História Bad Girls - Capítulo 23


Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts
Exibições 115
Palavras 3.274
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Ficção, Fluffy, Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiee
Boa leitura, gente eu fiquei sem net esses dias, quase foi no procon ou na Anatel fazer uma reclamação é manda todo mundo toma no urano,( não sou agressiva fui gente), mais, a net voltou, então eu to de volta meus amores.
Então vamos pra mais um capitulo.
Fez esse cap repedido Blood, Sweat & Tears, muitas vezes.

Capítulo 23 - Wine e Mel apaixonadas??, Charlotte perdendo a virgindade.


Fanfic / Fanfiction Bad Girls - Capítulo 23 - Wine e Mel apaixonadas??, Charlotte perdendo a virgindade.

- MAS O QUE É ISSO? - eu falei vendo Naty e o Jin entrando na sala se beijando... é que beijo em...

- Opa, nem ti vê  ai- Diz Naty se virando de frente para me e o Jin abraçando por atrás

- Percebe que não me viu, tava na mó pegação aí - Comecei a me ajeita enquanto o Hope abotoava a camisa.

- é você ai, ta fazendo o mesmo né safada, o Hope ta até abotoando a camisa - diz Naty rindo 

- Eu estava aproveitando o meu namorado, tá, Amor?? dá uma ajudinha aqui 

- Vem - diz Hope me ajudando a levantar da mesa

- Bora para aula

- É bom a gente ficar por aqui até bater a aula, senão levaremos uma bela de uma bronca é se duvida, vamos para na diretoria - diz Hope

- Ta bom, é você dona Nathalia temos que conversa

- Temos? 

- Sim , temos, vamos logo- fui em direção em um dos sofás e me sentei- Bora senta aqui 

- O que temos que conversa? - pergunta

- Sobre a senhora ter perdido a virgindade é não ter me contado 

- Ah isso, mais não posso falar aqui, o Jin e o Hope se encontra aqui - Diz Naty

- Falar em português, eles não vão entender nada, bora quero detalhes, querida - disse eu animada 

- Ta bom...

WINE P.O.V 

Depois de ter rolado o pedido de namoro, formos para sala de aula, ia se aula de Literatura ... Jesus me leva, o professor e muito chato, tem cara de quem comeu é não gostou, eu podia falar muito dele, mais não vou gasta minha saliva, com aquela criatura.

- Bom alunos, hoje vamos fazer um trabalho em dupla - "Opa ja gostei, vai se eu e Mel"- pensei- mais eu que vou escolhe as dupla - "Tá de brinks né tio" - o tema é amor , então vamos as dupla, Taehyung e Jungkook, Mel e Namjoon, Hope é Charlotte, Wine e....Jimin.

Por que Deus?

- Pelo menos Namjoon é inteligente - Diz Mel que se encontra ao meu lado  - é você esta com seu boy magia , em miga - ela falou rindo 

- Vai procura seu lugar 

- Já estou no meu lugar, dá licença vou falar com minha dupla - ela continuo rindo

Me virei para o Jimin e o mesmo estava me olhando.

- Então o que vamos fazer - diz ele 

- Sei lá , nunca acreditei no amor entre duas pessoas, pre me o amor não significa muita coisa para me 

- Amor não é só entre Homem e Mulher, pode se amor fraternal, paterno, materno é entre amigos, como você é suas amigas , principalmente a Mel - nesse momento olhei para Mel que conversava com o Namjoon um pouco empolgada que acabou eu soltando um sorriso aleatório, até que essa praga ta certa, eu amor a mel,e mesmo sendo a mais nova é como se fosse uma omma para me, ela pode não ter ocupado todo lugar da minha mãe, mais boa parte sim. 

