História Bad Things Of The Light - Capítulo 2


Escrita por: ~ e ~Papaemeritus7

Postado
Categorias Gregg Sulkin, Selena Gomez, Supernatural, The Originals, The Vampire Diaries
Personagens Aurora de Martel, Camille O'Connell, Damon Salvatore, Davina Claire, Dean Winchester, Diego, Elijah Mikaelson, Esther Mikaelson, Finn Mikaelson, Freya Mikaelson, Gregg Sulkin, Hayley Marshall, Hope Mikaelson, Jackson Kenner, Joshua "Josh" Rosza, Klaus Mikaelson, Kol Mikaelson, Marcellus "Marcel" Gerard, Mikael Mikaelson, Personagens Originais, Rebekah Mikaelson, Sam Winchester, Selena Gomez, Stefan Salvatore
Tags Aventura, Klayley, Romance, Supernatural, The Originals, The Vampire Diaries
Visualizações 19
Palavras 1.740
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - The problems came back


Fanfic / Fanfiction Bad Things Of The Light - Capítulo 2 - The problems came back

Pov's Klaus Mikaelson

Amanheceu o dia , e eu já estava de mal humor...1° motivo por acordar cedo e já se deparar com Kol sujando o tapete caro de nossa querida irmã Rebekah que vai infartar quando ver seu tapete favorito manchado de sangue de vadia. 2° motivo por saber que tomaram o quartel francês de mim, e ninguém me avisou nada...O que há de errado com essas pessoas ? Elas estão ficando doidas ou doentes da cabeça para não temerem a mim? Eu me sento na minha poltrona favorita e olho o Kol... O mesmo estava bebendo todo o sangue de uma mulher e eu acabo revirando os olhos por conta disso .

- Temos um problema , Nik!- ele diz limpando a boca com a manga de sua blusa branca comprida. E eu bebo um copo de Bourbon e o olho ,logo mais respiro fundo .

- Qual problema?

- Eu sou o problema mais bonito que vocês já tiveram ou tem .- falou uma voz feminina , eu reconheço...minha irmã Rebekah, ela voltou , isso era realmente um problema pois ela iria atrapalhar as coisas por aqui, meus planos. Me levanto e fico em pé , ela logo deixa as malas no chão e corre até o Kol ...o abraçando , eu olho aquela cena e dou de ombros olhando tudo aquilo .

-Senti sua falta , intrometido !- ela diz apertando o Kol e o mesmo solta uma risada fraca e a larga, reviro os olhos.

- Nik....- ela diz suspirando e eu me viro , andando até a cozinha e sinto um peso sobre mim ... Rebekah estava em minhas costas , e seguro suas pernas para que ela não caia.

-Senti sua falta também ...soube quem está por aqui?- ela diz sorrindo e eu a coloco no balcão, abro a geladeira...vejo o que tínhamos dentro e pego uma bandeja de morangos com chocolates.

- Sabe que eu não sou vidente... Mas quem está por aqui? Melhor ainda , quem se atreveu a vir para minha cidade ?

Ela me olhava , e olhava para os lados e eu podia ver que ela estava com um pouco de medo ...seu olha mostrava isso , e eu sabia que não seria boa a notícia...ela pega um morango e o encaro na frente de seu nariz, logo ela o come e lambe as pontas dos seus dedos magrinhos.

- Rebekah não me enrole...

Ela saí do balcão em um pulo, e fica de pé em minha frente...Eu suspiro , se for quem eu estou pensando ser...estamos completamente pedidos.

- Zarahlina Westford...ela está por aqui, ela é a rainha de New Orleans!-ela diz e abaixa a cabeça com um certo medo , logo eu arregalou os olhos e fico imaginando possíveis coisas que seriam bem piores que ela... Encaro o nada , e fico pasmo ainda , eu não queria que aquilo tivesse acontecido.

- Viu um fantasma , Nik?- diz Kol entrando na cozinha e pegando uma bolsa de sangue no refrigerador , e ele a abre e começa a beber...gota por gota , e ele termina ,e joga no lixo.

- Uma coisa pior.... Zarahlina!

Ele me olhou e eu sorrio fraco, ainda temendo do que poderia acontecer nessas últimas 72 horas que Rebekah veio para cá...ela e Zarah eram inimigas , mortais , se odiavam demais.

- A gata da sua ex ?- ele diz me olhando e eu Rio irônico.

- sim...a demônia !

Logo mais me sento no banquinho e olho ao meu redor , pensando no que fazer e se eu ia matar ela... ou não .

- O que vamos fazer ?- digo olhando para Rebekah e a mesma revira os olhos e come mais um morango e eu me levanto...Eu estava bravo por tal ato de Zarah , ela está louca se acha que vai ser a rainha de New Orleans. Eu começo a andar em direção a porta , saio de casa e começo a andar pelas ruas de New Orleans, ouvindo o jazz suave a tocar ...Vendo as pessoas animadas com a festa que iria ter hoje a noite , e até então ...vendo como o dia estava calmo, até demais. Paro em frente ao quartel francês, pensando seriamente se eu iria entrar ou esperar que alguém me convidasse...Eu sou Klaus Mikaelson , não temo a ninguém ...abro o portão e entro mas sou impedido quando algo queima minha pele.

- ah....- gemi fraco de dor , e ponho meu braço para dentro de lá e o mesmo queima novamente.

