História Batman Arkham Origins - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Batman
Personagens Jared Leto, Justin Bieber, Margot Robbie
Tags Batman, Esquadrão Suicida, Justin Bieber
Exibições 27
Palavras 584
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Festa, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Ola gente, bom comecei essa história hoje, mas já tive essa ideia faz tempo, bom não é uma historia recomendada pra menores de 18 anos e blah blah blah....
Queria dizer alguns avisos importantes:
Não vai existir Bruce Wayne porque o personagem sera substituído por Justin Bieber.
Essa fanfic não é copiada eu tive minhas próprias ideias, e plagio é crime anota ai.
Postarei dependendo do meu humor kkkkkk Sorry mas é verdade.
Bom as regras são as que não gostou vaza, se não eu te faço vazar kkkk

Se estiver alguma duvida comenta ai ou me chama no whats - (51) 8 1 8 6 6 5 0 5

Beijo amores, Boa leitura.

Capítulo 1 - Um louco e sadico.


Fanfic / Fanfiction Batman Arkham Origins - Capítulo 1 - Um louco e sadico.


Em meio a chuva e vento, em um escritório, a doutora quinzel se encontrava concentrada em meio de documentos e formulários de pacientes detentos, mesmo que não entenda quase nada de psicológia ela pelo menos sabia fingir o suficiente para ninguém desconfiar. Perdida em pensamentos, nem percebeu a entrada de seu chefe em sua sala.

- Dra. Quinzel, esta aqui a fixa do novo detento.- Mark usou um tom rude, vendo as expressões que a mulher a sua frente fez ao olhar o paciente.

"The joker, mas como " pensou a mulher abismada.

-Você acha que eu posso… -Antes de completar a frase seu chefe a interrompe.

- Ele estará a sua espera da que 20 minutos na sala 298 do bloco C. Quero que todo sua concentração esteja nele então não atenderá nenhum de seus clientes. -  Mark saiu da sala de Harleen frustado, nenhum de seus funcionários aceitou atender Joker e sua única esperança era uma psiquiatra recém formada que sabia como mexer com os homens.

A mulher que agora estava incrédula olhava aquele formulário em sua mão, e com força jogou-o em cima da mesa que fez com que documentos de seu paciente se espalharem pelo chão. Irritada , a mesma se abaixou ajuntando uma foto, logo sua expressão mudou ao olhar a imagem do louco, olhava seus traços admirada. Com seus olhos azulados com tons verdes e lábios vermelho sangue destacavam sua pele branca e lisa que tornavam-se mais perfeito com os traços das tatuagens.

"Lindo" pensou ela ainda admirando a foto de seu novo paciente.

Começou a ajuntar as outras fotos espalhadas pelo chão as olhando e logo depois botando-as em seu devido lugar. Sem nada para fazer Harleen começou a pensar em seu passado podre. Orfão de mãe e pai, e sozinha , conseguiu entrar em um circo com 16 anos , com suas experiências em ginastica artística e controle sobre o seu corpo Harleen conseguiu uma bolsa na faculdade de psiquiatria de Arkham, sabendo nada sobre esse assunto, seduzia os professores para que conseguisse nota.

E agora ela estava ali, com um vazio, esperando algo ou alguem preencher o mesmo, sentia que faltava alguma coisa em sua vida.  Olhou o relógio vendo que faltava pouco para sua consulta começar, arrumando seu bloco de anotações e as informações de seu paciente, a doutora andava com dois seguranças em sua cola.
Interessada e curiosa abriu o formulário.

Passou seus olhos sobre as informações lendo atentamente.

Humm, Introduzido como um psicopata com um sentido de humor sádico e doentio. Era totalmente louco, e assassino criativo. Conhecido como um ladrão pateta e brincalhão. Começou a aparecer os sintomas de loucura com sua queda para dentro de um tanque de desperdícios químicos que branqueia a sua pele, torna o seu cabelo verde e os seus lábios vermelhos; o resultado da sua desfiguração leva-o à loucura.

Parou levemente ao ler um pedaço da sua biografia, ela não sentia-se com coragem para o enfrentar cara a cara. Os seguranças viram seu medo e a acalmaram dizendo que qualquer movimento brusco era pra ela chamar-los.

Naquele corredor só era ouvido o som da chuva e de seu salto batendo contra o chão, chegando na porta da sala , a doutora arrumou seu jaleco e adentrou a sala.

E lá estava ele, perdido em pensamentos insanos,  deitado em uma cama com camisa de força, encarando profundamente o teto. A doutora respirou fundo e se pronunciou:

-Bem vindo a Blackgate, vamos fazer apenas uma rápida avaliação psicólogica...


Notas Finais


EDITADA!!

Espero que gostem, tenho muitas idéias para essa fanfic.

Beijos amores ate o próximo capitulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...