História Bad romance - Capítulo 41


Escrita por: ~

Postado
Categorias Batman, Esquadrão Suicida
Personagens Bruce Wayne (Batman), Coringa (Jack Napier), Harleen Frances Quinzel / Harley Quinn (Arlequina), Oswald Chesterfield Cobblepot (Pinguim), Selina Kyle (Mulher-Gato)
Exibições 689
Palavras 2.991
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oiiiiiiiiiiiiii paixões,

Então né, esse cap foi muito pedido ashdhabshdbhsa MUITO MESMO, desde o começo da fic eu acho, e eu espero não decepcionar, se você não curte hot e mt menos a 3 nem da play, ou melhor nem lê hsabhsbdhasbdha só pra quem curte um +18 -v-

Capítulo 41 - Greatest achievement


Fanfic / Fanfiction Bad romance - Capítulo 41 - Greatest achievement

Mallibu, 09:35

 

Já fazia quase uma hora que harley havia acordado, June havia feito omelete pra elas e as duas comiam o mesmo conversando, Quinn havia desligado o celular desde que saiu de Gotham, não queria ter noticias do palhaço.

 

Quando acabaram de comer foram as duas juntas ate o porão onde R. Flag estava preso, June levava um omelete e suco pra ele, Harley sorriu pro velho amigo e bateu na grade em que ele estava.

 

— As coisas mudaram né? Sempre estive do seu lado da grade, amorzinho—ela disse começando a rir.

 

—É Arlequina, se eu fosse voce tomaria cuidado pra não voltar pra lá.. — Flag disse atacando os omeletes.

 

June o olhava e tinha pena, o rapaz tinha os dedos quebrados, e seu rosto por melhor que estivesse agora, ainda tinha hematomas roxos nos olhos.

 

— Se não tentasse fugir não precisaria viver preso como um cão — a loira disse, fitando Flag comer.

 

— Se eu fugir o governo me mata por ter contato ao palhaço o plano deles, se eu fico aqui o Coringa me mata, bom não sei o que é pior — ele sorriu sem graça bebendo um gole do suco.

 

— Se o meu namorado fosse matar você flagzinho, ele já teria feito! — Harley disse bocejando.

 

Elas ouviram um barulho e viram Joker descer aquelas escadas com rapidez, ele olhou pra Harley fazendo o coração dela congelar por um segundo, June fitou os dois se encararem e não disse nada.

 

— Precisamos conversar querida..

 

— Eu não tenho nada pra falar com você, Coringa — ela disse fria, olhando pro outro lado.

 

Joker a pegou pelo braço e foi puxando ela escadas acima, ela tentava parar, mas ele era muuuito mais forte que ela.

 

— Não seja teimosa Arlequina, que porra! — ele disse indo ate a varanda com ela.

 

Eles andaram até as cadeiras que haviam de frente pro mar, numa espécie de coreto, ao lado da casa, ali havia um frigobar com varias bebidas também, Coringa pegou uma cerveja e abriu a mesma a tomando.

 

— Ouviu o áudio que eu deixei, amor? — ele disse, por incrível que pareça, calmo.

 

Ouvir ele chamar ela de amor fez a raiva que ela sentia diminuir, mas ela ainda achava ou melhor, jurava que ele tinha a traído, então ela respirou fundo o encarando enquanto ele olhava pro azul do mar.

 

— Não, eu desliguei meu celular.

 

— Bom.. Eu vi aquelas fotos, são da mesma época em que você se revoltou contra mim, eu sai com varias garotas, a prazer, realmente, mas eu não estava com você, entende isso?

 

— Joker aquelas fotos eram de agora sim, chega de mentira! —ela disse se levantando.

 

— Não são, será que você não consegue acreditar no que eu digo?

 

— Já fez tantas piadas com a minha cara, que fica difícil saber quando mente — ela disse o fazendo a olhar.

 

— Ok — ele passou as mãos tremulas pelo rosto, o descontrole fazia parte do seu charme — porque eu sairia com outras, sendo que faço o que eu tiver vontade com você baby? E você sabe que falo serio quanto a isso.

