História Bad Girls - Capítulo 37


Escrita por: ~

Visualizações 25
Palavras 1.239
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Ficção, Mistério, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente voltei com mais um capítulo ❤ Obg pelos 40 favoritos e comentários ❤ boa leitura

Capítulo 37 - Nada de vingança


Fanfic / Fanfiction Bad Girls - Capítulo 37 - Nada de vingança

- A polícia de Nova York já está atrás da gente, isso é loucura Hanna - disse andando com o jornal na mão

 - Está com medo Erick? - sorriu debochada enquanto contava o dinheiro

 - Medo? Claro que não, você que é louca ao ponto de esfaquear alguém até a morte 

 - Sabe Erick, meu pai sempre me disse para não ter medo de nada, encara tudo de frente nunca da as costas pros inimigos, se não eles vão te matar 

 - Eu sei, mas você não pode resolver tudo dessa forma estamos dados como foragidos

 - Isso é legal - sorriu - relaxa vai ficar tudo numa boa 

- Se você está dizendo, vem cá deixa-me contar os dólares com você 

 Na Cadeia

 Aisha: Green o que você está fazendo aqui? 

Green: Está surpresa amiguinha?

 Aisha: Eu achei que você estava morta 

Green: Que Horror garota! - sorriu debochada 

Aisha: O que você quer aqui?

 Green: Você vai sair daqui para me ajudar 

 Aisha: Ajudar em quer? Se for trabalho sujo, eu não quero 

 Green: Sequestrar um filho da Alice 

Aisha: Alice tem filhos? Não sabia 

Green: Duas crianças, ela agora é mãe de família 

 Aisha: Alice mãe de família? Essa é nova, mas eu não vou fazer isso 

 Green: Sua liberdade em troca de um sequestro não seja burra garota, você está presa por homicídio culposo 

Aisha: Eu não vou sequestrar filho de ninguém, se quiser contrate outra pessoa 

Green: Isso não é um contrato sua idiota, é uma ordem

 Aisha: Eu não sou obrigada a fazer isso - levanta 

 Green: Escuta aqui Aisha, eu te conheço muito bem e isso não vai ficar assim

 Aisha Sai deixando Green falando sozinha 

 Green: Mama parece que agora é só nós duas, você vai sequestrar os filhos da Alice

 Andréa: Eu não vou sequestrar ninguém, isso que você está falando é loucura, deixa de ser louca 

 Green: Loucura? Loucura vai ser quando a Hanna descobrir que você transou com o banner em troca da cabeça do pai dela, isso que vai ser loucura

 Andréa: Até quando você vai ficar com essa sua maldita chantagem? Nós poderíamos pegar nossas coisas e ir embora de nova York 

Green: Não vamos embora daqui, não depois que eu ver a Hanna atrás das grades, e acabar com a vida daquelas outras duas 

Andréa: Isso é obsessão, vamos embora daqui deixe a vida delas em paz o que você vai fazer matar os filhos da Alice? 

Green: Não é uma má ideia! - gargalhou 

Andréa: Não me envolva na suas patifarias, faça tudo sozinha eu vou embora daqui antes que aconteça alguma coisa e caia toda responsabilidade pra cima de mim 

Green: Você não vai a lugar nenhum, senta aí - empurrou

 Andréa: O que você vai fazer com os filhos da Alice? 

Green: Vamos pegar primeiro um, depois veremos o que fazer com o outro ou os dois juntos

 Casa de Hanna

 Hanna: O que achou do meu novo estilo? - Hanna estava ruiva 

 Erick: Está mais linda que nunca - beijou 

 Hanna: Sem beijos erick, vamos arrumar nossas coisas e procurar um lugar mais seguro

 Erick: Para onde nós vamos Hanna? 

Hanna: Eu não sei, mas para longe daqui e voltaremos para Nova York depois 

 Erick: O que vamos fazer em nova York? 

Hanna: Ainda não acabou Erick, tenho muitos alvos ainda 

 Erick: Pois esqueça esses alvos, não podemos voltar e arriscar 

 Hanna: Deixa de ser frouxo porra, eu tenho muito que me vingar de certas pessoas, agora vamos. 