- Realmente - eu falei votando meu olhar ao Jimin que sorriu 

O sinal bateu

Ufa... até que fim bateu, logo a sala estava vazia, até o jimin vazou, a Mel não me esperou aquela infeliz, só tinha eu na sala, arrumei minha coisa , sai da sala é fui em direção ao meu armário para guarda os livros, depois de ter guardado comecei anda pelos corredores distraída, até que eu sentir se puxada por algum para dentro de uma sala, eu ia grita mais botaram a mão na minha boca, quando vir o infeliz que me puxou era o Jimin, era só que me faltava

- Grita não princesa, senão os outros podem ouvir - ele tirou a mão da minha boca 

Comecei a encara cada traço do Jimin, ele é como uma droga pra me, eu odeio, mais preciso do momento, aquele sorriso me matar e me revive todos os dias, cada toque nele em me, seus lábios no meu é viciante, eu não quero me apaixona, pelo menos não agora, mais não tenho mais armas para lutar é mais forte que eu esse sentimento que me consome todos os dias, acho que preciso de armas mais poderosas ou no caso facas mais poderosas. 

Eu não posso me deixar leva desse jeito, tão facil para ele, mais parece que quando estamos a sós e como o mundo parasse é só tem eu e ele ali e mais ninguém, como se minha dor passasse é no lugar da dor esta repleto de amor por ele. Mais eu não deixo tão amostra para ele.

Ele se aproximou de me, me olhando profundamente como se estivesse procurando algo desconhecido, seu rosto tão perto do meu ,seus Lábios desejava loucamente perto dos meus. Quando ele mais se aproximava, meu coração acelerava minhas mão suava, eu sentia uma sensação estranha em meu estomago, eu estava nervosa pela primeira vez em minha vida?? não pode se, nem em meus trabalhos fico nervosa desse jeito. Seus lábios se roçaram nos meus, me levando a da um suspiro, passou sua mão em minha nuca e me beijou, esse beijo era diferente dos outros que ele já me deu, tinha mais sentimentos que o normal, o amor se fazia presente, entrelacei meu braços em seu pescoço, aprofundado mais o beijo.

MEL P.O.V

Me encontro andado mais o Namjoon pelos corredores da escola, ele disse eu queria me mostra uma coisa no patio, e como eu não sou nem um pouco curiosa fui, quando ele me mostrou flores lindas que tinha por lá, eu nunca reparei nelas antes, eu estava encantada por ela, sorria involuntariamente em ver aquelas belezas em minha frente, Nam tirou uma flor e a colocou atrás da minha orelha.

- Está ainda mais linda 

Corei um pouco com seu comentário, mano eu to com vergonha como assim?? eu nunca tiver vergonha antes principalmente com um garoto. Parece eu Namjoon tem poderes sobre me eu nem mesma tenho, ele me faz feliz com essa covinhas, esse sorriso maravilhoso, posso passa horas olhando para ele, mais ainda não está na hora de me apaixona por ninguém, não quero feri-lo, posso se durona, não da muita bola para ele ou se agressiva, mais me preocupo com ele.

Os seu olhos brilham quando me ver, um sorriso aparece no rosto dele revelando as covinhas é seu lado carinhoso que eu percebo rapidamente, aquele homem me fazer delira só em me olhar, quando ele me beijou pela primeira vez não sentir muita coisa, mais já os outros beijos deles (que não foram muitos) foi uma coisa completamente diferente do primeiro. Talvez eu é Wine resistimos mais que as outras, mais isso é por causa do nosso trabalho. 

Como eu queria fazer esse homem meu só meu, pode da a mulher que ele merecer, a fera que está aqui na espera da porta abre e sai. Eu não vou me contenta só com beijos daqui algo tempo, mais vamos aceitar a realidade, se eu posso mudar?? Sim, eu posso, mais minha cabeça não deixar. Meu coração diz sim mais minha cabeça diz não, então ta um pouco complicado.

Ele começou a se aproxima de me, mesmo de salto preciso levanta o pé, eu necessitava daqueles labios urgentemente, durante alguns segundos de beijo eu tenho ele só meu  é de mais ninguém, aquele homem me pertence nem que force por poucos segundos. Cada vez que ele se aproximava o mesmo sorria mais, seu olhos ficava puxadinhos o que me matar mais, ele é como uma pistola, só me da tiro. Estamos próximos quase beijando.

