História Baekhyun Next Door | Long Imagine - Byun Baekhyun | EXO - Capítulo 79


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Taeyeon, Tao, Xiumin
Tags Baekhyun, Chanyeol, Chen, Crossover, Exo, Kai, Kpop, Kris, Kyungsoo, Lay, Luhan, Romance, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Visualizações 1.568
Palavras 2.535
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fluffy, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


TEM AVISO NAS NOTAS FINAIS!!
💙💾💙💾💙💾💙🌈


Boa leitura 🎅

Capítulo 79 - 31 dias


Fanfic / Fanfiction Baekhyun Next Door | Long Imagine - Byun Baekhyun | EXO - Capítulo 79 - 31 dias



Sook— Mas o que...? - perguntou assustada ao entrar no meu quarto e vendo minhas roupas espalhadas  e no chão - Passou um furacão aqui por acaso?

S/N— Me ajuda! Você sabe organizar roupas melhor do que eu! - peço manhosa tombando a cabeça pro lado.

Sook— Tudo bem. - fechou a porta e sentou no chão, ficamos frente a frente. Ela pegou uma camisa e começou a dobra-la - Por que você decidiu arrumar todas as suas roupas hoje? Só fazemos isso no Natal pra doar pra caridade.

S/N— Eu vou me mudar.

Ela parou com o que estava fazendo e me olhou inacreditável.

Sook— C-como assim vai se mudar?! - quase gritou e eu rapidamente coloco o dedo nos lábios pedindo silêncio.

S/N— Não fale alto, papai ainda não sabe disso e quero que saiba por mim! - volto a dobrar as roupas e Sook fez o mesmo me olhando como se eu lhe devesse justificativa.

Sook— Não vai me dizer pra onde vai? Nem como vai se sustentar?

S/N— Só se você prometer que não vai contar pra ninguém. - ergo o dedo mindinho, ela ergue o seu e entrelaça no meu.

Sook— Prometo não dizer pra ninguém. O que será falado nesse quarto vai morrer aqui. - sorri motrando que ela conseguiu me convencer.

S/N— Vou morar no apartamento do Baekhyun e trabalhar como atendente no restaurante de frango dos Yang's. - ela sorriu.

Sook— É um bom plano, mas desde quando o Baekhyun tem apartamento? - arqueou a sobrancelha.

S/N— Há muito tempo. Lembra quando eu dizia que ia pra casa da minha amiga, Vanessa? - ela assentiu com a cabeça e em seguida arregalou os olhos como se tivesse matado a charada.

Sook— O Baekhyun é a Vanessa?! - eu ri assentindo. Ficou com uma expressão surpresa como se agora a sua vida fizesse sentido.


[...]


Sook— Seus cremes para a pele! - saiu do meu banheiro com quatro cremes nas mãos e colocando em cima da minha cama. Peguei os mesmos e arrumei dentro da mala enquanto ela entrava novamente no banheiro - Você já ia esquecendo da sua escova de dentes! - gritou lá de dentro 

S/N— Eu comprei uma nova antes do tio Yang me deixar aqui. 

Sook— Ei! - levanto minha cabeça olhando para ela na batente da porta - Não pode se esquecer disso.

Ela jogou o pequeno pacote em cima da minha cama. Era absorvente.

Senti minhas bochechas ficando quentes e guardei o pacote dentro da mala e puxando o zíper. Sook riu da minha reação.

Eu sei que todo o mundo sabe que as garotas ficam "naqueles dias", mas me sinto envergonhada em falar desses assuntos relacionados a "intimidade".

Sook me ajudou a arrumar tudo em algumas horas. O que eu iria levar coube perfeitamente em duas malas. Também separei uma pilha de roupas que vou doar para a caridade, Sook disse que faria isso por mim no final de semana.

Peguei a foto minha e do Baekhyun - de quando estávamos no casamento de Aaron e Eleanor - debaixo do travesseiro e todas as cartas que me enviou e guardei em uma pequena caixa, coloquei a mesma dentro da mala. Não vou deixar isso pra trás, faz parte da minha história com Baekhyun e aposto que o mesmo tem as minhas cartas guardadas.

Sook— Aish, vou sentir falta da minha irmã caçula! - me apertou em um abraço, eu até que gostei disso até o ponto em que fiquei com falta de ar.

S/N— E-está m-me sufocando! - falo em um fio de voz. Ela riu desfazendo o abraço.

