História Baekhyun Next Door | Long Imagine - Byun Baekhyun | EXO - Capítulo 57


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Taeyeon, Tao, Xiumin
Tags Baekhyun, Chanyeol, Chen, Crossover, Exo, Kai, Kpop, Kris, Kyungsoo, Lay, Luhan, Romance, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Visualizações 645
Palavras 1.582
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Maratona dos Gifs de : Esse teaser acaba com o meu cori 💙 6/?

Boa leitura 💙💾

Capítulo 57 - Metido


Fanfic / Fanfiction Baekhyun Next Door | Long Imagine - Byun Baekhyun | EXO - Capítulo 57 - Metido


Byun Baekhyun


Chanyeol— O que? - tocou no meu ombro mas continuei encarando a garota que se afastava - Você disse Scallet? Ela está aqui? - olhou para a pista de dança à nossa frente mas não adiantaria de nada, ela já tinha sumido do nosso campo de visão.

Scarlett Harrison, também sinônimo de confusão; atitude imprudente; obstinação; insana. O seu jeito é único, ela é diferente de todas as garotas que eu já conheci, e isso não foi um elogio.

Saio dos pensamentos quando Kim Jongin ficou na minha frente me encarando com os olhos semicerrados.

Kai— Aonde vocês pensam que vão? - olhou para Chanyeol e eu.

Chanyeol— Não é uma boa hora, Kai. - ele me olhou - Você realmente viu a Scalett?

Kai me olhou surpreso esquecendo completamente o assunto anterior.

Baekhyun— Eu devo ter me enganado. - balanço a cabeça em negação - Era só uma garota com o cabelo parecido. 

Eles suspiraram aliviados. Eu estava me enganando, contrariando os meus sentidos. Queria acreditar que ela não tinha voltado para a Coréia, eu clamava por isso. Ela iria causar o verdadeiro caos se soubesse de Yumi, ou pior, se soubesse de S/N.

Kai— Vamos mudar de assunto, qualquer coisa pra não falar sobre essa garota. Enfim, pra onde vocês estavam indo?

Chanyeol— Pro dormitório da SNSD. Ligamos pra elas e... um garoto atendeu a ligação. - falou a última parte um pouco triste.

Kai— E daí? - deu de ombros como se aquilo não fosse nada demais - Só porque um garoto atendeu não quer dizer que elas estão fazendo uma festa cercadas de pessoas desconhecidas e bêbadas. Fala sério, vocês sabem que elas não são assim. Não confiam nelas?

Baekhyun— Você tem razão. - suspirei - Mesmo assim eu já vou embora, não quero continuar nesse lugar.

Me viro indo embora sendo seguido por Chanyeol.

Eu não quero continuar lá e lembrar daquela garota parecida com Scarlett na entrada da boate, isso só me faria lembrar de tudo o que fiz no passado, todas as loucuras que cometi por causa dela. Ainda bem que Taeyeon me fez acordar para a realidade, serei muito grato à ela por isso.

Enquanto a S/N, eu confio nela. Talvez ela seja a pessoa que eu mais confio no mundo inteiro. Vou conversar com ela amanhã, sobre a festa, não sobre a Scarlett. 

Eu disse que entre a gente não tinha segredos, mas Scarlett não foi alguém importante pra mim, não vale a pena relembrar o que aconteceu quando a conheci.


Park S/N


No dia seguinte


Depois da festa do pijama, Yoona deixou Hana e eu em nossas casas. Hoje é domingo então fiquei o dia todo no meu quarto atualizando as minhas setores e doramas, é desse jeito que gosto de aproveitar o meu último dia de férias.

Já está de noite. Não vi o Baekhyun o dia todo. Mandei uma mensagem pra ele, o mesmo respondeu dizendo que viria pra cá, disse que queria conversar comigo. Fiquei esperando por horas ele aparecer. Eetava começando a ficar nervosa.

"Preciso conversar com você"

Eu lia e relia aquela mensagem tão vaga que ele tinha me mandado. Sentia que o assunto era sério. Eu pensava em todos os assuntos possíveis. Pensei até mesmo que ele queria terminar comigo e, como eu sou muito sensível deixei algumas lágrimas caírem apenas por pensar naquilo.

S/N— Não chore! - digo para mim mesma coçando os meus olhos - Talvez nem seja um assunto tão sério, talvez ele só queira falar com você como fazem no apartamento dele. - me acalmei com minhas próprias palavras.

Já estava ficando tarde da noite. Me levantei da cama e arrumei a minha mochila para a aula amanhã cedo. Coloquei a mesma pendurada no cabide perto da porta. Dei um pulinho de susto quando escutei algo ser atirado na minha janela. Me viro e vejo Baekhyun sentado em um galho da árvore próxima à janela do meu quarto. Ele sorriu acenando com a mão.

Viu só, S/N! Ele está sorrindo, foi besteira ter pensado que ele queria terminar.

Fui até a janela e a abri. Me afastei da mesma para que Baekhyun entrasse no meu quarto. Ele entrou e ajeitou o seu cabelo pro lado com um sorriso lindo não lábios, mas por algum motivo que desconheço o sorriso foi diminuindo.

Baekhyun— Os seus olhos estamos vermelhos. - tocou no meu rosto me fazendo olhar nos seus olhos próxima a ele - Você estava chorando? Por que? Alguém te fez mal? Foi eu quem fez alguma burrada e nao percebi?

S/N— Não foi nada demais. - sorri tentando tranquiliza-lo. Ele sorriu parecendo adivinhar o motivo das minhas antigas lágrimas.

Baekhyun— Não me diga que chorou por causa de doramas de novo? - ri negando com a cabeça.

