História Back to me (Michaeng) - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), TWICE
Personagens Chaeyoung, Dahyun, Jihyo, Jungyeon, Mina, Momo, Nayeon, Sana, Tzuyu
Tags 2yeon, Dahmo, Jikook, Michaeng, Namjin, saida, Satzu, Vhope
Visualizações 142
Palavras 1.574
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Ecchi, Escolar, Festa, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi, oi gente. Tudo bom? Espero que sim.
Leiam as notas finais.

Capítulo 10 - Paradise


Fanfic / Fanfiction Back to me (Michaeng) - Capítulo 10 - Paradise

POV Chaeyoung

 

Já se passaram 5 dias que Mina parece estar me evitando, e também da loucura de Dahyun. Momo e Sana finalmente pareciam ter percebido que Dahyun não iria se desfazer de sua indecisão tão rápido, então elas meio que desencanaram dela. E bom, como sempre, sobrou para mim. Como posso explicar... digamos que eu a dubu estamos namorando, coisa que segundo ela é para fazer ciúmes.

 

O mais engraçado é que Mina e Momo também estavam namorando, está obvio que Dahyun e Momo estão se provocando com essa ideia maluca.

 

Qualquer um que tivesse a cabeça em seu devido lugar, não aceitaria algo desse tipo.  Mas olhe bem, eu nunca fui normal mesmo.

 

Por algum motivo misterioso, não estou tendo aquela instabilidade emocional. Com isso, nesses dias acabei falando com Mina de modo com que eu não ficasse com aqueles pensamentos me atormentando. O problema era que apesar disso ter acontecido, percebi que Mina me dava respostas curtas, parecia sentir-se incomodada quando eu estava por perto, principalmente quando estava com Dahyun.

 

Será que eu fiz algo errado? Espero que não...

 

Termino meu banho e começo a me arrumar, já que hoje finalmente iríamos sair para o Shopping. Tenho certeza que o cinema será um lugar bem provável de irmos, se considerarmos a obsessão dessas meninas em assistir filmes.

 

Coloco uma blusa moletom preta, depois um short jeans em um tom escuro de azul, e calço tênis vans vermelho. Vou até o espelho que tinha ali no quarto, dando uma olhadinha no meu visual, e aproveito para dar uma bagunçadinha em meus cabelos – essa é minha maneira de arrumar eles da forma que gosto, para falar a verdade -, logo após coloco um boné, também preto, escrito ‘’New York’’ com as letras azuis e com a borda vermelha. Ganhei esse e mais outro boné de Jihyo, a mesma distribuíra para todo mundo. E por último, não poderia me esquecer do perfume, certo? Os cítricos com certeza me atraem mais.

 

Ao terminar de me arrumar, coisa que fora até rápido, vou à sala (que por um milagre estava deserta) e sento-me no sofá. Já trato de pegar meu celular para passar o tempo, porque sei que vai demorar para elas se arrumarem. Coloco os meus fones e começo a escutar música. Olho para cima e mais uma vez viajo em meus pensamentos, tentando achar algum motivo para Mina estar me ignorando.

 

Será que ela está me ignorando por causa do desenho? Mas ela o tinha elogiado...

 

—Eai, maninha – Jeongyeon fala e senta ao meu lado. Ela estava usando uma blusa moletom branca e um boné preto.

 

—Eai, Jungão – Rio, mas depois fico séria – Sabe, tenho uma leve impressão de que Mina está me ignorando.

 

—Talvez ela não esteja fazendo isso de propósito, e bom, todos sabem o motivo, só você que é lesada e ainda não percebeu – Ela diz rindo. Ia a questionar, mas sou interrompida por Nayeon que chegou na sala toda empolgada enquanto abraçava Jeongyeon, na qual sorriu e retribuiu o abraço. Suspeito...

 

—Sou uma bela tocha olímpica – Digo tentando provoca-las e acabo conseguindo, já que elas separaram do abraço e pareciam terem corado.

 

O que tá acontecendo? O que eu perdi?

 

Olho para Jeong de forma ameaçadora, isso pelo fato de eu saber que tinha algo que ela não me contou. Eu a conheço muito bem para saber que ela está escondendo alguma coisa, e vou tirar isso a limpo. Nayeon acaba saindo da sala, então fico a olhando, esperando que ela me explicasse.

 

—Ta me olhando, por que? – Continuo olhando – Aish! Nem vem, eu não tenho nada para contar.

 

—Certeza? Porque vocês tem uma química e tanta, eu shippo – Falo e a vejo sorrir.

 

—Não tem nada para falar. Eventualmente nos tornamos amigas, e é isso – Deu um sorriso – Não se preocupe, você sabe que eu te conto tudo, não?

 

—Bom mesmo, se não iria te espancar aqui mesmo – Falei enquanto cruzava os braços.

 

—E por que eu teria medo de você? Não tenho medo de baixinhas – Abro a boca surpresa, enquanto ela ria descontroladamente. Parecia uma foca engasgando.

 

Depois de minutos de conversa, as meninas finalmente apareceram. Todas elas estavam lindas, mas Mina tinha minha total atenção. Ela já é linda, mas parece que a cada dia eu levo um tiro diferente, algum dia ela ainda acaba comigo. No caminho todo para o shopping, eu não parava de olhar para ela. Droga! Por que Myoui Mina é tão linda? Só para me ferrar mesmo.

 

—Chaeyoung – Susurra Dahyun – Se você quer me ajudar, então disfarça essa cara de abobada que a senhorita tem toda vez que vê a Mina.

