História Bagunça de amor (Pentatonix) - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pentatonix
Personagens Avi Kaplan, Kevin Olusola, Kirstie Maldonado, Mitch Grassi, Scott Hoying
Tags Avi Kaplan, Mavi, Mitch Grassi, Pentatonix, Ptx, Scott Hoying
Visualizações 39
Palavras 2.040
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Esse não é meu capítulo mais brilhante, mas é legal de ler kkk . Eu já falei que amo um drama, mas a partir de agora vai ter bem menos drama, quando os dramas recomeçarem eu aviso, mas por enquanto é só fofurinha ... Beijos aproveitem... ❤

Capítulo 16 - Quinze passos ao passado


Fanfic / Fanfiction Bagunça de amor (Pentatonix) - Capítulo 16 - Quinze passos ao passado

Avi

Quando nos beijamos, senti que como se eu flutuasse, o chão sumiu debaixo de mim, eu não acreditava que eu estava beijando o Mitch, eu estava beijando um homem, eu estava com um anjo, o Mitch beijava tão bem, eu sentir meu corpo esquentando muito, era como se eu estivesse em um sonho, é como se eu estivesse destinado para aquele beijo. Quando o beijo foi quebrado e Mitch sorriu pra mim e eu sorri de volta para ele, nossos sorrisos tinham uma alegria e uma mistura de prazer. Então Mitch com seu sorriso lindo que fazia aparecer suas tímidas covinhas disse:

- E qual é o segundo pedido Daddy.

Como ele me chamou me fez relaxar um pouco mais, já que fazia um tempo que ele não me chamava assim.

- Fica aqui hoje comigo? Numa nova festa do pijama Mavi? – Eu sorri para ele, ainda o tinha nos meus braços e não queria largá-lo.

Fiquei ansioso com a resposta que ele me daria...

- Sim podemos fazer a festa Mavi, mas eu não trouxe nada para dormi fora de casa.

Fiquei feliz com a reposta que ele me deu, não acreditava que eu teria a companhia dele comigo a noite toda. Quem diria que minha noite seria tão especial, depois do dia de merda que tive.

- Bom Baby, você pode usar alguma blusa minha vão ficar enorme em você, mas você vai ficar confortável, e vejo umas calças que não fiquei caindo em você, e tira logo essa bota pra você ficar a vontade. – Falei me levantando.

Mitch soltou uma gargalhada e me vez olhar pra ele que continuava sentado.

- Você é maravilhoso Daddy, sempre cuidando dos outros...

Fiquei um tempo tímido...

- Bom vou pegar alguma coisa pra comer e levar para o quarto enquanto a gente assiste alguma coisa ou conversa sei lá.

- Tá bom, mas acho que seria bom a gente conversar. – Mitch disse enquanto tirava as botas.

- Pode ser, vou lá em cima pegar roupa pra você trocar, tenho um banheiro aqui em baixo se você... – Quando fui interrompido pelo Mitch que me puxou pelo braço, em pé ele disse segurando minhas mãos.

- Avi respira, eu já vim na sua casa milhares de vezes, eu sei onde fica tudo, o Kevin já fez festa aqui, eu já dormir aqui algumas vezes, já fizemos várias reuniões e ensaios aqui também, inclusive eu, Scott e Kirstin ajudamos vocês com a decoração, pare de agir como se fosse a primeira vez que venho aqui, vamos agir naturalmente. - Ele falou e me deu um pequeno beijo. Ele estava coberto de razão, eu estava nervoso, não era a primeira vez dele ali e esperava que não fosse a ultima.

- Desculpe Baby, vou tentar agir naturalmente, te prometo. – eu sorri dando um beijo nos seus lábios.

Ele subiu descalço sumindo das minhas vistas, mas o admirei até o último instante, eu estava na cozinha, escolhendo algumas coisas para levar para “festa”, tinha um pouco de carne, frutas e suco, não tinha nenhuma bebida alcoólica.

Subir com tudo que precisava, Mitch estava com uma blusa minha azul escura que ficava enorme nele, eu o observava quando fui interrompido pela sua voz suave...

- Hey Daddy, peguei essa blusa, ok?

- Ok! Quer alguma calça?

- Não, vou ficar com a minha cueca Box mesmo. – Ele sorriu.

- Bom trouxe algumas coisa que estavam na geladeira. – Falei levando a bandeja para o criado mudo, ele deitou na cama e disse.

- Nem precisava de coisa para comer Avi, esqueceu que eu vim de um jantar?!

