História Back To Me - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Resident Evil
Personagens Albert Wesker, Barry Burton, Carlos Oliveira, Chris Redfield, Claire Redfield, Jessica Sherawat, Jill Valentine, Leon Scott Kennedy, Piers Nivans, Rebecca Chambers, Sheva Alomar
Tags Chris Redfield, Jill Valentine, Valenfield
Exibições 42
Palavras 1.387
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


HELLOOOOOOOOOOOOOOOO!!!!Tudo bem com vocês?????? *-*
Entãooooooooooo.....Eu apareci!"Não imagina,é o seu espírito" 😒😒 Eu sei que faz um tempãoooooooooooooooo,que eu não atualizo uma fic minha.Vai fazer dois meses que não tem capítulo de "Back To Me" e "Crazy In Love"(tem mais tempo)....Me desculpem!!!Pra quem não sabe,eu,a autora maluca que faz os personagens sofrerem,sou estudante 📝📝 E eu estava bastante concentrada nos meus estudos(e ainda estou) e estava sem inspiração...Porém,eu estava muito chateada de deixar vocês sem nada novo.Tanto que eu postei uma one original,mas sei lá...Prefiro minhas ones de RE mesmo😁😁 Pelo menos,no social spirit vou deixar minhas fics de RE e em outro site,minhas originais 😁😁
Mas nenhuma das minhas histórias andam,entãooo...
Tenho tanta coisa pra postar,tanta fic para atualizar...TÔ SURTANDOOOOOOOOOOOOO😂😂😂😂😂😂😂😂
Minha pessoa,que sou muito sortuda por sinal,toda vez que chega semana de prova,fico com inspiração e ideias para escrever.Tanto que hoje tive prova de matemática e cara....Eu estudei e tava complicado o negócio.Eu sirvo para história,redação por aí....Matemática não 😵😵
Mas...PROMETO,me COMPROMETO a postar o novo capítulo de "Crazy In Love" até o começo de dezembro(Provas finais em Novembro e Fériassssssss(minhas amadas férias❤) *que vou escrever bastante*)e vou tentar,terminar "Vacations of Stars" até 2017,assim como "The Last Escape"."Back To Me",já estou escrevendo o novo capítulo,então até novembro tem muita coisa para vocês lerem....Assim como uma one com a Rainha Valentine que já está em andamento❤ A continuação da one "Eternidade"(Com a Ruivinha💜) e uma one que já comentei milhõeeeeeeeesssssss de vezes(Exagerada,né?),que é Valenfield,com choro,dor....😭😭
Só pra avisar,a partir do próximo capítulos as coisas vão começar a esquentar 🔥🔥 (Interpretem de várias maneiras,vou deixar na curiosidade)😏😏
Mas,é isso,já falei demais(Novidade?Não.)Então é isso...Dedico aos meus LEITORES MARAVILHOSOSSSSSSSSS💙💙💙💙 que aguardam esse capítulo faz tempo 😍😍 E agradeço os 20 FAVORITOOOOOSSSSSSSS 😍😍 Eu surtei!!Isso significa tanto pra mim 😍😍 Só tenho que agradecer a vocês❤❤

Capítulo 16 - The Sense Of Pain


Fanfic / Fanfiction Back To Me - Capítulo 16 - The Sense Of Pain

-Setembro,2009/Murray Hill,Manhattan,Distrito de Nova York-09:52 da manhã 

Eu não conseguia mais raciocinar sem relacionar a culpa a mim mesma.Os dias estavam tristes e agora,eram as lágrimas que me consumiam em vez de meus sorrisos alegres.Se eu conseguisse ficar um minuto sem pensar em absolutamente nada,seria algo precioso para mim.O por que de eu estar assim?Fazia exatamente uma semana,eu tinha sofrido um abordo espontâneo.Eu e meu parceiro choramos muito.Nos treze anos que conhecia Chris,nunca tinha o visto chorar e naquela noite...Era impossível esconder a dor que sentíamos.Talvez fosse um ato considerado depressivo,mas...Eu ia ao quarto do bebê e abraçava suas futuras roupinhas e cobertores.Eu sentava no chão e chorava.Queria tanto abraçá-lo,sentir seu cheirinho e ver seu rosto.Discutir com quem ele seria mais parecido,comigo ou com Chris.Era a dor mais insuportável que eu já tinha sentido em toda a minha vida. 

Eu não conseguia mais me alimentar,nem dormir...Não conseguia fazer nada.A dor e a culpa me dominavam a cada segundo que passava.E aqueles três anos que eu tinham sofrido nas mãos de Wesker me vinham a cabeça.Era uma completa tortura. 

