História Bad intentions - SCALIA - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shelley Hennig, Teen Wolf, Tyler Posey
Personagens Allison Argent, Lydia Martin, Malia Tate, Scott McCall, Stiles Stilinski
Tags Mellinski, Scalia, Scallison, Scolia, Stydia, Teen Wolf
Exibições 225
Palavras 4.178
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hoje vai ser uma festaaa, pizza para vocês e muita catuaba pra mim! É o aniversário da Luna do Infinito! Vamos festejar, os amigos receber (¯ ▽ ¯) /♫•*¨*•.¸¸♪

Não! Isso não é uma ilusão de ótica, Monifinha voltou três dias depois de ter postado o último capítulo, mas eu não estou fazendo isso atoa não meus amores. Hoje é uma data mais do que especial, é aniversário da Luna do Infinito ❤
Ela me pediu a Mia de presente, mas como eu não posso dar a Mia para você amiga... eu te dedico essa capítulo com todo o meu coração, olha só o que eu faço por você! Deixei os padrões de lado e escrevi um capítulo com mais de 4000 palavras só porque você merece, na verdade você merce mais do que isso, mas fazer o que!? É o que tem pra hoje...

*play em uma musiquinha sentimental*
Luna...
Antes de te conhecer eu sempre me perguntava se eu havia feito escolha a certa em voltar para o Spirit e mais uma vez abrir meu caderno de histórias e mostrá-las para as pessoas. Você apareceu e eu parei de me fazer essa pergunta, pois se eu não tivesse voltado, eu jamais teria te conhecido e Yes girl jamais teria nos unido, eu me sinto honrada por essa fanfic ter sido a primeira que você leu e mais feliz ainda por você abrir um espaço na sua vida e ter me deixado entrar (⌒‿⌒)
Como você já disse uma vez, nós nos conhecemos há menos de um mês, mas parece que nos conhecemos há uma verdadeira vida, pois nossas conversas fluem de uma forma bem natural fazendo com que pareça pareça real esse lance de nós nos conhecemos há milhões de anos, tanto que conseguimos nos abrir uma para a outra de uma forma incrível e falar sobre os nossos medos, dúvidas, sonhos e certezas sem se preocupar em ser julgada.
Você também me disse que queria descobrir porque aquele monge te chamou de Luna do Infinito, talvez eu esteja errada, mas para mim ele disse isso porque você é aquele tipo de pessoa que chega na nossa vida para fazer história e ficar marcada para sempre, mesmo que seja por uma amizade virtual. Você é uma pessoa do infinito, porque nem mesmo o tempo é capaz de apagar a tua alegria, o teu jeito amigo, o teu cuidado, o teu amor, a tua vida... você é uma daquelas pessoas especiais que deixam marcas por onde passam e eu só tenho a te agradecer por estar deixando a sua marca em mim (◕‿◕)♡
Obrigada por ter clicado no link que te levou até uma das minhas fanfics, obrigada por ter me feito um pedido de amizade, obrigada pelos comentários que nunca são pombo até mesmo quando você está pelo celular, obrigada pela primeira mensagem e obrigada pela amizade que apesar de ser recente, eu tenho a certeza que quero levá-la para o infinito...
E lógico... FELIZ ANIVERSÁRIO VIADA ヽ (⌒o⌒) 人 (⌒-⌒) ノ
*stop na musiquinha sentimental*

O aniversário é da Luna, mas todos os leitores de Bad intentions ganham presente \o/ #partiuleitura
P.S.: Depois de eu divulgar essa fanfic igual uma louca, tenho o prazer de lhes informar que Bad intentions saiu da maldição dos 88 favs e agora estamos com 95 \o/ CHORA RECALQUE!

Capítulo 7 - Sweet dreams


Fanfic / Fanfiction Bad intentions - SCALIA - Capítulo 7 - Sweet dreams

Feliz. Radiante. Encantada. São ótimos adjetivos que descrevem Mia nesse exato momento, a menina estava maravilhada por conhecer alguém que não começa a chorar ou dizer o quanto ama a sua mãe assim que a vê pela primeira vez, estava feliz por estar sendo tratada como uma pessoa normal, sem nenhuma regalia apenas por ser filha de uma pessoa famosa. E o melhor de tudo é que ele havia adivinhado seu sabor de pizza favorito. Com certeza esse moreno seria um ótimo namorado para a sua mãe, pois é legal, gosta de pizza 4 stagioni e ainda era muito bonito, mesmo tendo o maxilar torto.

