História Barreiras do amor - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Amor
Exibições 5
Palavras 621
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Escolar, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 16 - Barreiras do amor (Cap16 Uma pessoinha a mais)


Fanfic / Fanfiction Barreiras do amor - Capítulo 16 - Barreiras do amor (Cap16 Uma pessoinha a mais)

CAPÍTULO XVI

 

Alguns dias se passaram desde o incidente, os ferimentos de Ritsuki estavam melhorando, graças aos cuidados de Hana, mas de uns dias pra cá, ele começou a ter pesadelos com o Mikio, ele aparece e tenta se comunicar com Ritsuki nos sonhos, até que um dia Ritsuki vê em seu sonho o Mikio apontando para uma barraca de folhas na floresta, perto da cachoeira em que eles já foram, e lá dentro dorme uma pequena criança dormindo entre as folhas, e então Mikio começa a chorar no sonho de Ritsuki e ele diz.

Mikio-Você me matou, mas por favor, cuide da minha irmãzinha, eu era a única família dela, faça isso como um último pedido meu!

Então Ritsuki acorda na madrugada assustado e levanta da cama, acordando Hana que estava do seu lado, mas sem perceber que ela tinha acordado, então ele vai até o mato, do lado de fora da casa, e olha em direção a cachoeira, que não é tão longe de lá, e da pra ver de longe, então Hana se aproxima de Ritsuki e segura em sua mão.

Hana-Rit, o que foi?

Ritsuki-Nada, só outro pesadelo com o Mikio e a garotinha de novo!

Hana-O que está acontecendo? Você anda tendo esse mesmo sonho, desde que ele morreu.

Ritsuki-Sim, amanhã eu vou lá ver se pode ser real.

Hana-Ok, por que deve ter algo mesmo, é impossível sonhar a mesma coisa igual, todos os dias, e está acontecendo com você a uma semana!

Ritsuki-Sim, amanhã bem cedo vamos lá, ok?

Hana-Sim, mas me espera, por que pode ser uma armadilha, pois você sonhou com o assassino!

Ritsuki-Sim, volte a dormir, vou ficar aqui mais um pouco!

Hana-Tudo bem, mas vem deitar logo!

Ritsuki-Tá bem.

Hana então volta para a cama e dorme, e nisso Ritsuki não perde tempo e vai na madrugada no local do sonho, mesmo só com seu estilete, ele acha o local, e tem mesmo uma barraca de folhas, e dentro tinha mesmo uma garotinha que aparentava uns 4 ou 5 anos de idade então Ritsuki coloca a garotinha dormindo em suas costas e a leva até onde ele e Hana estão ``hospedados´´  e coloca a garota em um quarto logo ao lado do dele e de Hana, e então ele volta a se deitar, mas já estava amanhecendo, algumas horas passam e Hana acorda e decidi preparar o café, o que era estranho, por que Ritsuki sempre acordava antes dela e a ajudava a preparar o café, mas ela foi.

Hana-Ué, ele está dormindo profundamente a essa hora? Até que horas ele ficou ontem lá fora?

Ela vai até a cozinha e começa a cozinhar, quando de repente a garotinha vem correndo e a abraça, Hana se assusta pois não tinha visto ela ainda e quando olha para trás está o Ritsuki acordado e sorrindo olhando a cena.

Hana-O que está acontecendo aqui? Quem é ela, eu não me lembro de termos uma filha!

Ritsuki-E não temos, eu estava falando com ela, e explicando que agora somos a família dela, e que o irmão dela DESAPARECEU, ok?

Hana percebe no tom de voz de Ritsuki, que ela não deveria tocar no assunto da morte do irmão da garota.

Hana-Ata, ei garotinha como você se chama?

Garotinha-Meu nome? É Naomi, você se chama Hana não é?

Hana-Sim.

Naomi-Você lembra minha mãe, pelo menos nas fotos que meu irmão me mostrava.

Hana-Você não conheceu sua mãe?

Naomi-Não, meu irmão disse que la morreu quando eu nasci...

Ritsuki-Bom agora você tem nós, somos sua família agora!

Naommi-Vocês são meus novos pais?

Hana e Ritsuki se encaram, e sorriem.

Hana-Pode se dizer que sim!

Naomi-Mãmãe? Papai?

Ritsuki-Isso aí.

Hana-Sim, e vamos cuidar de você!

CONTINUA

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...