Sook— Nossa. - ela suspirou nostálgica - Lembrei de quando todos éramos crianças, e agora que parei pra pensar fiquei surpresa que o tempo passou muito. Eunji no Japão trabalhando com designers de jogos de vídeo game, Sun Hee em Washington se tornando uma ótima médica, você terminando o ensino médio, trabalhado em um restaurante e indo morar com o namorado, e eu estou trabalhando e ainda morando com o pai. 

S/N— Não esqueça de que está namorado Oh Sehun.

Sook— E tem como esquecer? - rimos - Pensei que eu seria a primeira a sair daqui, comprar uma casa e continuar crescendo dentro do mundo da moda. Hoje, tenho um bom emprego e um namorado prefeito, mas ainda não consigo dar um passo para fora de casa.

S/N— Você está muito apegada a esse lugar. Eu entendo, está sendo difícil pra mim pra mim sair daqui onde tive tantas memórias boas. - olhei em volta do meu quarto.

Sook— Ei, e se o papai de repente aceitasse seu namoro, você ficaria aqui ou ia sair de qualquer jeito?

Eunji pagou a faculdade com o próprio dinheiro, ele trabalhou em diversos lugares como lojas de conveniência, papelarias, consertos técnicos, etc; Sook começou a trabalhar na agência aos dezoito anos, então quando fez faculdade ela dividiu os custos com o pai; Os estudos de Sun Hee foram todos pagos pelo pai, ele apostou tudo nela, mas se ela errasse em algo ele não jogava na cara dela tudo o que fez por ela porque sabia que ela era capaz de acertar, mas eu não, eu errei muitas vezes tirando inúmeras notas baixas. Eu via a Sun e alguns alunos da minha classe com a cara nos livros tentando ser os melhores da sala, e não estou exagerando, eles ficavam o dia todo estudando e não viviam a vida. Eu não queria aquilo, não queria me tornar uma máquina de estudos. Mas no último ano tive que me esforçar para passar.

Eu ficaria em casa se o pai acreditasse mais em mim, tanto na minha palavra quando na minha capacidade. Aceitaria que pagasse meus estudos e com o tempo, eu faria com que ele aceitasse Baekhyun. Ou seja, se ele de repente viesse e falasse : "Eu deixo você e Baekhyun se encontrarem escondidos", eu não ficaria em casa, tudo o que quero é a sua confiança.

S/N— Eu iria morar com Baekhyun mesmo assim. - respondo a pergunta de Sook

Escutamos batidas na porta. Vimos papai entrando e olhando diretamente para as malas na cama.

Kwan— O que estão fazendo?

Sook me olhou e deu um pequeno sorriso me incentivando. Dou um passo em direção ao meu pai sempre tirar o contato visual.

S/N— Eu vou morar em outro lugar. 

Sua expressão era seria e continuou assim por muito tempo. Eu esperava uma resposta, pensei que iria dizer algo parecido com "Tudo bem, essa é sua decisão", mas ele nem ao menos se pronunciou. Me deu as costas e saiu do quarto.

Sook— Eu sabia que ele seria frio, mas não tanto assim.

Olhei para minha irmã pronta para dizer que sua reação não me afeta, mas a porta é aberta de novo, meu pai tinha voltado. Ele estendeu a sua mão em minha direção segurando meu antigo celular.

Kwan— Pegue. - eu peguei o aparelho e liguei. Tive que me segurar para não surtar quando vi que todas as minhas fotos tinham sido excluídas, os meus contatos, minhas músicas... tudo! - Você não precisa me dizer pra onde vai mas pelo o menos nos mande notícias toda a semana, eu ainda sou o seu pai.


[...]


Liguei meu antigo celular e vi que já se passava das cinco horas. Já estou pronta para sair de casa, apenas espero a chegada do táxi sentada na varanda de casa com Sook que estava distraída no celular.

Sook— Ei, sabe quem está nos olhando agora? - franzi o cenho.

S/N— Tem alguém nos observando?! - olho para todos os lados nervosa.

Sook— Não é um ladrão se está pensando isso. Olhe! - ela me mostrou o seu celular em uma conversa com Sehun.

"Todos nós vamos voltar a morar no dormitório hoje. Dizemos pra Yumi que o Baek precisava de suas últimas semanas de solteiro -_-" — Sehun

"Mas isso foi só um plano pra ele ficar com a anjinha" — Sehun

"Estamos vendo vocês duas na varanda!" — Sehun

Olhei para a casa ao lado. Não contive o sorriso quando vi os garotos na janela do quarto acenando pra nós. Baekhyun fez um coração com os dedos para mim que devolvi o gesto.


[...]


S/N— Bom dia. - digo ao idoso atrás de um balcão.