- Mas nada melhor que conversar enquanto se come. – Eu pisquei para ele. Eu verdadeiramente estava feliz.

Sentamos na cama um ao lado do outro eu fiquei um pouco de lado olhando para o Mitch peguei a bandeja e coloquei entre a gente.

- Falou com o Scott que você não irá para casa?

- Claro Avi, não falei que estou com você lógico, mas falei e ele nem em casa tá, ele foi sair com o Alex.

- Que bom! Então Baby, sobre o que você quer falar?

Ele sorriu enquanto me olhava.

- Bom quero saber, o quê você gostou em mim?

Que pergunta difícil para ter uma resposta específica

- Bom Mitch, eu gosto da sua delicadeza, da sua preocupação com as pessoas, sua alegria, e o jeito que você é ousado, você me faz sorri e eu prezo pessoas que me fazem sorrir naturalmente, parando para pensar seria impossível não se sentir atraído por você.

Ele me olhou e parecia tímido.

- Nossa Avi, eu nem sei o que dizer somente obrigado.

- E você o que gostou em mim? Vai me dizer que foi falta de opção? – Eu soltei uma gargalhada, ele revirou os olhos e disse:

- Avriel eu sempre tenho opções. – Ele sorriu ousado com um ar superior, e eu adorava esse lado do Mitch ousado brincalhão. Ele me fez gargalhar mais ainda.

- Agora é serio Avi. Eu gosto do seu jeito protetor, sua positividade, sua barba – Ele riu- Seu modo de se concentrar somente em algo, como você dá atenção enquanto alguém fala. – Ele terminou sorrindo.

- É parece que a gente realmente admira um ao outro. – Sorri

- Parece que sim! – Ele sorriu pra mim e pegou algumas uvas na bandeja.

Então eu o observava levando a uva boca uma a uma, ele tinha movimentos tão delicados, eu fiquei ali o observando por instantes e percebi como a companhia dele me fazia bem, mas como isso funcionaria.

- Eu tive uma ideia Mitch – Ele me olhou com atenção.

- O que Daddy? – Ele falou meio preocupado.

- Que tal a gente ir com calma, nos encontrarmos para fazer algumas atividades juntos, trocar mensagens, e nos conhecermos além de amigos, fazer as coisas com calma para saber se realmente é isso que queremos... – Ele me interrompeu e disse:

- Você está querendo que a gente Fique? – Ele me olhou.

- Não sei como chamar isso, talvez duas pessoas se conhecendo de novo? – Falei parecendo confuso.

Mitch riu e respondeu:

- Você tem razão, a melhor opção e manter isso entre nós por enquanto, porque isso pode ser prejudicial para o grupo e vai que a gente descobre que não dará certo? Mas podemos fazer as coisas gradativamente. – Ele sorriu parecendo calmo e satisfeito.

- Então podemos curtir nossos momentos, mas me sinto mal em mentir pros outros... – Eu falei realmente me sentindo mal.

- Avi a gente poderia até contar, mas o que se tem pra contar? A gente vai sair e se vermos que está durando um tempo razoável, a gente fala que está saindo, mas não é sério...

Fiquei triste com a parte que é falou que não era serio, eu estava querendo fazer isso dá certo, por mais contraditório que parecesse... E ele continuou falando

- Mas que poderia se tornar sério, eles irão nos entender Avi, eles são nossos amigos e companheiros de trabalho.

Eu sorri para ele:

- Realmente não podemos falar algo que nem a gente entende ainda...

- Avi? Posso falar uma coisa? – Ele falou com um sorriso um tanto que malicioso.

- Claro baby!

Quando vi ele estava pulando a bandeja e subindo no meu coloco com uma perna em cada lado e tinha as mão nos meus ombros, fiquei perplexo com o que ele estava fazendo, ele me olhava com desejo, então sentado no meu coloco de frente pra mim disse:

- Nessa coisa de ir com calma pode haver beijos, Daddy? – Ele falou aproximando o rosto do meu e mordendo levemente o próprio lábio. Eu por um minuto me perdi nos lábios perfeitos dele.

- Acho que se sentimos vontade podemos nos beijar sim Mitch. – Falei com quase nenhuma concentração.

- Bom saber! – Ele beijou a minha testa saiu do meu colo e pegou um morango e levou na boca e me olhou.

Fiquei excitado com o que o Mitch fez e ele só fez isso para provocar tenho certeza, ele sempre gostou de provocar, mas agora parece que ele vai querer ser mais ousado do que o normal.

