História Bangtan family - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Kids, Família Bangtan, Namjin
Exibições 137
Palavras 1.530
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


E o que era para ser uma oneshot acabou se tornando uma mini long fic gsjakak acho q esse é o penúltimo cap. N sei ainda estou pensando.

Eu to mt viciada nas músicas do novo álbum sério msm. N paro de ouvir.

Esse cap escrevi ouvindo MAMA

e sim eu me empolguei escrevendo ele gdjakak por isso está enorme

Capítulo 3 - Já não te ensinei a bater na porta?


Fanfic / Fanfiction Bangtan family - Capítulo 3 - Já não te ensinei a bater na porta?

Chegaram em casa tarde da noite, Namjoon estava cansado de tanto dirigir. Ajudou Seokjin a tirar as crianças do carro e a colocá-las em suas caminhas. 
 Yoongi por ser o mais velho tinha um quarto para si, mas o resto dos meninos dividiam. Jimin dividia com Jeon Jungguk e Hoseok  dividia com Taehyung. 
 Após deixar as crianças na cama dormindo e dar um beijinho de boa noite em cada uma, Jinnie foi para o quarto onde encontrou um Namjoon deitado e com cara de acabado. Deu um sorrisinho e foi se aproximando dele. Subiu na cama e engatinhou até se sentar em cima do quadril de seu marido. 
 - Namie... Você quer - começou a distribuir selares no pescoço do mais novo. - tomar um banho e ganhar uma massagem? - mordeu o lóbulo - e depois me fazer seu? - parou com as carícias para fitá-lo com a mais inocentes das faces. 
 Ao escutar aquelas palavras nada castas sendo proferidas como algo totalmente inocente fizeram o maior sentir uma fisgada em seu membro e se despertar totalmente. Sentou-se ajeitando Jin em seu colo.
 - Você tá falando sério princesa? 
 - Eu vou entender se você não quiser... - Jin fingiu um bico que foi retirado com uma mordida fraca.
 Namjoon atacou os lábios do marido o beijando com veemência. A falta de ar se instaurou fazendo com que eles se separassem.
 - Eu preciso ir preparar nosso banho Namie. - disse se levantando e andando rebolando até o banheiro, só para provocar. 
 O mais novo só conseguia olhar, ou melhor dizendo, devorá-lo com os olhos.
 Começou a encher a banheira com vários sais para banho e se despiu. Decidiu provocar um pouco mais amarrando uma toalha em sua cintura e saindo para chamá-lo. 
 - Namjoonie o banho está pronto. 
 Este ficou boquiaberto com a cena a sua frente. Jin havia deixado a toalha cair "acidentalmente ". Ah mas ele iria pagar por ter lhe provocado. 
 Levantou da cama e foi se despindo até o banheiro. Entrou juntamente com Seokjin na banheira e o colocou no meio de seus pernas. Começou a distribuir vários beijos e chupões pela pele alva exposta. 
 - Ah namie ainda não... Eu quero cuidar de aah~ de você primeiro. - Ao chupar a base do pescoço Jin acabou gemendo um pouco alto de mais, era muito sensível naquela região e Nam sabia muito bem disso.
 - Não estou fazendo nada princesa, apenas carinho. Se quiser eu posso parar. - falou com a voz mais grave que conseguia no ouvido do menor. 
 O silêncio foi a resposta que ele esperava, voltou com as carícias agora afagando a coxa direita também.
 De repente Jin se levantou e saiu da banheira deixando um Namjoon sentado com cara de ponto de interrogação. Voltou com um rolinho de massagem e se sentou na borda da banheira. 
 - O que vai fazer amor? - Nam perguntou virando a cabeça. 
 - Vou fazer sua massagem. Agora se vire e relaxe - falou fazendo aegyo. 
 Começou a massagear os ombros, depois pescoço e costas. Fazia cada movimento com precisão, cuidado e amor. 
 - Namie preciso que você vá para cama para que eu possa terminar a massagem....- sua voz era calma e meio manhosa.
 Saíram da banheira, se secaram e enrolaram as toalhas na cintura.
 Namjoon deitou de bruços e Seokjin continuou com a massagem. Passou a massagear a,  quase inexistente, bunda do marido, desceu para as coxas e seguiu para os pés. Demorou um pouco mais nesse local já que sabia o quanto gostava de massagem nos pés e por ter dirigido boa parte da tarde era óbvio que seus pés doíam. 
 Quando terminou a massagem virou o maior de barriga para cima e se sentou sobre o quadril do outro, deixando sua bunda encostar no membro semi ereto. 
 


