História Bad Angel! (Ziam Mayne) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction, Zayn Malik
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Camila Cabello, Zaim, Ziam Mayne
Exibições 20
Palavras 1.765
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente muito obrigado pelos favoritos!!! Eu estou amando escrever essa fic.......... Então.. Boa Leitura!!!!!

Capítulo 2 - Two!!!!!!


POV’S Liam

 

Eu não gosto de julgar as pessoas, ainda mais uma família, mas eu não gostei nem um pouco desse jantar na casa dos tia da Sophia, eles são tão mesquinhos e preconceituosos que eu nem sei como eles aceitaram seu único filho homem ser gay. Aquelas meninas só ficam no celular ou se maquiando, aquela mulher fica de nariz empinado como se fosse a rainha do mundo, sem falar no tio de Sophia que parece um chefe da máfia italiana. Ainda tem o Zayn..... ah o Zayn. Assim que eu bati os olhos nele, me matei mentalmente por meu coração ter pulado algumas batidas, eu nunca trai minha esposa e nem vou pois eu a amo, mais eu me encantei por aquele garoto que não é tão garoto assim, eu congelei quando ele colocou sua mão em minha coxa, e quando ele apertou meu...... meu deus, eu sei que não deferia pensar assim mais eu gostei, eu poderia muito bem ter impedido, eu poderia ter trocado de lugar, sei lá, mais eu fiquei no mesmo lugar e deixei ele continuar. Meu Deus eu me odeio por ter desejado o primo tão querido da minha esposa, ela ficou a semana toda falando desse jantar e que estava morrendo de vontade de abraçar seu primo/irmão.

-O que você tanto pensa ai? – Sophia perguntou enquanto se deitava ao meu lado.

-Em nada demais. – Dei de ombro. Ele se aconchega no meus braços e coloca a cabeça no meu peito.

-Não estou nem acreditando que Zayn vai passar uma temporada com a gente em Londres. – Ainda tem essa. Ontem um dia depois do jantar, Zayn ligou para Sophia avisando que iria realmente para Londres com a gente e que já avia feito a matricula na faculdade pela internet. Eu ainda estava com uma certa esperança de que ele estava falando aquilo de boca para fora, que foi só no calor do momento só porque sua mãe tinha falado que seu sonho era que seu filho seguisse a carreira do pai. Mais não, o garoto não estava blefando, e amanhã ele vai embarcar com a gente para Londres. Estou com um pouco de medo, não sei o porquê, mais eu tenho certeza de que isso não vai dá certo. - ..... Você vai adorar ele, você vai ver, eu me lembro de quando eu e ele éramos crianças e......

Sophia continuou a falar sobre seu primo e como eles se divertiam quando eram pequenos, eu só respondo com meus sorrisos forçados, “uhun” ou “ok” nas horas certas. Na verdade eu não estava prestando atenção em nada, eu só fico pensando em como aquele garoto mexeu comigo e como eu será um problema para mim.

 

(.)

 

Sophia e eu acordamos cedo hoje, fizemos nossas malas, Sophia deu uma saída rápida para tratar das últimas coisas de uma negociações mais importantes da carreira dela, por isso nós viemos para os EUA, eu queria esta do lado dela nesse momento tão importante, então eu vim. Tirei umas férias da "G&K Architectures”, não porque eu sou filho do presidente ou porque eu sou o vice-presidente, mais sim por mérito, pois eu acho que eu sou a pessoa que mais trabalha naquela empresa, já que meu pai viaja muito e só aparece lá nas reuniões importantes, então eu fico em seu lugar. Minha mãe também ajudou a fundar a empresa, mas não trabalha mais lá, logo depois que ela descobriu que tinha Lúpus ela decidiu tirar um tempo para se cuidar, e quando a doença foi 100% curada ela resolveu que não iria mais trabalhar.

Agora Sophia e eu estamos no aeroporto esperando Zayn, que para verear esta atrasado, o nosso voo já foi chamado varias vezes, fiquei até feliz quando pensei que talvez ele tivesse desistido, mais meu sorriso foi embora quando vi um ser moreno muito bem vestido se aproximar carregando duas malas.

-Gente desculpa o atraso, e que você conhece minha mãe, ne Soph? – Ela assentiu e sorriu.

Ela balançou a cabeça para mim para me cumprimentar eu acenei de volta e sorri forçado para ele.

-Só duas malas Zayn? – Sophia perguntou confusa. – Você sempre foi extravagante com essas coisas. Você se lembra quando você tinha 11 anos e eu 15 ai nós fomos viajar para Paris, ai você fez sua mãe arrumar varias malas, quando chegou na hora de embarcar as suas malas ultrapassaram o limite.....

-Ai eu comecei a chorar porque eu não queria deixar eles levarem minhas malas. – Ele completou e gargalhou junto com Sophia. – Então, um dos motivos de eu me atrasar foi esse, minha mãe ficou falando na minha cabeça que não era pra mim trazes varias coisas pois tem certeza que eu vou comprar varias coisas lá.

-Ela tem toda razão. – Sophia falou.

Fizemos o check in e depois fomos para o avião. Sophia ficou me enchendo para que eu trocasse de lugar com Zayn, pois ela queria matar as saudades do primo e colocar os assuntos em dia. Depois de muita insistência de ambas a parte eu cedi e troquei de lugar com o moreno. Fiquei uma poltrona atrás, revirei os olhos ao ouvir os risos extravagantes dos dois. E bom ver Sophia assim feliz, mais eu não gosto do primo dele. No janta ele praticamente se jogou em cima de mim e agora fingiu que eu nem existo.

