História Bad Dream - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Chara, Frisk, Mettaton, Napstablook, Papyrus, Sans, Toriel, Undyne, W. D. Gaster
Tags Asriel, Chara, Frisk, G! Sans, Romance, Sans, Traição, Undertale
Exibições 51
Palavras 967
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Escolar, Harem, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Suicídio
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oii !!! Finalmente um novo cap!! Yeyyy!!! Espero que gostem, e boa leitura 📖

Capítulo 4 - Como me apaixonei por ele


Fanfic / Fanfiction Bad Dream - Capítulo 4 - Como me apaixonei por ele

                                                   3 anos depois...

POV Frisk

Estava deitada na cama dormindo,  quando o despertador toca me avisando que já era a hora de acordar. Levanto meio sonolenta e abro a cortina para que possa iluminar meu quarto. Já faz um tempo que não tenho mais aqueles pesadelos,  desde aquele dia...

Flashback On

Toriel e Asgore iam viajar á negócios,  e teríamos que dormir na casa de Sans e Papyrus, que eram os nossos vizinhos. Estava meio relutante quanto a isso,  por conta de meus pesadelos, mas acabei indo,  pois Chara e Asriel estavam bem animados e não queria ser a pessoa que estragaria isso. Bom,  só tenho que ter cuidado para que ninguém descubra.

                                          ~Quebra no Tempo~

Jogamos video game e competimos para ver  quem ganharia,  Sans e Chara foram os únicos que sobraram,  mas no final,  Chara acaba vencendo. Assistimos um filme de terror comendo pipoca. Chara comia a de chocolate e Sans de catchup? E Papy comia macarrão…Bom, gosto é gosto. Só eu e Asriel comemos a tradicional, com manteiga. Depois, cada um foi para o seu quarto dormir,  pois já eram 3 a.m. Eu e Chara dormimos no quarto de hóspedes,  e Asriel no quarto do Papy. 

Eu estava dormindo, mas acabei acordando por conta do pesadelo. Olho para o lado e vejo que ela ainda está dormindo. Suspiro aliviada, ainda bem que Chara tem um sono pesado. Tento sair do quarto sem acordar ninguém e vou para o jardim tentar me acalmar. Estava sentada abraçando minhas pernas e com minha cabeça apoiada em meus joelhos com o rosto para baixo. Chorava baixinho para que ninguém me ouvisse.  Quando de repente alguém toca no meu ombro.

-Kiddo?- pergunta

Me viro e vejo que era o Sans.

- S-sans!!- falo gaguejando

-Está tudo bem? Aconteceu alguma coisa? 

-N-não, está tudo bem. Só me deu vontade de… olhar ás estrelas! Olha como estão lindas!- inventei uma desculpa. 

-Sei… Então por que está chorando?- pergunta desconfiado. Tinha esquecido que estava chorando

-É-e que… E-eu…

-*Suspira*  Kiddo, se não quiser me contar não vou te obrigar a nada. Mas, lembre-se,  estarei sempre ao seu lado quando estiver precisando.- fico um pouco corada pelas palavras e ele também 

- É-e para i-isso que servem os amigos. Não vou poder te ajudar se não me contar. 

-…-

- Ok, não vou te obriagar a nada - ele tira sua blusa azul e coloca sobre meus ombros. - está frio aqui fora. E não se preocupe,  eu já vou indo... - quando estava prestes a ir seguro num pedaço de sua camisa o impedindo

- J-jura não contar para ninguém 

-…Juro. - diz e logo se senta ao meu lado

- E-eu t-tive um... 

-"um"?

-Eu tive um pesadelo. 

-Só isso?  

- E- eu tive um pesadelo…com meus pais - contei toda a história para ele,  nunca havia dito nada para ninguém. Abraçava minhas pernas com força tentado me controlar. Mas era em vão. A cada palavra que dizia, uma lágrima caia sobre meu rosto.

Quando terminei de contar tudo,  vi que ele estava meio chocado. Ninguém sabia como eu e Chara ficamos órfãos , só o Asgore e a Toriel, nem o Asriel sabia. E pedimos para eles que mantivessem isso em segredo. Respiro fundo tentando me recompor

-D-desculpa, n-não devia ter contad…-sou interrompida com um abraço 

-S-sans!!??

-…- me abraça mais forte

-  Quando estiver triste você não é obrigada a forçar um sorriso,  quando estiver com vontade de chorar você não precisa se segurar e ficar sozinha, se não estiver tudo bem, não precisa mentir e dizer que sim só para não preocupar as outras pessoas. Não precisa se esforçar tanto. Se está triste,  então chore! E quando você chorar,  eu estarei ao seu lado. Então... Não se force tanto. - diz 

Hesito um pouco,  mas depois acabo desabando.  Apoio meu rosto na frente de sua camisa e choro com todas as minhas forças nela. Todas as vezes que queria gritar,  chorar e ter alguém me dizendo que ficaria tudo bem, me consolando,  lá estava ele tirando todo peso de minhas costas. Desde a morte de meus pais, prometi a mim mesma que nunca mais mostraria o meu lado fraco na frente de nenhuma pessoa, e não sei o porque, mas não conseguia esconder nada dele, me sentia segura em seus braços. Uma coisa que não sinto a muito tempo. 

Quando finalmente me acalmo,  nós subimos para o quarto,  mas puxo a manga de sua camisa

-Sans... - o chamo

-Sim? 

Dou um beijo em sua bochecha,  e o mesmo fica muito corado

-Obrigada!! -  devolvo sua blusa e sorrio meio corada,  logo volto para o quarto,  o mesmo estava paralisado como uma estátua muuiitoo corado. Que fofo. 

Flashback Off

Depois daquele dia,  nunca mais tive pesadelos , e também foi naquele dia que... Me apaixonei por ele. 

Mas tenho medo de me confessar e ele não sentir o mesmo que eu. Não quero acabar com a nossa amizade.*Suspiro em decepção* 

Vou até o banheiro, faço minha higiene pessoal e me olho no espelho.

- Não é hora de ficar deprimida!!!  Hoje é um dia especial,  o seu aniversário! E de Chara também. - digo para mim mesma,  me sentindo mais determinada.

POV Sans

Está um belo dia lá fora. Pássaros cantando,  flores desabrochando. Em dias como esse,  pessoas como eu,  deveriam se confessar para a pessoa que ama. 

Fazem 3 anos que eu conheci a Frisk, e hoje é o seu aniversário de 14 anos. Desdo dia que a conheci,  eu me apaixonei por ela,  e a cada dia que passa, mais eu quero torná-la minha. Mas eu nunca tive coragem para confessar,  medo de ser rejeitado e perder a nossa amizade. 

Porém,  hoje vai ser o dia que eu finalmente vou a pedir em namoro. Não quero ser apenas seu "amigo"… Quero ser mais que isso.


Notas Finais


O que acharam? Gostaram? Eu espero que sim. Bjs e até a próxima. 😘🌈


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...