História Bagunça de amor (Pentatonix) - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pentatonix
Personagens Avi Kaplan, Kevin Olusola, Kirstie Maldonado, Mitch Grassi, Scott Hoying
Tags Avi Kaplan, Mavi, Mitch Grassi, Pentatonix, Ptx, Scott Hoying
Visualizações 25
Palavras 2.115
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei com mais um capítulo!!! Duas notícias aí vocês decidem se são boa ou são ruins ou é mesclado:

1- Como falei no capítulo passado eu sou toda trabalhada no drama, então nesse capítulo tem um draminha básico, que eu amo kkkk!!! Não me matem!!

2- A partir dos próximos capítulo vai acabar o drama e vai ser mais mozinho!!!

Mas enquanto isso tomem drama... kkkkk

Capítulo 13 - Doze passos ao passado


Fanfic / Fanfiction Bagunça de amor (Pentatonix) - Capítulo 13 - Doze passos ao passado

Mitch

Acordei no outro dia antes do Avi, fui tomar banho, eu estava pensativo em tudo o que tinha acontecido, eu sabia que se eu continuasse muito próximo do Avi eu acabaria o beijando de novo. Sei que ele me beijou, mas talvez fosse o efeito do álcool ou mesmo carência, talvez para não me deixar tão mal. Tomei meu banho sair do quarto e Avi ainda estava dormindo, resolvi deixar um bilhete falando que eu resolvi ir mais cedo para comprar um café e pensar, e que a gente se veria na van que nos levaria para o aeroporto, mas antes mesmo de eu terminar sentir uma voz atrás de mim quase no pé do meu ouvido:

- Iria embora assim sem falar um Bom dia?

Levei um susto e virei e vi Avi a poucos centímetros de mim. Meu coração acelerou, minha respiração ficou ofegante e a voz quase não saía.

- Que me matar do coração Avi? – Falei colocando a mão no peito e olhando nos olhos de Avi.

- Desculpe, não foi a minha intenção. – Ele disse sem se mover um milímetro.

- Eu iria deixar um bilhete que eu iria já descer e tomar o café e só iria voltar para encontrar com todos.

- Ok!! Eu vou com você.

- Não Avi, eu vou sozinho, é melhor, é mais fácil, é melhor. – Falei meio enrolado com as palavras.

- Por que motivo eu não iria com você? – Avi olhou bem pra mim.

- Não sei Avi, só não to sabendo o que falar.

- Eu vou com você, vou me arrumar, em 10 minutos eu estou pronto.

- Avi é melhor não...

- Mitch! – Ele disse meu nome vindo bem perto de mim como se fosse me beijar, mas não fez, só disse: - Eu vou com você, não adianta me impedir, as coisas não podem ficar estranhas entre a gente.

Acho que eu não tinha o que falar só esperar. 15 minutos depois ele estava pronto. Pegou tudo o que precisava para deixar o quarto de vez já que iríamos embora.

- Não esqueceu nada né Avi?

- Não baby, fique tranqüilo. – Ele disse colocando a mão nas minhas costas.

Saímos , não falamos nada, ele não puxava assunto, muito menos eu, os dois estavam tenso, quando chegamos no saguão encontramos Scott e Alex, dei graças a Deus.

- Mitch! Avi! Que bom ver vocês! – Scott nos abraçou. Vi Avi dá um pequeno sorriso.

- O que aconteceu Scott? – eu perguntei.

- Vamos Caçar café? Pelo amor de Deus. – Scott me puxou. E fomos acompanhados por Avi e Alex.

Chegamos no restaurante do próprio hotel lá estava Kevin com a namorada dele, Kirstin e Jeremy, então nos juntamos a eles para um café.

Eles conversavam empolgados eu quase não falei e Avi também não, mas isso era mais normal para o Avi.

- O que houve com você Mitch? Está calado. – Kevin perguntou.

- Não estou bem, estou com dor de cabeça, só quero logo minha casa. – Falei, mentindo um pouco.

Avi olhou pra mim meio preocupado. Ficamos ali por um tempo quando chegaram Esther e Darien.

- Bom pessoal a van está pronta. – Esther nos falou.

- Graças a Deus. – Eu falei me levantando. Estava completamente frustrado, me sentindo triste com tudo que aconteceu entre eu e Avi na noite anterior, eu queria muito beijá-lo, sentir os seus lábios macios tocando os meus, mas isso seria quase impossível, como daria certo? Então eu preferia continuar com os meus pensamentos e sufocar os meus sentimentos.