— Você tem razão. — Scott dá uma piscadela para a menina enquanto a serve com uma fatia de pizza. — Minha mãe se chama Malia, eu me chamo Mia e você? Qual é o seu nome?

— Meu nome é Scott e acho melhor a senhorita lavar as mãos antes de começar a comer.

— Eu preciso falar com a minha mãe primeiro... — Mia diz mesmo estando muito tentada a apenas lavar as mãos e se deliciar com aquele pedaço de pizza que parecia estar divino. — Mas nem pense em roubar meu pedaço e começar a comer antes que eu volte.

Scott levanta as duas mãos como se estivesse sido pego em flagrante e não deixa de dar uma risada ao ver Mia apontar com seus dois dedos os próprios olhos e logo em seguida para o moreno antes de sair da cozinha à procura da mãe. Se Scott tinha alguma dúvida de que Malia era uma excelente mãe, ela acabou de se tornar inexistente nesse exato momento, pois nesses poucos minutos de conversa, Mia deixou claro o quão maravilhosa e encantadora é, a pequena tem o dom de cativar qualquer um apenas ao proferir a primeira palavra e o fato de não ter aceitado o pedaço de pizza sem antes falar com a mãe só mostrava o quão obediente a menina é e que Malia deu uma educação exemplar para a filha.

Mia nem precisou ir até o quarto de Samantha para encontrar a mãe, pois assim que colocou os pés na sala de estar encontrou a loira olhando para os lados à procura da filha. Malia teve que sair do quarto de Samy para que Melissa conseguisse trazer a filha de volta à consciência, pois todas as vezes que a garota abria os olhos e se deparava com a DJ ao lado da sua cama, abria um sorriso débil e voltava a desmaiar.

— Posso saber onde você estava dona Mia? — Malia questiona cruzando os braços à espera de uma resposta da filha que abre um dos seus sorrisos na tentativo de amenizar uma possível bronca. — Você sabe que não é certo sair fazendo um tour sozinha pela casa de pessoas que você se que conhece.

— Tecnicamente eu conheço a Drª Mel e agora eu conheço o tio Scott, sem contar que eu não estava sozinha.

Um calafrio passou pela espinha de Malia ao ouvir o nome de Scott e a loira não conseguiu esconder o espanto ao descobrir que pai e filha já haviam se conhecido, o instinto materno da loira gritava para ela pegar Mia e sair daquele apartamento o mais rápido possível e mantê-la o mais longe possível de Scott para que a menina continuasse sendo somente sua como sempre foi. Mas seu lado racional à acalmou dizendo que não havia motivos para todo aquele alarde, afinal Scott não recordava daquela noite e com certeza não fazia a menor ideia que Mia possui seu sangue.

— Tio Scott? Desde quando toda intimidade?

— Bom, eu ainda não perguntei pra ele se posso chama-lo assim... — A menina respondeu fazendo uma nota mental para depois perguntar ao moreno se ele se importaria de ser chamado assim. — Mas eu acho que ele não vai se importar, afinal ele é super legal! A senhora acredita que ele não pediu pra tirar foto comigo, nem nada? Ele me tratou como uma pessoa... NORMAL! E o melhor é que ele acertou meu sabor favorito de pizza sem eu ter de dizer nada! Eu disse que ele também é super bonito? Tem o maxilar torto, mas é muuuito bonito.

WOW! Temos um problema aqui. Malia conhecia muito bem toda essa animação da filha ao descrever alguém, ainda mais alguém do sexo masculino... era a mesma que a menina usou para descrever as qualidades de Matthew ao tentar bancar uma de cupido e fazer com que a mãe começasse a namorar o amigo. A loira apenas esperava que a filha não tivesse começado a fantasiar e pensar que Scott poderia ser um candidato perfeito à vaga de namorado que a DJ sempre fez questão de deixar em aberto.

— Vai com calma filha, você acabou de conhece-lo e eu acho melhor você não criar nenhuma expectativa porque eu não quero te ver tristinha pela realidade não ser bem aquilo que você imaginava...