- MEL??!! - uma pessoa me grita, "Poha amigo eu estava em meio de lance aqui, eu ia ter esse pedaço de mal caminho me pertencendo e você estraga desse jeito, assim a amizade enfraquece " pensei

- Oi - me virei é vir que era o Mark só tinha que se para me atrapalha e o JB

- Ter procurei a escola toda, não vai vim me da um abraço - diz Mark, fui abraça o mesmo é logo o Nam fechou a cara, depois abracei o JB.

- Fazem o que aqui ?

- Bateu saudade é vim ver vocês, falando nisso cada as meninas ? - pergunta JB

- Antes que eu esqueça esse é Namjoon - JB apertou a mão do Nam é Mark só acenou com cabeça- Nam esses são JB e Mark, agora vamos procura aquele bando se arrombada.

Saimos no Patio é começamos a andar pelos corredores, passamos pela sala da limpeza, eu escutei umas coisa é parei, logo os meninos param é me olharam.

- Que foi amor? - diz Namjoon 

- Shiuu - coloquei o dedo na boca em forma de silêncio, logo eles fiaram perto de me.

- Não to ouvindo nada - Diz Mark

- É porque você é lerdo, é por isso 

Não pode se Wine ai dentro, ela nunca foi de se pegar com algum em uma sala de limpeza, mais tudo tem uma primeira vez né, vamos acabar com a festinha deles, ADOROOO. Os meninos estão me olhando com uma cara de interrogação.

Coloquei minha mão na maçaneta da porta, abre devagar, revelando Wine e Jimin aos beijos

- Opa, amiga nunca pensei em encontra você em uma quartinho de limpeza aos pega - os dois se assustaram - Cada dia você esta me surpreendendo - comecei a rir

- Há Mel, vai tomar no se urano - diz Wine

- Não dá temos visitas aqui querida - Logo os meninos apareceram, Wine pulou no colo do JB, fazendo Jimin fica um pouco brava, ai que eu comecei a rir que nem uma louca, Jimin fica bonitinho bravo gente. Apoie minha cabeça no braço do Nam ainda rindo.

- Na proxima, seja mais discreta mana 

- Eu foi discreta, você que tem um ouvido de águia  - Diz Wine 

- As meninas devem está no refeitório, já que é hora no almoço, então vamos andar logo que eu preciso alimenta meus vermes - comecei a andar na frente

- Se continua comendo do jeito que comer, vais ficar gorda - Diz Wine

- Se ligar na barriga da Garota amor- levantei a blusa fazendo Nam e o Mark me olhar de um jeito adorável, que eu particularmente amei - Chupa essa amor 

Chegamos no refeitório é encontramos a cambada comendo, logo fui fazer meu prato voltei para mesa é me sentei ao lado do Mark.

- Mel, tu ta ligada que amanhã é sábado e que você vai para casa do seu avó - Diz Wine me fazendo olha-la 

- To ligada, pensa em uma pessoa que está com o cu na mão, sou eu - falei terminado a minha comida

- Vai passa a noite aqui na escola? - pergunta Ester

- Vou, meu avô deve manda o motorista me busca aqui provavelmente 

- Que quer eu passe a noite aqui? - Pergunta Mark com um sorriso malicioso no rosto 

- Não é necessário, sei me defender muito bem querido - falei com um sorriso meio forçado - Meninas você não saber quem eu peguei no maior amasso no quartinho da limpeza - falei em português para os meninos não entenderem 

- Quem? - elas perguntaram 

- O bonitona aqui - apontei para Wine

- Nunca pensei em Wine você em uma sala de limpeza aos pegas com o Jimin, como na vida tem tudo a primeira vez - Diz Naty 

- Vou ter matar Mel - Diz Wine

- Também te amo - Fez um coração com a mão 

++++++++QUEBRA DE TEMPO++++++++++

As meninas já aviam indo para casa é eu fiquei no colégio, são mais ou menos 22:00 da noite, Vou da uma dormida aqui, fui.

