História Bad Boy - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Big Bang
Tags Bad Boy, Comedia, Drama, Drogas, Gayoon, Girl's Day, Hentai, Hiery, Ji Yong, Romance, Woosoo
Exibições 50
Palavras 1.376
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Esse capítulo é decisivo, talvez o mais importante da história amores, e vai ter participação de vocês ok? Boa leitura! ❤

Capítulo 16 - Decisão


    Acordei sentindo uma dor terrível na cabeça, balancei a cabeça tentando me lembrar do que tinha acontecido, então me recordei que eu havia ido na casa de Hiery, olhei ao redor e eu não estava mais na casa dela, aquele lugar era fechado e havia apenas uma janela que deixava o mal iluminado, era uma espécie de galpão, estava escuro mas eu podia ver que era um lugar imundo, cheirava a um lugar que não era aberto a tempos, forcei os olhos ao perceber que havia uma silhueta sentada em minha frente, ouvi uma risada de deboche e depois um estalo de dedos, logo as luzes foram acesas e eu vi que a pessoa a minha frente era Gayoon, a luz me fez fechar os olhos, abri aos poucos e vi que além de Gayoon, Hiery estava ali, amarrada em uma cadeira e com alguns ferimentos leves no rosto, senti uma raiva repentina me invadir, eu já estava pensando em como eu ia matar aquela vadia, logo senti um tapa estalar em meu rosto que logo começou a arder

-Só pra me certificar de que está bem acordada! -disse cínica- saudades da sua irmãzinha?

-Vá se fuder! -ao ouvir isso ela sorriu de canto e se aproximou ficando cara a cara comigo, pegou em meu queixo com brutalidade e disse-

-Se eu fosse você, escolhia melhor as palavras mana! -soltou bruscamente meu queixo- você deve estar se perguntando o porque de eu estar fazendo isso com você não é? Bom, digamos que eu tentei não chegar a esse extremo, mas você me obrigou! -disse ao se levantar-

-Ele vai odiá-la ao saber disso sua otária! -ri soprado-

-E quem disse que ele vai saber? Thay... minha querida irmã, você não me conhece... achou mesmo que ia ficar só na ameaça? Eu sou uma mulher de palavra, e sou capaz de tudo para conseguir o que quero! E VOCÊ... mais uma vez está me empatando! Só que dessa vez, não vou permitir que me atrapalhe, isso aqui...-rodeou o lugar com os dedos- é só um último aviso para você sair do meu caminho, bom eu entendi que só as palavras não iam te afastar do MEU amor, então resolvi te dar um aviso mais... intenso talvez? -riu em deboche-

-Isso só vai me aproximar mais dele sua vadia de merda, você não me assusta se é isso que está pensando, tenho pena de você por estar tão desesperada por ter perdido um homem daqueles, e a única solução que encontrou foi sequestrar a própria irmã para tentar inti... -ela me acertou com um soco no rosto, o que fez minha boca encher de sangue-

-CALE A SUA MALDITA BOCA! -pegou em meu queixo e me fez a encarar, e eu cuspi o sangue na sua cara, ela me olhou com ódio e me empurrou pra trás me fazendo bater a cabeça com força na parede- eu imaginei que eu não iria te convencer tão fácil -disse limpando o sangue do rosto- por isso sua amiga está aqui! -arregalei os olhos ao ouvir isso- 

-DEIXA ELA EM PAZ! -gritei aflita ao vê-la pegando um canivete e indo em direção a Hiery, ela me olhou sob os ombros e deu sorriso diabólico- SE AFASTA DELA AGORA! -tentei me soltar daquelas fitas, mas estava apertado demais-

-Me afastar? Mas eu nem comecei ainda...

Ela passou o canivete de leve na pele de Hiery que estava desmaiada, olhou pra mim enquanto cortava de leve o braço da minha amiga a fazendo acordar e gritar de dor, eu cada vez me debatia mais tentando afrouxar aquelas cordas mas era impossível, minha respiração estava descontrolada e eu gritava para ela parar, ele continuava ferindo minha amiga e me olhando com um ar de satisfação, eu queria matá-la, ela se posiciona atrás de Hiery e põe a faca em seu pescoço e me encara sorrindo maléfica

-E então? Vai ou não se afastar de Ji Yong? Diga que não e eu degolo sua amiga e faço você se banhar no sangue dela! -olhei para Hiery que mantinha o olhar de terror cravado em mim- Diga que sim, e eu solto vocês, mas não pense em me passar a perna entendeu? -pressionou o canivete fazendo sangrar o pescoço de Hiery e a mesmo deu um gemido baixo de dor, senti uma lágrima molhar minha face- eu com certeza vou ficar sabendo se você não cumprir sua parte no acordo e aí... vai ser bem pior! -continuei a encarando- e então? Se decidiu?