— Eeeu!? Criando expectativas!? Até parece, né mamãe!? Já passei dessa fase de ficar imaginando coisas que não existem, agora eu sou uma mocinha. — Mia ajeitou o casaco jeans com mangas de moletom tentando imitar o tom de voz que a sua mãe usava quando estava falando de negócios.

No momento em que Mia iria perguntar se poderia comer a pizza oferecida por Scott, foi impedida por Samy que invadiu a sala como um verdadeiro furacão e se jogou em cima de Malia, que se não fosse pela ajuda de Vicenzo teria ido parar no chão, a adolescente se agarrou em Malia chorando sem parar enquanto dizia o quanto amava a loira e como ela era importante em sua vida.

Mia já estava acostumada com aquele tipo de cena, tinha certeza que aquilo iria demorar e quando desse para conversar com a sua mãe para pedir permissão sobre a pizza, a mesma já estaria fria e borrachuda. Ócios do ofício em ser filha de Malia The Werecoyote, mas fazer o quê? O jeito é sentar e esperar até Samy se controlar e aceitar que não está tendo uma alucinação e que sua deusa está realmente ali na sua frente, ao alcance da sua mão.

— Samy! Se você gosta tanto da Malia como diz, acho melhor você soltá-la e deixa-la respirar porque você está a sufocando desse jeito. — Scott falou ao entrar na sala e ver a irmã apertar tanto a DJ que a loira já estava mudando de coloração.

O moreno se aproximou de Samantha e conseguiu fazer com que a adolescente soltasse a cantora e se contentasse apenas em olhá-la de perto. Aí está mais um motivo para Mia gostar de Scott, ele conseguiu controlar uma ketchup em crise e de bônus poderiam passar logo para a parte mais interessante daquela noite, as pizzas.

Todos sentaram-se ao redor da mesa na sala de jantar para poderem conversar enquanto saboreavam as pizzas, até mesmo Dylan também participou da farra muito bem acomodado em seu bebê conforto, sempre sorrindo como se estivesse entendo a conversa. Lógico que assim que Malia se sentou, Samantha logo tratou de pegar um dos assentos livres ao lado da loira e o outro foi ocupado por Mia que deixava a todos boquiabertos com tamanha desenvoltura para apenas uma criança, sem contar que a menina é super engraçada e conseguiu arrancar boas risadas de todos os adultos ali presente.

Para Malia a noite não estava sendo tão divertida como para os demais, pois assim que a DJ fez jeito de pegar uma fatia de pizza, Vicenzo apareceu com uma pequena marmita feita por Erica com direito a bilhetinho à lembrando de um ensaio fotográfico na semana seguinte e por isso ela não poderia descuidar da dieta, a loira até que tentou ignorar o bilhete, mas o segurança não fez vista grossa e ela teve que se contentar com uma salada sem graça e um suco detox enquanto Mia brigava com os fios de queijo derretido em cada mordida se refrescando com um copo de refrigerante bem gelado.

Após o jantar, Melissa pediu licença para poder estudar os casos de alguns pacientes e Samantha já estava mais familiarizada com a presença de Malia conseguindo assim conversar normalmente com a DJ sem deixar espaço para a loira e Lydia descobrirem um pouco mais sobre o que aconteceu na vida de cada uma nesse tempo em que perderam o contato. Já Mia foi para a sala junto com Scott e os dois deram início à uma partida de Fifa no Xbox e para a surpresa do moreno que pensou que teria que facilitar para a menina ganhar, Mia estava se mostrando uma oponente à altura e ainda estava ganhando a partida por três a um, mesmo com o empresário dando o melhor de si no jogo.

— Quando você vai lançar o clipe de Trndsttr? Eu fiz mais de duzentos musical.ly com as coreografias que você disponibilizou, espero que algum dos meus vídeos tenha sido escolhido e apareça no clipe... e tem data para um novo single? E o novo cd? Já faz mais de um ano que você lançou The Werecoyote... eu mal vejo a hora de escutar Trndsttr completa, tenho certeza que vai ser lacre e que vai alcançar um bilhão de views no youtube em menos tempo que Arigato, que por sinal eu A-MO! A música é incrível e o clip é perfeito! Me pergunto de onde vem tanta criatividade... E O MATTHEW? Quando vocês vão gravar uma nova parceria? EU SHIPPO TAAANTO VOCÊS DOIS! Fico só imaginando os filhos...