-Eu sabia que você iria tentar passar...não conseguiu conter sua ... curiosidade? Klaus !- ouço uma voz , e fico parado ...meus músculos travaram na hora e eu não consegui pensar em nada além de como eu queria a matar . Eu me viro lentamente, me deparando com ela...Seus cabelos estavam até a cintura , eram pretos e ficaram lindos enrolados nas pontas.

- O que faz aqui?- ela diz se aproximando de mim e eu dou dois passos para trás , e a mesma solta uma risada fraca.

- Eu vim ver quem ousou tomar o quartel francês de Marcel ! Pois eu iria tomar dele como sempre !- digo aquilo com muito orgulho e sorrio de lado , a mesma põe o cabelo para o lado ... Ela estava com a roupa inteira preta e botas , e quando tirou o cabelo dos olhos ...eu não deixei de os olhar.

- Mas você sabe que eu não tenho medo de você e que não vou abrir mão do quartel !- ela diz e eu Rio fraco a olhando e começo a rodear a mesma para ver se ela era tão valente assim quanto dizia .

- Juro que se tocar em mim, você vai se arrepender!-ela diz e me pega pela gola da blusa e me encosta em vdh na parede e eu seguro em seus ombros. E fico olhando aquele rosto que eu sentia muita falta de ver , tocar e vejo que com o passar do tempo ... Ela tinha ficado mais linda.

- esqueci como você é agradável... Agora me solte e eu tento não te machucar !

Ela solta um riso e me solta , logo após me dá um soco no rosto mas eu seguro seu punho .

- não faça isso...- eu digo a olhando e a mesma me encosta na parede me enforcando e meus olhos ficam amarelos, em forma de híbrido.

A mesma retribuiu o olhar com seus olhos amarelos e eu viro sua mão , a quebrando . E a enforco na parede dessa vez , sem dó e nem piedade e a mesma se debatia sem ar e eu continuo...a mesma estava ficando sem ar e eu a solto.

- Você lembra que eu posso te machucar em segundos?- ela dá um sorriso maldoso e quebra o pescoço de uma menina que passou ao meu lado... A mesma caiu no chão e eu arregalei os olhos e a mesma passa reto me encarando e eu pego e seu pulso e a levo para a parede com as mãos em seus ombros e a mesma me encarava , então a mesma solta um suspiro forte e me encara.

-O que quer comigo , Klaus ? Eu não lhe fiz nada, e se não me soltar irei matar sua irmã... Eu tenho estacas.. - ela diz me encarando e dá um sorriso malicioso e põe uma mão em meu rosto e eu fico rindo .

- vai tentar me manipular? Porque nós dois sabemos que não daria certo .

A mesma se aproxima do meu rosto e fica me encarando e eu olhava sua boca , ela sabia como mexer comigo e com meus pontos fracos.

- Você sempre caí nos meus jogos, e eu vou matar você se entrar no meu caminho .- ela diz e sela nossos lábios e me dá um selinho mas logo eu quebro seu pescoço quando vejo que quase me deixo levar .

- Eu mudei ....não sou mais um brinquedo !

Saio de lá , e vou andando por New Orleans ...eu estava pensando na loba que ontem eu vi, ela era estranha ...talvez ela trabalhasse para a Zarah, não duvido nada disso, aliás eu acho que vou a procurar ela . Acabo me esbarrando em alguém e quando vejo era ela mesmo .

- Eu queria mesmo te encontrar !

A mesma me olha e eu seguro seu pulso e começo a caminhar com a mesma até a minha casa, e ela se debatia no caminho mas eu a segurava com força . Eu sabia que ela não iria conseguir se soltar , chegamos em minha casa e eu a convido para entrar por conta do feitiço de barreira de quem entrar , e em vdh a levo para o porão ...

- o que vai fazer comigo? Parraa!!!!- ela grita se debatendo em meus braços e eu a amarro na cadeira com cordas de erva mata lobo...e a mesma gritou de dor e se mexia para sair de lá , e eu a olho .

- pode pular para a parte que confessa que conhece Zarahlina...- a mesma faz uma cara de curiosa e pensativa e me olha , a mesma bate seu rosto em meu nariz e o mesmo sangra.

- ah....eu vou te matar ! Mas antes ...dorme um pouco !- sorrio maldoso e enfio erva mata lobo em sua boca e a mesma começa a cuspir sangue...Eu odiava Zarahlina, ela me fez sofrer por 200 anos e de uma maneira que ninguém fez...Aurora teme ela , essa garota sabe como brincar ao dois lados , tanto como vilã quanto heroína. O que mais me irritava era o fato de ela ter dormido com o meu irmão Kol , eu a amava e ela fez aquilo naturalmente como se eu e ele não tivéssemos uma história...Mas hoje é diferente, eu estou diferente ! Eu sou ruim , eu sou temido por todos e aquele que chamam de ser superior. Fico sentado de frente para aquela loba morena , sua pele estava suada de tanto sofrer em minhas mãos , de tanto se debater . Ela era uma loba determinada , forte, e a mesma balançava a cabeça de um lado para o outro para que seu cabelo se arrumasse.

- vou te ajudar porque hoje eu estou bomzinho...- sorrio travesso, logo mais levo minha mão até seu rosto e o acariciava e subia até sua franja e a coloco atrás de sua orelha e sorrio ...eu adorava tocar em minhas prisioneiras , era algo viciante, como uma droga .


Notas Finais


Bom, 2• capítulo mas está bom, espero que gostem ...e se gostarem , comentem .


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...