História Bagunça de amor (Pentatonix) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pentatonix
Personagens Avi Kaplan, Kevin Olusola, Kirstie Maldonado, Mitch Grassi, Scott Hoying
Tags Avi Kaplan, Mavi, Mitch Grassi, Pentatonix, Ptx, Scott Hoying
Visualizações 23
Palavras 2.432
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Bom como deu pra perceber não consegui postar o capítulo no tempo que eu queria, o capítulo estava pronto porém não tive tempo de postar, tinha algumas coisas da faculdade pra resolver.
Alguns avisos antes de começar:
1- Os fatos são todos da minha cabeça maluca, com inspirações neles, porém entrevistas, locais de shows e etc, não serão necessariamente reais, em algum momento posso usar um trecho de alguma entrevista real.
2- Essa é minha primeira Fanfic então comentem, deem dicas do que seria legal colocar nela.
3- Os capítulos serão postados semanalmente (a princípio as terças-feiras)
4- E se divirtam muito, aqui é pra entreter e não causar desconforto.
Mas aqui está o nosso próximo capítulo divirtam-se

Capítulo 2 - Um passo ao passado


Fanfic / Fanfiction Bagunça de amor (Pentatonix) - Capítulo 2 - Um passo ao passado

Avi

Lembro até hoje quando o vi pela primeira vez, o rosto dele era tão lindo, parecia um anjo, e ele tinha uma alegria contagiante, ele era engraçado, mas sentia que ele era ainda contido, creio que pela pouca idade, mas já tinha percebido que ele era praticamente o meu oposto, ele tinha um olhar desafiador. Quando sentamos a primeira vez pra cantarmos juntos lembro até hoje que fiquei impressionado com a voz daquele garoto tão novo e lindo, eu quase que ficava hipnotizado com ele e, sobretudo com o seu talento, sabia que tinha feito a escolha certa em aceitar ser um membro daquele grupo Pentatonix.

Com o passar dos anos nos tornamos uma família nos apoiávamos mutuamente, era uma família com brigas, mas com muito amor, estávamos​ começando a ficar um pouco mais conhecidos fazia já dois anos que cantávamos juntos, os melhores momentos com eles eram as nossas refeições, o Scott sempre vinha com uma piada que logo era completada pelo Mitch, era muito engraçado, eu poderia ouvi-los por horas sem enjoar. 
Scott é o cara mais gentil que alguém possa conhecer, ele é preocupado com todos, criativo, um verdadeiro amigo, quando não estou legal ele sempre nota e vem abraçar ou fazer uma graça e me fazer sorrir, acho que todos nós temos muito a agradecê-lo não estaríamos aqui se não fosse por ele, aquele loiro alto e a razão de estarmos trilhando essa jornada. 
kirstin é alegre e gentil, a minha pequena, ela sempre tem palavras de gentileza, maluquinha que só, parece bem quieta, mas te quieta não tem nada, ela parece uma princesa e a voz dela é simplesmente ótima, eu me dou muito bem com ela, já passamos horas assistindo filmes musicais. 
Kevin ele é como irmão, nos damos bem na hora, assim que nos conhecemos sabíamos que a combinação era perfeita. Ele gostava de música clássica e eu também, ele tinha um riso frouxo, ele era o cara que abrilhantava qualquer lugar que chegava ele era agregador, aquele tipo que mediava nossas "brigas". 
O Mitch o cara mais engraçado do mundo, ele é alegre, ama os amigos da maneira que eles são, ele é muito atrevido e isso que eu mais amo nele, ele não tem medo de ser quem é, eu tenho uma extrema necessidade de cuidar dele. Ele é carinhoso e tem um lindo rosto, e o que falar da voz?! É a voz mais linda que alguém pode ter, confesso somente aqui que antes de dormir gosto de ouvir as músicas que ele canta. 
Estávamos todos junto um dia ensaiando quando fiz minha parte e o Mitch logo soltou:
- Que voz é essa em Big Daddy?! Assim eu gamo!!!-  Todos riem e Eu fico vermelho na hora esse garoto sabe me deixar com vergonha...
- Para com isso Mitch! - falo completamente com vergonha.
- Ue só disse a verdade, não vou mentir pra você Avi - Me olha com aqueles olhos provocador. Confesso deu um frio na barriga. 
Passamos muito mais tempo juntos, por causa de tantos compromissos e atividades a serem feitas, viramos uma família, moramos L.A mesmo nos tempos livres estamos juntos, confesso sou o mais na minha não gosto de fotos nem de me expor tanto, e o Mitch me provoca com isso.
Um dia Scott e Mitch fizeram uma pequena festa na casa deles, pros mais íntimos e para celebrar uma pausa do trabalho, na verdade das turnês, a música por outro lado era feito quase que diariamente.