 

Harley deu um sorriso malicioso, ele realmente falava serio, talvez tenha feito uma tempestade num copo de agua, estão querendo nos afastar e eu burra acreditei, mais uma vez.

 

— Tem razão pudinzinho, eu só não suportaria ser decepcionada novamente por você.. — Ela se aproximou dele.

 

— Shh, você completa minha loucura cupcake — ele disse passando o dedo indicador pelo lábio inferior dela, em seguida ele riu.

 

— Eu te amo, te amo, te amo — ela sussurrou sorrindo, e fitando os olhos dele.

 

— Linda, linda linda linda.. — ele ainda ria, conforme falava e a tomou nos braços em um beijo.

 

(...)

 

Resolveram passar o resto do dia naquela casa, como o que mais tinha ali era álcool, passaram a tarde na piscina, bebendo caipirinha, whisky, vinho, tequila. Depois de muito insistir Coringa havia deixado o “cachorro” ficar com eles ali, ele insistia em se tratar a June como um animal de estimação, e não a uma pessoa.

 

Harley já estava meio tonta pela quantia de álcool que havia bebido, ela e June estavam dentro da piscina conversando, enquanto o som alto tocava alguma musica:

 

Yeah, I need you right now

So don't let me, don't let me, don't let me down

I think I'm losing my mind now

It's in my head, darling I hope

That you'll be here, when I need you the most

 

Tradução:  Sim, eu preciso de você agora

Então, não me decepcione, não me, não me decepcione

Acho que estou enlouquecendo agora

Está na minha cabeça, querido, eu espero

Que você esteja aqui, quando eu precisar muito de você

 

 

Joker bebia whisky com gelo e ele estava sentado na beira da piscina, ele mergulhou na mesma silenciosamente e puxou o pé de Harley por debaixo da agua, ela gritou assustada mas depois riu o vendo subir pra superfície com o corpo todo molhado, seus cabelos naquele liso perfeito pra trás, ele realmente era lindo.

 

—  Ta bebendo muito Sweet — ele disse fitando o copo de tequila dela vazio, novamente.

 

— Eu adoro ficar bêbada puddin — ela disse mordendo os lábios.

 

— Também adoro quando bebe, fica tão safada, sua gostosa — ele disse, ignorando june ali.

 

Harley passou a mão no pescoço dele e parou a mesma em sua nuca, e o puxou pra um beijo, eles praticamente se engoliam ali enquanto a loira assistia, June tinha bebido mais que Harley, e ela queria porque queria beijar Arlequina novamente, mesmo sabendo que perderia a cabeça se o fizesse.

 

Quando o ar faltou eles pararam o beijo e June continuou encarando os dois, Harley olhou pra ela e depois pra Joker e sorriu maliciosa, ela virou o resto da tequila e sussurrou algo no ouvido de Coringa que o fez rir imediatamente, em seguida ela sentou na escada que tinha na beira da piscina, bem próxima a June e Coringa foi pegar mais Whisky no frigobar que tinha ali perto.

 

— Harley você vai me chamar de suicida, mas to com saudades de beijar sua boca.. — June disse, meio que rápido demais, devido a quantia de energético que bebeu misturado com o whisky.

 

— Porque não beija? — Harley riu a prendendo no canto da piscina.

 

June encarava os lábios da loira fixamente e suspirava, ela olhou na direção em que o coringa tava e balançou a cabeça com medo.

 

— Tá louca? Ele me mata se sonhar — ela disse.

 

— Shh, ele vai adorar isso... Ele é safado, vai ficar puto e dai.. Vamos ter que aguentar as consequências — Harley dizia sussurrando e selou os lábios das duas.

 

Elas começaram a se beijar, as línguas delas se trombavam e a mao de Harley puxava o cabelo da nuca da loira que agarrou a cintura dela, o beijo foi ficando cada vez mais intenso, era possível ouvir o barulho dos lábios se tocarem em uma forma excitante.