Isso que você acabou de ler é um pequeno trecho da “conversa” que Samy estava tendo com Malia. Se antes a adolescente não estava nem conseguindo abrir a boca para se apresentar para a DJ, agora estava falando pelos cotovelos afogando Malia em um turbilhão de perguntas e informações. Era bem engraço de ver a loira abrir a boca para responder a pergunta de Samy e logo se interrompida por uma nova pergunta.

— Sabe, tem várias pessoas na minha escola que me chamam de louca por eu gostar tanto de vocês... principalmente o Liam, ele é o maior babaca de todos.

— Liam? — A DJ se interessa pelo nome, mesmo tendo absoluta certeza de que não se tratava da pessoa que ela imaginava.

— Sim, Liam Sodi Hale! Ele te odeia com todas as forças e diz que você não dá a mínima para as pessoas. — Malia lança um olhar preocupado para Lydia que estava do outro lado da mesa com Dylan no colo, a ruiva responde o olhar como se disse que explicaria aquilo depois. — Sem dúvidas ele é o seu maior hater e vivia me fazendo chorar dizendo que eu jamais iria te conhecer e que você não passa de uma egoísta que só pensa em tirar dinheiro dos fãs... — A DJ dá um abraço na garota que havia começado a chorar ao lembrar de todas as brincadeiras e provocações que teve de aguentar de Liam apenas por ser fã de Malia. — Eu sei que você não é nada disso do que ele fala... você é uma artista maravilhosa e que tem um amor enorme por cada um dos seus fãs, dá pra ver pelos depoimentos de cada ketchup que já te conheceu... é por isso que eu sou a presidente do Malia World na América do Norte e tenho orgulho em dizer que sou uma ketchup.

— Jamais deixe que as pessoas com todo o seu ódio te impeçam de mostrar aquilo que você realmente é. Se ser ketchup é algo tão importante para você, apenas ignore toda essa gente que te critica por ser assim e tenha a certeza que você é importante para mim sim, e que me deixa extremamente feliz saber que a minha música enche seu coração de alegria e sonhos... — Malia secava as lagrimas de Samy enquanto falava, mas era um trabalho em vão, pois cada palavra que a DJ proferia apenas fazia com que a adolescente chorasse ainda mais, só que agora por um motivo diferente. — Tudo o que esse garoto falou não passa de mentiras, e como prova disso você não apenas me conheceu como jantamos juntas e eu ainda estou te convidando para um tour pela Alpha Pegasi para que você também possa conhecer o Matthew, aceita o convite?

— MAS É CLARO QUE SIM! — Samy respondeu animada dando um abraço em Malia que não deixou de sorrir ao ver do tão pouco que ela poderia fazer para colocar um sorriso no rosto de um de seus ketchups. — Agora deixa eu ir avisar as minhas amigas do fã club sobre essa mega novidade e atualizar minha foto de perfil em todas minhas redes sociais pra essas que eu acabei de tirar com você durante o jantar... vai ser um verdadeiro tapa na cara do Liam quando ele ver.

A adolescente saiu mais sorridente do que nunca até o seu quarto e já pelo celular começou a atualizar alguns perfis e contatar todas as amigas para uma chamada em grupo pelo Skype, ela mal conseguia acreditar que finalmente conheceu sua deusa e que ainda de quebra vai fazer um tour pela gravadora que ela tem em parceria com o crush supremo Matthew Daddario. É incrível como em um dia você sofre bullying na escola apenas por ser muito fã de Malia e no outro você é garota mais sortuda de todo o fandom.

— Dá pra me explicar toda essa história do Liam praticar bullying com a Samy apenas por ela ser minha fã? — A DJ questionou a ruiva assim que Samantha saiu para o quarto e Lydia pediu para a babá arrumar Dylan para que o pequeno pudesse ir dormir. — O Theo nunca me disse nada sobre isso...

