História Back on love: uma história Bethyl - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Walking Dead
Personagens Aaron, Abraham Ford, Beth Greene, Carl Grimes, Carol Peletier, Daryl Dixon, Enid, Eugene Porter, Glenn Rhee, Maggie Greene, Michonne, Morgan Jones, Negan, Rick Grimes, Rosita Espinosa, Sasha, Tara Chambler
Tags Beth Greene, Bethyl, Daryl Dixon, Romance, The Walking Dead
Exibições 84
Palavras 1.386
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Sci-Fi, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi de novo meus amores, o capitulo demorou um pouquinho mais do que eu pretendia, estou começando a semana de provas e vocês sabem como é.

Esse eu escrevi pensando muito em vocês e eu acho que ficou um capitulo bem leve e muito fofinho. Ah! está um pouco mais longo que os outro kkk. prometo que eles vão ficar cada vez maiores.

Obrigada a todos que comentaram, favoritaram e leram a história, eu realmente amo vocês. ♡ espero que gostem.

Boa leitura 😘😘

Capítulo 4 - Toguether again


Fanfic / Fanfiction Back on love: uma história Bethyl - Capítulo 4 - Toguether again

 Beth saiu da casa junto de Rick, Deanna se aproximou apenas para dar as boas vindas a Alexandria, e dizer que em breve conversariam sobre uma função para ela. 

 Assim, ela seguiu para a casa onde o grupo do ex cherife estava reunido, o caminho até lá foi rapido e a Greene passou todo o tempo pensando na reação de Daryl, e nas lembranças que a simples presença dele trouxe de volta.

 - Você está bem? -Rick perguntou para ela antes de entrar. - se você quisér você pode dormir com a Tara, e nós contamos para eles amanhã.

 - Não precisa, - ela tentou sorrir. - eu vou ter que fazer isso de qualquer jeito. - e após dizer isso a porta se abriu, e Beth entrou na casa ao lado de Rick. 

 Lá dentro, todos se acomodavam como podiam, e por algum motivo havia um clima familiar alí, o que de certa forma acalmou a loira. Maggie estava na cozinha, Carol estava sentada no sofá ao lado de Gleen e Rosita, enquanto os outros se ajeitavam no chão e conversavam animados.

 No mesmo momento em que a porta se abriu todos olharam naquela direção, e as reações foram as mais variadas possiveis, Carol não conseguia acreditar no que seus olhos viam, Gleen esboçou um grande sorriso, mas antes que Beth pudesse assimilar todas as expressões ouviu passos vindo da cozinha, e quando olhou naquela direção se deparou com uma mulher alta, cabelos castanhos curtos e corpo estrutural, que ela rapidamente reconheceu. 

 Maggie... 

Assim que avistou aquela figura tão conhecida, parada em frente a porta, a Greene mais velha se viu paralizar, quase sem acreditar no que estava vendo, e quanto finalmente voltou a realidade  ela correu até a irmã e a apertou em um abraço cheio de saudades, que quase fez o ossos de Beth quebrarem. 

 - Como é possivel? - ela perguntou tocando o rosto da irmã, meio que para ter certeza de que não estava sonhando, seu próprio rosto molhado por algumas lagrimas de felicidade, que se refletiam no da mais nova. 

 - Maggie, vamos deixar a Beth descançar enquanto eu te conto tudo, foi um longo dia para ela. - Rick tentou ajudar, sabia que seria dificil para Beth esplicar tudo que passou novamente.

 Beth se lembrou imediatamente da irmã, assim que pôs os olhos nela, afinal, elas passaram a vida inteira juntas, e naquele momento a loira se lembrou de alguns momentos que passou na fazenda, antes do apocalipse, de momentos em um lugar que parecia uma prisão, e o mais doloroso, se lembrou do pai, repentinamente ela quis chorar, mesmo sem saber de fato o motivo.

 - Está tudo bem Maggs. - ela garantiu assim que viu o olhar preocupado da irmã, eu só estou cançada. - antes mesmo que ela terminasse de falar, Maggie abraçou a irmã novamente com a mesma força anterior, como se a qualquer momento ela pudesse fugir de seus braços e desaparecer. 

 - Vá com calma Greene, os olhos dela já estão saltando para fora. - disse uma voz vinda da porta, e quando direcionou seus olhos em direção ao som se deparou com o Dixon segurando a Besta, com uma expressão que quase se assemelhava a um sorriso, o que se tratando de Daryl Dixon, era o maximo que alguem conseguiria arrancar.  


 ( Pouco antes )


 No momento em que havia saido da casa de Deanna o Dixon passou seu tempo andando por Alexandria, tirou um cigarro do bolso, um hábito que ele havia adquirido com o tempo, e começou a fumar calmamente refletindo sobre tudo. 