 

Joker voltou bebendo mais whisky e viu a cena, ele balançou a cabeça negativamente e em seguida sorriu malicioso, ele sentiu um incomodo de leve ao ver aquilo mas a forma excitada das duas se pegarem o deixou louco, pra foder com as duas.

 

Ah essa Arlequina me apronta cada uma, me deixa louco, ainda mais louco.

 

Ele caminhou ate ali e sentou na borda da piscina, o álcool deixava a visão dele meio embaralhada, não reconhecia direito qual era qual ali, mas ver aquelas duas loiras se pegando fez o membro dele latejar de tesão.

 

June parou o beijo já sem folego e sorriu e em seguida olhou pra Coringa que fitava as duas quieto, Harley virou pra ele e sorriu maliciosa.

 

— Vem cá Mr. J, arrumei outro brinquedinho pra você — ela disse fazendo sua voz de vadia.

 

Ele entrou na agua e foi ate as duas, ele encarou Harley com desejo no olhar e em seguida olhou pra June que parecia assustada, porem animada com aquilo, a loira sorriu o puxando pra um beijo quente.  Eles se beijavam intensamente e Quin riu daquilo, ela foi até as costas de June e abriu a parte de cima do biquíni da garota deixando seus seios expostos.

 

Quando pararam de se beijar Joker fitou Harley apertar os seios da loira e grudou as duas pelos cabelos e saiu as arrastando da piscina sem dizer uma palavra, elas apenas o deixavam as guiar, o deixavam no comando. Ele entrou num sala nunca antes usada, lá havia uma cama de casal e um sofá, e muitos brinquedos sexuais que ele tanto gostava.

 

— Ohh Mister J — Harley sussurrou enquanto ele a jogava contra o sofá.

 

— Se beijem, vai, se peguem, se chupem.. — ele falou.

 

Harley deu uma risadinha irritantemente fofa, e pulou no colo da June, ela chupava o pescoço da loira que tirou o biquíni dela e começou a chupar o seio dela, o palhaço via aquilo e se sentia ainda mais excitado. Ele foi ate as duas e começou a chupar o outro seio de Harley, a loira gemia e ele levou a mão ate a calcinha de June estimulando a mesma.

 

Harley se virou pra Coringa e começou a beijar ele com  vontade, a língua deles brincavam uma com a outra e a deu um tapa na bunda que a fez gritar, June saiu debaixo de Harley tirando a calcinha da mesma.  Ela passou a língua pela entrada da mesma e começou a chupar ela com vontade Harley grunhiu contra os lábios de coringa que a mordeu com força.

 

— Adoro te ouvir gemer Sweet..

 

Harley sorriu pra ele e em seguida tirou a cueca que cobria seu membro, ela sorriu maliciosa e ele pegou ela no colo indo ate a cama, ele sentou na mesma e em seguida deitou, June foi ate eles dois e Joker a puxou praticamente sentada com a bct na cara dele, ele começou a chupar ela com vontade e ela gritava de prazer.

 

Harley encaixou o membro dele na sua entrada e começou a deslizar sobre ele lentamente, ela gemia baixo ao fazer isso quando foi aumentando os movimentos. Coringa a dava tapas na bunda conforme ela quicava e ele sentia ela se contrair contra ele, enquanto ele ainda brincava com o clitóris da outra que gemia excessivamente sentindo a língua dele passear pelo ponto g dela.

 

— Ah meu deuss, Coringa!!  — June gemeu.

 

Ele sorriu e sentiu June gozar em seus lábios, ele a empurrou na cama e virou ele e Harley a deixando por baixo.  As duas olhavam pra ele excitadas, ele deu um tapa na cara de cada uma e os três riram.

 

— Fiquem de quatro, suas cachorras!

 

— Vai me foder toda amorzinho? — Harley disse rindo e se posicionando na frente dele.

 

— Não vai conseguir nem sentar! — ele disse a dando um tapa estralado na bunda.

 

— June nunca transou com um cara Mr. J, vai machucar ela..

 

— É verdade Lessy? — ele disse, rindo.

 

— É..

