História Bad Girl - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Joseph Morgan, Lily Collins, Nina Dobrev, The Originals, The Vampire Diaries
Personagens Alaric Saltzman, Bonnie Bennett, Camille O'Connell, Caroline Forbes, Damon Salvatore, Davina Claire, Elena Gilbert, Elijah Mikaelson, Elizabeth "Liz" Forbes, Elizabeth "Lizzie" Saltzman, Esther Mikaelson, Finn Mikaelson, Freya Mikaelson, Giuseppe Salvatore, Hayley Marshall, Henrik Mikaelson, Hope Mikaelson, Isobel Flemming, Jenna Sommers, Jeremy Gilbert, Josette "Jo" Laughlin-Saltzman, Josette "Josie" Saltzman, Joshua "Josh" Rosza, Katherine Pierce, Klaus Mikaelson, Kol Mikaelson, Lilian "Lily" Salvatore, Lucas "Luke" Parker, Lucien Castle, Malachai "Kai" Parker, Marcellus "Marcel" Gerard, Matt Donovan, Mikael Mikaelson, Olivia "Liv" Parker, Rebekah Mikaelson, Stefan Salvatore, Tyler Lockwood, Vicki Donovan, Vincent Griffith, Zachary "Zach" Salvatore
Tags The Originals, The Vampire Diaries
Visualizações 81
Palavras 1.089
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Que a Brincadeira Comece!


Fanfic / Fanfiction Bad Girl - Capítulo 2 - Que a Brincadeira Comece!

Pov Allison

Sorri vendo o corpo drenado de um garoto cair no chão, olhei para todo o ambiente em que estava e vi os outros corpos com o mesmo fim do garoto. Peguei um lenço que carregava no bolso da minha calça e limpei minhas mãos e em seguida minha boca, joguei o lenço em cima de um corpo, sai dali andando calmamente como se nada estivesse acontecendo, entrei no meu carro acelerando-o preparada para sair dessa cidade e ir para o meu verdadeiro destino. Mystic Falls. Logo meu celular toca, reviro os olhos vendo o nome no visor, Nádia Hale. Atendi colocando no viva-voz

*Ligação on*

Eu:Olá amiginha

Nádia:Eu quero te matar Allison, onde você está, estou te procurando

Eu:Vai continuar procurando.

Nádia: Pode ser menos fofa. Onde você Alli?

Eu:Dentro de um carro a caminho da minha cidade preferida

Nádia:MYSTIC FALLS?

Eu: Não grita criatura amada. E sim Mystic Falls, algum problema?

Nádia: É sério que está me perguntando isso?

Eu:Não quero respostas…tchau Nádia

Nádia: Você não vai des….

*Ligação Off*

Desliguei antes que ela podesse terminar de falar. A alguns meses fui embora da Inglaterra decidida a ir em frente com o meu plano, encontrar meu pai e minha mãe seja lá onde eles estavam em Mystic Falls. A alguns vários anos minha mãe dava a luz a esse ser denominado, eu, mas eu fui tirada dela é criada pela minha avó em outro lugar da Inglaterra. Assim que cresci decidi procurar pelo meu pai e consequentemente pela minha mãe, ninguém nunca escondeu de mim o fato de ter sido tirada dela foi algo que mais me revoltou, não ter crescido com ela ou ter vivido com ela, eu vou ter dezesseis anos para sempre assim como minha mãe deve aparentar ter. Poucas coisas me falaram sobre meu pai o que eu sei dele é que seu nome é Elijah Mikaelson, um vampiro original apenas isso o resto minha avó se negava a contar. A velocidade do carro passava dos 150km/h, e isso num carro como um Camaro conversível é a melhor sensação, a pergunta que todos praticamente iram se fazer nesse memento é como eu consegui essa beleza, bom hipnotizar alguém é um ótimo meio de conseguir algo. Mais pra frente havia alguns carros de policiais, parando outros carros, isso talvez seria bem divertido. Acelerei ainda mais passando quase voando por eles, pelo retrovisor vi um dos carros atrás de mim com a sirena ligada, sorri parando o carro, desci do mesmo esperando pelo policial, me encostei no capô enquanto via o policial se aproximando, coloquei o sorriso mais falso que conseguia no rosto, desabotoei dois botões na minha camisa.

