História Barriga de Aluguel - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, André Bourgeois, Chloé Bourgeois, Gabriel Agreste, Lila Rossi (Volpina), Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nathalie Sancoeur, Nathanaël, Nino, Nooroo, Personagens Originais, Plagg, Sabine Cheng, Sabrina, Tom Dupain
Visualizações 179
Palavras 1.049
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Essa é a Miyako

Capítulo 2 - Capítulo2


Fanfic / Fanfiction Barriga de Aluguel - Capítulo 2 - Capítulo2

-Marinette minha filha se você aceitar essa proposta irá ajudar muito aqui em casa sua mãe e eu precisamos de dinheiro a padaria não está rendendo muito

-Papai eu tenho que voltar para o trabalho, assim que conversar direito com o Adrien e sua esposa eu venho correndo para casa.

-Marinette seu pai e eu iremos te apioar independente de sua escolha.

-Te amo mamãe eu prometo que irei ajudar você em seu transplante de coração.

-Não iremos né minha filha? -Meu pai tossiu tentando chamar minha atenção. 

-Sim papai nós dois, amo vocês dois volto daqui a pouco.

-Te amamos Marinette. -Os dois falaram juntos 

-Eu vou aceitar, mais quero ver se a Chloé irá aceitar.

-Marinette... -Minha mãe acariciou meu rosto e sorriu. -Eu te amo, obrigado por se preocupar comigo.

-Vocês já cuidaram de mim, agora é a minha vez.

-E melhor eu voltar para a padaria Sabine vai descansar seu coração merece.

-Vou me despedir da minha filha primeiro. 

Meus pais me levaram até a porta da padaria e me abraçaram eu peguei um táxi e fui para a empresa, assim que eu voltei para a empresa eu me deparei com a Chloé a loira segurou o elevador para mim e eu entrei nos duas não falamos nada uma para a outra mais a Chloé me olhava sem parar como se estivesse me avaliando, quando o elevador parou no meu andar eu desci e fui para a minha mesa.

Eu estava conversando com a Miyako tentando fechar negócio quando ouço a voz do Adrien me chamar pelo interfone "E agora Marinette" eu pego o elevador e vou até sua sala, eu entrei na sala do loiro e fui recebida por um abraço da Chloé.

-Você e a Marinette?

-Sim sou eu, o senhor Agreste já lhe disse que...

-Você aceitou? -O loiro piscou para mim me fazendo ficar vermelha. -Pense em seu aumento.

-Você irá aumentar quantos em meu salário?

-Talvez uns seis mil. -A loira sorriu para mim. -Que tal dez mil?

-Marinette me diz quantos você recebe por mês?

-Dois mil.

-Beleza se aceitar você ganhará doze mil por mês. -O Adrien se levantou da cadeira e foi até sua janela olhar a vista. -Então Marinette, aceita ser a mãe do meu filho?

-E-Eu... -A Chloé segurou minhas mãos e ficou me encarando. -Eu aceito.

-Ela aceitou amor. 

O Adrien me olhou nos olhos e sorriu o sorriso do loiro fez meu coração acelerar na mesma hora, eu me levantei e sai de sua sala deixando os dois comemorando eu corri para a sala do Nathan eu puxei a Alya pelo braço e a levei até o banheiro assim que nos entramos no banheiro a Alya começou a me xingar.

-Eu aceitei ser a mãe do filho do Adrien.

-Eita, e isso é ruim ou bom?

-Não sei Alya, você sabe que eu amo o Adrien desde quando éramos crianças 

-E eu sei vocês dois eram melhores amigos aí vocês foram separados ele te esquece, mais você ainda o ama e blá blá blá 

-Bem eu só fiz isso para ajudar minha mãe.

-Marinette me devolve a Alya por favor. -A voz do Nathan me assustou. -Marinette? 

-Desculpa Nathan, eu tenho que ir Alya vou até a empresa da Miyako fechar um contrato e melhor eu ir o senhor Agreste me espera.

Eu saí do banheiro e fui para o escritório do Adrien o loiro estava sozinho arrumando algumas fotos assim que ele me viu ele veio em minha direção nos dois pegamos o elevador e fomos até a garagem para pegar o carro do Agreste

Nos dois entramos e seguimos para a empresa a Miyako o caminho era um pouco longo então nós dois avisamoa todos da empresa para encerrar tudo as oito.

-Marinette estou tão feliz que você tenha aceitado a minha proposta.

-Ah tudo por um amigo, ops! Chefe.

-A Chloé pediu para você manter contato com ela para vocês duas marcarem a inseminação.

-Ah claro me passa o número dela?

-Claro te mando via whatsapp.

-Ah e meio estranho eu ser a mãe do seu filho.

-Você será a mãe dele é será a babá por algum tempo.

-Serei?

-Sim a Chloé não poderá amamenta-lo esqueceu?

-Você quer um menino ou uma menina?

-Tanto faz, só sei que daqui uns meses eu serei finalmente pai

-Você quer ser pai?

-E o que eu mais quero é você irá realizar esse sonho.

-Fico feliz em ouvir isso. -Eu acariciei os cabelo amarelado do Adrien e sorriu. -Ah eu preciso ligar para os meus pais eles ficaram muito felizes de saber que minha mãe irá fazer o transplante de coração.

-Sua mãe tem problema no coração?

-Tem sim infelizmente ela tem um sério problema no coração é o único jeito é um transplante.

De repente o Adrien para o carro e me olha espantado eu fiquei sem entender nada, peguei meu celular é liguei para minha mãe assim que a minha mãe atendeu o Adrien puxou o telefone da minha mão.

-Alô? Senhora Cheng, a Marinette aceitou ser minha barriga de aluguel.

-Adrien? Agreste Adrien?

-Sim sou eu e adivinha ela vai receber um aumento e um transplante de coração de graça, a senhora está livre mês que vem?

-Co-Como assim? 

-Eu vou pagar seu transplante de coração você não precisa se preocupar a Marinette foi muito legal aceitando ser minha barriga de aluguel e achei muito fofo a atitude dela.

-O-Obrigado A-Adrien. 

O Adrien ficou conversando com minha mãe por alguns minutos eu apenas ouvia meus pais agradecendo o loiro enquanto o Adrien coçava a cabeça de vergonha eu olhei docemente para o loiro e deixei uma lágrima cair, assim que o Adrien me devolveu o celular eu o abracei forte fazendo o Agreste se assustar.

-O-Obrigado A-Adrien.

-Não estou fazendo isso por causa da sua Barriga não.

-Ah então porque está fazendo isso?

-E segredo. -O loiro me beijou na testa e ligou o carro. -Um segredo só meu.

-Me conta senhor Agreste?

-Não posso. -O olhar do loiro se transformou em algo triste eu o olhava tentando decifrar o seu olhar. -Vamos a Miyako deve estar nos esperando.

Assim que nós chegamos na empresa da Miyako o Adrien guardou seu carro na garagem ao lado do grande prédio preto da rosada quando chegamos na porta da empresa fomos recebidos por um lindo garoto de cabelo ruivo eles nos levou até o escritório da Miyako e abriu a porta para entrarmos 

Nos dois entramos e demos de cara com a Miyako sentada tomando um drink a rosada se levantou e veio até nos dois.





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...