 

— Ou você vai gostar muito, ou vai ficar traumatizada.. — ele disse abrindo as pernas dela.

 

( IMAGEM FORTE, só pra ter noção da posição em que minhas anjinhas estavam http://24.media.tumblr.com/tumblr_m9s0f3oNng1r9jgweo1_500.jpg )

 

Em seguida ele a adentrou de uma vez, sem aviso, e ela gritou de dor, Harley e Joker riam e o palhaço levou a mão na bct de Harley, ele adentrava dois dedos nela enquanto bombava forte dentro de June.

 

— Tão apertada... — ele disse a dando um tapa na cara, um tapa mesmo, o desenho da mão dele se formou no rosto dela.

 

— Ta doendo Coringa, para — ela disse assustada pela dor, e pela violência do tapa.

 

— Não sua cadela, eu decido quando eu paro! EU QUEM MANDO AQUI, ouviu?

 

Ele continuava a estocar fundo e ela gemia de dor, Harley gemia baixo ao ser invadida pelos dedos do palhaço que a fodiam de leve, aos poucos a dor de June foi virando prazer e ela gemia alto, completamente excitada. Harley revirava os olhos, ela queria ele dentro dela também.

 

— Puddin, eu to aqui ok? —ela disse enciumada.

 

Ele riu e levou a mão na cintura de June, ele a estourava por dentro e os gemidos dela eram altos e intensos, ele grudou o cabelo dela com força e a fodia intensamente.

 

— Ah Coringaaaaaa, que delicia meu deus — ela gemia chegando ao seu orgasmo.

 

— Que delicia Lessy, tão apertadinhaa.. — ele disse entredentes a dando um tapa.

 

Harley via a cena e mordia os lábios, Joker realmente era o melhor na cama, a bct dela pulsava pedindo pra ele foder ela como tava fodendo a June, ela deu dois tapas na cara da June que ria, June gozou intensamente e caiu na cama completamente acabada.

 

Joker olhou pra Harley com um olhar diferente, parecia possuído, pelo fogo que tomava seu corpo talvez, ele a pegou pelo pescoço e em seguida a colocou no canto da cama de quatro, só que segurou seus dois braços pra trás, ele começou a invadir ela com velocidade, Harley começou a gemer alto.

 

— Ahhh Mr. J!!!!!!! Eu te amo — ela gemia e ria.

 

Ele estocava violentamente nela, seus seios pulavam enquanto os corpos deles se chocavam, June foi até harley e começou a chupar os seios da loira que riu com aquilo. Ela gemia e Coringa dava sua gargalhada típica enquanto a arrombava toda.

 

— AH Harleen, você é a melhor, a bct mais gostosa que já comi — ele disse isso praticamente urrando de prazer sentindo as paredes dela se contraírem.

 

Ele se movia intensamente e a cama ringia ao impacto dos corpos deles, ele tirou seu membro dela quando sentiu ela gozando. Ele sorriu safado e foi até o balcão.

 

June levou os dedos na entrada de Harley e começou a comer a mesma assim, Harley fez o mesmo em June e elas trocavam dedadas enquanto o palhaço pegava algo em de dentro do balcão. Ele voltou com um chicote em mãos todo sorridente

(http://images.quebarato.com.br/T440x/dominador+sadico+procura+escrava+brasilia+df+brasil__460856_1.jpg).

 

— Ele vai nos bater com isso? — June disse, arregalando os olhos.

 

— Shh, adoro qundo ele usa esses brinquedinhos — Harley disse mordendo os lábios.

 

Joker já havia feito as duas gozar, June duas vezes, mas ele tinha um problema/qualidade que poucos homens conseguem ter, ele só gozava quando quisesse, ele escolhia a hora de terminar.

 

Ele jogou milho no chão e chamou elas com os dedos.

 

— Por serem muito levadas, e por se tocarem sem meu consentimento, vou castigar um pouquinho vocês, suas vagabundas! — ele disse rindo.

 

— EBAA — Harley disse rindo, ela gostava quando ele batia nela. Pelo menos no sexo.

 

— Ajoelhem aqui vem..