Ficamos por um bom tempo conversando sobre coisas aleatórias, rimos de coisas que lembrávamos dos shows, situações constrangedoras, rimos lembrando de como éramos antes do pentatonix. Até que pegamos nos sono. Acordei no outro dia e tinha Mitch em meus braços, a muito tempo eu não dormia assim com ninguém, levantei fazendo de tudo para não acordá-lo, ainda era cedo, desci em direção da cozinha, quando dei de cara com o Kevin.

- Kevin o que você está fazendo aqui? Falei muito surpreso e assustado.

Ele me olhou confuso:

- Eu ainda moro aqui ne Avi... –

- Eu sei é que eu pensei que você passaria o fim de semana com a Anne? – Falei mega preocupado.

- AAAh sim, e vou. Vou agora viajar e volto na segunda, era para a gente ter ido ontem, mas eu esqueci algumas coisas aqui e ela precisou resolver uns detalhes do trabalho, então resolvemos ir hoje. – ele falou indo para o andar de cima.

- Você vai aonde? – Falei quase gritando.

- Vou ao meu quarto. – ele falou voltando em minha direção.

- Avi você está estranho, ontem você estava chorando como uma criança, hoje você esta esquisito, acho que você precisa de terapia. – ele deu um breve sorriso.

- Desculpa. – Falei tentando disfarçar. Resolvi ir com ele, caso ele quisesse entrar no meu quarto.

Entrei no meu quarto e Mitch ainda dormia como um bebê, tranquei a porta por dentro, quando vi Mitch se movendo na cama pronto para acordar, ele abriu os olhos, olhou pra mim quando ele iria falar algo fiz sinal de silencio para ele, ele me olhou confuso. Quando ouvir a Kevin bater na porta:

- Irmão! Abre aí acho que deixei um dos meus bonés no seu quarto.

Olhei para Mitch que tinha as mãos na boca e um ar assustado, ele se levantou pegou as roupas e vou para o banheiro que tinha no meu quarto. Abrir a porta

- Não tem boné seu aqui não.

- Claro que tem, dentro do armário – Ele abriu o armário e tinha um boné dele realmente lá. – Viu Avi, tchau estou indo.

- Tchau. – Fui com ele até lá em baixo o acompanhei até a porta e antes de sair ele disse:

- Avi eu sei que tem uma mulher com você ou teve, só que você não pode resolver as coisas com sexo sempre.

Eu ri descontroladamente

- Serio isso? Não fiz sexo irmão e nem tem mulher aqui. – Eu não mentir.

- Serio? Então você tá pior que eu imaginava. – Ele sorriu.

- Tchau Kevin. – Falei doido para ele ir.

- Tchau Avi, já ta me expulsando mesmo. – ele falou e se virou e foi embora.

Subi e olhei para Mitch que olhou pra mim e começou a gargalhar, rimos muito da situação.

- Eu me senti com 15 anos de novo. – Mitch falou rindo muito deitado de barriga pra cima na cama os olhos chegavam a ter lágrimas. Eu ria tanto quanto ele.

- Eu me senti como uma criança estúpida que estava tentando esconder algo de sua irmã mais velha. – eu falei.

Rimos até cansar quando os risos estavam quase cessados ficamos um do lado do outro e nos olhamos nos olhos.

- Mitch você é muito lindo.

- E eu não me arrumei ainda, imagina como ficarei arrumado – ele riu e eu ri junto gostava do senso de humor dele.

Eu me aproximei dele nossos lábios se tocaram e eu o puxei pela cintura eu fiquei ligeiramente em cima dele enquanto o beijava.

- Daddy! Eu amo os seus beijos eu poderia fazer isso por uma eternidade. – Ele falava enquanto me beijava ele tinha uma respiração ofegante.

- E olha que esse nem é o meu melhor. – Falei tentando fazer uma piada.

Ele parou o beijo, me olhou cerrando os olhos e em seguida riu e disse:

- Você tem que parar de andar com esse tal de Mitchell Coby Michael Grassi, você tá ficando igual a ele. Rimos e voltamos a nos beijar. Era um beijo agradável que eu poderia fazer muitas outras vezes


Notas Finais


Adoroooo​ MaVi ❤ ... Beijão até amanhã... Me falem o que acharam!!...
A gente esse é o meu twitter: @Beatriz_Lamare
E o meu Instagram: beatriz_llopez ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...