Enquanto eu caminhava para a van, sentir alguém puxando o meu braço, quando eu olhei era Avi:

- Por favor! Para de me ignorar, isso está me matando, pelo menos me trate com menos frieza. – O olhar dele carregava uma tristeza, que me matava o coração.

- Eu só estou chateado com o que aconteceu ontem, e eu preciso pensar sobre isso. – Falei quase em sussurros.

Avi abaixou a cabeça e disse: - Eu te darei espaço, é que eu o considero parte importante da minha vida, um ...

- irmãozinho... – Completei a frase do Avi. Ele riu e olhou pra mim.

- Vamos Avi e Mitch – Esther nos gritava.

Chegamos no aeroporto estávamos siando da van, estava eu, scott, Alex e Esther. Então Esther começou a falar:

- Não esqueçam a s malas grandes estão na outra van!

- Eu ainda estou sem entender por que você fez a gente arrumar a mala um dia antes e entregar? – Eu perguntei realmente confuso.

- Bom se lembra de que você esqueceu umas das malas no hotel e você tinha colocado nela as suas documentações? – Ela falou segurando a minha mão.

- Foi somente uma vez. – Falei cruzando os braços.

- Eu sei bebê, mas não tem como ficar correndo atrás de malas que vocês esquecem – Ela ria.

- O Mitch sempre foi esquecido. – Scott falou.

- Cala a boca... – Falei

Comecei a pegar as minhas malas eram grandes, tinha ganhado muitas coisas dos fãs e eu amava isso, e nem ligava pelo peso.

- Está enrolado aí? – Scott falava enquanto pegava suas malas com a ajuda de Alex.

- Avi vem aqui, por favor!! – Scott gritou

- Oi Scotty? – Avi falou enquanto me olhava também.

- Já levou suas malas?

- Sim todas la dentro- ele respondeu.

- Tem como ajudar o Mitch ele ta enrolado – Scott falou normalmente.

- Claro! – ele veio em minha direção.

- Não precisa! – Falei com o meu coração palpitando com o Avi tão próximo.

- Para com isso Baby, eu sempre irei te ajudar. – Ele falou baixo quase em um sussurro para ninguém ouvir, com um sorriso de lado

Meu coração ficou mais acelerado ainda, senti meu coração sair pela boca, e tive um flashback do nosso beijo, e me deu a vontade de beija-lo mesmo que ali na frente de todos. Que merda eu já não tinha mais controle dos meus desejos, eu estou confuso demais.

Coloquei todas as malas para do aeroporto e sentia Avi me observando enquanto esperávamos o chamado do avião.

Pegamos o vôo, cheguei muito cansado, fui direto para o meu quarto deixei as malas na sala mesmo, eu estava sozinho, já que Scott resolveu ir para casa de Alex, deitei na cama era 13:00 em L.A. Tirei os sapatos e deitei na cama com as roupas que eu estava mesmo e apaguei.

Acordei sem muita noção de onde eu estava e que horas eram, quando eu olhei no relógio era 18:20h, meu estômago roncava de fome, resolvi pedir uma pizza, tomei um banho rápido, coloquei roupas confortáveis e fui para a sala esperar minha pizza.

Quando estava assistindo Bob esponja enquanto eu esperava a pizza no sofá da sala em baixo das cobertas, quando sentir meu celular vibrar peguei era uma mensagem.

Big Daddy: Mitch você esta bem? Dormir a tarde toda agora estou aqui sem sono, queria conversar com você.

Peguei o celular, mas resistir a tentação e não responder.

Big Daddy: Eu queria pelo menos ligar pra você.

Resolvi responder.

Eu: Avi aconteceu o mesmo comigo, dormir a tarde e agora estou acordado esperando a minha pizza. E Avi acho melhor a gente ficar um pouco afastado, sem conversas fora do PTX.

Falei, mas meu coração ficou triste, queria abraçar o Avi de novo, queria dormi agarrado nele, mas sabia que tudo isso era perigoso ainda mais depois de tudo que eu fiz.

Big Daddy: Tá bom Mitch eu não te incomodarei mais, respeito acima de tudo.

Uma semana depois.

Avi nunca mais me mandou mensagem e sempre falou o essencial comigo nas reuniões do pentatonix, tínhamos que resolve algumas questões mais burocrática como agenda de shows e apresentações. Gravamos vídeos para colocar no Youtube. Agora as estávamos de férias, nos encontraríamos algumas vezes na semana para alguns ajustes de arranjos.

- Você está animado para hoje a noite Mitch? - Kirstin perguntou.

- Pra quê? – Kevin perguntou curioso.

- Ele vai sair com o Lui enfim! – Kirstin respondeu antes de mim e muito animada, chegava a ser cômico e ao mesmo tempo que me abraçava.