— O que você queria Lia? Ele tinha apenas sete anos quando você saiu de casa e não voltou nunca mais! Lógico que ninguém contou o real motivo de você ter ido embora, então ele acha que você abandou sua própria família porque seus pais não te davam apoio na carreira de DJ e depois que você conseguiu ficar famosa preferiu excluí-los da sua vida por não terem te apoiado desde o início. E o Theo deve não ter falado nada porque sabia que isso iria te deixar triste... — A ruiva falava em um tom baixo para que ninguém mais além das duas pudesse ouvir aquela conversa. — Como você acha que o Liam ficou ao assistir uma das suas entrevistas e te ouvir dizer que não tinha irmãos e que seu único parente é a Mia? Sem contar que as coisas só pioraram depois da visita que o Peter te fez em Milão por causa do ac-

Malia ergueu o indicador como se pedisse para a amiga não concluir aquela frase. A loira jamais imaginou que receberia o ódio do seu irmão caçula apenas por tentar proteger a filha, mas ela também não podia culpa-lo por sentir isso, pois se ela estivesse no lugar dele também sentiria a mesma coisa, o jeito seria aceitar que não era mais a pessoa que tocava piano para Liam dormir e jamais voltaria a ter uma relação de amizade com o irmão, pois não estava em seus planos voltar para Beacon Hills e explicar ao garoto todo esse mal entendido, sem contar que também não estava nos planos de Liam procurar pela irmã e tentar mudar a situação em que se encontravam.

A verdade é que as únicas pessoas de sua família sanguínea com quem Malia ainda mantem contato é Derek e Theo que mesmo depois de ter concluído o curso de engenharia no Japão, preferiu continuar trabalhando por lá do que voltar para os Estados Unidos a ter que dividir o escritório com pai depois de tudo o que Peter havia feito com Malia, mas o engenheiro ainda tirava os natais para passar ao lado da família em Beacon Hills e o ano novo ao lado da irmã e da sobrinha.

As duas amigas continuaram conversando, mas Lydia não ousar tocar no nome de nenhum dos membros da família Sodi Hale que haviam ficado em Beacon Hills, pois apesar de Malia ser uma excelente atriz a ruiva percebeu que todo aquele assunto sobre Liam a deixou bastante abalada. Após alguns minutos a babá voltou dizendo que Dylan já estava pronto para dormir, Lydia convidou a amiga para ajudá-la nessa tarefa que sem dúvidas era a mais difícil de todas, Malia aceitou com prontidão e assim que passaram pela sala, encontram Mia fazendo sua dança da vitória por ter ganhado a quarta partida consecutiva enquanto Scott havia saído para atender um telefonema, por gostar muito de bebês a menina acabou também acompanhando Lydia na missão de fazer Dylan adormecer.

●●●

Eu realmente não estava brincando quando disse que fazer Dylan dormir é a tarefa mais difícil de todas. Lydia já havia tentado de tudo e o filho ainda continuava com seus lindos olhos castanhos mais abertos do que nunca e sempre sorrindo como se estivesse zombando das tentativas da mãe em fazê-lo dormir.

— Mamãe... — Malia acomodou melhor a filha no colo para que pudesse ver seu rosto. — Por que a senhora não canta a minha música pra ele?

A DJ se impressionou com a pergunta da filha, pois Mia jamais a permitia cantar essa música para outra criança. Afinal Malia escreveu cada uma das palavras e escolheu cada nota musical quando estava grávida e aquela música era a sua forma de tornar concreto todos os medos e sonhos em relação a filha que se quer tinha visto o rosto, mas que já amava com todas as suas forças. Aquela canção era Mia do início ao fim.

— Tem certeza?

— Sim, mas eu só estou dando permissão para cantar para o Dylan porque ele é muito fofinho. — A menina respondeu deixando bem claro para a mãe que estava apenas abrindo uma exceção.

Malia deu um beijo na filha antes de acomodá-la sozinha na cama para então poder se levantar e ir até a amiga que já estava desesperada por pensar que essa será mais uma noite em claro, por não conseguir fazer o filho dormir.

— Lydia, posso tentar uma coisa? — Lydia respondeu com um aceno positivo de cabeça e passou o filho para os braços da amiga. — Muito bem rapazinho, espero que você esteja se sentindo honrado porque a Mia permitiu que eu cante pra você e ela nunca faz isso...

Dylan apenas sorri de tudo o que Malia falava arrancando um sorriso da loira ao se lembrar de quando Mia era daquele tamanho e dependia dela para tudo. A loira deixou essas memórias inundarem sua mente antes de começar a cantar, elas pareciam tão reais que Malia poderia jurar ver a filha dar o seu primeiro sorriso, dizer a primeira palavra, os primeiros passos, a primeira queda...