Naquele momento,eu estava deitada olhando para o teto,tentando arrumar alguma desculpa coerente para convencer a mim mesma que o que poderia acontecer comigo a partir daquele momento era algo para o bem de todos,principalmente para o meu.Apesar de eu estar calada e as lágrimas estarem escorrendo involuntariamente pelo meu rosto,eu estava gritando por dentro. Eu estava me sentindo sozinha a todo tempo.  

Na verdade,eu estava tentando encontrar sentido na minha vida,em mim.Por que eu ainda estava viva?Por que ainda respirava?Aquilo doía a todo tempo. 

Levantei-me e caminhei até o banheiro.Encarei no espelho meu rosto triste e cansado.Meu cabelo estava maior e um pouco mais escuro,minha pele também estava mais escura.Eu estava com um vestido que dava para ver meu tórax cicatrizado,ainda com a marca do P-30. 

"Por que não morri quando salvei Chris?" 

Segurei meu choro,sendo quase impossível.Tirei o vestido e minha roupa de baixo e entrei no box,liguei o chuveiro na água quente e permiti que a mesma caísse nas minhas costas. 

Tudo estava acontecendo tão rápido. 

Eu tinha voltado para casa,estava morando com o homem que amo e engravidei dele,descobri de um erro do passado dele,brigamos,ficamos separados por um curto período de tempo-que pra mim foi a eternidade-,descobri minha gravidez,voltamos,contei pra Chris que ele seria pai,nos mudamos,vivemos  felizes,tive meu primeiro desejo,comecei a passar mal e perdi meu bebê. 

Meu filho. 

Em questões de segundos,eu não segurei as lágrimas que começaram a rolar pelo meu rosto novamente.Eu me sentia culpada.E como não me sentir assim?O meu filho estava no meu ventre,em minha proteção....Como deixei que isso acontecesse? 

Sentei-me no chão molhado e frio,abracei minhas pernas e comecei a gritar,tentando deixar que um pouco daquela dor saísse de mim. 

 

Eu não tinha notado o tempo passar.Depois de terminar de tomar o banho,escovei os dentes,vesti uma roupa de baixo e uma blusa de meu parceiro.Acabando de me vestir,sentei-me no chão e fiquei abraçada com as minhas pernas e comecei a balançar-me.Ao anoitecer,notei que a porta do meu quarto estava aberta.Levantei-me e fechei a mesma.Ao me virar,notei algo brilhante em cima da minha cama,que refletiu em meus olhos,chamando a minha atenção.Aproximei-me e peguei-a. 

Era a lâmina que Wesker tinha me dado. 

 

-Horas Mais Tarde/20:48 da Noite 

Eu estava exausto e bastante triste por sinal.Depois de perder o bebê,Jill entrou em uma depressão e não aceita isso.Não conversa com ninguém,não come,nada.Ela se sente culpada pela perda do bebê.Eu estou muito chateado,era meu filho.Mas,estou muito preocupado com minha parceira e a qualquer momento,penso que ela pode fazer uma besteira.Estava frio naquela noite,resolvi ir para casa a pé,já que agora minha casa e meu trabalho,ambos estão mais perto um do outro.Peguei um  cigarro no bolso do sobretudo e o acendi com um isqueiro também no bolso do mesmo.Dei uma tragada enquanto caminhava e percebi que já estava perto de casa.Por um momento,meu coração acelerou e senti que algo de ruim iria acontecer.Joguei o cigarro no chão e corri.Entrei em casa desesperado e joguei minha mochila em qualquer canto. 

"Jill?"Corri até o nosso quarto.Me aproximei e escutei um choro baixo."Jill?"Entrei no cômodo e arregalei os olhos.Os pulsos e coxas da minha parceira sangravam exageradamente e seus olhos estavam vermelhos de tanto chorar.Corri até ela e segurei em seu braço devagar,peguei o objeto cortante de sua mão e joguei longe. 

"Não faz isso,meu amor."Falei desesperadamente.Coloquei seus cabelos atrás da orelha e dei um beijo em sua testa. 

"Está doendo,Chris."Ela apontou pro coração enquanto chorava e eu assenti. 

"Eu sei que está."Peguei ela no colo e corri para fora.Peguei a chave do meu carro no meu bolso e abri o mesmo.Coloquei minha parceira no banco de trás e rapidamente fui dar conta do volante.Acelerei e comecei a dirigir. 

"Chris,eu vou morrer."Me entristeci e apertei os lábios,nervoso."Pelo menos,eu não vou machucar mais ninguém  a minha volta."Jill começou a chorar novamente e eu me segurei para não pensar nessa possibilidade e começar a chorar.Tirei uma das mãos do volante e dei a mão para a minha parceira,que a apertou e a beijou. 