Quando estávamos na festa, eu sentei no sofá e logo peguei um uísque, estavam lá alguns membros de nossa equipe, Kevin veio sentar ao meu lado e logo disse:

- Começou os trabalhos, irmão?- ele disse sorrindo.

- Um uísque sempre é bem vindo meu amigo- Sorrio

- Olá meninos!!! – Falou Mitch sentando no sofá entre nós e nos abraçando- pensei que vocês não viriam- ele continuou.

- Perder boca livre? Jamais Bebê- falei tirando uma gargalhada tanto do Mitch quanto de Kevin.

Logo em seguida Mitch levantando falou:

- Vou ali fala com os outros, até daqui a pouco meu baixo e meu beatbox preferidos. – Saiu sorrindo

- Ele é muito engraçado, quanto mais eu o conheço, mais o admiro – falou Kevin para mim, eu somente concordei com a cabeça, estávamos juntos a quase 3 anos e realmente minha admiração por cada pessoa daquela turma só aumentava.

Enfim conversamos sobre muitas coisas, e por fim ficou eu e os meus 4 companheiros de banda, sentamos uns de frente por outro, Kevin ao meu lado e os outros na nossa frente, estávamos nos chão, Scott começou a cantar uma musica aleatória nós os acompanhamos mesmo eu que não conhecia aquela música, estávamos realmente com o álcool acima da media no sangue.

Quando acabamos de cantar Scott emocionado disse: - Eu não sei o que seria de mim sem vocês, eu amo cada um de você.

Nos abraçamos e ficamos ali jogando conversa fora iríamos entrar em tour então queríamos aproveitar cada momento que poderíamos ficar juntos sem nenhum compromisso específicos. Em meio em nossas brincadeiras e bebedeiras Mitch soltou uma frase:

- Seu olhar é tão lindo Daddy, realmente apaixonante- e me olhou com um rosto quase que sério.

Gargalhei e respondi:

- Obrigado pequeno anjo, mas creio que você não está vendo direito!!

- Apesar de eu usar óculos, sei que seu olhar é lindo.

Todos riram e Scott falou:

- Para de flertar com o Avi, Mitch!! – E sorriu

- Não custa tentar – Mitch respondeu tirando risadas de todos inclusive minhas.

Dormimos todos ali no chão mesmo, acordamos todos quebrados, tínhamos uma semana ainda antes de entrar em Tour então acho que dava tempo de nos recuperarmos.

Mitch levantou e logo disse:

- vou tomar banho, trocar de roupa e comprar café!!

- Vou com Você Princess!! Falou Scott

- Alguém vai querer?- Perguntou Scott

Todos afirmaram o que queriam, menos eu já que preferia um chá.

Continuamos todos na Casa de Scott e Mitch resolvendo pedir comida e fazer música, por diversão e não por trabalho, cantamos várias músicas, tinha momento que me perdia com Mitch cantando em um desses momentos Mitch me pegou olhando pra ele, me lançou um lindo sorriso, e eu sorrir de volta, meio tímido confesso.

Uma semana depois

Estávamos indo em Tour sempre chagávamos dois dias antes do primeiro show, fomos para um hotel dividir o quarto com Kevin como na maioria das vezes, resolvi que queria andar um pouco pela cidade estávamos nas Bermudas, queria muito conhecer, íamos ficar somente 7 dias e faríamos 2 shows, falei com Kevin:

- Vamos sair para conhecer um pouco o lugar?

- Por irmão acabamos de chegar!! To cansado preciso realmente dormir.

- De boa, vou falar com os outros!

