História Barriga De Aluguel - Capítulo 33


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan
Tags Amor, Barriga De Aluguel, Contrato, Directioner, Fanfic, Gravidez, Louis Tomlinson, Love Story, One Direction
Exibições 210
Palavras 1.272
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 33 - Mudanças


Fanfic / Fanfiction Barriga De Aluguel - Capítulo 33 - Mudanças

        Mais um mês tinha passado, eu fui levada por Simon até um estúdio de fotografia de sua confiança onde tirei algumas fotos para Briana. Eu acompanhava algumas das redes sociais dela e de Louis, e quase sempre via algumas movimentações dele. Não vou negar que estou sentindo falta dele, claro que estou, queria que ele estivesse aqui a cada sensação e descoberta do bebê, mas talvez por orgulho de ambos isso não vá acontecer.

        Quatro meses e duas semanas de gravidez, as vezes eu me pego parada depois do banho olhando para o espelho e fico tentando imaginar como o pequeno vai ser. Vejo fotos de Briana fazendo o enxoval do bebê, mas ainda não sei o nome dele e é bem provável que não vá saber tão cedo.
        As vezes eu sinto como se fossem cócegas em minha barriga, como borboletas e é engraçado, o médico diz que são os primeiros movimentos do bebê e na primeira vez que senti isso queria mandar uma mensagem contando a Louis, mas não o fiz.

"Mensagem de Elliot: Topa um almoço?"

"Claro. Só espero não passar vergonha como da última vez"

"Mensagem de Elliot: Passo te pegar em 20 minutos. Prometo que hoje não será comida chinesa"

"Obrigada kkk"

        Elliot com certeza tem se tornado um grande amigo, no fim de semana passado nós fizemos um piquenique com as meninas e quase sempre que passo mal ou acabo vomitando ele está ali para me ajudar. Sei que seus sentimentos vão além da amizade, mas acho que preciso construir mais confiança para dizer que realmente está acontecendo algo entre nós.
        Eu me levanto do sofá e vou até o quarto para poder trocar de roupa e encontrar com ele lá em baixo, eu coloco um vestido mais solto para tentar disfarçar a barriga. Ao me olhar no espelho vejo que ficou bom, então pego meu celular, a carteira e desço para o térreo.

— Hey — digo assim que me aproximo do carro.

— Entra aí, como você está? — Elliot está usando um terno preto e seus cabelos estão bem alinhados.

— Estou bem e você? — eu coloco o cinto e ele da a partida.

— Bem. Vamos há um restaurante que adoro — ele fala sorrindo.

— Prometo que tentarei não passar mal desta vez — digo e ele gargalha.

        No nosso último almoço juntos ele me levou há um restaurante chinês, sentamos em uma mesa próxima a porta, mas bem longe do banheiro e sem dúvida eu iria precisar dele depois. O pouco tempo que ficamos lá me deixou enjoada com o cheiro e me subiu a bile, tentei disfarçar o máximo que consegui só que uma hora sai correndo atrás do banheiro e deixando Elliot envergonhado. Por mais que isso nos arranque algumas risadas, eu sei ele ainda fica constrangido por não ter pensado que o cheiro me daria enjôos, nem eu pensei.

        Quando chegamos no restaurante que Elliot tinha escolhido desta fez, fico feliz em ver que é um restaurante tradicional. Ele aceita a sugestão do garçom para o almoço e pede uma água e suco, já que não posso beber. Nós conversamos um pouco sobre seu trabalho e um viagem que ele vai precisar fazer, ele me pergunta sobre Louis e digo que não estou falando com ele nos últimos meses.

— Por conta do trabalho — acrescento e ele balança a cabeça.

— Essas coisas são assim mesmo — ele sorri.

        Nosso almoço é calmo, Elliot consegue me fazer rir e deixar algumas preocupações de lado. Ele me leva para tomar sorvete e depois de volta ao apartamento, quando vou lhe dar Tchau ele segura minha nuca e me dá um beijo inesperado. Não é como se eu estivesse beijando Louis, não senti como se precisasse demais. Foi um beijo normal, se é que posso definir assim.
        Mais tarde eu vou ao mercado fazer a compra do mês e sou parada por algumas pessoas, mas ao me encararem de perto dizem que não era quem elas estavam procurando.

