História Bad Jokes (Imagine Kim Taehyung) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, V
Tags Alien, Bangtan Boys, Bts, Funny, Imagine, Kim Taehyung, Taehyung, Taetae
Visualizações 108
Palavras 1.010
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Capítulo único


Fanfic / Fanfiction Bad Jokes (Imagine Kim Taehyung) - Capítulo 1 - Capítulo único

Estava no meio da aula de química quando recebi uma mensagem 

 

TH: Ei gata

Deixa eu enfiar meu próton no seu nêutron 

Vc: Taehyung, presta atenção na aula

TH: Me chama de salto quântico e vem com sua energia em mim

Vc: Aí mds

Pq q eu ainda falo com vc mesmo?

TH: Pq vc me ama 

Simples assim

Vc: Ata

TH: Ama ss

Não sou químico mas eu posso sentir essa química entre nós 

Vc: Khe

Para de me distrair 

Eu tenho que tirar uma nota boa 

Senão fico de castigo

TH: Te dei várias cantadas de química, mas n deram certo pq n houve reação 

 

Tiro o olho do meu celular e olho para o lado, vendo Taehyung, à duas carteiras de distância de mim, rindo sozinho

 

Vc: Bobo

TH: Tô só esperando o final da aula

Pra fazer uma fusão 

Vc: Deixa eu adivinhar 

A fusão do seu corpo no meu?

TH: Não 

Mas já que vc insiste tanto 

Quem sou eu pra negar?

Vc: Tchau Taehyung 

 

Guardo meu celular dentro do estojo e tento prestar atenção na aula. Então recebo um bilhete de Jimin, o garoto que senta na minha frente. Ele era bem próximo de Taehyung 

 

Bilhete: "Ei s/n, eu nunca te contei isso! mas essas brincadeiras do Taehyung são meio reais... ele tá afim de vc"

 

Fecho rápido o papel. Como assim o Taehyung tava afim de mim? Olho pra Jimin que continuava olhando pra frente fingindo que nada estava acontecendo. 

 

Arranco um pedaço de papel maior do meu caderno e escrevo "como assim? Ele te contou isso?" E jogo na carteira da frente.

 

Jimin pega, lê e escreve. Joga o papel de volta pra minha mesa "eu nunca te contei isso". Afz! O que eu deveria fazer com aquela informação? Agora que eu não prestaria atenção mesmo. Espero a aula acabar.

 

O sinal tocou e eu começo a arrumar minhas coisas, quando Taehyung se aproxima 

 

S/n: Aí meu Deus, o que é agora? - digo guardando meu caderno 

TH: Calma, só quero conversar...

S/n: Diga

TH: Antes de qualquer coisa, foi mal por te distrair 

S/n: Foi péssimo 

TH: E sobre o trabalho de história que a professora passou... não escolhi ninguém pra ter como parceiro ainda... - ele fala olhando pra o chão

S/n: Então você quer fazer comigo? - fecho a mochila 

TH: Opa, opa! Fazer só na cama, e quero. Mas agora não dá né... tem pessoas ao redor 

 

Eu lhe dou um tapa no ombro e ele ri

 

TH: Tô brincando - ele diz - trabalho na minha casa ou na sua?

S/n: Acho melhor na minha 

TH: Que horas?

S/n: A hora que você quiser 

TH: Pode ir agora então?

S/n: Pode - digo sem realmente ter certeza

TH: Ótimo, então vamos? O ônibus jaja sai 

S/n: Não vou de ônibus, vou a pé mesmo 

TH: Ok então 

 

Saímos do colégio e começamos a andar na rua. Assim que viramos a esquina, ele diz

 

TH: Nuss, pensei em uma outra cantada horrível de química 

S/n: Diga

TH: Não, você vai me bater 

S/n: Não vou, vai, fala 

TH: Não 

S/n: Vai, vai, vai, vai, vai - começo a insistir 

TH: Tá bom, tá bom, eu falo 

S/n: Ae! - eu comemoro 

TH: Gata, quando eu te vejo, meu volume cresce mais que os números do nível de um átomo 

S/n: Aish! Você tinha razão

TH: Sobre o quê? Os tapa- ai ai , pare 

 

Lhe dou vários mancadas no ombro e ele ri pedindo que eu pare 

 

TH: Acho melhor eu ficar calado

S/n: Também acho 

 

Andamos mais um pouco até chegarmos na minha casa. Abri a porta e já vi meu pai se arrumando pra sair para o trabalho 

 

S/n: Oi pai, o Taehyung tá comigo

S/p: Taehyung? Aquele da cantada do padeiro?

S/n: Esse mesmo 

TH: Hehe - ele ri - prazer te conhecer pai da S/n

S/p: Digo o mesmo - ele aperta a mão de Taehyung e então vira-se pra mim - o dinheiro está no lugar de sempre e seu irmão tá lá em cima. Juízo vocês ouviu? 

S/n: Ouvi 

S/p: Tchau - e dizendo isso fecha a porta 

 

Vou até a sala acompanhada de Taehyung. Jogamos nossas mochilas nas cadeiras e eu pego o dinheiro que meu pai sempre deixa pra eu pedir almoço, porque essa hora aqui em casa, ele e minha mãe estão trabalhando 

 

TH: O que você vai pedir?

S/n: Acho que algo desse restaurante aqui.. - digo mostrando à ele pelo aplicativo do celular 

TH: Pede pizza! Muito melhor!

 

Então peço, afinal seria só aquela tarde. Meu irmão grita do seu quarto perguntando o que seria o almoço e comemora ao escutar a palavra pizza.

 

Digo a Taehyung para começarmos logo o trabalho e ele concorda. Pegamos os livros, estojos e cadernos e sentamos na mesa da sala.

 

*QUEBRA DE TEMPO*

 

A pizza havia chegado e meu irmão desceu apenas para pegar suas fatias e voltar para seu videogame bobo. Eu e Taehyung comemos na cozinha. Assim que terminamos, vamos para a sala 

 

TH: Estou cansado, podemos continuar amanhã?

S/n: Tudo bem, eu também não aguento mais 

 

Então começamos a juntar nossas coisas, quando ele fala

 

TH: S/n...

S/n: Sim?

TH: Você faz meu coração bater mais rápido que o tempo que a bomba de Hiroshima levou para destruir o Japão

S/n: Nossa, essa foi horrível 

 

Ele ri e se aproxima de mim 

 

TH: Mas assim como a bomba destruiu o Japão, você destruiu meu psicológico... 

S/n: Agora ficou melhor 

TH: Me desculpe - ele da um risinho 

S/n: De onde você tira essas coisas? 

TH: Já dizia meu amigo Hobi "my hearteu"

 

Ele vai ficando cada vez mais perto e eu sou obrigada a olhar para cima 

 

TH: Gata seu pai é padeiro?

S/n: De novo?

TH: Claro, mas só responde 

S/n: Hm, então tá. Não, por quê? - digo irônica 

TH: Por que ele fez esse sonho pra mim - e dizendo isso ele puxa meu rosto que vai de encontro ao seu, selando nossos lábios.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...