 

As duas se levantaram e se ajoelharam em cima do milho em volta dele, ele sorriu satisfeito, Harley olhava fixamente pro membro dele e a boca dela tava cheia de agua, ela queria muito o chupar todo.

 

— Chupa, pode chupar querida.. — ele disse vendo o desejo no olhar dela.

 

E assim ela fez, ele deu uma chicotada na bunda dela que a fez parar e gemer em dor, em seguida ela voltou a pagar pra ele intensamente. June sentia seus joelhos doerem em cima daquele milho e suspirou fundo, ela começou a chupar ele também, as duas passavam a língua por ele todo.

 

— Oh.. —ele iclinou a cabeça pra trás gemendo — Isso meninas, chupem o papai vai.

 

Ele bateu nelas com a cinta três vezes formando vergões nas mesmas que aguentavam caladas a dor e o chupavam, ele ria e gemia sentindo aquelas bocas o sugarem com desejo.

 

(...)

 

Os joelhos delas doíam muito quinze minutos depois, mas só iam sair dali quando ele gozasse, e além do joelhos serem furados e torturados pelo milho ele ainda as batia com a cinta varias e varias vezes, Harley chupava ele todo enquanto June massageava seus testículos, ela passava a língua sobre o mesmo e aquilo deixava Joker louco.

 

— To quase lá.. —ele disse sentindo sua porra vir.

 

— Goza em mim puddin — Harley disse rindo.

 

— Tem pra vocês duas, abre a boquinha vai.. — ele disse gemendo.

 

E assim elas fizeram, a língua das duas estavam encostadas e ele se masturbou um pouco ate vir o jato quente de dentro dele direto na boca delas, Harley o engoliu todo, como se fosse um tipo de doce, já June cuspiu de volta e levantou do milho.

 

Joker balançou a cabeça negativamente e a puxou pelos cabelos  a jogando na cama, ele bateu nela com a cinta mais umas cinco vezes e ela gritava de dor.

 

— Não havia mandado você levantar, Lessie.

 

— Meu nome é June, palhaço.

 

— Tanto faz.. — ele revirou os olhos e olhou pra harley — pode levantar sweet, vá pro banheiro que eu já to indo.

 

Ela fez exatamente o que ele disse, ela foi ate o quarto dele e depois no banheiro, ligou a ducha e ficou embaixo daquela agua gelada que caia sobre seus cabelos.

 

Enquanto isso June se enrolava num lençol qualquer e tentou sair do quarto, em vão, Joker a parou na porta e a encarou.

 

— Olha não ache que isso muda alguma coisa, você ainda é minha criada, meu totozinho, e não admito que toque, ou beije a minha arlequina outra vez — ele disse apertando a bochecha dela — fui claro?

 

— Sim senhor.. — ela suspirou e disse.

 

— Cuide bem do Flag, ele vai ser muito útil daqui um tempo, acredite.

 

— Ta bom... Eu posso ir?

 

— Vá!

 

 

(...)

 

 

Joker e Harley estavam dentro do carro favorito do palhaço, ele dirigia em alta velocidade pela estrada voltando a Gotham city, Harley sorria feito boba e o olhava de hora em hora. Eu amo tanto esse homem, ele é o amor da minha vida.

 

— Sweet, achei que não suportasse ver eu tocar outra mulher — ele disse rindo e a olhando.

 

— Eu não suporto, nem se atreva ou eu arranco seu pau e faço ela engolir — ela deu um sorriso — com a June foi diferente, no calor do momento, passou, fim. Você é meu Joker, e eu sinto pena de quem querer atrapalhar isso.

 

Ele riu e a olhou com um olhar diferente, não era aquela coisa psicótica e doente que fazia parte dele, ele a olhou com admiração, como se ela fosse uma conquista, talvez a maior que ele já havia feito. 


Notas Finais


Gostaram????????? Acho que agora só volto segunda, maridinho não trampa fds e eu me matei pra conseguir postar isso aqui pq ele não foi hoje a tarde também, oq atrapalhou minha escrita ): <3

Amo vocess


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...