-Algo errado oficial?- Perguntei inocente

-Você estava nunca velocidade não permitida nessa rodovia- Explica

-Ah eu sinto muito é que não estou muito acostumada com carros desse tipo- Digo manhosa- Mas sabe acho que poderia me acostumar, não acha?

Senti ele ficar tenso, ele se aproximou de mim ainda mais, tentei ao máximo não vomitar em cima dele.

-Talvez devesse ter aulas pra usar esse tipo de carro- Sussurrou- Ou eu devesse te prender por excesso de velocidade

-Eu tenho uma ideia melhor-Coloquei minhas duas mãos em cada lado de sua cabeça, ele fez um biquinho esperando por um beijo, reviro os olhos quebrando seu pescoço- Patético

Larguei seu corpo no chão e entrei no meu carro, provavelmente eu terei que passar desinfetante nas minhas mãos credo que coisa mais nojenta, liguei meu carro dando partida, agora com a velocidade acima da que estava antes. Mais uma hora e eu finalmente chegarei em Mystic Falls.

A música tocava alto no som do meu carro, e junto com ela eu cantava loucamente. Alguns carros que passavam por mim buzinavam e eu simplesmente mostravam meu lindo dedo do meio para eles. Depois que minha avó morreu, posso dizer que fiquei perdida no mundo, se não fosse pela Nádia, minha melhor amiga, eu estaria até agora sem onde morar. Passamos por vários lugares até parar na Inglaterra onde estava até uns dias atrás, minha decisão devo confessar que foi complicada deixar a Nádia para trás não foi fácil. Não vou negar que sinto falta de ter uma mãe e até mesmo um pai, cresci sem total amor e presença deles o que foi a pior das coisas, minha avó me deu todo o carinho que conseguiu e atenção devida ao uma criança sem mãe e pai, mas isso não foi o suficiente. Depois de um hora certinho cheguei a tão esperada cidade, estacionei o carro bem na praça da cidade antes de sair olhei em volta e vi alguns olharem direcionados ao Camaro. Sai do carro sorrindo debochada, passando por alguns adolescentes que babavam tanto no carro quanto em mim. Existe uma pessoa que poderia me ajudar a encontrar meu pai e quem sabe até minha mãe, Damon Salvatore, durante minhas pesquisas sobre onde e como encontrar meus pais, descobrir sobre dois irmãos chamados Damon e Stefan Salvatore, os dois tiverem um caso com a mamãe logo depois que eu nasci, na verdade muito tempo depois, foi ela quem os transformou.

Meu salto batia contra o chão fazendo barulho, e o vento bagunçava meus cabelos, olhando para essa cidade prefiro mil vezes a Inglaterra, as pessoas de lá tem o sangue mais apetitoso. De longe vi uma casa grande, até que bem bonita, em sua frente havia uma moça loira com um rapaz alto de cabelos claros, eles conversam alegres possivelmente são namorados, fofos até de mais isso me deu enjoo. Caminhei até eles olhando com um certo nojo para o casal a minha frente. O garoto olhou para mim e assim que a sua namorada ia virar quebrei seu pescoço, o outro me olhou incrédulo.

-Você quebrou o pescoço dela- Disse ele

-Ela estava na minha frente e eu não costumo pedir Com licença- Respondo sorrindo

-Você quem é?-Perguntou

-Allison Petrova. Bom te conhecer Stefan- Digo e o mesmo me encara assustado

-Petrova?- Reviro os olhos com a sua pergunta.

-Qual o espanto?- Pergunto - O que minha mãe viu em você?

-Sua mãe? Katherine?

-Lá vem mais pergunta, guarde seus questionamentos pequeno Salvatore- Falo caminhando na sua volta o olhando de cima a baixo

-O que você quer aqui?- Perguntou novamente ignorando tudo o que falei

-Por enquanto meu amor você não saberá. Mas logo logo você e o seu irmão serão bem úteis no que eu quero- Sussurro a última parte em seu ouvido- Que a brincadeira comece Stefan

  Com a minha velocidade de vampira sai dali, antes que a loirinha acorde. Mystic Falls que se cuide isso vai virar mais do que um lindo show de horror.


Notas Finais


Hey vampirinhos!

Um explicação rápida nessa história a Nádia não vai ser filha da Katherine, ela vai estar na história mas com outra função e também não será uma personagem de recorrente.

Look da Alli: https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/originals/3a/f5/48/3af5481e4130e537f62ffa3df52340c8.png

É isso então até o próximo e espero que tenham gostado da mais nova Bitch da história😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...