História Bad Things - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Aiden, Allison Argent, Derek Hale, Erica Reyes, Isaac Lahey, Jackson Whittemore, Jordan Parrish, Kira Yukimura, Liam Dunbar, Lydia Martin, Malia Tate, Melissa McCall, Peter Hale, Scott McCall, Sheriff John Stilinski, Stiles Stilinski, Theo Raeken
Tags Scallison, Stalia, Stydia
Exibições 65
Palavras 2.049
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Festa, Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


olha quem voltou...
primeiramente quero pedir desculpas pela demora, era pra esse capítulo ter saído na terça passada, porém acabei me enrolando, teve trabalho e outras coisas, aí essa semana foi toda de provas, então tomei medidas drásticas e desinstalei tudo pra eu poder conseguir estudar shdjshdhshs
bom agora sobre o capítulo, eu não achei lá essas coisas, porém é um capítulo que acho q vcs vão gostar dos acontecimentos shsjshdjshd
não vou enrolar mais, boa leitura sz

Capítulo 7 - I'm so sorry


 — Arrume-se, rápido. — disse Allison apressada ao telefone, assustando Lydia, que assistia algum filme no fim de noite do sábado. — E vá até a porta. — Lydia deu um pulo de sua cama e correu para a frente da casa, sem trocar de roupa. A forma que Allison falara ao telefone a deixou preocupada. Logo a morena chegou em sua casa, ao lado de Scott. — Vamos ali. — disse ela na calçada. A ruiva levantou da cadeira que havia em sua varanda e acompanhou os dois por algumas quadras até chegarem à um karaokê.

— Sério? — perguntou a ruiva fazendo um careta de reprovação. Allison abriu um sorriso e adentrou o local, procurando por alguém. Logo avistou Stiles, sentado com Malia próximos ao palco, onde um rapaz cantava. — Por que está fazendo isso? — perguntou Lydia frustrada, referindo-se a insistência da morena em aproximar os dois novamente.

— Porque vocês são amigos e nada vai poder mudar isso. — disse Allison puxando a ruiva pela mão. Eles se sentaram ao redor da mesa, que já possuía alguns copos vazios sobre ela, e pediram mais bebidas.

— RG, por favor. — disse a garota que estava atendendo a mesa deles. Scott e Allison tiraram o RG falso que Stiles providenciara para eles alguns meses atrás, Lydia não possuía esse RG, porém não queria beber nada, então pediu apenas um suco.

(...)

— Lydia. — chamou Malia batendo no banco ao seu lado, pedindo para que a ruiva se juntasse a ela, enquanto Stiles, Scott e Allison cantavam uma música qualquer, passando vergonha. — Sei que começamos com o pé esquerdo, mas eu realmente queria tentar te conhecer melhor, ser sua amiga. — ela disse abrindo um sorriso para a ruiva, que correspondeu. — Fui meio idiota com você no começo, mas espero que me desculpe.

As duas começaram a conversar sobre alguns assuntos aleatórios e Malia acabou perguntando o porquê dela ter tanta raiva do Stiles e Lydia lhe contou toda a história.

— As vezes ele é um babaca, mas eu o amo. — ouvir aquelas palavras fez com que a ruiva sentisse um vazio em seu peito. O que acontecera? Nunca sentiu isso antes. Ela apenas abriu um sorriso fraco, com os lábios pressionados e voltou seu olhar aos seus amigos. “Eu o amo” ela repetiu em sua mente e sua feição mudou, parecia confusa.

Allison e Scott voltaram à mesa, deixando Stiles no palco. Já estava tarde e a única mesa ocupada agora era a deles.

— Finalmente. — gritou Stiles em comemoração ao achar a música que queria.

“(Será que quero saber)
Se esse sentimento é recíproco?
(Triste por te ver partir)
Eu meio que esperava que você ficasse
(Querida, nós dois sabemos)
Que as noites foram feitas principalmente para dizer coisas que não se pode dizer no dia seguinte”
— Do I Wanna Know, Arctic Monkeys

Ele não conseguia tirar seu olhar penetrante dos olhos verdes de Lydia, que arrepiou-se ao ouvir o moreno cantar uma de suas músicas favoritas. Ela queria, realmente queria, desviar seu olhar, mas apenas não conseguia. Stiles já estava bêbado e tropeçando em seus próprios pés, porém ele não parecia ter dúvidas ao cantar aquela música e dentro de si tinha certeza que cantava para Lydia.

Ela não queria se manter naquele momento constrangedor, pois percebera que Malia observou suas trocas de olhares, então se levantou e foi até o palco, tomando o microfone das mãos de Stiles. A ruiva começou a procurar alguma música que lhe agradasse.

— Tem certeza disso? — perguntou Scott abrindo um sorriso, nunca havia visto Lydia cantar.

— Tenho. — disse ela olhando para a sua mesa. Selecionou uma música e Malia logo se animou, pois adorava ela.