Fui até kirstin que estava junto com a minha irmã Esther:

- Meninas! Que tal a gente passear um pouco e conhecer o lugar e uns restaurantes?

- Estou arrumando minhas coisas e depois vou dormi, desculpe Avi! – kirstin respondeu apertando minhas bochechas.

- Ai mano, eu tenho muitas coisas pra resolver e ainda quero tentar descansar, e você também deveria amanhã tem uma entrevista. – Disse Esther

- Então vou tentar falar com os meninos.

- Como você consegue ter tanta disposição maninho?- Disse ela me abraçando forte.

Fui até Scott e Mitch que estavam no quarto, bati na porta e Scott abriu e quando me viu logo falou com animação:

- Aviiiii!!!

- Olá Scott!!! Eu vim aqui perguntar se vocês querem conhecer um pouco a cidade?

- Graças a Deus alguém que pensa igual a mim- Mitch falou vindo em minha direção e me abraçando – Te amo Avriel- ele completou quase que em sussurro.

- Eu não vou porque estou simplesmente na merda!- falou Scott

- Eu vou com você Big Daddy- Mitch respondeu com muita empolgação

- Ótimo Mitch te espero lá em baixo em 20 minutos – Falei mais animado do que queria.

- Ótimo.

Vinte minutos depois já estávamos juntos.

- Vamos Avi!! Falou colocando o braço com junto ao meu.

- Vamos sim Mitch.

Andamos pela aquela beleza de lugar, até que o Mitch parou e olhou para o mar, quase fixo, quase hipnotizado.

- Algum problema Mitch?

- Podemos sentar um pouco aqui? Ele perguntou.

- Claro!

Sentamos e ele começou a falar.

- Eu acho que você não sabe, mas eu adoro o mar, é tão lindo.

- Sim, é belíssimo! Nunca imaginei que você era tão apaixonado pelo mar assim!- Dei um breve sorriso.

- Acho que é porque eu sempre quis ser uma sereia- ele gargalha.

Me levando junto pra mesma direção: a gargalhada frouxa.

Visitamos algumas lojas, pois Mitch queria comprar umas coisas, e logo já estávamos morrendo de fome, e resolvemos ir a um restaurante.

Era um restaurante relativamente pequeno, um lugar aconchegante e meio rústico, e tinha vista para o mar, resolvemos ficar no deck ao ar livre. Estava um vento refrescante, era final da tarde, eu e o Mitch sentamos um de frente para o outro, pedimos os nossos pratos e começamos a conversar:

- Foi divertido conhecer a cidade com você Avriel.

- Sim foi divertido, apesar de você me fazer entrar naquelas lojas todas – sorri meio de lado.

- Aaah Avi foi divertido, e eu só entrei em antiquários e brechós e não comprei roupas.

- Isso é verdade.

- Eu sei que você não gosta não iria te torturar assim – ele me sorriu como se tivesse cuidando de mim.

Nossas comidas chegaram começamos a comer e a conversar, ele falava empolgado sobre a ansiedade para o show e começou a falar um monte de coisa ao mesmo tempo o cabelo dele ficou voando um pouco por causa do vento, o que o deixava mais bonito, ele falava tão empolgado sobre as viagens, sobre os shows, os CDs. Terminamos de comer e voltamos para o hotel já no inicio da noite. Entramos levei o Mitch até a porta do quarto dele:

- Quer entrar Avi, podemos ver se o Scott ta acordado e podemos beber alguma coisa.

Resolvi aceitar, apesar de cansado

Entramos e Scott estava dormindo então sentamos em umas das cadeiras que ficavam na sacada do hotel e que tinha vista pra o mar, era um hotel bem localizado, mas era um hotel simples.

Ficamos conversando e tomando cerveja, só tomamos duas, já que teríamos que acordar cedo no outro dia. Mitch estava quieto olhando fixamente para a paisagem, então eu fiquei ali observando ele, o rosto dele era lindo e sereno, me peguei olhando para ele paralisado por sua beleza, foi quando Mitch falou sorrindo: - O que você tá me olhando?

- Nada, estava pensando em outra coisa, nem percebi que estava olhando pra você, foi mal!! – Falei mega sem graça.

