História Bad things (Camila G!p) - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Camren Camila G¡p
Exibições 2.452
Palavras 1.181
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Intersexualidade (G!P), Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 23 - Sorriso bobo


Fanfic / Fanfiction Bad things (Camila G!p) - Capítulo 23 - Sorriso bobo

Me afastei de camila e ela me olhava assustada e ofegante, olhei para baixo e vi um volume enorme no seu vestido, camila seguiu meu olhar e quando percebeu ficou vermelha e colocou o travesseiro por cima e abaixou a cabeça. 


- É........eu...Dan...eu vou ver o Dan - falei com dificuldade e sai da sala quase correndo, assim que entrei no quarto fechei a porta atrás de mim e passei a mão no cabelo. MEU DEUS! eu quase tirei a virgindade da camila, eu sou uma depravada e pervertida. Fui até o banheiro e lavei meu rosto, passei um pouco de água na minha nuca pra tentar acabar com o calor. Voltei pro quarto de Dan e ele não chorava mais, aliás já havia dormido de novo, eu demorei tanto assim? Valeu filho, agora como é que é vou voltar pra sala e encarar camila depois de quase violentar a garota? Seja mulher lauren e encare as consequências. 


Voltei pra sala e camila me olhou e depois abaixou a cabeça. Me aproximei dela e sentei ao seu lado. 


- Desculpa.....eu não...- fui surpreendida com os lábios de camila sobre os meus e senti meu corpo se chocar contra o sofá. Camila se deitou por cima de mim e acariciou meu rosto e com a outra mão ela segurava minha nuca aprofundando o beijo, demorei pra corresponder, mas depois me entreguei completamente a sensação maravilhosa de ter camila dominando a situação. 


Puxei camila pela nuca e comecei a passar minha outra mão pelo seu corpo e levantei seu vestido, suguei seu lábio inferior e camila gemeu. Me levantei de repente e camila me encarou surpresa. 


- Vem.....co.....migo - falei ofegante e puxei camila pelo braço e grudei nossos lábios lhe conduzindo até o meu quarto. Abri a porta e a fechei logo emseguida com os pés. Fui conduzindo camila até a cama e me deitei puxando camila para cima de mim, sem desgrudar nossas bocas comecei a penetrar minha mão dentro da sua cueca sentindo seu membro pulsando nas minhas mãos. Comecei a descer sua cueca aos poucos quando camila parou e segurou minha mão. Encarei camila. - O que foi? 


- Eu......não sei....fazer isso...- abaixou a cabeça corada. Que linda. Segurei seu rosto e ela me encarou. 


- Você quer fazer isso? - perguntei e ela assentiu devagar, sorri com sua fofura, até na hora da fora ela consegue ser fofa. - Não se preocupe.....eu te ensino tudo bem? - ela assentiu - Eu vou fazer uma coisa.....senta. - pedi e assim ela fez. Fiz menção de tirar sua cueca e ela travou. - Calma meu anjo....eu prometo que você vai gostar. - ela relaxou e eu tirei a sua cueca. Mordi meu lábio quando eu vi o tamanho do seu membro. Olhei para camila e ela estava muito nervosa. - Relaxa, eu não vou te machucar. - falei e quando ia aproximando meu rosto do seu membro camila me olhou assustada.


- V-você.....vai morder? - me segurei pra não ri da sua inocência. 


- Não meu anjo......fica calma, eu prometo que não vai doer, e não eu não vou morder. - falei e ela assentiu. 


Aproximei minha boca do seu membro e comecei dando alguns beijinhos para deixa- lá mais calma. Passei a língua devagar ao redor da cabeça do seu membro ereto e senti camila estremecer. Olhei pra cima e camila estava de olhos fechados, aproveitei e fiz movimentos circulares com a língua e ouvi camila gemer. Comecei a colocar seu membro na minha boca aos poucos à masturbando ao mesmo tempo, camila começou a morder seu lábio evitando os gemidos. 


- Não reprima, eu quero ouvir você gemendo meu anjo. - falei e voltei a chupá - lá. Camila fez o que eu pedi e começou a gemer


- Ahhhh.....eu....a-acho que eu.....vou.....lo....lo....eu....- camila tentou empurrar minha cabeça, mas eu queria sentir seu gosto e segurei firme suas coxas. Senti seu gosto e ingoli tudo automaticamente vazando também e com minha boceta doendo e pedindo por camila dentro de mim, mas um passo de cada vez. Limpei qualquer resquício de gozo da minha boca e olhei pra cima vendo camila com uma cara de culpada. Acariciei o seu rosto e camila mordeu o lábio com os olhos marejados, me preocupei será que ela não gostou? 


- Você não gostou? - perguntei e ela negou abaixando a cabeça - Então o que houve meu anjo. 


- Me desculpa.....- franzi o cenho


- Pelo que minha linda? - acariciei seu rosto com as duas mãos ficando de joelhos entre suas pernas. 


- Eu......não queria eu juro eu tentei segurar....- falou desesperada


- Do que você está falando? 


- Eu......não queria fazer.....xixi na sua boca. - ela abaixou a cabeça e eu não pude segurar a risada, enchendo seu rosto de beijos. 


- Como você consegue ser tão fofa....- falei lhe dando vários selinhos


- Desculpa.....- beijei sua boca


- Isso não era xixi meu anjo......é normal, se chama gozo. - falei e ela em fim me olhou 


- Então não era......


- Não meu anjo.....fique calma - me deitei por cima dela e comecei a lhe beijar, mas dessa vez camila já estava mas calma e retribuiu à altura. Dan voltou a chorar e eu ri entre o beijo. Obrigado filho por ter dormido de novo. 


- O Dan.......lolo...- falou e eu sorri que nem uma boba e antes de me levantar lhe enchi de selinhos pela sua fofura, até o apelido que ela me deu é fofo. 


- Tudo bem. Eu te espero na sala. - falei me levantando e lhe dando mais um beijo demorado. - fui até a porta e antes de sair me virei e vi camila sentada já de cueca e arrumando o lacinho, não aguentei e voltei e lhe dei mais um beijo - Você é tão linda sabia? - ela corou e eu ri


- O Dan lo. - falou e dei mais um selinho


- Tô indo....- sai do quarto sem olhar pra trás se não eu voltaria. 


Passamos o resto do que Seria a consulta assistindo Bob esponja. Não sei quem era mais criança, camila ou Dan, eles não tiravam os olhos da TV. Achei a coisa mais fofa ver os dois tão concentrados no desenho, camila estava com o Dan no colo. Depois eu fiz um lanche pra gente e eu fui levar camila pra casa. Parei o carro em frente a casa de camila, Dan estava dormindo na cadeirinha. Camila tirou o cinto e me olhou. 


- É.......eu.....posso te dar um beijo? - disse corando e eu ri assentindo. Camila segurou meu rosto com as duas mãos e me deu um beijo calmo e bem carinhoso que me fez suspirar e sorri ao mesmo tempo. - Fala pro Dan que eu mandei um beijo. Tchau lolo. - falou e saiu do carro. 


- Tchau camz. - falei e ela sorriu e entrou em casa. Suspirei e segui para casa com várias borboletas no estômago e uma sensação inexplicável de felicidade, passei o caminho todo com um sorriso bobo no rosto. Que dia incrível. Camila, camila, assim você acaba comigo. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...