História Batimentos - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Neji Hyuuga, Sasuke Uchiha
Tags Hinata, Sasuhina, Sasuke
Visualizações 129
Palavras 853
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Shoujo (Romântico), Universo Alternativo

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Fic feita especialmente para o evento do grupo Curtidores da Sasuhina/BR.

Capítulo 1 - Batimentos


O que poderia ser mais chato que acompanhar seus pais num jantar com os amigos? Ter que ficar brincando com a filha chata deles e o primo dela, "brincar" temos 13 anos e nós tratam como crianças idiotas, resultado? Três adolescentes sentados no sofá de cara no telefone enquanto eles conversam qualquer besteira e terminam o jantar.

Peguei meu copo de coca olhando a menina no sofá a frente, assim que notou meu olhar corou exagerada tampando a cara com o smartphone, rolei os olhos voltando ao meu lugar, era sempre assim, se eu olhasse ou trocasse uma palavra com ela, ficava vermelha como um tomate,logo era um saco sempre que minha mãe pedia para mandar algum recado a mãe dela, devia continuar insistindo em a convencer a mandar sms.

A olhei de novo, eu não me importo com o que a faz ficar tão envergonhada, mas talvez, só talvez me deixe curioso, senti um cheiro de queimado e logo a conversa dos adultos parou, e perceberam o que acontecia, ouvi minha mãe chamando desesperada pelo assado a mãe de Hinata se juntou a ela, o barulho do forno e aquele cheiro forte veio até nós. Ela se levantou indo a cozinha e oferecendo ajuda tímidamente, estava na própria casa e mesmo assim era a mesma garotinha da escola.

- Quer jogar? Vai demorar pelo jeito. - Olhei Neji guardando o celular.

- Hm. - concordei e nos levantamos subindo ao quarto dele, pelo que eu sei, os pais dele vivem viajando então ele mora com os tios, será que ela também sente vergonha da presença dele? Ficamos jogando por alguns minutos até que sorrateiramente alguém entrou no quarto.

- Eles foram comprar comida. - Ela disse baixinho e se sentou na cama, nós estavamos sentados no chão, Neji apenas concordou com a cabeça.

Jogamos até eles chegarem e nada além de murmuros irritados meus ou dele foram ouvidos, Hinata acaba sendo tão silenciosa que por segundos esqueci que ela estava aqui, na verdade a observei em todas as telas negras de load, sem que ela notasse pude ver seu olhar em minhas costas, isso me deixou estranhamente feliz.

Durante o jantar nossos pais decidiram começar a falar sobre o quanto eramos quietos e o mal que isso pode fazer para nós, apenas continuei comendo, se eu tivesse ideia de onde aquilo iria terminar teria dado um jeito de interromper. Agora cá estou eu após o banho vestindo um pijama do Neji sendo obrigado a dormir aqui, alguma desculpa do tipo " precisam fazer mais amigos", eu tenho amigos, por mais idiota que aquele loiro seja, Neji também é um deles e tem outros, logo acho que ela é o maior motivo, por mais que a veja rodeada de meninas, a verdade é que ela não fala muito, isso me incomoda não entendo o porque mas...Sei la ela ser tão quieta é chato, gosto quando ela fala, também não sei porque, mas eu gosto.

- Ei, podemos ver um filme de terror antes de dormir.

- Pode ser. - respondi olhando a tv e ele se levantou saindo, acredito que iria a chamar, não sei se vejo Hinata vendo esses filmes, muito pelo contrário a imagino assustada se escondendo nas cobertas, coitada, vai ficar com medo depois, os dois entraram, ela se sentou ao meu lado no colchão arrumado para mim, a olhei e a mesma foi se levantar.

- Pode ficar. - disse simples a vendo se sentar e concordar vermelha, mas juro que vi um pequeno sorriso, me ajeitei sentado e logo Neji já havia posto o filme, ele foi se deitar e nós ficamos ali.

Como imaginei não demorou nada pra menina ficar encolhida, abraçada a coberta, tive dó dela e sem notar me aproximei mais, ela fez o mesmo e logo estava segurando meu braço enquanto se escondia atrás de meu ombro, era esquisito o lugar onde ela apertava estava quente e meu coração batia de um jeito estranho.

Passamos o resto do filme assim, quando acabou olhei Neji que já dormia e me soltei dela devagar que se tornou um tomate, sempre um tomate, ri baixo sozinho, acendi o abajur e fui desligar a tv, quando voltei ela ainda estava sentada do mesmo jeito olhando a porta.

- Está com medo?

- Sei que é bobo mas...- a interrompi.

- Pode dormir aqui, se não ligar de dormir comigo. - ela me olhou e voltou a olhar a porta mas concordou sorrindo de leve, se deitou se arrumando e eu apaguei o abajur, entrava alguma luz pela janela e me deitei, não sabia bem como me arrumar e decidi ficar de barriga pra cima, ela estava de lado, fechei os olhos relaxando, embora sentisse meu corpo meio inquieto, um incômodo na barriga.

Estava quase dormindo quando senti algo quente em minha bochecha, ouvi um leve estalo, estava recendo um beijo dela, não era nada além de um beijo da filha chata dos amigos dos meus pais.

- Obrigada Sasuke-kun.

Só a filha chata dos amigos dos meus pais, só isso...Mas então porque gostei tanto de ouvir a voz a dela? Meu coração esta batendo rápido, é tudo tão chato.


Notas Finais


Bom ficou curtinha mas admito que foi um grande desafio, eu não sou da inocência, meu negócio em maioria é +18, mas acho que ficou um amorzinho e gostei do resultado.

Espero que me contem o que acharam, até quem sabe uma próxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...