História Bad Girl - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cameron Dallas, Jack & Jack, Magcon, Matthew Espinosa, Nash Grier, Shawn Mendes
Personagens Cameron Dallas, Hayes Grier, Jack Gilinsky, Jack Johnson, Matthew Espinosa, Nash Grier, Shawn Mendes
Tags Drama, Nash Grier, Romance, Shawn Mendes
Visualizações 103
Palavras 1.151
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


heeey guys, demorei um pouco para postar por causa das provas e tal, mas pretendo postar de dois em dois dias :) bjs e boa leitura.

Capítulo 4 - Marrentinha


Fanfic / Fanfiction Bad Girl - Capítulo 4 - Marrentinha

Lana Lawley, 16 anos, fui transferida. - Falei e me sentei desviando dos olhares e das piadinhas, que pararam quando o professor começou. Mas ele continuava olhando e mesmo durante a aula eu sentia seu olhar sobre mim, até que o sinal tocou. O loirinho veio em minha direção com uns garotos enquanto guardava minhas coisas.

- Ei marrentinha

- Vai continuar me chamando assim? - Falei ainda arrumando minhas coisas

- Sim - Falou dando um sorriso. - Então, esses são o Matt, Jack, Cam, que você já conhece, e… Guys, cadê o Nash? - Falou olhando pela sala.

- Deve ter saído - Falou o que se não me engano é o Jack.

- Legal conhecer vocês - Falei de forma amigável pro mais que não pretendesse fazer amigos.

- Também - Falaram juntos fazendo um coro engraçado.

- Nem olhem, é minha crush. - Disse o Cam fazendo os outros meninos reclamarem. Eles parecem ser gente boa.

- Quer ficar na nossa mesa? - Perguntou o Jack enquanto os outros já estavam saindo.

- É, pode ser. - Não acho que teria outras opções, então resolvi aceitar.

Chegamos na mesa e ela estava cheia, havia uns 7 garotos e só uma garota.

- Galera, essa é a Lana. - Disse fazendo todos os olhares dos que estavam na mesa caírem sobre mim.

- MINHA CRUSH - O Cameron gritou e me puxou para sentar ao seu lado. Assim que sentei o Nash levantou e saiu da mesa.

- Oque ele tem? - Perguntou a garota.

- Ele brigou com os pais, mas não quis me contar o porquê. - O Cameron disse sério, eles parecem ser bem próximos.

- An.. Acho que vou no banheiro.

- Quer que eu te mostre onde é? - Disse o Cameron com uma cara maliciosa.

- Acho que consigo achar ele sozinha. - Falei e sai ouvindo o pessoal dali fazerem piadinhas com ele.

Talvez devesse ter aceitado que ele me mostrasse pois agora estou totalmente perdida nesses corredores que parecem nunca acabar. Parei em uma sala que parecia mais uma biblioteca e sentei, ali parecia ser bem pouco visitado. Me sentei em uma cadeira e deitei minha cabeça na mesa.

- Você tá me seguindo?

Levantei o rosto para ver quem era e vi o Nash com um livro na mão semi aberto.

- Que? Eu nem sabia que você tava aqui. - Falei me levantando para sair.

- O que vc tá fazendo aqui? Nessa escola? - Falou ainda parado no mesmo lugar.

- Pensei que estivesse prestando bastante atenção em mim quando falei que fui transferida para essa escola. - Disse e ele continuou olhando pra mim como se eu tivesse feito algo muito errado.

- Droga, você vai estragar minha vida. - Falou batendo com o livro na mesa.

- Haha, saiba a você já está estragando a minha. - Disse e sai da sala sem nem olhar para trás.

Mas que idiota! Ele está agindo como se fosse o único que não concorda com tudo isso, como se eu também não estivesse sofrendo com essa situação. Pelo que vejo as coisas serão muito mais complicadas.

O sinal já havia tocado e eu não sabia onde ficava a sala, ótimo Lana, seu primeiro dia de aula e você já começa faltando as aulas, pensei bufando.

- Última sala do corredor. - Ele falou sem olhar pra mim e saiu andando. Que menino bipolar.

Encontrei a sala depois de te-la confundido com a sala de limpeza. A aula passou bem rápido e dessa vez sem olhares indesejáveis.

O resto das salas eu consegui encontrar com o auxílio do Jack.

O sinal de ir embora tocou e em pouco tempo eu ja estava no portão. Não sabia se deveria ir sozinha, pois tinha medo de me perder. Sim, eu sabia o caminho pois minha mãe já havia me explicado e passamos pela escola enquanto vínhamos pra essa casa, mas eu não confio muito na minha capacidade de lembrar das coisas.
Vi que as pessoas já estavam indo e resolvi arriscar, afinal eu vim sozinha então conseguiria voltar sozinha!

Não, não conseguia, mas só me toquei nisso quando parei em frente de duas ruas e não sabia em qual entrar. Eu jurava que era na da esquerda, mas a da direita também me parece tão familiar... Aquela indecisão me fez sentir falta do meu antigo bairro e da minha antiga escola, pois tudo era tão pequeno que não havia como se perder!

Fugi desses pensamentos, quando vejo o Nash voltando do colégio. Bem, ele é meu vizinho, se eu seguir ele vou encontrar minha casa. Ele passou por mim sem nem olhar para a minha cara, o que achei melhor pois não queria criar "relações". Fui andando logo atrás dele, em uma boa distância. Ele entrou na rua da direita e continuou andando. Quando avistei minha casa adiantei o passo e passei em sua frente.

- De nada. - Ele disse colocando seus fones e olhando para seu celular.

Continuei andando sem falar nada. Comecei a pensar no Shawn e no tempo que tem em que não nos falamos. Se eu ao menos tivesse meu celular… Se bem que, eu poderia pedir o de alguém emprestado mas não tenho intimidade com ninguém ainda… Olhei pra trás e vi ele mexendo no celular, provavelmente conversando com alguém. Eu podia pedir o celular dele emprestado, mas acho que ele não daria. "É, melhor não", Falei comigo mesma e segui meu caminho.

Assim que entrei em casa subi para o quarto. Meus pais ainda não haviam chegado. Depois de tomar um longo banho, me deitei na cama e comecei a imaginar em como deve estar sendo a vida da minha irmã e como ela deve estar nesse exato momento. As vezes sinto falta dela, mas não éramos tão próximas quanto eu queria que fôssemos. Ela sempre foi o oposto de mim, e sempre a queridinha dos nossos pais. Acabei caindo no sono com esses pensamentos e acabei sendo acordada por fortes batidas na minha porta que foi aberta logo depois. Era minha mãe. Ela entrou no quarto falando umas coisas que não estava entendendo.

- Calma, eu acabei de acordar. - Disse me sentando e prendendo o cabelo.

- Ah, desculpa - Ela falou sorridente. - Então, acho melhor se arrumar pois você irá jantar com o seu futuro noivo.

- Essa palavra me deixa enjoada. - Disse voltando a deitar. Mas me sentei novamente logo depois - Eu tenho a opção de não ir? - Pedi esperançosa.

- Não - Disse se virando para sair do quarto - E é bom você adiantar! Sabe que odeio atrasos. - Falou e saiu logo após.

- "Sabe que odeio atrasos" - Repeti com uma voz irritante, depois me deitei novamente abafando meu rosto no travesseiro e gritando. Eu realmente não queria aturar esses jantares chatos! 


Notas Finais


Então, gostaram? Eu fiz meio que na correria pois estou estudando e tal rsrs, espero que tenham gostado e até a proxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...