História Barriga de aluguel (imagine jungkook) - Capítulo 41


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Jungkook, Nudez, Sexo
Visualizações 470
Palavras 1.526
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Gente na moral , chorei escrevendo esse cap senhor , aconselho escutar os covers que o kook cantou tipo : nothing like us , lost Stars...
bjs boa leitura

Ps - dei meu máximo para ficar grande o suficiente

Capítulo 41 - Declaração de amor


Fanfic / Fanfiction Barriga de aluguel (imagine jungkook) - Capítulo 41 - Declaração de amor

                 Jungkook on 

A peguei com cuidado e senti sua pele fria , se eu não correr posso a perder , não jungkook que isso , nada vai acontecer mas isso depende de vc então corre , sai do quarto e fui rapidamente a porta de casa 

Eu - meninas peguem a chave de casa e do meu carro vamos rápido 

Elas choravam e eu não estava diferente , minha vista embaçava mas eu deveria me manter firme ... o elevador chegou no estacionamento e entramos no carro , as meninas foram atras com a s/n nos colos delas dei a partida e saímos às pressas do local indo ia hospital que ela estava internada mais cedo , as lágrimas rolavam meu rosto vermelho e inchado , eu fungava muito e isso me preocupava devido a complicação de respirar , como já sabem por conta de um choro posso também parar em uma cama de hospital e não tenho condições de deixar isso acontecer... não posso a perder mais uma vez não posso . Quando tudo finalmente está bem alguma coisa ou alguém nos leva para a ponta do penhasco novamente , já cometi erros absurdos nessa minha miserável vida , deixei minha mulher e minhas filhas não sei quantas vezes , as magoei e fiz também elas não me quererem por perto , jeon jungkook vc foi um grande problema na vida desses pessoas , mas agora vc está fazendo o certo , e se possível poderei dar a minha vida por elas , sem elas não sou ninguém , apenas mais um que está aqui para preencher o mundo não é mesmo ? Nós nascemos , crescemos , reproduzimos , envelhecemos e morremos mas a hora da s/n não é agora não mesmo , não me permito aceitar isso , desço do carro e pego minha mulher no banco de traz entrando quase caindo em meus passos desajeitados e rápidos 

Eu - AJUDA POR FAVOR 

Enfermeira - oq aconteceu ? 

Eu - ela esteve aqui mais cedo com a pressão baixa e fraca , o médico responsável Dela a liberou com uns remédios mas quando fui ver ela estava gelada , pálida e com batimentos fracos 

Enfermeiro - VAMOS REMOVÊ-LA RÁPIDO  

       (Escutem nothing like us que o kook cantou como cover ok ?)

 

Eles a pegaram e a levaram para longe de minhas vistas , como isso senhor ? Estou pagando pelos meus pecados ? Se for me leve , mate a mim mas não o amor da minha vida , preciso Dela ao meu lado todos os dias , preciso do sorriso dela , dos seus carinhos , puxões de orelha , de dias felizes com ela ao meu lado , ela não pode me deixar agora por favor eu imploro ... não a tire de mim , não sou ninguém sem ela 

Ah Na - appa , a mamãe vai morrer ? 

Eu - não , vamos aumentar as nossas esperanças e não as deixar desaparecer tá ? 

Um médico caminha em nossa direção e parecia muito preocupado 

Medico - o senhor é jeon jungkook ? 

Eu - sou sim , como ela está ? Me diga por favor ela não pode ter morrido 

Medico - elas são suas filhas ? - apontou para as meninas ao meu lado 

Eu - são sim doutor por que ? 

Medico - não quero que elas ouçam me acompanhe até minha sala é aki perto 

Caminhamos até lá e entramos , me sentei a sua frente e ele sentou em sua cadeira me olhando com um olhar de pena 

Medico - sinto lhe informar que ela irá morrer 

Eh - NÃO COMO PODE ISSO , não ela não pode me explique 

Medico - temos um coração disponível e ele está aqui porém não é compatível com ela , se fizermos o transplante ela morrerá do mesmo jeito em uma estimativa de 3 meses 

As lágrimas percorriam meu rosto , tudo que eu menos queria era isso , mas parece que uma lâmpada se acendeu em cima de meu crânio como nos desenhos para crianças , é arriscado ? Sim mas preciso tentar 

Eu - tem como doar o meu coração para ela e eu ficar com esse que tem aqui ? 

Ele arregalou os olhos mas pareceu pensar na proposta em seguida 

Medico - se o seu for compatível com ela , e o que temos for com você pode ser uma possibilidade 

Eu - como vemos se é ou não ? 