  Jimin acordou um pouco depois de chegarem em casa. Estava escutando um choro baixinho então decidiu se levantar e foi andando nas pontas dos pés até o provedor daquele som. Chegou na cama de seu irmãozinho mais novo e percebeu que ele estava chorando bem baixinho, sentou-se na beira da cama e perguntou:
 - O que aconteceu kookie-ah? - secava as lágrimas do menor com os polegares gordinhos que toda criança de 4 anos tem. 
 - Minie... Snif... Eu to' tum' medo.. Snif.. Snif - falou tentando se acalmar e se agarrando a Jimin. 
 - Medo do que? - deitou o abraçando e fazendo um carinho gostoso na cabeça dele. 
 - Medo...snif... Do monto' que mola' de baixo da minha cama Minie... - escondeu o rosto no peito do mais velho. 
 Jimin ficou morrendo de medo naquele momento. Nunca havia visto um monstro, não sabia se conseguiria lutar contra um para salvar seu precioso e amado irmão. 
 - Kookie-ah como cê' sabe que tem um monto' ai? - perguntou tentando parecer forte. 
 - Eu vi ele Minie. 
 - Pela' ai eu vo' chama' o Yoongi Hyung. - falou se desvencilhando dos braços que rodeavam sua cintura.
 - Pela' ai Minie. - grudou no braço alheio - eu telo' i' com voxe' - o olhou com os olhinhos pidões e começou a chupar o dedão. 
 - Tudo bem kook-ah. Eu vo' te poteje'. 
 E saíram para o quarto do Hyung. Foram andando a passos lentos, atentos a cada ruído que escutavam com medo de ser o monstro. 
 Chegaram ao fim do corredor e abriram a porta. Yoongi estava largado na cama completamente apagado. Jimin e Jungkook foram se aproximando da cama do mais velho e subiram nela.
 - Hyung - Jimin o chamou balançando seu corpo de leve. - Hyung?? - balançou mais forte. 
 - Hm? - murmurou esfregando os olhos e se sentando na cama. - O que foi Jiminie? 
 - O Jungkook disse que viu um monto' na cama dele. Agora nois' estamo' com medo... Podemos domi' com você Hyung?  - os dois menores estavam com carinhas de cachorro abandonado.
 - Pu' favo' Hyung - Jeon tinha agora um enorme bico nos lábios e os olhos marejados. 
 - Tudo bem vocês podem, mas se me atrapalharem eu vou chama' a omma e o appa okay? - falou sério. 
 - Okay! - responderam em uníssono e se arrumaram na caminha de solteiro. 
 Passado menos de 20 minutos Yoongi foi parar no chão. Como tinha alertado foi chamar a Omma e o appa. Aqueles dois estavam atrapalhando suas preciosas horas de sono. 
 - Aish!  Vou ter que ir chamar a omma. 
 Atravessou o corredor e entrou no quarto dos pais abrindo a porta com tudo. 
  Nessa hora Jin deu um pulou saindo de cima de Namjoon e se escondeu debaixo dos lençóis. Estava mais vermelho que um tomate. Namjoon se endireitou sentando na cama amarrando a toalha na cintura. 
 - Yoongi você sabe que deve bater na porta antes de entrar. - falou sério cruzando os braços. 
 - Mianhe* appa e omma. - baixou a cabeça. 
 - Venha aqui com a omma vem meu amor. - Jin disse batendo no espaço da cama ao seu lado. 
 Yoongi foi até lá e se sentou abraçando Jin. 
 - O que aconteceu? - Namjoon perguntou se aproximando dos dois e assumindo uma postura mais relaxada. 
 - Appa e Omma o Jimin e o Jungguk estão na minha cama. Não me deixam dormir. 
 - Por que eles estão lá meu amor? - Jin perguntou afagando as madeixas do filho. 
 - Falaram que tem um monstro de baixo da cama de Jungkook. 
 O casal começou a rir. Que idéia mais louca. Um monstro? Aquelas crianças tinha uma mente muito fértil mesmo. 
 - Ai eles foram te procurar e você os deixou dormir no seu quarto? - Jin perguntou cheio de orgulho. 
 - uhum. 
 - Aiin é um menino de ouro mesmo. Yoongi você é um ótimo irmão mais velho filho, estou tão orgulhoso. - falou quase esmagando a criança em um abraço forte e apertado. 
 - Obrigado omma. 
 - Agora pode ficar aqui dormindo com a omma e o appa. Amanhã vemos o que é esse monstro. 
 - Tudo bem... 
  Jin pegou um shorts de pijama para Namjoon e vestiu uma camiseta velha do marido. 
 Os três deitaram de conchinha, Yoongi em uma ponta, Nam em outra e Jin no meio. Este não podia estar mais feliz, ia dormir com dois de seus seis amores. 
 Quando Namie percebeu que Yoongi dormia, começou a beijar o pescoço de Jin e a apertar a carne macia de sua bunda. 
 - Namie - ele sussurrou. - não faz isso...Suga está aqui conosco. 
 - Não estou fazendo nada de mais... Deixa eu te tocar Jinie... Por favor...
 - Aish! Só não faça nada de mais por favor... 
  - Tudo bem. Prometo não fazer nada de mais. 
 Começou a afagar a coxa exposta enquanto beijava e chupava a nuca, clavícula e pescoço. Sua mão deslizou para frente tocando o membro já desperto. 
 - Ah~ Namie para. - bateu na mão do outro. Já está passando dos limites - sussurrava tudo para não acordar Suga. - vira para lá e dorme agora. Amanhã a gente brinca, está bem?
 - Aigo. Tudo bem, tudo bem. 
 Se virou para o outro lado e dormiu juntamente com Seokjin. 
 

 
 
 

  


Notas Finais


* é uma maneira de se desculpar informalmente

E ai estão gostando??
O que acham deu transformar isso em uma long fic? Porque sinceramente estou amando escrever isso aqui

Comentem o que acharam


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...