 Green: Só esperar mama, quando ela adormecer entramos pela janela e pegamos o filhote dela 

 Andréa: Eu ainda acho que isso é uma babaquice 

Green: Porém você não tem que achar nada aqui, pois aqui você só recebe ordens 

Andréa: Parece que as luzes se pagaram 

 Green: É hora de entrar e pegar os pirralhos 

 Andréa: Os como assim os?

 Green: Você acha que vamos pegar apenas um? Está enganada 

 Apartamento de Kelly 

Kelly: Jerry o que você está fazendo aqui?

 Jerry: Kelly, eu sei que eu já te disse isso milhões de vezes e você não me deu ouvidos, mas eu quero que você saiba - interrompeu antes dele terminar 

Kelly: Que você vai querer ficar comigo? 

Jerry: Eu sei que você ama o Mike, que vocês tiveram uma história - colocou o dedo em sua boca 

 Kelly: Eu sei que eu e o Mike tivemos uma história, mas eu vou ter que superar ele algum dia, e eu não posso me prender e não tentar de novo 

 Jerry: Olha eu não quero colocar pressão em você

 Kelly: Eu vou dar uma chance a nós dois, se esse for o momento certo ou errado eu não me importo, eu quero tentar

 Jerry e Kelly se beija, um beijo quente e louco – ele joga ela no sofá e sobe em cima dela acariciando seus seios 

 Green: Que lindos esses anjinhos que vontade de ficar com eles - sorriu debochada 

Andréa: Não vamos ficar com eles? O que vamos fazer então? 

Green: Calma mama, logo logo você vai entender o que eu vou fazer 


 Hanna: Amor eu estou indo fazer umas compras para o novo look da minha pessoa, você vai? 

Erick: Eu prefiro ficar aqui - deu um gole na sua cerveja 

 Hanna: Tá bem estou indo - beijou e saiu –   Hanna Vai ao shopping e encontra Steven

 Hanna: Steven? - Hanna tirou os óculos 

Steven: Eu conheço você? Ah meu Deus! Hanna é você?

 Hanna: Fala baixo! Mas é claro que sou eu 

 Steven: O que você está fazendo aqui? Eu achava que você estava em Nova York 

Hanna: Estou de viagem, férias na verdade. 

Steven: O Erick também está aqui? Que surpresa em ver você

 Hanna: Ele está em casa, podemos ir para um lugar mais adequado? 

Steven: Claro, vamos sentar na praça de alimentação

 Hanna: Como está sua noiva? - lambi meu sorvete

 Steven: Ela está tentando engravidar, mas não está conseguindo e isso está afetando cada dia mais ela, e eu também 

Hanna: É uma pena - sorri fraco

 Steven: Soube que alice e o lucca tiveram dois filhos, fiquei feliz por ele e a Alice também que mudou bastante o comportamento dela

 Hanna: Se eles tiveram um casal de filhos, mas o que você está fazendo aqui no shopping?

 Steven: Eu briguei com a chatinha da Ashley, ela está descontando toda sua raiva em mim por não conseguir engravidar

 Hanna: Você está tenso - coloquei minha mão em cima da dele

 Steven: Estou, ultimamente ela está me castigando das piores formas possíveis 

Hanna: Vem comigo, preciso te mostrar uma coisa - puxou pela suas mãos 

 Steven: O que você quer Hanna? Hanna Beija Steven 

 Hanna: Só relaxa tá - volta a beija-lo 

Casa de Alice 

 Alice: Eu vou dar umas olhadinha nas crianças - usou a pantufa e foi até o quarto 

Lucca: Tá bem vai lá - sorriu 

 Alice: LUCCA! - Alice gritou

 Lucca: O que foi meu amor o que aconteceu? 

Alice: Levaram nossos filhos! - disse lágrimas 

Lucca: Eu vou chamar a polícia! 


 Green: Vem mama, Pega eles - mandou 

Andréa: Que lugar é esse Green? 

Green: Calma mama, você está nervosa - sorriu debochada 

Green desce do carro a mãe de Hanna desce atrás com o macaco do carro e acerta a cabeça de Green fazendo a desmaia - Andréa pega os carro com as crianças e volta para casa da Alice 

 Continua...  


Notas Finais


Em breve estaremos chegando no fim da nossa história ❤ bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...