Medico - me acompanhe 

Eu - espere eu preciso deixar minhas filhas com alguém , só um minuto 

Levantei com um sorriso pela primeira vez na noite , parece loucura mas antes eu do que ela , liguei para o meu pai e ele foi com as meninas para casa , acompanhei o medico e fizemos os procedimentos 

              Quebra de tempo 

Medico - isso é extraordinário, seu coração é muito bem compatível com os dois , vc pode doar o seu a ela e receber o do hospital 

Comecei a pular de alegria , nem acredito , obrigado Deus pela segunda chance 

Medico - mas temos um problema esse coração que temos pode lhe causar uma sequela nas pernas, o senhor pode ficar paralítico

Pensei um pouco , ficar paralítico não é um problema tão grande quanto perder alguém que ama então vou aceitar todos os riscos ,por fazer isso por ela

Eu - sem problema , não me importo , antes vivo paralítico com ela , do que vivo sem sequelas sem ela , quando começamos ? 

Medico - agora mesmo tem problema ? 

Eu - nenhum vamos 

Fomos para um local e me deitaram em uma cama , seguimos para o centro cirúrgico e entraram na grande sala cheia de enfermeiros e médicos experientes , odeio cirurgias , Ainda mais as que eu posso morrer mas , vou me sentir muito melhor quando  ver minha pequena em meus braços , viva e sem problemas , me colocaram na mesa de cirurgia e colocaram uma cortina em minha frente 

Medico - não se preocupe , faremos o nosso melhor 

Eu - por favor 

Olhei para a sala ao lado através de uma pequena janela e vi minha s/n mais branca Ainda sendo colocada na mesa de cirurgias 

Eu - aguente firme meu amor 

Eles pegaram uma máscara de ar e aproximaram do meu nariz e boca , depois não vi mais nada 

                      Doutor on 

Muito corajoso esse rapaz , dando o seu coração saudável para a sua amada , que gesto de amor lindo 

Eu - a anestesia está pronta ? 

Anestesista - sim doutor , pode começar a operação 

Eu - vamos lá garoto , bisturi 

               Quebra de tempo 

Retiramos o coração do rapaz e uma das enfermeiras o levou para a sala ao lado onde a garota esta , ele está em um estado de "morto" então temos que ser rápidos e por o coração que temos nele 

Enfermeira - senhor o paciente está morrendo 

Eu - RÁPIDO , peguem o outro 

Me deram em minhas mãos e comecei a posiciona-lo no corpo do jovem em minha frente 

Eu - sutura ( uma espécie de agulha para cirurgias ) 

Suturei o coração em seu lugar 

Eu - desliguem as máquinas 

Eles desligaram e olharam atentos para o coração que em segundos começou a bater sozinho 

Enfermeira - parabéns doutor , o senhor conseguiu 

Eu - esse jovem é bem forte , podem fechá-lo para mim ? 

Eles assentiram e eu sai de sala , entrei na do lado para ver a garota , eu sou o responsável por ela também , um de meus alunos mais avançados retirou perfeitamente o coração Dela e eu sou o encarregado de colocar o do garoto nela 

Eu - muito bem , agora eu vou colocar o novo nela 

Comecei a suturar e novamente mandei desligar as máquinas e assim fizeram mas nada aconteceu 

Eu - vamos , vamos mocinha nos ajude 

Pareceu incentivo pois o coração começou a bater , todos aplaudiram , sai de sala e fui ligar para os pais do menino já que a moça não tem mais seus pais ou responsáveis 

                   Ligação on 

Xxx- a-alo ?- me pareceu uma voz feminina chorando 

Eu - senhora jeon ? 

Sra jeon - sim quem fala ? 

Eu - sou o medico encarregado da operação de jeon jungkook e s/n 

Sra jeon - MDS E ELES ESTÃO BEM ? 

Eu - sim senhora , então vivos os dois 

Sra jeon - que alivio , nossa meu filho é louco 

Eu - bom , já deu a notícia , estão liberados para visita pela manhã 

Sra jeon - obrigada 

                    Ligação of 

                     Ah Na on 

Ficamos sabendo que nosso pai deu seu coração para a mamãe , ele é maluco mas eu o amo ainda mais por isso , ele a ama tanto a ponto de quase morrer por ela que lindo né ? Todos nos aliviamos um pouco e fomos jantar 

Vovó - amanhã vamos cedinho ver os pais de vcs ok ? 

Nos - ok vovó 

Comemos felizes e fomos dormir 

 

 

 

 

Continua ...


Notas Finais


Bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...