 

­—Aish! Já estou cansada de escutar vocês falarem isso. Eu não gosto dela dessa maneira, okay? – Digo estressada, e coloco minhas mãos em minha cintura, respirando fundo.

 

—Você é cabeça-dura mesmo. Não reclame quando se der conta de que gosta dela, quando ela estiver com um outro alguém – Dahyun falava com um tom de voz triste.

 

—Mas ela já está com um outro alguém. Esqueceu que ela está namorando Momo? – Falei com a esperança de que Dahyun deixasse esse assunto de vez, e funcionou, já que ela apenas concordou.

 

O meu pensamento estava em Mina. Quando que ela vai parar de me ignorar?

 

POV Mina

 

Raiva.

 

Eu estava sentindo raiva em ver Chaeyoung com Dahyun. Sabia que aquilo era para provocar Momo, já que Sana parecia ter desencanado de vez, e inclusive estava flertando com Tzuyu.

 

Sabendo disso, Momo decidiu me pedir para fingir também, e eu acabei aceitando para provocar Chaeyoung. Porém, toda vez que ela tentava falar comigo, essa minha raiva fazia com que eu me afastasse dela.

 

Não tenho a mínima ideia de como voltar a falar com ela agora, já que o clima sempre fica tenso. Preciso dar um jeito nisso.

 

­—... e Mina com a Chaeyoung – Jihyo fala e eu estava claramente perdida.

 

De repente, Chaeyoung dá um sorriso travesso e segura minha mão, me levando para algum lugar. Chegamos a um restaurante de fast food e trocamos poucas palavras sobre o que queríamos. Fizemos nossos pedidos e nos sentamos nas mesas que ali haviam. Ela ficou me olhando intensamente, e eu me senti intimidada. Até que ela resolve falar:

—Jihyo havia nos falado para comermos algo em grupos, e no final nós acabamos por ficar em dupla. Ela é bastante esperta...

 

—Por quê “esperta”? – Pergunto.

 

—Nossa! Você estava distraída mesmo – Riu mostrando suas covinhas – Digo, ela simplesmente quis dar oportunidade para as meninas se resolverem. Por exemplo, Momo e Dahyun, assim como eu e você. Falando nisso, já vou ser direta. Por quê você está me ignorando? Fiz algo de errado?

 

Fui pega de surpresa com sua pergunta, seu olhar estava fixo em mim. Ela estava esperando minha resposta, mas tudo o que eu sabia fazer é abrir e fechar a boca na falha tentativa de falar algo.

Aproveitei que os pedidos tinham acabado de chegar e fujo do assunto temporariamente. Ela me olhou e negou com a cabeça, e seu rosto estava incrédulo.

 

Terminamos de comer. Me levanto e jogo o resto das coisas no lixo. Aviso Chaeyoung que ia ao banheiro e saio correndo. Quando chego ao banheiro, encaro meu reflexo no espelho e solto um longo suspiro.

 

O que eu estou fazendo? Por que eu sempre fujo? Eu sou uma covarde mesmo...

 

—Minari, pare de fugir de mim – Chaeyoung falou. Sua respiração estava pesada, ela apoia suas mãos em seus joelhos tentando controlar sua respiração.

E mais uma vez acabo não falando nada, me viro e vou em direção à uma das cabines, ou pelo menos tentei.

 

—Não! Você não vai fugir dessa vez – Meu corpo é puxado e pressionado contra a pia. Olho para Chaeyoung e ela me encarava séria – Toda vez que acontece algo, você sempre foge. Existe uma coisa chamada ‘’conversa’’, ela é muito útil para se resolver as coisas, sabia? Eu queria você confiasse mais em mim.

 

—Eu confio em você! – Ao olhar a expressão assustada de Chaeyoung, percebo que havia gritado – Eu confio em você, mas eu não consigo confiar em mim. Me sinto insegura na maior parte do tempo, e eu não quero incomodar ninguém com isso. Mas, o problema é que eu acabo me afastando, e sem perceber. Me desculpe por isso..

 

—Não foi nada, isso já é um começo... – Ela diz dando mais um de seus sorrisos, e eu tenho apenas a agradecer por poder voltar a vê-los novamente sendo direcionados a mim. Ficamos nos encarando por algum tempo, até que ela envolve seus braços em minha cintura, apertando de leve. Retribuo o abraço, e então reparo que eu estava chorando, meus soluços não cessavam – Isso. Chore tudo o que está acumulado, eu estou e sempre vou estar aqui para você, minha pinguim.

 

Chaeyoung me consolava, e eu me senti segura como nunca havia ficado há muito tempo. Não queria de jeito nenhum sair do abraço. Ela é meu porto seguro, sem ela por perto eu me sinto perdida. Me sinto tão bem perto dela, não reclamaria nem um pouco se ela fosse minha namorada. Começo a rir com meu último pensamento,  e Chaeyoung deu uma afastada de mim, mas não desfez o contato, e me olhou confusa.

 

—Eu senti tanto a sua falta – Falo sincera, mesmo que o motivo de minha risada não tinha sido isso.

 

—Eu também senti sua falta, Minari – Sorriu lindamente. Nem acredito que estava tendo a visão do paraíso.


Notas Finais


Espero que tenham gostado ^^
Leitores fantasmas, se quiserem comentar, eu agradeço, okay?
Gente, estou com projetos de criar outra fic michaeng, mas se eu cria-la eu provavelmente me atrapalharei para atualizar as duas. Então é com vocês, crio ou não?
Me sigam no twitter @MiChaeng27


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...