- Huummm!! Tá admirando minha beleza é Avriel?!!- Falou ele com um lindo sorriso e com um ar safado também- Tá com vergonha Avriel?!!! – Ele deu uns tapas leve na minha perna.

Só sorrir sem falar nada realmente eu não sabia o que dizer e o Mitch era totalmente ousado e nem um pouco tímido, totalmente meu oposto.

Logo vi que já eram quase 22:30 precisávamos ir dormir, pois acordaríamos cedo no outro dia para os compromissos profissionais.

Enfim fui para o meu quarto K.O já estava dormindo. Deitei na minha  cama depois de um banho quente e enquanto olhava para o teto comecei involuntariamente a pensar no Mitch, e no seu rosto e na sua alegria de viver, ele era tão novo, mas tão bonito por dentro.

- Nossa o que eu estou pensando? – Falei comigo mesmo quase que em um sussurro – Por que eu estou pensando assim sobre o Mitch? – Minha cabeça estava confusa, eu sempre admirei o Mitch e amava a voz dele e sempre o achei lindo, mas eu sentia que a admiração estava demais era quase uma obsessão.

Acordei por volta de 8:15h, levantei tomei um banho Kevin, não estava no quarto, escovei os dentes, escolhi uma roupa, peguei meu celular e tinha uma mensagem: - Avi, vamos tomar café todos juntos no Hotel nos encontre 9:00h no saguão. Beijo Esther.

Peguei meu celular coloquei no bolso pra descer, faltavam 5 minutos para as 9 então precisava me apressar, quando cheguei no saguão estava Kirstin, Esther, Kevin e alguns membros da produção, Abracei a todos e perguntei;

- Estamos esperando quem?

- Scott e Mitch – Esther respondeu.

Dois minutos depois apareceram os dois, eles nos abraçaram e fomos a andando tomar nosso café, Esther nos falou como funcionaria as entrevista e primeira seria as 11:00 e teríamos que já terminar de tomar café e nos preparar para a entrevista que aconteceria ali mesmo no hotel. Todos nós ouvimos tudo o que aconteceria ao longo do dia. E tomamos no nosso café. Quando era 10:30 já estávamos todos prontos menos Kirstin. Nós 4 estávamos juntos esperando ela, e resolvi entrar no Twitter um pouco. E twitei:

@eu: Daqui a pouco um monte de compromisso

Quando vi que alguém comentou e era o Mitch:

@Mitch: Pelo menos você vai está junto comigo.

Continuei o comentário

@eu: Isso que me deixa feliz baby.

E eu olhei pra frente Mitch estava sentado de frente pra mim e ele olhou pra mim e sorriu e não comentou nada.

Enfim era a hora da entrevista sentamos todos em um sofá e do nosso lado direito a moça que iria nos entrevistar, eu, Kirstin, Scott, Mitch e Kevin, na ordem habitual.

Começou a entrevista no meio da pergunta a moça perguntou:

- Quem é o mais maduro?

- Avi!!! – todo responderam quase juntos. Sorri

- Então você é o mais responsável Avi? – Disse a Moça

- Acho que sou então – Sorrir

- Ele é como o Big Daddy- Mitch respondeu olhando para mim.

- Eles são minhas crianças- respondi gargalhando

Acabamos a entrevista e fomos comer algo todos juntos, rimos muito e conversamos bastantes todos tiramos uma foto e foi postado no instagram do PTX.

Mitch nos fez rir o almoço inteiro ele estava mega inspirado aquele dia, eu zoei muito ele, até eu entrei na brincadeira dele e Scott.

Fomos para nossos quartos descansar porque as 15:00 teríamos mais entrevista, no meu quarto twittei:

@eu: Eu literalmente amor bagunçar com o @mitch ele é muito engraçado.

@mitch: Eu vou mostrar quem você é pra eles Big Daddy @Avi

@eu: Cala a boca

@Mitch: Eu literalmente já falei

@eu; hahahaha

Mitch sabia como ser ousado e isso me encantava mais e mais, acho que minha cabeça precisa pensar menos em Mitch Grassi urgentemente.

 


Notas Finais


Bom se tiver algum erro, falem a vontade que eu conserto aqui...
Até o próximo capítulo...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...