"Menos mal" — penso.

        Ao voltar para casa guardo todas as compras no armário e vou tomar um banho. Depois de colocar uma roupa confortável eu faço um achocolatado e pego cookies antes de voltar para a sala e ver um pouco de TV antes de ter que pegar as garotas e Isaac.

"Você nunca mais vai falar comigo?"

"Louis, isso é ridículo"

        Eu acabo pegando no sono e acordo quando está em cima da hora de pegar as meninas, eu coloco meus vans e verifico a caixa de mensagem antes de ir busca-los. No caminho as gêmeas começam a contar que Aly está namorando e beijou um garoto, e apesar de negar ela está muito nervosa e quando chegamos em casa eu mando elas lavarem as mãos e trocarem de roupa para comer.

— Menos você Alysson — digo séria cruzando os braços e ela revira os olhos — Vai me contar o que está acontecendo?

— Não é nada Serena, essas duas que são umas dedo duro! — diz ela irritada.

— Alysson, essa não é a resposta que quero ouvir. Anda — eu a encaro e ela desvia o olhar.

— Gosto dele. Ele é da outra sala e conversamos — ela começa — Ah, não foi um beijo como você acha...

— E essa história de namoro?

— É invenção Serena! — diz ela emburrada mais uma vez.

— Aly, sente aqui... — digo pra ela e com certa relutância ela caminha até o sofá — Eu sei que isso é chato. Mas você não tem idade pra namorar ainda, você tem outras prioridades bem maiores que essas e além do mais, precisa tomar cuidado...

— Eu sei Serena, somos apenas amigos... — ela me encara com um sorriso — Nem quero namorar.

        Ela ri, então mando ela ir trocar de roupa para poder comer. Depois de tomarem um lanche eu os ajudo a fazer a lição de casa e as gêmeas contam que tem que fazer uma maquete sobre o fundo do mar para a próxima semana e combinamos de sair no fim de semana pra comprar algumas coisas.

— E aí mamãe, como vai? — ouço a voz de Brooke do outro lado do celular e solto uma gargalhada.

— Para de falar isso, vai que alguém ouve — sento-me na cama e bocejo.

— Aí eu invento qualquer história — ela diz rindo — Como é que você está?

— Bem, é aí?

— Ótima, Eduardo finalmente me concedeu férias...  — diz ela em alívio.

— Finalmente! Já sabe o que fazer?

— Uma viagem com Holder provavelmente, aliás, queria falar sobre isso — diz ela.

— A viagem? — eu deixo o celular no viva-voz e arrumo minha cama para deitar.

— Sobre Holder. Vamos fazer um jantar de noivado e queremos vocês lá — sua animação é perceptível daqui — Vocês vêm, certo?

— Claro — afirmo.

— Estava pensando e  fazer um curso nas férias também, pra abrir minha própria cafeteria.

— Sério? Isso é muito legal! — afirmo feliz por ela.

— E claro, queria você como minha sócia... afinal, café é nossa especialidade — damos risada.

— Isso seria muito legal, sério. Principalmente agora que estou condenada a ficar em casa por mais seis meses — dou risada — Começar um empreendimento seria bom, tá na hora de tomar rumo na vida de verdade.

— Isso mesmo — ela concorda — Elliot pode nos ajudar no projeto, já que está terminando a faculdade de Administração.

— Vamos amadurecer a idéia juntas — digo.

— Sabia que você iria gostar! Vou deixar você dormir então, já percebi que agora você dorme cedo.

— Boa noite Brooke.

— Boa noite mamãe — ela ri mais uma vez antes de desligar.

        Eu deito na cama e levo um tempo para dormir, no meio da noite eu ouço batidas na porta e a voz de Taylor. Ela entra no quarto e diz que teve um pesadelo e digo para ela dormir comigo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...