— Você é a senhorita S/N, não estou certo? - perguntou analisando o meu rosto, sorri sem graça.

S/N— S-sim, sou Park S/N.

— O senhor Baekhyun disse que você viria. Tome a sua chave. - me entregou uma chave prata - Precisa de ajuda com as malas?

S/N— Não, obrigada. Elas são de rodinha, consigo levá-las. - fiz uma reverência ao senhor e fui em direção ao elevador levando minhas malas.

Apertei no botão e esperei as portas se abrirem. Em segundos elas se abriram e vi uma senhora que segurava um gato branco. Quando ela notou minha presença, ficou me girando por longos segundos, eu fiz o mesmo com ela porque a senhora me parece familiar.

Ela passou do meu lado sem tirar os olhos suspeitos sob mim. Balanço a cabeça esquecendo aquilo e entro no elevador com as malas.

S/N— Velha maluca. - digo quando as portas se fecharam.

Quando se abriram, caminhei pelo longo corredor e parei na porta 109. Girei a chave e abrir a porta adentrando no apartamento. Vi um bilhete em cima da mesinha de centro. Me aproximo pegando o papel.

"Desculpe não estar aí pra te receber, mas vou estar aí antes das dez horas.

P.S : Nem pense em colocar as suas coisas no quarto de hóspedes! Você vai ficar no meu quarto, dormir na minha cama. Já separei uma parte no closet para você guardar as suas coisas. 

Saranghae!

O garoto mais legal e bonito que o Hansol Vernon"

 

Ri depois de ler.

Quem diria que um dia eu iria dividir um apartamento com Byun Baekhyun!!

Peguei minhas malas e demorei algum tempo para subir as escadas, tive que carregar as duas malas pesadas degrau por degrau. 

Quando consegui subir os degraus, bufo cansada fazendo uma mecha de cabelo voar.

A porta do quarto de Baekhyun estava aberta. Entrei e fui em direção a porta na qual nunca tinha entrado antes. Abri a mesma e vi o enorme closet, tinha até um pequeno sofá no meio do cômodo.

S/N— Qual será o meu lado? - pergunto a mim mesma.

Abri uma porta do guarda roupa e vi as várias roupas do Baekhyun penduradas em cabides, a maioria era ternos que ele usava nas premiações. Consegui reconhecer um terno que ele usou no casamento da Eleanor.

É melhor eu parar de bisbilhotar!

Fui para o outro lado do closet, abri uma porta e o guarda roupa estava todo vazio. Abri minhas malas e comecei a guardar tudo, coloquei minhas roupas íntimas nas gavetas.

Fiquei horas organizando tudo, ainda tinha algumas coisas nas malas mas fiquei com preguiça de terminar de arrumar.

Deixei minha mala no canto do closet, sai do mesmo e deitei na cama. Estava tão exausta que acabei adormecendo.


[...]


Byun Baekhyun


Baekhyun— Pequena? - chamei por S/N assim que entrei no apartamento. 

Subi as escadas em passos rápidos, não consigo parar de sorrir. Finalmente vou poder ficar a sós por um tempo com ela, longe de todos que querem nos separar.

Hoje é um dia incrível! Além de finalmente ter saído daquele inferno - mais conhecido como a casa do Lee -, a minha amada vai morar comigo, vamos viver juntos... Por um tempo.

A porta do meu quarto está aberta o que me possibilitou de ver S/N dormindo na minha cama. Fiquei parado na porta apenas olhando para ela que dormia serena.

Ela é tão quieta quando está dormindo... Bem diferente do Chanyeol que ronca tão alto que me acorda no meio da noite! Parece até um despertador!

Balancei a cabeça afastando aqueles pensamentos. Coloquei minha mochila com roupas no canto do quarto e me aproximo da cama sentando na beirada. 

Baekhyun— 31 dias. - suspiro pensativo encarando aquele rosto angelical.

S/N— O que tem daqui a 31 dias? - meu coração acelerou ao escutar sua voz. Ela abriu os olhos sorrindo ao me ver.

Baekhyun— Nada demais. - dei de ombros.

S/N— Há quanto tempo está aqui?

Baekhyun— Uns dez minutos. - ela escondeu seu rosto com o cobertor branco, eu ri com sua timidez.

S/N— Ficou esse tempo todo me olhando? - abaixou o cobertor apenas mostrando seus olhos.

Baekhyun— Sim, tentando acreditar que você realmente está aqui. É muito bom pra ser verdade. 

S/N— Aigo, você só fala isso pra me deixar sem graça! - sentou na cama e coçou os olhos um pouco sonolenta, sorri achando ela muito fofa naquele momento mesmo não tendo a intensão - Baek-ah, eu tô com fome. Pode fazer um X-Baek pra mim?