"Não fala isso.Se acalma,estamos chegando." 

 

-Hospital de Murray Hill/21:36 da Noite 

Eu estava andando de um lado para o outro,desesperado e com o coração acelerado. 

"Chris,ela vai ficar bem.A Jill é uma mulher forte." 

"Claire,eu nunca vou me perdoar se acontecer algo com ela."Passei a mão pelos cabelos."Eu deveria saber que não poderia deixá-la sozinha.A Jill estava tão afetada com a perda do bebê."Me sentei ao lado da minha irmã e coloquei as mãos sobre meu rosto. 

"Todos nós estamos afetados com a perda do bebê,ainda mais ela.A Jill que estava com o bebê no ventre e está tão traumatizada com tudo que aconteceu.Ela está se culpando com isso e ainda mais porque não pode ter filhos.Todos nós estamos tristes,mas de todos,a Jill foi a que mais sofreu e você tem que entender isso."  

"Eu sei Claire,mas...Ela não podia conversar comigo?Só que...Tentar se matar?"Meus olhos se encheram de lágrimas. 

"Chris,por favor.Tenta entender o lado dela."Eu assenti,ainda muito abalado com o que acabara de acontecer.O Dr.Evans se aproximou de nós e ficamos de pé. 

"Como a Jill está doutor?"Perguntei nervoso. 

"Bem melhor,isso eu lhe garanto.Conseguimos fazer com que não piorasse a situação.Em uma semana,ela teve uma hemorragia e hoje,ela perdeu muito sangue."Ele olhou a prancheta,fazendo com que minha preocupação caísse por terra."Mas como lhe disse,ela está melhor.Se quiser ir vê-la...Porém,vá com calma.Jill ainda muito sentida com a perda do filho de vocês." 

"Eu também,doutor."Ele bateu no meu ombro.Caminhei e quando fui abrir a porta,olhei para minha irmã. 

"Conversa com ela e tenta ouvir o seu lado."Assenti e entrei no quarto. 

 

Eu nunca pensei em usar aquela lâmina.Doía,mas eu podia suportar.Porém,a dor de perder meu filho foi o ápice de tudo que eu já tinha sofrido.Enquanto eu estava deitada na cama daquele quarto,encarava minhas cicatrizes.Como eu tive tanta coragem de fazer isso?Céus,eu estava sendo tão fraca,eu nunca fui assim. 

"Eu estou diferente agora.Eu mudei....Sou fraca,sou um monstro."Comecei a chorar.Ouvi o barulho da porta sendo aberta e mesmo assim não consegui me conter. 

"Não,você não é."Levantei a cabeça e encarei Chris."Todos passamos  por momentos difíceis,Jill." 

"Eu nunca fui assim e você sabe disso."Meu parceiro se sentou em uma poltrona ao meu lado.Depois de se endireitar,ele me mostrou seu punho. 

"Eu nunca vou te julgar,minha pequena."Segurei em seu braço e notei algumas cicatrizes,-que pareciam fazer tempo que foram "registradas"-,que me fez arregalar os olhos. 

"Chris,você..."Minha voz estava quebrada e chorosa. 

"Todos nós sofremos.Quando perdemos alguém que amamos é algo...Indescritível."Passei o polegar pelo seu pulso e olhei em seus olhos.Os olhos azuis que sempre me encantaram,estavam vermelhos de tanto chorar."Perdemos nosso filho e isso acabou comigo.Eu nunca tinha chorado assim antes....Não desde que perdi meus pais e...Você."Acariciei seu rosto e o abracei,repousando a cabeça em seu peito."Se eu lhe perdesse...Eu não sei o que seria de mim."Ele fez uma pausa e começou a acariciar meus cabelos."Eu também perdi meu filho.Eu sei que são várias coisas de uma só vez para você,só que....Podemos passar por isso,Jilly....Juntos." 

Juntos. 

O abracei mais forte e ele entrelaçou as nossas mãos. 

"Me desculpe..."Chris deu um beijo rápido nos meus lábios e balançou a cabeça negativamente. 

"Não peça desculpas,todos nós erramos."Nos beijamos.Fui um beijo curto,mas muito significativo."Eu te amo." 

"Eu também te amo."Fechei os olhos e deixei uma lágrima escorrer.Depois de tanto chorar,após um tempo,eu já tinha adormecido.


Notas Finais


É isso,meus queridos!! ❤❤ ESPERO QUE GOSTEM!!!
~Tenham uma boa semana e cheias de coisas boas ❤❤
BEIJOSSSS E ABRAÇOOOOSSS😚😚✌✌


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...