- Você vai sair com ele, mesmo? – Avi falou parecendo surpreso.

- Eu falei que iria Avi.- Eu falei tentando ser mais natural possível.

- Eu falei com ele já Avi, e não consegui fazer ele mudar de ideia. – Scott falou.

- Eu vou sair com ele hoje e vamos ver no que vai dar, eu dei a minha palavra.

Percebi o Avi com os olhos cheios de lágrimas, não entendi o motivo, ele levantou e saiu. Sabia que teria que ir atrás dele apesar de termos nos afastado um pouco eu ainda pensava nele e era preocupado com ele, levantei e fui procurar Avi, aproveitei a distração dos outros membros da banda. Encontrei Avi em uma das salas que estavam vazias.

Bati na porta

- Avi?

- Mitch?- Vi que ele estava chorando, o rosto estava vermelho.

- Você estava chorando? – Perguntei entrando na sala, mas um pouco distante de onde Avi estava.

- Talvez. – Ele respondeu sem olhar para mim.

Ele estava sentado em uma poltrona, olhando para o teto.

- Fala comigo o que está acontecendo com você?

- Nada Mitch.

- Como nada? Você está aí vermelho de tanto chorar, com os olhos tristes, e vem dizer que não é nada? É alguma coisa com sua família? Existe algum problema? – Eu falei com um tom entre o gentil e o ríspido.

- Mitch pelo amor de Deus, não é nada, só me deixa aqui. – ele falava, ainda sem olhar pra mim, mas pude perceber as lagrimas rolando em seu rosto.

- Avi pelo amor de Deus o que aconteceu? Fala comigo. – Falei um pouco mais alto do que o normal. Falei indo realmente na sua direção, eu estava completamente preocupado.

Avi olhou pra mim, seus olhos eram de um vermelho tão intenso misturado com os verdes dos seus olhos que só provava que o choro dele foi em um grau muito elevado do normal. Ele se levantou e veio até mim.

- Mitch você quer que eu realmente fale o que aconteceu? – Ele disse vindo em minha direção me fazendo dar alguns passos para trás:

- Sim quero. Você não está bem. – Falei sem recuar e com firmeza.

- A culpa é sua, Mitch Grassi somente sua – ele falou em um tom baixo, mas com tanta dor e com tanto sentimento, eu realmente não entendi o que fiz de tão grave para o homem mais doce do mundo, ele tá com raiva do beijo que eu dei nele, só pode ser isso.

- O que eu te fiz Avi? – Minha voz saiu tremula e minha garganta embargada.

Ele se aproximou de mim mais me fazendo encostar na parede que estava atrás de mim.

- Depois do beijo que você me deu, você se afastou de mim...

- Eu não queria ter feito isso...

Avi me interrompe

- Você não percebe nada a sua volta Mitch? - As lágrimas escorriam dos seus olhos, e ele enxugava em seguida.

- O que eu deveria perceber Avi? - meus olhos encheram de lágrimas.

- Eu queria aquele beijo, eu queria está com você, eu queria seus beijos Mitch, eu queria sentir seus lábios encostando os meus, eu estava esperando para ter coragem de te beijar por muito tempo, eu estava me sentindo atraído por você.– Eu fiquei em choque, como eu iria reagir, eu nem imaginaria que ele queria isso a tanto tempo, e como isso era possível Avi é hetero.

- Avi!!? Você! Eu pensei, que você gostava de garotas. - Falei quase dentro da parede atrás de mim e Avi a poucos centímetros de mim.

- Eu também não me imaginava nessa situação, mas questão aqui não é minha sexualidade, é o que eu sinto.

- O que você sente? – Perguntei com lagrimas já em meu rosto.

- Vontade de está com você e te beijar, estou com os sentimentos confusos, mas ficar longe de você está acabando comigo, eu não agüento mais essa sua frieza comigo. – ele chorava mais quase que em soluços.

Coloquei minha mão em seu rosto, ele olhou em meus olhos, percebi o que ele queria fazer, entrei em pânico, e abaixei a cabeça, e falei:

- EU preciso ir embora eu tenho um encontro hoje- Sair sem olhar pra trás, entrei no corredor longo com lagrimas nos olhos sair e entrei no meu carro que estava estacionado no lado de fora e chorei o choro mais doído, não poderia chorar na frente de Avi, o que estava acontecendo conosco?

Eu tinha que ir para casa eu estava completamente em choque, e confuso, eu precisava pensar.

 

 

 

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado assim como eu estou amando escrever... Amo vocês!! Beijos até sexta- feira. ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...