História Banido do Céu - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Lily Collins
Personagens Justin Bieber, Lily Collins, Personagens Originais
Tags Anjos, Fantasia, Justin Bieber, Lily Collins, Mistério, Romance
Exibições 66
Palavras 1.028
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Ficção, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá, meus amores! Antes de começarem a ler vamos a alguns avisos.

*Meu nome é Glenda e é um prazer ter vocês aqui.
*Essa história é de minha total autoria, sem plágio, por favor!
*Já que vai envolver assuntos de cunho religioso, quero deixar claro que a minha ideia com essa fic não é provar que Deus existe ou não, pois sei que cada um acredita em algo. Não quero ofender sua religião e se você é uma pessoa que não suporta ver algo "distorcido", "que não concorde", "que não é o certo", "que não é o que você pensa" sobre a bíblia, sugiro que não perca seu tempo lendo minha fanfic, ainda mais se é uma pessoa ignorante e intolerante.
*RElembrando, não estou aqui para te ofender ou ofender sua religião, apenas leia a história e aprecie meu esforço em fazê-la.
*Eu tentei deixar os acontecimentos bíblicos em ordem cronologia, mas não garanto isso sempre.
*Não tenho dia certo para postar, devido a faculdade que ocupa muito meu tempo, então tenham paciência comigo.

Acho que é isso, apreciem minha história e nos vemos lá embaixo. (:

Capítulo 1 - O início de tudo


P.O.V  Justin

 

Nossa primeira catástrofe veio de um local que nenhum de nós esperava e nos atingiu onde mais doía. Nosso coração sangrava ao ver nosso irmão mais querido, Lúcifer, a estrela do amanhã, rebelando-se contra nosso pai, contra nossa família, tornando o céu um campo de luta, irmãos contra irmãos, Lúcifer contra nosso pai.

 

_ Ele está cego! Está louco! –gritava nosso pai.

 

Lúcifer estava fora de si, estava cego pela inveja, ele queria o que eles tinham, ele ansiava sua liberdade e acima de qualquer coisa, ansiava seu livre arbítrio e ao ser expulso do céu, juntamente com seus seguidores, toda a maldade ia com ele, infectando cada coisa que tocava, sendo destinado aos confins da terra onde deveria permanecer até o fim dos tempos, quando enfim seria liberto e andaria pela terra.

Logo após sua queda, enquanto ainda nos recuperávamos, uma nova Era iniciava-se, era o começo dos tempos e tudo estava sendo criado, desde uma linda borboleta até um imponente leão. Rios, mares e oceanos começavam a receber seus primeiros habitantes, grandes e pequenos.

As árvores ocupavam cada canto do planeta, produzindo frutos e flores magníficos, coloridos e com cheiros inebriantes. Tudo estava sendo devidamente arrumado por meu pai, ele queria que tudo estivesse perfeito para recebê-los.

 

_ Eles merecem tudo isso. Eu os amo. –disse ele uma vez.

 

Seu olhar transbordava amor ao referir-se a eles, era lindo de se ver.

 

_ Se o senhor está feliz, eu também estou. –respondo com sinceridade.

 

Sua mão afagou meus longos cabelos e logo ele desceu até a terra. Ainda havia muito a ser feito, o Jardim do Éden ainda estava sendo construído, causando um alvoroço no céu, pois todos queriam apreciar de perto aquela construção e quando ficou pronta era motivo de orgulho em todo canto.

Mas nada se comparava ao fato de poder vê-los. Adão foi o primeiro, o primeiro do que chamamos de homem, a ocupar aquele grande paraíso e meu pai estava radiante, contemplando sua criação, tendo a certeza de que não havia nada mais lindo do que ele, mas não era o suficiente.

Ele havia dito que vivíamos sozinhos, não os humanos. Eles precisam de semelhantes para viver, para sentir-se bem e para amar. Nenhum de nós entendia a grande necessidade de companhia que essas novas criaturas possuíam, mas papai sabia o que fazia e então Eva veio.