S/N— Não foi por isso, mas esqueça esse assunto.

Ele olhou pra cima pensativo. Logo me olhou, novamente tentando adivinhar o porquê do meu choro.

Baekhyun— Já sei! Está de TPM, não é?

Coloco as mãos no rosto envergonhada e rindo da sua insistência em tentar adivinhar.

S/N— Baek-ah, pare de ser teimoso! - tiro as mãos do rosto fazendo um bico começando a ficar irritada.

Ele me deu um selinho me fazendo desfazer o bico.

Baekhyun— De agora em diante irei fazer isso quando você ficar de bico. - fiz outro bico só pra ele me dar mais um selinho.

Ele riu e me deu outro selinho, desta vez foi demorado. Em seguida ele depositou um beijo na minha testa me abraçando de um jeito protetor.

S/N— Baek-ah. - o chamei e ele musmurrou para que eu continuasse - Sobre o que você quer falar comigo?

Baekhyun— So queria saber o que aconteceu na festa de ontem. - saiu do abraço e me levou até minha cama e sentamos na mesma.

S/N— Só conversamos, assistimos filmes, escutamos músicas com o volume alto e comemos brigadeiro e pizza.

Baekhyun— Não está deixando escapar nenhum detalhe?

S/N— Bem... Ah, quando pedimos a pizza foi o Min quem entregou e ele acabou participando da festa também, mas foi embora de madrugada porque ele não podia dormir no dormitório das garotas.

Baekhyun— O Min? - ele jogou o corpo pra trás deitando na cama e olhando para o teto. Ele soltou uma risada fraca - Foi o Min!

S/N— Do que você está falando?

Baekhyun não me respondeu. Pegou na minha mão e me puxou me fazendo cair em cima dele. Olhei em seus olhos mesmo sabendo que estava corada, estava tentando continuar com a ideia de ser menos tímida com ele.

Baekhyun— Liguei pra você ontem a noite. Quase fui atrás de você quando escutei uma voz masculina atendendo o seu celular. Mas agora que você falou no Min, a voz realmente parecia a dele.

S/N— Por que não foi atrás de mim? Eu te conheço, devia estar morrendo de ciúmes e não ia ficar parado até saber o que realmente aconteceu.

Baekhyun— Estou controlando os ciúmes. E, pelo o que vejo, você está controlando a sua timidez. - ele passou a mão na minha bochecha logo colocando alguns fios de cabelo atrás da minha orelha.

S/N— Estamos mudando. - ele sorriu assentindo com a cabeça.

Baekhyun selou os nossos lábios, começou com apenas selinhos mas depois ele pediu passagem com a língua e eu cedi.  Eu estava tão distraída aproveitando aquele beijo que não percebi que ele estava lentamente me virando, ficando em cima de mim. Separamos nossos lábios à procura de ar. Olhei para ele juntando todas as minhas coragens pois aquilo era muito constrangedor pra mim. Ele sorriu percebendo a minha timidez.

Baekhyun se aproximou dando um beijo na minha testa, depois na ponta do meu nariz, em seguida vários na minha bochecha, achei todo aquele cuidado e carinho muito fofo. 

Ele desceu os beijos até o meu pescoço e isso me fez arrepiar imediatamente. Aquele já era o máximo que tínhamos chegado na nossa relação. Ele parou os beijos e sussurrou perto do meu ouvido.

Baekhyun— Eu amo você.








Eunji— Irmãzinha!

Dei um pulo jogando Baekhyun pro lado sentando na cama, vi Eunji paralisado na porta do quarto sem nenhuma expressão no rosto.

S/N— Eunji... - me interrompi quando meu irmão olhou para Baekhyun com o um olhar de ódio.

Eunji— Você... - avançou pra cima de Baekhyun e eu me levantei rapidamente ficando na frente do meu namorado - Yah, saia da minha frente.

S/N— Oppa! - fiz aegyo para que ele se acalmasse.

Baekhyun— Acho melhor eu ir embora. - segurou nos meus ombros se encolhendo atrás de mim com medo do meu irmão.

Eunji— Eu também acho! Na verdade, deixa que eu te levo pra fora dessa casa!

Ele tentou pegar Baekhyun que em um movimento rápido correu em direção a porta do meu quarto e saiu às pressas, infelizmente Eunji foi atrás dele.

S/N— Aigo, eu não mereço isso! - fiz um bico correndo atrás deles.

Desci as escadas nas pressas e vi Sook no meio de Eunji e Baekhyun.

Eunji— Não toque mais na minha irmãzinha!

Baekhyun— Mas eu não fiz nada! - se defendeu ainda atrás de Sook.

Sook— Esperem aí um minuto! O que aconteceu? Por que estão brigando?

Eunji— Porque esse metido estava deitando em cima da minha irmãzinha! - Baekhyun ficou boquiaberto como se tivesse ofendido.

Baekhyun— Metido?!

Eles continuaram falando e falando. Aquela era sem dúvidas o momento mais constrangedor que já vivenciei. Eu só queria voltar no tempo e impedir que isso tivesse acontecido. 

Eu, que estava tentando ser menos tímida, agora me sinto mais envergonhada do que nunca. Queria enfiar a minha cabeça em um buraco igual um avestruz!

Kwan— O que está acontecendo aqui? - todos ficaram em silêncio e olharam para o topo da escada onde o meu pai olhava para todos confuso - Baekhyun? O que faz aqui a essa hora da noite?





Notas Finais


BERREI ESCREVENDO A CENA DO EUNJI ENTRANDO NO QUARTO!!
HAUHAUAHAUAHUAHAU 💙💙💾

Ate quarta feira •-•


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...