História Bad things (Camila G!p) - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Camren Camila G¡p
Exibições 621
Palavras 791
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Intersexualidade (G!P), Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 18 - Você não me engana


             POV LAUREN


- Oi meu bebê...- falei assim que entrei em casa e peguei o Dan no colo. 


- Amor....- Brad veio tentar me beijar, mas eu desviei - Você ainda está chateada comigo? 


- Não Brad - falei e olhei para Dan - Se alimentou bem meu amor? 


- Sim mama - falou animado e eu lhe dei um beijo. Eu não conseguia parar de sorrir, ainda não acredito que Camila me beijou, deve ser por isso que Brad achou que estava tudo bem entre a gente. 


- Bom agora a mamãe vai tomar um banho - falei e coloquei Dan no cercadinho. 


- Você......quer....- Brad tentou falar


- Eu só vou tomar um banho, depois eu desço para comer alguma coisa.  - falei e subi para o meu quarto. 


Quando liguei o chuveiro a lembrança do meu beijo com Camila veio na minha cabeça. Aquela garota é surreal, que beijo, que boca, que olhos e.......nossa! Eu queria sentir camila dentro de mim, deve ser melhor ainda. PORRA!  E agora?  O que é gozo e o que é água aqui? Isso idiota, se masturba pensando em uma garota que acabou de dar o primeiro beijo, e você já quer tirar a virgindade dela também?. Ótimo lauren. Você é oficialmente uma pervertida. 


               POV CAMILA


- Pode entrar.  - estava no meu quarto pensando no meu primeiro beijo, e que beijo. 


- Kaki? - sofi me tirou dos pensamentos


- Oi. 


- Está....tudo bem? 


- Sim? - perguntei confusa


- É que a mamãe falou.....


- Eu não sei de nada.  - me apressei a dizer


- Eu não estou falando nada, mas a mamãe disse que você tá estranha. 


- Eu? - assentiu - puuf.....porque eu estaria? 


- Eu não sei. Mas você realmente está agindo como se estivesse escondendo algo. - falou e eu? Nem sem por onde eu ando, talvez......virei uma estátua. - Terra chamando camila! - falou brincando


- É......ãn.......- droga, pensa em algo rápido camila, pensa. Já sei. - Você viu aquela nova brincadeira que está rolando na Internet, onde as pessoas ficam como se fossem estátuas? 


- Manequim? - disse eu assenti freneticamente, UFA! deu certo, deu certo! comemorei por dentro, você é um gênio camila. 


- Você viu? É legal né. - falei e sofi sorriu. 


- Vi sim, é bem legal mesmo - falou empolgada e eu sorri aliviada


- Muito. - Obrigada cérebro, você é demais


- Eu até fiz na faculdade com meus colegas.....- Sofi parou de ri e me olhou com os olhos cerrados - Espera.....- ferrou - Não pense em mudar de assunto camila, você não me engana. - nunca comemore antes do tempo. Mas eu ainda poposso tentar né? 


- Você viu também que as Karda.....- me interrompeu


- É eu vi. Foi até no parto da......droga nem vem camila, eu não vou cair nessa de novo. - bufei frustrada. - Fala. 


- Tá.eudeiomeuprimeirobeijonadoutora. - falei rápido, obviamente pra ela não entender né, eu não menti. 


- Fala devagar, eu não entendi. - mas não era pra entender mesmo. 


- Eu não vou repetir sofi, não tenho culpa se você não entendeu. Tenho que fazer meu trabalho da escola. - falei cínica e sofi bufou irritada. 


- Eu não desisti camila. Você não me escapa. -  falou e saiu fechando a porta. Me deitei na cama e suspirei aliviada. Eu sei que eu devia falar, mas eu.....falei né ela só não entendeu. 


Acordei com o despertador tocando. Levantei fiz minha higiene e tomei um banho, desci pra tomar café e sofi estava na mesa com meu pai e minha mãe. 


- Bom dia - falei me sentando, todos responderam. 


- Dormiu bem bebê? - revirei os olhos - Nem adianta você fazer isso bebê. 


- Mãe! - falei e todos riram - Não tem graça, eu não sou mais criança. - falei emburrada. 


- Hoje a sofi vai te levar pra escola Kaki. - falou minha mãe


- É bebê - falou sofi apertando minhas bochechas - Eu vou preparar a sua cadeirinha - falou rindo e se levantando correndo. 


- É melhor correr mesmo sofi. - falei correndo. 


- Não corre filha, você vai cai - falou mamãe. 


- Desculpa - falei andando e revirando os olhos, eu mereço. 


Chegamos na escola com sofi tirando sarro da minha cara de emburrada. Assim que cheguei avistei dinah e corri me despedindo da sofi. Hoje eu decidi contar pra ela sobre o meu beijo e talvez sobre........vocês sabem, espero que ela não se afaste de mim. 


- Oi bunduda! - falou me abraçando


- Oi. Hoje eu tenho uma coisa pra te falar - falei me soltando do abraço


- Pode confiar em mim mila. Você é minha amiga. - falou e entramos. Espero que continue sendo depois de contar sobre o meu brinquedo? 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...