-engoli em seco antes de responder- E-eu vou me afastar de Ji Yong... agora deixe-a em paz!

Ela sorriu vitoriosa e veio em minha direção e se abaixa pra ficar na mesma altura que eu, dá leves tapinhas em meu rosto e diz

-Eu espero mesmo que você não tente me enganar!

-Não vou te enganar, eu só preciso de uns dias pra fazer isso, não posso simplesmente chegar nele e dizer que não quero mais ele, seria cruel! -ela ri alto-

-Não pode? Mas é exatamente o que você vai fazer! É isso ou a morte da sua amiga... você decide!

-Tá, tá bom... Eu faço!

Ela se levantou e foi em direção a Hiery novamente, ficou atras dela e cortou as cordas a soltando, suspirei aliviada, ela pegou no cabelo da minha miga e foi na porta, bateu três vezes e a mesma foi aberta, ela então jogou Hiery pra fora dizendo

-Leve a para o carro que eu já vou!

A porta se fechou mais uma vez e ela veio até mim me levantando pelos cabelos do chão, rezei para ela também me soltar e eu quebrar a cara dela, mas ela não ia ser tão burra assim, assim que ficamos cara a cara ela me jogou contra a parede e me prendeu com os braços ficando a centímetros do mim, passou a mão carinhosamente em meu rosto, chegando em meu queixo e me fazendo a encarar

-Se você só cogitar a idéia de contar a ele ou a polícia o que houve aqui, eu mato a garota ouviu bem? -eu acenti com a cabeça, recebendo um tapa- QUERO OUVI-LA, VOCÊ ENTENDEU?

-SIM EU ENTENDI!

-Ótimo... ahh irmãzinha, eu realmente não queria ter chegado a esse ponto... mas fazer o que, você me obrigou! Uma pena, mas quem sabe eu ainda te convide para meu casamento com Ji Yong...

Ela pegou em meus ombros me virando e me arrastando até a porta, pegou em meus cabelos e bateu minha cabeça na porta três vezes, abriram a porta, era ele, aquele filho da puta, Yuki! Como eu nunca pensei que ele pudesse estar junto com ela... fui jogada para os braços dele e logo ele me colocou um saco preto na cabeça e me levou até um carro, me jogou lá dentro e então pude ouvir o choro de Hiery, a única coisa que pude fazer foi sussurrar um “estou com você, vai ficar tudo bem” para ela, não esperava que ela se acalmasse, só queria mesmo era mostrar a ela que estávamos fudidas juntas, ela pegou em minha mão e logo o carro entrou em movimento, demorou uma eternidade até sermos jogadas pra fora do carro, Hiery me ajudou a levantar e me levou pra dentro de sua casa, cortou as fitas que me prendiam e sentou-se no sofá me olhando triste... ela estava realmente machucada, talvez mais que eu
-Não precisa sacrificar seu relacionamento por mim...

-Está brincando? Olha o que ela fez! -apontei pra nós duas- ela é louca e não vai parar até me ver longe dele, então antes que mais alguém se machuque, prefiro acabar logo com isso...

-Mesmo que você termine com ele, eu não posso mais ficar aqui, terei medo até de ficar em casa, sem mim ela não pode te chantagear com nada! Então não se renda tão fácil assim, lute por ele!

-Ela pode machucar mais gente...

-Não se ela for presa... o que ela fez hoje foi crime, denuncie ela Thay!

-Ela me segue dia e noite Hiery, ela vai saber se eu fizer isso!

-Então vai desistir mesmo?



Notas Finais


Tá pequeno porque antes de continuar quero saber de vocês, o que acham... ela deve arriscar tudo por Ji Yong ou desitir de seu amor?
Se vocês decidirem que ela deve arriscar, ela vai lutar ao mesmo nível de Gayoon, mas se ela desistir, ela vai continuar sendo manipulada pela irmã, o que vocês decidem?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...