Eu ainda não intendi, o porquê um cara de 22 anos, milionário e mimado, resolveu fazer uma faculdade agora, de uma hora para outra mudou de ideia e falou “ah, vou fazer faculdade” pronto e acabou. Eu não nasci em berço de ouro, quando nasci a empresa dos meus pais ainda era bem pequena e quase não dava lucro, o negócio só cresceu quando eu tinha 6 anos, e eu não abri mão de mudar de colégio e nem de amigos, eu sempre estudei em colégio público, mesmo sendo o aluno mais rico da turma, ou até da escola, meus amigos nunca me trataram indiferente, nunca que colocaram em um pedestal por causa da minha grana, logico que teve aquelas garotas que se  jogavam em cima de mim só por causa do dinheiro, mais eu não dava bola.

Falando em amigos eu mal posso espera para ver qual é a mais nova do Styles, ele falou que quando eu estivesse voltando para Londres ele ira da uma “pequena” festa, é eu só fico fora três dias e isso já é motivo para festa. Harry Styles e meio melhor amigo, desde quando eu estava na quinta série, ele não é rico nem nada, ele vive de seu pequeno consultório de psicologia e vive feliz assim e eu tenho orgulho disso. Ele é noivo de Louis Tomlinson, o moreno baixinho e um amo de pessoa, e não se engane pelas aparências ele tem cara de fofo e tudo, mais é muito estressado e muito ciumento, Sophia e eu moremos de rir dele quando ele sisma de dar ataque de pelanca por causas dos ciúmes.

Eu odeio viagens longas, então tomei meu remédio e esperei o sono vim, coisa que não demorou muito, em menos de meia hora o sono bate e eu adormeço.

 

(.)

 

-Liam, Liam, amor, acorda, já chegamos. – Acordo assustado, Sophia me balança, eu olho para os lados e vejo que o avião já está quase vazio, passo a mão no rosto, ela me dá um selinho e logo depois eu me levanto, Zayn vem logo atrás.

Fizemos o desembarque, pegamos nossas malas e logo depois pegamos um taxi. Sophia insistiu para que nós tivéssemos um motorista particular, mais eu neguei até o fim, eu adoro dirigir e não gosto muito de motoristas particulares.

-Ah, como eu amo minha casa. – Sophia se jogou no sofá e deixou as malas de lado.

Eu também amo minha casa, até de mais por sinal, Sophia sente ate um pouco de ciúmes. Bem, essa casa foi dos meus avos, ela e grande, chic e simples ao mesmo tempo. Eu queria que ele fosse como era antes, com os portas retratos na parede, as poltronas antigas a decoração, mais Sophia mudou muita coisa, acho que só o chão ficou a mesma coisa, e de madeira como aquelas casas antigas. Eu vivi minha infância aqui, e quando meus avó morreu ele deixou essa casa para mim, quando me casei com Sophia nos resolvemos vim morar aqui, quer dizer: eu resolvi, Sophia só aceitou depois que eu concordei com as mudanças.

-Liam vou comer algo, estou morrendo de fome e depois vou tomar banho, mostra para o Zayn onde é o quarto dele.

Assenti, peguei minhas coisas, dei passagem paga Zayn, ele subiu as escadas e eu fui bem atrás, paramos em frente ao quarto de hóspedes (que agora não será mais de hospedes), destranquei e abri a porta.

O quarto e bem amplo, tem uma enorme cama no centro uma mesinha do lado, e um banheiro também nada pequeno atrás da porta no canto do quarto.

-Quer entrar? – Ele perguntou e eu neguei, quando eu ia me virar para ir ao meu quarto ele voltou a falar. – Essa cama e bem grande, tem espeço para nos dois descansar, bem que não vai ser isso que a gente vai fazer.

Eu olhei para ele que estava sentado em sua cama me olhando com um olhar nada bondoso e um sorriso super malicioso no rosto. Eu corei muito, não foi pouco não, foi muito mesmo. Sorri fingindo que estava levando na esportiva e que nada se passava de uma brincadeira.

Sai dali as presas e fui para o meu quarto, jóquei minhas coisas pelo chão e fui ao banheiro tomar um banho, não de banheira pois eu tenho um pouco de nojo, as pessoas se banham na sua própria sujeira, e também depois da proposta de Zayn eu preciso de uma ducha.

A agua quente cai pelo meu corpo, eu imagino Zayn aqui comigo acariciando meu corpo, me fazendo fazer loucuras comigo e eu com ele. Desço minha mão ao membro que está de pé dês do momento que Zayn falou aquilo no quarto, me masturbo pensando em tudo que Zayn faria comigo se eu aceitasse me deitar com ele. Gozo na minha própria mão e logo depois ele vai embora junto com a agua.

-O que eu fiz? – Fechei os olhos. Minha consciência pesou, eu não poderia ter imaginado uma coisa dessa, ele é o “primo querido” da minha esposa e ainda ele é um homem, eu nunca me interessei por homem algum, mais esse garoto m fazer imaginar coisas absurdas.

-Eu tenho que cortar isso pela raiz, ah se tenho.


Notas Finais


BJSSS!!!!.........ATÉ.........


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...