Sarà difficile diventar grande, prima che lo diventi anche tu, tu che farai tutte quelle domande lo fingerò di saperne di più. — Ao som das primeiras palavras Dylan parou de sorrir e seus olhinhos castanhos se fixaram no rosto de Malia, já Mia se aconchegou nos travesseiros da cama de Lydia com os olhos também fixados no rosto da loira que dividia o olhar entre a filha e Dylan. — Sarà difficile, ma sarà come deve essere metterò via I giochi proverò a crescere. Sarà difficile chiederti scusa per un mondo che è quel che è lo nel mio piccolo tento qualcosa, ma cambiarlo è difficile...

Mais algumas linhas da canção e os olhos de Dylan começaram a pesar, em pouco tempo depois o menino já estava adormecido nos braços de Malia que logo tratou de colocá-lo no berço improvisado para que o pequeno pudesse ter mais conforto. Lydia estava maravilhada não só pelo fato da amiga ter conseguido fazer com que Dylan dormisse, mas também pela letra da canção que colocava em palavras de uma forma tão singela o medo de todas as mães ao ver seus filhos crescerem.

— Que música linda... foi você que compôs? — Lydia perguntou recebendo uma confirmação de Malia enquanto a loira arruma uma posição confortável para Dylan no berço. — Eu sabia que aquela Malia que eu conhecia não havia sido consumida pela estrela da música eletrônica e que ela ainda está aí dentro... — A ruiva apontou para o coração da amiga. — Apenas esperando o momento e a pessoa certa para deixar esse personagem de lado e ser aquela garota doce que não saia da frente de um piano por nada nesse mundo.

— Talvez se você procurar bastante, ainda encontre alguns fragmentos daquela garota... pelo visto o Dylan não foi o único que dormiu com a música. — A loira disse ao notar a filha adormecida encima da cama antes de sair para falar com o segurança. — Vicenzo, você pode descer e preparar o carro, por favor? Eu já estou descendo com a Mia.

O segurança se retirou do apartamento e a loira voltou para o quarto de Lydia, mesmo tendo passado boas horas ao lado da amiga a ruiva ainda insistiu para que Malia ficasse mais um pouco para que as duas pudessem conversar mais, mas a DJ achou melhor elas marcarem um novo encontro para poderem conversar mais só que dessa vez seria na casa da loira para que Lydia pudesse conhecer um pouquinho mais dessa nova Malia. A DJ colocou a bolsa em um dos ombros e acomodou a filha adormecida nos braços, não era mais uma tarefa fácil como quando Mia tinha quatro anos e agora quem sempre cuidava disso era Matthew quando a menina adormecia na sala e tinha que ser levado para o quarto, mas mesmo assim Malia usou toda a sua força e manteve a filha próxima ao corpo enquanto caminhava até a porta da saída.

— Eu te ajudo com isso. — Scott falou assim que Malia chegou na sala e já foi logo pegando Mia nos braços como se a menina não pesasse mais do que poucas gramas.

— Não precisa se incomodar Scott, eu mesma posso leva-la...

— Imagina Malia, eu faço questão e é uma honra carregar essa princesa. — O moreno disse conseguindo arrancar um sorriso tímido da DJ.

Lydia e Malia voltaram a se despedir com a promessa de se falarem no dia seguinte para marcar um novo encontro e combinarem o dia para Samy ir até a gravadora. A DJ apertou no botão para chamar o elevador e em poucos segundos a porta foi aberta, Malia entrou sendo logo seguida por Scott que acariciava os cabelos de Mia de uma forma suave, fazendo com que a loira chegasse a fantasiar sobre qual seria a reação do moreno ao descobrir que Mia era sua filha, mas sua mente não colaborava com imagens bonitas de uma família feliz e todas que passavam na frente de seus olhos, Scott conseguia lhe tirar Mia.

— Você tem uma filha incrível... — O moreno disse na tentativa de dar um fim àquele silêncio constrangedor que reinava naquele elevador. — É realmente louvável a forma como você conseguiu cria-la no meio de todas as regalias que a fama traz e não tê-la deixado se transformar em apenas mais um produto da mídia, fazendo tudo isso sozinha... você com certeza é um exemplo de mãe. Parabéns pela filha incrível, a Mia é um encanto de menina

— Obrigada, digamos que eu tive um bom exemplo em casa.