Três palavras ecoavam em sua mente repetidas vezes, como que para faze-lo acreditar que eram verdade, "Ela está viva" Beth Greene, a maldita loira que foi capaz de lhe desafiar, de se tornar tão importante para ele e depois abandona-lo, estava viva, e agora ele não poderia nunca mais suportar a idéia de ve-la morrer. 

 Daryl passou um bom tempo refletindo sobre tudo, até que decidiu voltar para casa, quando se aproximou da porta da casa onde o grupo se encontrava ele se deparou com a visão de Maggie quase esmagando os ossos de Beth, e aquilo o fez sorrir. Ele estava feliz por ver as duas irmãs juntas novamente, por mais que fosse orgulhoso demais para adimitir em voz alta.

 - Vá com calma Greene, os olhos dela já estão saltando para fora

- Vá se ferrar, Dixon. - Maggie respondeu com uma careta, ela não estava de fato irritada, estava feliz demais para se importar com as provocações de Daryl.

Ao redor deles todos olhavam de longe, sem acreditar no que seus olhos viam, estavam todos alí, com exceção de Tara, que estava de vigia, por isso teriam que esplicar tudo para ela no dia seguinte. 

De inicio todos estavam sem reação, até que Carol se aproximou e abraçou a loira, e em seguida Gleen e Michonne. Beth abraçou a todos um tanto atordoada, até que colocou os olhos em Carl, que estava ao lado do pai e segurava a irmã nos braços.

- Judy! - Beth disse se aproximando da criança, lembrando-se de cuidar dela, porem em suas lembranças ela era bem menor. - como você cresceu! - a loira dizia agora com a menininha nos braços, que esboçava um grande sorriso para ela.

De longe, Daryl observava a alegria da bravinha em ver a Beth, ela não havia se esquecido da loira afinal, e aparentemente era reciproco, pois algumas lagrimas escorriam dos grandes olhos azuis da Greene, que deu um beijinho na testa de Judy e devolveu a menina para Carl.

A mente de Beth estava a mil, muitas lembranças de uma só vez, era dificil organizar, ou até mesmo assimilar tudo que voltava a sua memória; alem do cansaço devido ao esforço que fez durante todo aquele dia. Ela sentiu uma breve tontura e se apoiou no braço do sofá na espectativa de que ninguem percebesse o que havia acontecido, mas já era tarde demais, Daryl havia notado imediatamente quando algo ficou estranho na face da loira e a segurou antes que ela pudesse cair, passando seus braços em volta da cintura dela e lhe dando apoio.

- É melhor você descançar um pouco. - disse o arqueiro com um leve tom de preocupação. - vai ter tempo de esclarecer tudo amanhã.

- Deixa que eu levo ela lá para cima - Maggie sugeriu se aproximando com o tipico olhar preocupado. - você pode dormir aqui hoje, sei que o Gleen não vai se importar.

Assim que a Greene mais velha deu apoio para Beth, Daryl a soltou, mesmo contra sua vontade. Por algum motivo, todos os estintos dentro dele gritava para estar perto dela, porem naquele momento não havia mais nada que ele pudesse fazer.

Maggie subiu com a irmã até onde ficavam os quartos, por sorte havia um quarto livre, simplesmente mobilhado com uma cama, que aos olhos de Beth parecia extremamente confortavel, e um guarda-roupa branco, em contraste com as paredes que eram de um tom muito claro de azul.

- pode ir tomar um banho se quisér. - disse para a irmã, enquanto preparava a cama para ela. - eu preciso descer, Rick disse que quér conversar com todos nós, mas eu volto assim que a conversa acabar, -ela continuava, agora procurando uma toalha e roupas limpas que talvez servissem em Beth.

- Não precisa se preocupar comigo Maggs, leve o tempo que precisar. - a loira beijou o rosto da irmã e seguiu para o banheiro com a toalha, enquanto Maggie descia as escadas de encontro com os outros.

Assim que a Greene chegou Rick começou a falar, contando todo o relato de Beth, sobre o momento em que tinha acordado e o tempo em que passou sozinha, até chegar em Alexandria.

- Resumindo a história, a Beth não se lembra de nada? - Maggie perguntou, estava com os braços cruzados e uma expressão pensativa no rosto, assimilando todos os fatos.

- Não é bem assim, ela tem algumas vagas lembranças, ela lembrou de você, e da Judy, e até mesmo do Daryl. - Rick olhou para o amigo ao dizer isso - eu acredito que ela vai recuperar toda a memória em breve. Tudo que podemos fazer é ficar de olho nela e ajuda-la a se lembrar.




Notas Finais


E então, o que acharam? Esse capitulo ficou bem leve, e eu particularmente gostei bastante de escrever. ♡ O proximo capitulo vai ter algumas explicações que vocês me pediram, e eu prometo que vou postar o mais rapido que puder.
Espero que tenham gostado ^^

Me digam o que pensam ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...