“Às vezes penso em todas as vezes que você me ferrou
Mas me fazia acreditar que era sempre algo que eu tinha feito
Mas eu não quero viver desse jeito, lendo cada palavra que você diz
Você disse que poderia esquecer
E eu não te pegaria comprometido com alguém que você conhecia”
— Somebody That I Used To Know, Gotye

Lydia cantou a música com vontade e paixão, impressionando todos seus amigos com sua bela voz. Todos ficaram boquiabertos, nunca ouviram Lydia cantar uma música desde que a conheceram. Ao fim de sua música ouviram a porta do local se abrir e viram um rapaz alto entrar, olhando para Lydia.

— Ei, não pare agora, princesa. — disse ele indo em direção à ruiva querendo tocar em seu corpo.

— Me deixa em paz, seu porco. — disse ela querendo sair do palco, mas foi agarrada brutamente pelo braço.

— Do que me chamou? - perguntou o homem com sua feição brava. Stiles foi em sua direção e o empurrou.

— Deixa-a em paz, seu idiota. — disse o moreno embaralhando algumas palavras. O rapaz, com raiva, deu um soco direto na bochecha direita de Stiles, fazendo com que ele caísse e apagasse.

(...)

— Ele não pode ir para o hospital, ele bebeu, o pai dele o matará. — Stiles ouviu Malia enquanto ele acordava.

— Ele sofreu uma concussão. Ele bateu muito forte no chão. — disse Lydia para os amigos. — Scott, a Melissa não pode nos ajudar?

— Ela ligaria para o xerife. — respondeu Scott sem saber o que fazer.

— Onde estamos? — perguntou Stiles sobre a cama de Lydia. Há muito tempo ele não via aquele quarto, mas logo o reconheceu. — O que estamos fazendo aqui? — perguntou o garoto olhando para os amigos.

— Você apanhou de um homem no karaokê. — respondeu Malia, pondo-se sentada ao lado de Stiles na cama. — Levou uma pancada forte na cabeça. Está sentindo alguma dor? — perguntou ela acariciando sua bochecha que não estava machucada.

— Um pouco no rosto. — disse ele levando sua mão até a bochecha machucada e percebeu que sangrava. — E um pouco atrás da cabeça.

Lydia desceu e foi até a cozinha pegar uma bolsa de gelo para levar para Stiles. Voltou para seu quarto e sentou ao lado de Stiles.

— Stiles, quantos dedos vê aqui? — disse a ruiva levantando dois de seus dedos, queria ter certeza que ele estava bem.

— Dois. — respondeu o garoto. — Estou com dor, não bêbado. — disse o moreno em tom sarcástico, que fez a ruiva soltar uma leve risada.

— Não mais, não é? — murmurou Lydia. — Coloque isso atrás de sua cabeça. — disse ela lhe entregando a bolsa de gelo. Todos saíram do quarto, deixando-o deitado na cama de Lydia. — Ele precisa ir ao hospital, pode ser algo pior do que imaginamos.

— Mas a Malia tem razão, o xerife não irá gostar nada disso. — disse Scott.

Enquanto eles discutiam se iriam ou não levar Stiles para o hospital Lydia foi até o seu quarto.

— Está melhor? — perguntou ela fechando a porta.

— Estou. — respondeu o garoto, que segurava a bolsa de gelo em seu rosto agora. — Sabem que posso ouvir tudo, não sabem?

— Ei. — disse ela ignorando sua pergunta e tirando a bolsa de seu rosto. — Isso está muito ruim. — ela se sentou ao lado de Stiles e se abaixou para pegar algo debaixo de sua escrivaninha.

— Por que está fazendo isso? — perguntou Stiles encarando o rosto da ruiva.

— Isso o quê? — perguntou ela colocando um kit de primeiros socorros ao seu lado na cama.

— Se preocupando comigo. — fez uma curta pausa — Você me odeia. — disse o garoto levando a bolsa de gelo novamente para trás de sua cabeça.

— Eu não te odeio, Stiles e eu sempre me preocupei com você. — respirou fundo para continuar. — Eu só não entendo porque fez aquilo comigo, podia ter me levado à cadeia. — o moreno a olhou, com a raiva que sentia de si estampado em seus olhos castanhos.

Tudo o que precisava fazer era ter conversado com Lydia, mas não era apenas culpa dele, Lydia nunca dera esta oportunidade para ele, desde o dia que aconteceu ela não lhes permitia uma troca de palavras.

— Eu fui um idiota, Lydia, eu realmente fui, fiz aquilo pois era uma criança tola, não tinha noção da proporção que minhas atitudes tomavam. Hoje vejo o quanto fui idiota, imbecil, o que quiser me chamar, mas me arrependo muito mais do que imagina.

— E você continua sem me dar um motivo. — disse Lydia calma. — Apenas se desculpa, mas não me diz, não me diz o porquê de ter feito.

— Ai. — gemeu Stiles quando Lydia passará o remédio em seu machucado.

— Desculpe, esqueci de avisar que podia arder. — disse a ruiva tirando a mão do rosto de Stiles e levando-o até sua perna.