Baekhyun— Tudo bem. - fiz menção de levantar, mas fui impedido quando um ser pequeno abraçou as minhas costas e colocou o queixo apoiado no meu ombro. Olhei para S/N que sorriu fechando os olhos. - O que está fazendo?

S/N— Abraçando o meu namorado! - sorri largamente.

Baekhyun— Por que o ênfase?

S/N— Porque você é meu! - beijou minha bochecha e algo que eu considero meio difícil de acontecer, aconteceu. Sentir as minhas bochechas quentes. S/N sorriu com aquilo - Você está tímido! Meu Deus, acabei de ver Byun Baekhyun sem graça!

Coloquei as mãos na bochecha fazendo ela rir mais ainda. Aigo, me sinto um jovem que ainda está descobrindo o amor.

S/N— Parece que o jogo virou, não é mesmo? - me provocou, mas eu não ia deixar que ela fizesse isso.

Me viro e sem aviso prévio a beijei, um beijo rápido, necessário e intenso. Deitamos na cama comigo em cima de seu corpo.

Rapidamente ficamos com falta de ar. Nos separamos ofegantes e deposito um selar na sua bochecha, depois desço para o seu pescoço e por último, um beijo na sua clavícula fazendo sua pele arrepiar. Vpltei a olhar para o seu rosto, suas bochechas estavam levemente rosadas.

Baekhyun— Parece que o jogo virou, não é mesmo? - eu ri vitorioso enquanto ela empurrava meu corpo me fazendo cair ao seu lado na cama.


[...]


Baekhyun— Quando vai começa a trabalhar? - pergunto sentando na cadeira ao lado de S/N que comia o sanduíche.

S/N— Na segunda feira de manhã e eu saio na hora do almoço.

Baekhyun— Vamos sair amanhã? - ela me olhou hesitando. Estava insegura, mas eu queria levá-la à algum lugar um pouco longe daqui onde não tem muitas pessoas. Quero aproveitar que posso ficar ao seu 24 horas nos próximos dias.

S/N— Eu não sei. E se formos vistos?

Baekhyun— Vamos tomar cuidado. - tentei tranquiliza-la, mas não sei muito certo.

S/N— E se a Yumi querer vir no seu apartamento e nos encontrar juntos?

Baekhyun— Eu disse pra ela que não tenho mais esse apartamento.

S/N— Lee não vai desconfiar? Sabe, eu saindo de casa e você andando sumido. Isso é muito estranho e do jeito que ele é esperto vai sacar tudo.

Baekhyun— Não se preocupe com isso, eu já tenho tudo planejado. - coloquei o seu cabelo atrás da orelha. Ela parecia mais tranquila percebendo que não deixei nada escapar.

S/N— E o porteiro? Ele sabe sobre nós dois? - levantou uma sobrancelha.

Baekhyun— Sabe, mas ele não vai contar pra ninguém. Se a Yumi não acreditar na minha palavra e vier aqui, ele vai dizer que eu me mudei. Se ela for ao dormitório os meninos vão me encobrir. Eu planejei tudo para ficar aqui com você.

S/N— Como amantes? - percebi o tom triste em sua voz.

Baekhyun— Não, nós somos mais que amantes. - me aproximo depositando um beijo no canto de sua boca.

S/N— Então, o que somos?





Baekhyun— Quase-noivos.




Notas Finais


O PRIMEIRO AVISO É
Eu vou criar o grupo no whatsapp!

Se você quiser, pode mandar o número para mim na mensagem privada.
(Ah, e deixando claro que eu vou criar se pelo o menos dez pessoas participarem)

Ah, e por acaso vocês conhecem alguém do spirit que faz capas para fanfic? É que eu não sou nem um pouco boa com edições e essas coisas. Ou se alguma de vocês souber mexer com essas coisas, pode por favor se oferecer a fazer a capa minha nova fanfic do Baekhyun? Estou necessitando disso.

Ah, e o segundo capítulo de segunda ferida vai ser postado amanhã.
Eu sei que é meio bugada, postar o capítulo de segunda na quinta feira, o dia que não tem atualização!

Espera, vou tentar explicar direito pra quem não entendeu!

Segunda é dia de dois capítulos mas eu não postei nenhum.
Então postei um desses dois capítulos na terça e o outro vai ser postado na quinta, justo os dois dias que não tem atualização.

Espero que tenha dado pra entender...

Bjs
~Tiatae_ 💙🌈🎅


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...