Dia seguinte

Acordei até empolgada, foi no banheiro e fez minha Higienes matinais, tomei um banho um pouco longo, logo sai do banho coloquei uma lingerie Azul, botei um vestido de moletom cinza, calcei uma bota de cano alto preta peguei minha bolsa e sai do quarto, fui em direção a sai, avistei um carro preto e lindo, tipo aqueles de presidentes, entrei no mesmo é seguir em direção a casa dos meu avôs.

Durante o caminho passamos por várias casa grandes e chiques, paramos em uma mansão grande é branca, paramos da frente do portão é o mesmo foi aperto por seguranças, o carro parou em frente a mansão, ver minha avó em frente a casa, a porta do carro foi aperta revelando uma senhora muito conservada e linda.

- Vó?!

- Minha querida como ta grande, quantos anos ? - a mesma perguntou 

- 17 anos 

- Nova em querida , vamos entra é ver seu avô, ele teve ta nervoso pra te conhecer e olha que eu nunca ver ele fica desse jeito - Diz ela abrindo a porta logo entrei em casa revelando uma mansão linda por dentro e grande, tinha quadros antigos muito lindo, mesmo eu não entendendo muito de artes sou meio desligada nessa parte, eu curto é outro tipo de arte (se é que vocês me entendem). 

Passamos pela sala de janta é chegamos na sala principal, onde se encontrava um homem de cabelos grisalhos com uma blusa social e calca social também.

- Ela chegou 

Foi anunciada pela minha vó, logo ele se virou é sorrio para me andou em minha direção, segurou em meus braços é me abracou forte.

- Como ta crescida e linda, estou a espera desse encontro a muito tempo - diz ele se separando de me, e, me olhando - vamos senta, me conte mais sobre você, minha neta.

+++++++++++ Quebra de Tempo+++++++++++

Passei o Dia todo conversando com meus avôs, falando de me para eles, eles também falaram deles um pouco, Já tinha caindo a noite e eu tinha que ir embora.

- Tenho que Vó - falei uma pouco dengosa, já que tava com a cabeça no colo dela e a mesma fazendo carinho

- Há não, um dia não recompensa anos que eu perde com você, dormi aqui - A mesma falou

- Tudo bem, mais eu não troce uma roupa reserva 

- Tem roupas de sua mãe no quarto dela, pode usa 

- Tá bom

CHARLOTTE P.O.V

É uma noite quenta e calorenta, resolvi ir me refrescar na minha linda banheira, tiro a minha roupa lentamente, cada peça eu sentia o meu corpo esquentar ainda mais . Eu entro na banheira e sinto um alívio refrescante . Eu achava que era o fogo por pensar em Hope toda hora.

Enquanto eu me refrescava, escutei uns ruídos vindo da janela, quando eu abro a cortina, sabe quem eu vejo? Exatamente o Hope:

- Posso me refrescar com você?

Eu não tive reação, ele avança delicadamente sobre já sem roupa, acariciava o meu pescoço e puxando meus cabelos. O mundo começa a fazer sentindo pra mim, uma nova experiência, um novo sentimento. Ele arranha as minhas costas, o meu coração acelera, a minha pupila delata, a minha pele arrepia. Enquanto ele colocava a mão sobre o meu cabelo, Hope começou a beijar a minha barriga,indo dado chupões quando chega nos seios .Quando ele chega na minha boca, ele começa a morder os meus lábios:

- Pare de se fazer de santa, eu sei que você gosta.

- Meu Deus Hope!!

Enquanto eu pronunciava essa frase, vinha altos gemidos juntos. De repente sinto o Hope acariciando calmamente as minhas partes intimas:

- Hope, não! - falei totalmente confusa

- O quê? o que foi?

- Não sei se eu estou preparada ainda

- Apenas deixe acontecer - disse Hope mordendo os lábios e abrindo aquele sorriso que não sai da minha mente. Então ele nos posiciona em pé:

- Eu sei que você gosta de doces, eu tenho um pirulito aqui, quer? 

Eu fico de joelhos e coloco o pirulito dele segurando firmemente e faço movimentos suaves com a lingua na glande dele. Depois disso sinto ele puxando meu cabelo e eu vou com tudo. Movimentos bruscos para cima e para baixo.