Eva era tão linda quanto o pôr do sol, tão linda quanto os oceanos repletos de corais e peixes coloridos, garantiu-nos papai e nós acreditamos. Acreditamos que aqueles seres eram tudo o que papai dizia, eram lindos, justos e acima de qualquer coisa, eram seu grande orgulho.

 

E então a segunda catástrofe atingiu nosso lar, os humanos desobedeceram a nosso pai, enfurecendo-o e foram castigados. O Éden havia sido feito para recebê-los, devia ser o seu lar, assim como o céu era para nós, eles deviam zelar por ele, mas não foram capazes de obedecer. Ao serem expulsos de lá, vi meu pai afundar-se em desgosto, eles eram tudo para ele, eram seus filhos mais queridos, eram tudo o que ele mais queria que desse certo e ao final daquele dia nosso pai derramava sua primeira lágrima.

Todos os animais e todas as coisas entristeceram-se ao ver o criador naquele estado e nós, que tanto o amávamos e obedecíamos, víamos sem alternativa. Nada pudemos fazer por ele e naquele dia o céu chorou.

Desde então, a maldade de Lúcifer entranhava-se na terra e em seus habitantes. Os humanos começaram a matar uns aos outros, alimentavam-se dos animais e construíam uma nova vida. Nós, de cima, assistíamos a tudo em silêncio, observando os amados homens de nosso pai destruindo aquilo que tantos almejamos alcançar. Os vimos usar o seu livre arbítrio para o mal, fazendo as escolhas erradas e destruindo tudo o que nosso pai construiu.

Ele havia cansado de assistir tanta morte e maldade e retirou-se de nossa presença, nos deixando sozinhos e com medo, abandonando a todos seus filhos. Deus entrou em um sono profundo, dormiu para não ver e esquecer, para esquecer que sua mais preciosa obra acabava-se diante de seus olhos.

 

_ Ele está louco por nos deixar sozinhos! Talvez Lúcifer tivesse razão... –disse Gadriel uma vez.

 

_ Não ouse citar esse nome! –esbravejou Gabriel.

 

Naquela época eu não entendia o que estava acontecendo, mas sabia de quem era a culpa. Eu os culpava pelo abandono de nosso amado pai, eles deviam pagar pelo que fizeram! Era o que eu pensava, até o ano de 1989, quando a escutei chorar em uma noite quente de verão.

Lily Jane Collins havia sido abandonada por sua mãe biológica, ela era apenas um bebê e chorava muito naquela noite. Eu não sabia o que devia fazer e nem se devia interferir, pois Gabriel dizia que nós já tínhamos nossos próprios problemas para nos preocuparmos tanto com os humanos, mas eu não consegui deixa-la. Foi naquela noite de 1989 que cometi meu primeiro erro ao descer a Terra para salvá-la.

Ao voltar para casa eu sentia-me diferente, eu nunca havia tocado um humano e ao segurar aquele pequeno ser em meus braços eu senti que havia feito a coisa certa. Eu a deixei em frente à casa de uma mulher que sabia que cuidaria bem dela, pois todas as noites era possível ouvir suas súplicas para que Deus lhe desse um filho.

 

_ Não importa o que Gabriel diga, você fez a coisa certa. –garantiu-me Ezequiel.

 

E então a observei, de longe, e sempre a cuidei. Ela cresceu e ao vê-la eu lembrava perfeitamente da descrição de meu pai sobre Eva.

 

_ Justin, você precisar parar! Se eles descobrirem você sofrerá as consequências... –pedia Ezequiel.

 

Eu garantia-lhe que não me envolveria, mas já estava. Meu coração aquecia-se ao vê-la e minha mente me traia com pensamentos que eu não entendia e que me deixavam confuso.

Agora eu sei o que eles significavam. Eu havia sido o sucessor de Lúcifer, eles disseram. Eu havia experimentado o pecado, havia ansiado uma mulher...

E enquanto eu despencava para a Terra só conseguia pensar em minha Eva, a mulher que fez com que eu fosse banido do céu...


Notas Finais


Bom, ai está o primeiro capítulo, espero que tenham gostado. Comentem muito, favoritem e mostrem para as amigas, meus amores!!

Nos vemos no próximo capitulo, se cuidem <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...