eu estou sequinha e o tempo irá melhorar para voltar para a...Atim!!- espirrou sem terminar a frase quando entramos na sala.

 

-- Viu você já está espirrando. Calma aí!! Já volto. - eu disse subindo as escadas, encontrei o quarto de hóspedes, que por pouco tempo foi o meu em alguns dias.

 

  Enquanto descia a escada, encontrei a minha avó levando a Mari para o banheiro, antes que elas chegasse até a porta. Chamei a atenção das suas.

 

 -- Aqui!! - gritei indo até elas.- Vai tomar um banho enquanto eu preparo algo quente para bebermos e comermos.- fui até elas para levar Mariana a porta do banheiro.

 

-- Mais Nialll e você?- ela disse.

 

-- Deixa que eu me viro e chega de “mais”, se eu ficar doente, não têm problema. Eu não quero ver você doente.- eu disse.


  Coloquei o leite no fogão e subi para o meu quarto, tomei um banho rápido quando eu desci o leite já estava borbulhando até a borda, desliguei o fogo, e fiz chocolates quentes com chantilly e peguei alguns biscoitinhos doces. E pus na mesa.

 

-- Niall!! Cadê você retardado??- ela gritou.

 

-- Na cozinha Mari!!- eu gritei.

 

  Minha avó e Mari, vieram até mim junta, as duas estava com os braços entrelaçados uns aos outros. Bem que ela disse que era enrolada, isso explica a sua demora.

 

Na cozinha...

 

-- Que cheirinho bom Niall!! – disse Mari respirando o ar.

 

-- Preparei uns chocolates quentes com chantilly e uns biscoitos amanteigados!! Topa??

 

-- Claro!!- sentamos, na mesa e comemos o que eu tinha preparado.

 

-- Querem que eu preparo lago mais para os dois?- perguntou a minha avó, vindo até mim depositar um beijo em meu cabelo.

 

-- Não precisa Sr. Horan... Comemos muito no campo. - disse Mari sorrindo ao lembrar das delícias.

 

-- Parece ser sua amiga da Universidade... Não é? - disse vovó.

 

-- É sim..- respondi.

 

-- Qual é seu nome, menina?- perguntou.

 

-- Mariana...- respondeu baixo.

 

-- Bom, vou descansar um pouco, qualquer coisa me chamem. - disse vovó.

 

-- Pode ir. Estaremos bem!!- eu disse.

 

-- Adorei conhecer a sua amiga ruiva, Niall- falou vovó. - Adorei.

 

-- Obrigada, eu também!!- disse Mari, sorrindo, antes de sair da cozinha minha vó nos deu um beijo em cada 

 

  Mari estava curtindo o que eu havia feito, ao mesmo tempo conversamos, e eu pude, conhece-la mais e ela continuava a espirrar. Terminamos de comer e eu apresentei a casa para ela, depois ficamos na sala.

 

Na sala...

 

-- Mari vou pegar um xarope e um cobertor. Já volto!!- eu disse levantando do sofá.

 

-- Não Niall. Não precisa... Atim...Eu estou bem. Atim!!- ela disse.

 

-- Estou vendo o seu “bem”!! – eu disse rindo.

 

-- Já que você existe!! Fazer o quê!! - ela disse murmurando.

 

  A caixa de remédio estava na cozinha, peguei o xarope e levei para a sala. Não queria que ela piorasse.

 

-- Aqui está Mari!!- disse dando o copinho com o liquido rosa.

 

-- Valeu Niall!! Meu sabor preferido Tutti- Frutti - disse com a voz de bebê. pisquei confirmando a sua resposta.

 

-- Meu pijama te serviu?- perguntei.

 

-- Sim. Seu pijama tem um cheiro bom!! – ela disse e cheirando o tecido. -- Aposto que isso se chama sua vó. - fiz o mesmo a minutos atrás, dei mais uma piscadela e gargalhamos.

 

-- Ei mais tem também meu perfume. - disse.

 

-- Perfume e vovó.- disse mari rindo mais ainda.

 

-- Engraçadinha...- disse e pus a tapinha na mesa e puxei o coberto para nós.

 

 Mari já tinha melhorado depois de ter tomado o remédio, ficamos conversando, enquanto a chuva caia e ficava mais forte. Peguei o violão e toquei umas músicas, cantamos juntos e era uma comédia, risadas era o que não faltava. 

  Estava chovendo muito liguei a lareira da sala para esquentar o cômodo, parecia que o ar condicionado da sala estava ligado. Jogamos no xbox, os melhores devem estar na Universidade ou os meninos pegaram, mas não me importo. As vezes ela ganhava de mim e se sentia, principalmente no futebol. Acabamos apagando um para cada lado.

