História Back To Me - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, JR, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Youngjae, Yugyeom
Tags Backtome, Jackson, Mira, Romance
Exibições 55
Palavras 1.576
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OLAAAR! Aqui ta capítulo novoooo eeeeww! Espero que gostem! E comentem pelo amor de G-Dragon!

💕🎶 A musica do capítulo 3 é: Gimme 🎶💕

Capítulo 3 - Droga fiquei com a sua jaqueta!


Fanfic / Fanfiction Back To Me - Capítulo 3 - Droga fiquei com a sua jaqueta!

        P.O.V Mira:
   
         Fecho a porta com força e deslizo as mãos pela madeira. Mordo o lábio e sorrio. Viro de costas e desço até o chão escorregando pela porta. Começo a rir sem motivo.
         - Qual o motivo da felicidade toda? - pergunta uma voz alta perto de mim. 
          Olho para cima assustada e coloco a mão no peito, com o coração acelerado
         - Credo menina! Quer me matar do coração?! - acuso ofegante.
          - Eu não - se defende Lahyu - O que faz no chão Unnie?  - pergunta encostada na parede.
           Ela enrrola uma mecha de cabelo com as pontas rosas no dedo. Sorri docemente mostrando suas covinhas. Seu vestido de bolinhas preto e branco e as sapatilhas vermelhas sobre seu corpo magro.
           - Nada - respondo cortando-a. Lahyu serra os olhos e faz uma expressão desconfiada.
           - Hm - murmura - O que ta rolando? Fala Miraaaaa - implora alongando as palavras.
           - Já falei que nada pirralha - rebato me levantando do chão - O que faz aqui? 
            - Omma saiu e não queria ficar em casa - da de ombros - Ei! De quem é essa jaqueta? - Ela corre em minha direção me analisando dos pés a cabeça. - Credo você está encharcada…
           Arregalo os olhos e olho pra baixo. Eu fiquei com sua jaqueta! 
           - Ai que droga! - murmuro.
           - Preto com uma parte em estampa militar, tenho certeza que não é seu! 
           - Argh o que farei... - murmuro pensativa, ignorando a adolecente de 14 anos falando pelos cotovelos na minha frente.
            E se ele achar que eu fiquei com seu casaco como desculpa para ele voltar? O que não seria má ideia… Mas ah! Tão descuidada.
           - Tenho certeza que é de um homem!
            Reviro os olhos.
            - Por isso estava toda sorriso. Além desse casaco grande demais pra você! - continua ela - Faz todo sentido! Quem é?
            - Ninguém - falo curta. Coro levemente.
            Não é uma boa ideia contar quem é… principalmente para Lah.
            - Um cara misterioso! Ai que amor! Você está muito afim dele mesmo - bate palminhas.
            - Menos Lahyu - Mas não consigo não sorrir com sua empolgação natural.
            - Se conheceram como? Como ele deixou essa jaqueta com você? - me enche de perguntas.
            - Espera espera - faço gesto com as mãos para ela parar. - Tombei nele hoje e me salvou da chuva. Estava tremendo de frio e ele me deu seu casaco. - Resumo uma parte dos fatos. Bom…eu não estou mentindo… - Fim da história. E não é um romance Lah.
             - Você é muito estraga prazeres - estrala a língua - Nem um beijinho? - tenta.
             - Lahyu! - repreendo.
            - Tá tá - levanta as mãos em gesto de rendição, sorrindo.
             - Vou tomar um banho, que estou virando um cubo de gelo - bato os dentes.
            Passo pelo lado da minha irmã e dou um peteleco em sua cabeça, brincando. Ela ri e vai para sala cantarolando alguma música no qual não conheço.
           Sigo pelo corredor até o meu quarto, pegando um pijama bem quentinho com estampa de gatinhos. Pego minha toalha e vou até o banheiro. Tiro a roupa e passo a mão pelos cabelos meio molhados pela chuva. Ligo o chuveiro e me jogo na água quente, relaxando meu corpo.
           Começo a pensar no que acabou de acontecer. E agora o que farei pra devolver aquela jaqueta para ele? Não é certo ficar com ela. Mas não é como se tivesse seu número de telefone ou endereço. Só ele o meu. O jeito é quardar e esperar… Argh. Aproveito a água quente para levar todo o peso que estava em meus músculos. Pena que água não leva pensamentos também…
             
            P.O.V Jackson:

   - Caramba! - diz Bambam batendo palmas meio rindo - Ela deve ser linda mesmo… Que loucura Jack.
            - Agora nem sei o que fazer - falo olhando para o teto após contar o que tinha acabado de acontecer a Mark e Bambam.
            - Você tem a vantagem de saber onde ela mora - aponta Mark pensativo.
            - Ela ainda ficou com sua jaqueta. Mais um motivo - fala Bambam.
            - Eu sei… Talvez seja muito maluco e psicopata da minha parte ir até onde ela trabalha…  - falo batendo na própria testa  - Preciso bolar um plano.
            - Isso não é um programa de TV Jack - ri Mark - Você quer conquistar a garota? Mas para que exatamente? Apenas satisfação pessoal? 
            - Eu não sei. Mas vou descobrir - sorrio e me sento na cama.
            - Fiquei curioso para conhece-la. Uma tailandesa. Você achou uma garota perfeita Jackson - brinca Bam.
             - Eu não digo nada - Mark da de ombros e solta uma gargalhada suave.
            - Afinal aonde esta o resto do pessoal? Todo mundo saiu - aponto.
            - Estão no boliche - Bambam responde - Agora levanta e vamos sair. Não quero passar as nossas últimas horas de folga em casa.
            - E quem sabe não ache uma garota que tire de você a tal Mira da cabeça. - diz Mark - Ela não parece o tipo que tem uma simples relação casual. O seu tipo.
           - Veremos - fico em pé - Ninguém resiste a isso - mostro meus bíceps com um gesto bruto. Mas por algum motivo não a vejo assim.
            Ambos soltam uma gargalhada e reviram ligeiramente os olhos.
           - Você não tem jeito - Mark sussura negando com a cabeça, sorrindo.
            - Eu sei - sorrio e vou andando ate meu quarda roupa - Vamos sair então…
           Espero conseguir tirar essa garota da minha cabeça. Não posso me deixar levar e quem sabe magoa-la. Mas quem sabe um relacionamento causal…? Não Wang. Tire isso da sua cabeça. Continuo repetindo como um mantra.

            P.O.V Mira: 

    Me espreguiço no sofá da minha sala e bagunço o cabelo da menor.
           - Ai sai - diz Lahyu entre risos.
           - Saio nada - aperto sua bochecha e viro meu rosto para a TV.
           Um drama passava na televisão, no qual não reconheço qual seja. O cobertor em cima de nós duas dava um conforto. Sempre adorei fazer essas coisas com a minha pequena. Algo me passa pela cabeça. Na verdade tem nome e sobrenome.
           - Lah…? - chamo baixo olhando para ela novamente.
           - Sim? - ela me olha calmamente.
           - Você pode me fazer um favor? - pergunto.
           - Eu não vou levantar desse sofá. Deixa de ser preguiçosa e pegue você o que quer que seja - diz rindo.
            - Não boba. Me mostra um clipe do GOT7? - observo sua expressão confusa.
             - Por que?
             - Curiosidade.
           - Tá… - diz pegando o celular do bolso desconfiada, me encarando como se acabasse de dizer que zumbis comedores de bolo fossem dominar a Terra  - E Unnie se fala "M/V" em vez de clipe - sorri - Hmmm… Qual eu mostro?… - pergunta pra si mesma - Vou mostrar Just Right primeiro - sorri e procura o M/V em seu Iphone. 
              - Ok… - mordo a língua.
              - Mas porquê só agora você tem curiosidade? Tempos eu te falando deles e nunca nem prestou atenção direito - me olha com expressão questionadora.
             - Porque sim oras… - falo desviando o olhar - Vai mostrar ou não? 
             - Veja Unnie - Fala colocando o celular no meu campo de visão.
             Uma melodia começa e logo Jack aparece na tela em cima de um pó de arroz. Sua voz é tão bonita fazendo rap quanto falando… Ele é talentoso sem soma de dúvidas. A musica tem um clima alegre e não consigo não sorrir assistindo. Minha irmã acompanha a música catarolando junto. Aperto as mãos no colo. Lahyu ri levemente e me olha de soslaio. Quando o acaba vejo a tela do celular escurecer e "Just Right" aparecer. Ela o desliga.
            - Gostou? - pergunta ela.
            - Eles sao muito bons - sorrio - Adorei a música…
             - Qual deles você gostou mais? 
             - Como assim?
             - Quem te chamou atenção ou sei la. Vai que você escolhe seu bias.
              - Eu gostei… - não poderia falar Jackson - Do loiro do começo. 
              - Jackson?
              - É. Hm acho que sim - sorrio amarelo.
          - Quer ver mais algum? Eles são famosos por mudar o conceito sempre… Tem um M/V bem dark e eletrico…
              - Claro! Me mostre…
              Ela procura algo no celular.
             - Esse é If You Do - me mostra o celular.
             A melodia começa novamente e já vejo uma absoluta mudança. O outro clipe completamente fofo e claro, esse com cores escuras e um clima sombrio. Dessa vez Jackson está mais… sexy. Não posso dizer nada quando ele levanta a sua camisa. Sinto uma pequena vontade de rir. Mordo o lábio de novo. Sinto o olhar de Lahyu observando minhas reações. O outro M/V acaba e olho para minha irmã.
            - Agora entendo o porquê de gostar tanto deles - digo apoiando o queixo na mão, no encosto do sofá.
            - Finalmente - Ela suspira jogando as mãos para o alto dramaticamente. Rio.
          Vendo-o pela tela do seu celular parece tão distante. O que é verdade. Somos distantes. De mundos diferentes. De todas garotas correndo atras dele iria sequer me escolher? E aguentaria tudo? Não… Eu estou pensando muito a frente. É impossível. Mas não posso deixar de pensar em sua voz e em como faz meu coração bater mais forte. 


Notas Finais


Então é isso amores! Ate semana que vem! E comentem pra saber se estão gostando para eu poder continuar 😖❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...