— Tudo bem. — disse o moreno segurando a mão dela e levando-a até seu rosto novamente. — O motivo de eu ter feito aquilo foi por eu estar com medo do meu pai. — disse Stiles. — Eu sei que ele me salvava de tudo de errado que fazia, mas ele já estava cansado disso e no desespero o seu nome foi o primeiro que me veio à mente. Tentei consertar meu erro depois, mas o diretor não acreditava mais, estava convicto de que você era a culpada. Me desculpe. — sua voz falhou ao final de sua frase.

— Era isso que eu precisava, Stiles, apenas um motivo. — disse a ruiva.

— Tive medo de me achar um idiota, por isso não falei com você.

— Eu te achei um idiota por não ter me contado. — foi mantido um silêncio após isso e Lydia continuou limpando a ferida de Stiles. Ela percebeu uma lágrima escorrer no rosto do garoto, então passou seu dedo indicador para limpá-la. — Pronto! — disse Lydia enquanto guardava seu kit.

— Como ele está? — perguntou Malia entrando no quarto junto à Scott e Allison.

— Melhor. — disse a ruiva virando-se para eles. — Ele vai ficar bem.

Malia foi até Stiles e selou seus lábios em um beijo. Lydia se levantou e foi até seus amigos.

— Ele ficará bem, mas não acho que deva dirigir até sua casa. — Lydia voltou seu olhar até o casal novamente. — Na verdade, não acho que ele deva sair do lugar. — Scott olhou confuso para Lydia, perguntando-se se ela estaria preocupada com Stiles. — O quê? - perguntou a ruiva quando percebeu que Scott não parava de lhe encarar. Um sorriso surgiu no rosto de McCall.

— Nada. — disse ele.

Malia perguntava a Stiles se ele precisava de algo, ele assentiu e disse que queria um copo de água. Malia desceu as escadas e foi até a cozinha. Lydia caminhou até a cama novamente e se sentou ao lado do moreno.

— Você vai ficar bem, só precisa descansar. — disse a ruiva. Stiles lhe abriu um sorriso. — O que está acontecendo com vocês hoje? — perguntou ela ao se lembrar de Scott sorrindo para ela sem motivo.

— Só é bom ouvir sua voz sem ser me xingando. — respondeu o moreno soltando um pequena risada, que fez a ruiva rir também. Lydia lhe fez uma careta e apoiou sua mão no ombro do garoto.

— Você pode dormir aqui hoje, não é muito bom que fique se movimentando. — disse ela.

— Não, esse é o seu quarto, não posso dormir aqui. — disse o garoto tentando se pôr sentado sobre a cama, mas Lydia o segurou pelos ombros, impedindo que ele fizesse isso.

— Não se preocupe, eu durmo no sofá, você só precisa ficar bem.

Depois de toda confusão daquela noite todos eles foram dormir quase cinco da manhã. Lydia deitou-se no sofá e cobriu-se, adormecendo poucos minutos depois.

(...)

Na manhã seguinte Lydia foi acordada pela mãe que descia as escadas.

— Lydia, aconteceu alguma coisa? — perguntou a Sra. Martin passando a mão sobre o braço da filha. Lydia começou a abrir seus olhos e se assustou. Sua mãe não podia saber de Stiles, ou então o xerife também saberia.

— Oi, mãe. — disse ela levantando-se em um pulo do sofá. — Não, não aconteceu nada, só acabei dormindo no sofá. Bom trabalho. — disse ela empurrando a mãe até a porta.

— Mas hoje é domingo. — disse a mãe confusa. Lydia bateu em sua testa tentando pensar em algo.

— Você tem que ir ao supermercado, não é? — disse Lydia implorando para que aquilo desse certo. Sua mãe assentiu, pegou a chave de seu carro e foi até o supermercado. Lydia respirou aliviada. Correu para o andar de cima e foi até seu quarto.

— Você precisa ir. — disse Lydia acordando Stiles. — Agora. Se minha mãe souber o que aconteceu ela irá contar para seu pai. — o garoto se levantou e saiu da casa de Lydia, caminhando algumas quadras, sorridente, para chegar até onde seu Jeep ficara na noite anterior. Estava feliz, pois finalmente tinha sua melhor amiga de volta.


Notas Finais


bom, finalmente se desculparam, o que significa q o beijo está cada vez mais próximo shdhshrjj
espero que tenham gostado
juro que não vou atrasar no próximo
tô pelo celular, então quando eu entrar no pc eu arrumo o texto direitinho, postei pra não deixar vcs sem sz
agora sobre a série, meu deus do céu, eu já tô amando a s6, já tá virando minha temporada fav
aquele "what the hell is a stiles?" q nem na primeira temporada, me arrepiei todo.
sobre a Cláudia de volta eu fiquei muito ??¿¿?
oq vcs tão achando da s6?

agora uma recomendação para vcs seus lindos, leiam Private Lessons, fic maravilhosa, escrita maravilhosa e enredo maravilhoso, Stydia reina lá, porém tem outros casais lindos e cheirosos sbsjdjrjd, fica aí minha recomendação pra vcs sz
https://spiritfanfics.com/historia/private-lessons-6289890


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...