- Você é boa quando cai de boca!- diz ele 

Essa ação durou por uns 5 minutos quando Hope me empurra de costas na parede e começa á bater na minha bunda

- Tão gostosa.... e tão minha 

Então sinto ele penetrando em mim, dei o grito que significava que  nunca mais terei a minha alma virgem de volta, que eu nunca mais serei a moça pura de antes. Porém, foi tão satisfatório que eu soltei um sorriso malicioso no final acompanhando de mordida nos lábios

- Continue, Hope! Não pare, mais rápido... vai 

Quanto mais velocidade era adquirida, meus gemidos ficavam cada vez mais altos. Então ele começava a beijar as minhas costas, a mão esquerda ia no meu seio esquerdo e a mão direita na minha cintura para segurar firmemente. Eu sentia que algo mágico tinha no Hope que vai mais além daquelas palhaçadas que me faz muito feliz. Ele tinha o seu outro lado safado e mais homem. E aquele momento me fez refletir sobre isso.

- Linda, o meu pirulito ta avisando que quer gozar.

Então eu fico de joelhos e abro a minha boca, e antes dele gozar sobre me, ele me dá um último beijo daquela noite. Com as mãos, ele aquele líquido mágico e pegajoso e muito gostoso. Engoli tudo, sem desperdiçar.

- Nunca me senti tão satisfeita como Hoje 

Acabamos e o Hope me pede para me dar banho, então ele me ensaboa delicadamente, ao mesmo tempo faz carinho no meu cabelo, molha o meu corpo suave com água e beija as minhas costas, passei para o colo do Hope posicionando seu membro em minha entrada, começo a cavalgar devagar , ele colocar suas mãos em minha cintura ditando os movimentos que foram ficando mais rápidos, arrancando gemidos da gente 

- Awn.....

Logo Chequei em meu ápice, sentir o liquido do Hope me preenchendo por completo ele já tinha chegado ao seu ápice também. Ele me molha mais uma vez, estava me sentindo cansada e mole, o mesmo me pega no colo é saímos da banheira ele me enxugar é me coloca na cama e deitou em meu lado, fazendo cafuné no meu cabelo até eu adormecer. Então ele sussurra no meu ouvido:

- Sonhe com nós dois juntos meu amor... Boa noite anjo

MEL P.O.V 

Terminei de toma um banho coloquei uma roupa de dormir de minha mãe que por caso é grande para cacete, logo me joguei naquela cama grande e macia é peguei no sono.

Acordei com minha avó me chamando, na verdade tava mais me sacudindo, abre os olhos lentamente vendo a face da minha avó.

- Vamos, levanta temos visita - Diz ela

- É domingo de manhã como uma pessoa em sã consciência vai fazer na casa dos outro, Meu deus 

- Vamos logo seu avô que você la em baixo, então coloca uma roupa e vamos

- São que horas?

- 9:30 

- Ta cedo, só acordo depois do meio-dia 

- Meu deus como a filha é igual a mãe em - ela foi em direção ao guarda-roupa pegou um vestido branco um pouco rodado e me deu.

Fui ao banheiro fez minhas higienes, coloquei o vestido eu que era acima do joelho, calcei uma sapatilha azul. Eu descer com minha avó do lado com a maior cara de cu da vida, estava meio acordada e meio dormindo, chegamos na sala principal.

- Bom senhor Kim essa é minha neta 

Eu estava cocando meu olho, mais quando eu olho para frente...

- VOCÊ AQUI????

 CONTINUA...

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Gente se Hot não foi eu que fez, foi uma amiga minha, pois me espirei nela para pode fazer Charlotte.
To de volta meus amores, também mudei um pouco a minha escrita, estou tentando melhora ela na verdade
Desculpa qualquer erro ortográfico, please <3
Obrigada pelos Favoritos e comentários
Logo eu vou está com uma Fic nova, só que essa é interativa e de gangue feminina... acho que estou falando demais, então e isso mesmo
Bjss na teta <3 <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...