  Depois de algumas horas de sono, eu acordei primeiro e me levantei sigilosamente para não acordar a Mari, subi de novo e fui tomar outro banho, ao desbloquear a tela do celular mostrava uma mensagem não lida... Era o Hazza e dizia...

 

  “ Ou cadê vocês? Parece que não vai chegar a tempo, para ir conosco a pizzaria... Manda notícias as meninas quase piraram sem saber dela. Se chegar antes vem logo para o meu quarto. Xoxo Harry”

 

Respondi:

 

 “ Estamos bem Haroldo!! Acho que não vai dar, até sairmos daqui até a Universidade irá demorar. A chuva nos atrapalhou de chegarmos mais cedo. Xx Niall "

 

  Depois de ter lido a mensagem e responder coloquei uma roupa e desci para preparar o café da manhã, na cozinha estava um recado de papel na mesa... A letra era da minha avó, que dizia que tinha preparado um bolo de chocolate para a visita e escreveu também que a menina é linda, para eu me cuidar. Que já estava com saudades. Ela sabia que quando voltar já estaremos na Faculdade.

  Poxa ela poderia esperar eu acordar... Peguei dois pedaços e preparei um suco e voltei para a sala, acordar aquela preguiçosa, dava até pena de fazer isso.

 

-- Mari acorda!! – eu disse mexendo nela e falando baixinho.

 

-- Ah... Niall, deixa eu dormir, mais um pouco e não me enche!!– ela falou se virando para o outro lado sofá.

 

-- Mariana!! Tenho bolo de chocolate, se você não acordar vou detonar tudo e não vou deixar nada para ti.- eu disse pegando um pedaço de bolo e direcionando para a minha boca. Rapidamente ela acordou.

 

-- Não... Já acordei, pode me passando esse bolo de chocolate!!- ela disse puxando a bandeja de mim e apoiando em seu colo. Para implicar com ela, passei o dedo na calda de chocolate e levei até a boca.

 

-- Niall deu pra parar!! – ela já estava quase, no segundo pedaço de bolo!!

 

--  Ontem as meninas ficaram preocupadas com você, mas também avisei que estávamos bem e já, já iremos voltar!! – eu disse me lembrando da mensagem recebida.

 

-- Como você sabe?- peguntou dando um gole em seu suco.

 

-- Harry me mandou uma mensagem.- respondi.

 

-- Quando acabar vamos? – eu disse. - Os meninos me chamaram para comer pizza, não quero perder.

 

--  Uauuu. Me mandando ir embora por causa de uma pizza?- ela disse apontando para a roupa.- A final de contas como vou voltar com o seu pijama?

 

-- Ei estou brincando!!- respondi. - Por que não quer ir embora?

 

-- Ahh... Agora eu quero, eu adorei a sua avó!!- disse sorridente. - Ela me chamou de Ruiva.

 

-- Eu estava brincando...- disse bagunçando os seu cabelos. - Ruiva?

 

-- Isso não precisa saber.- disse dando um tapa em minha mão.

 

-- Tudo bem. A respeito do pijama, podemos pegar algo da minha avó, ela não vai se importar. Vamos lá pegar!!- eu disse puxando ela para subir, ainda estava com sono.


-- Minha roupa já está seca... Se eu me lembro bem. - disse Mari. Só conseguia rir dessa situação.

 

-- Minha vó tem roupas fashion...- disse Niall.

 

-- Parece um gay falando fashion!!- disse e riamos tanto.

 

   Mari só pegou um casaco emprestado da minha avó fino e jogou a sua blusa jeans por cima. Saímos de casa e pegamos um táxi, assim chegaríamos cedo, eu quero comer pizza. No carro conversamos e riamos, foi incrível passar a tarde com a Mari.

 

Notas Finais


Queria escrever nesse pequeno espaço, que me deixou feliz ao ver Best song ever. Não é um clipe qualquer, mas sim aquele que nos deixa um significado, isso só faz calar a boca daqueles que dizem que os meninos são gays e os chamam de sem talentos.
O clipe só diz e confirma que eles nunca vão mudar aquilo que eles são, sempre serão os mesmo, não vai ser a mídia e as pessoas ao seus redores que vai fazer isto mudar. É por isso que amamos aqueles cinco loucos, é por isso que fazem as pessoas terem invenja deles e de nós, é por isso que os xingam e é por isso que o nosso amor é sem limites por eles. Esse trecho só representa o meu amor que eu sinto por eles e provaveklmente é o mesmo que vocês sentem. Vou parar se não eu chorooo... Ahh meninas se quiserem ver as roupas aqui o link : http://juh-cabralo-o.polyvore.com/ Já está com a legenda!! Beijão para vocês :D Adoro vocês que acompanham a fanfic!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...