— Pensei que a Mia fosse sua única família... segundo a Samy, seus pais morreram em um acidente e você foi parar em um orfanato na Itália onde começou a desenvolver suas habilidades musicais até ser descoberta por Lorenzo Daddario, o reitor do Conservatório de Verdi onde você conseguiu uma bolsa para estudar música clássica, mas conheceu o filho do Daddario e ele fez com que você se apaixonasse pela música eletrônica...

— UAU! Acho que quando quiserem escrever uma biografia sobre minha vida, vou pedir para conversarem com você. — A loira brincou conseguindo arrancar algumas risadas do empresário.

— Você deve pedir para procurarem a Samy, ela é a grande culpada por eu saber toda a sua biografia.

— Ela sabe apenas aquilo que eu quero que a mídia acredite, mesmo não sendo uma das histórias mais felizes do mundo... acredite, a verdade é bem pior.

Por um par de segundos o olhar da Malia ficou vago como se recordasse de uma vida passada fazendo com que seu rosto assumisse um semblante triste, mas logo substituído por um sorriso assim que as portas do elevador foram abertas e a loira saiu na frente guiando Scott até o local que seu carro à esperava com Vincenzo ao volante. O moreno queria perguntar sobre a verdadeira história de Malia, mas não se sentia intimo o suficiente da loira para fazê-la desabafar sobre um assunto que claramente a deixava emocionalmente abalada, por isso achou melhor apenas seguir a loira até o carro e acomodar Mia no banco de trás sem trocar mais nenhuma palavra com a DJ.

— Obrigada Scott, foi muito gentil da sua parte se oferecer para me ajudar a descer com essa mocinha. — Malia disse ao tirar os cabelos que cobriam o rosto da filha adormecida no bando traseiro do SUV.

— Não precisa agradecer Malia, afinal, de qualquer forma eu teria que descer para ajudar minha namorada a subir com as malas


Notas Finais


WOW! SCOTT TEM UMA NAMORADA! EU TÔ CHOCADA! (⊙_⊙)

Pra quem tava perguntando pelo Liam... tá aí oh! Ele é irmão da Malia e ainda é um hater babaca da própria irmã, sem contar que faz bullying com a fófis da Samy (. • ︿ •).
Agora eu vou deixar o questionamento do capítulo... QUEM É NAMORADA DE SCOTT MACCAL? Isso você vai descobrir no próximo capítulo de Bad intentions, aqui, nesse mesmo canal, nesse mesmo horário (^ _-) ≡ ☆ askaoskaoskpaskpakspopoaks
Eu achei super amorzinho o Scott carregando a Mia no colo e ele todo preocupado pra saber a verdadeira história da Malia ( '• ω • `) ♡

GENTNEY └ (^^) ┐
Quero ver todo mundo aqui nos comentários dando os parabéns para Luna, por favorzinho (⌒‿⌒)

Hoje é o aniversário da Luna, mas quem ganha o presente é você! Leitor que gosta de Bad intentions \o/
Ontem eu dediquei algumas horas do meu escaço tempo para fazer um trailer para essa fanfic e eis aqui o resultado: https://youtu.be/xqqmV1VM2Pg (Espero que vocês gostem porque modéstias à parte, eu AMEI!)
Eu resolvi investir pesado nessa fanfic, assim que essa fase ENEM passar vou ter mais tempo pra escrever e para divulgar a fanfic, antes eu já sentia orgulhinho ao divulga-la agora com esse trailer divoso é que eu vou ter mesmo...

Mas uma coisa, postei um jornal que eu estou pensando em fazer um especial mensal e se chama Insta Wolf. Eu fiz quatro perfis no photoshop do instagram (Malia, Scott, Lydia e Stiles) e postei as imagens nesse jornal, é um jornal apenas com imagens, mas eu simplesmente AMO esses edits de instagram e sempre quis fazer. Pra quem ficou curioso, o link é esse aqui https://spiritfanfics.com/perfil/misspoulain/jornal/insta-wolf-6634078 (OBS.: Precisa estar pelo pc para conseguir ver o jornal >.o)


SCOLIA SQUAD ✺◟ (• ω •) ◞✺
Twitter: https://twitter.com/scoliasquad
Whatsapp: https://chat.whatsapp.com/invite/B23KeNj1uTM14uoFBdZljS


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...