História Batman e sua Gatinha - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Batman
Personagens Alfred Pennyworth, Barbara Gordon, Bruce Wayne (Batman), Comissário James "Jim" Gordon, Coringa (Jack Napier), Damian Wayne, Dick Grayson, Dr. Jonathan Crane (Espantalho), Edward Nashton/Nygma (O Charada), Harleen Frances Quinzel / Harley Quinn (Arlequina), Harvey Dent (Duas-Caras), Jason Todd, Lucius Fox, Oswald Chesterfield Cobblepot (Pinguim), Pamela Lillian Isley / Poison Ivy (Hera Venenosa), Personagens Originais, Selina Kyle (Mulher-Gato), Timothy "Tim" Drake
Tags Batcat, Batman, Brulina, Catbat, Mulher Gato, Romance
Visualizações 53
Palavras 1.566
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Hentai, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura .....
Espero que gostem....
Desculpa demorar. 💙

Capítulo 21 - Espero não estar interrompendo nada......


Fanfic / Fanfiction Batman e sua Gatinha - Capítulo 21 - Espero não estar interrompendo nada......

                 POV Selina

Minha filha está louca pra conhecer a " Mulher-gato", tenho medo de usar minha roupa de novo por que Bruce pode me encontrar, ele colocou um GPS em meu óculos. Descobri quando está arrumando ele, será que ele senti minha falta? Eu sinto apesar de negar, eu acho melhor evitar ao máximo me encontra com ele, vou tomar o máximo de cuidado, quero compartilhar com minha filha minha identidade secreta, só não quero que ela se encontre com o pai, tomara . Tenho que colocar ela em alguma escola aqui perto ou coloco ela em uma particular?

POV Of 

Selina estava sentada no teto do prédio olhando o lindo por-do-sol que era raridade se ver numa cidade como Gotham, desceu e entrou pela janela de seu quarto e se deparou com Asa noturna.

Sely: Poderia usar a porta da frente não é ? - sorriu e se aproximou pra abraça lo.

Asa: Até poderia, mas qual seria a graça ? - sorriu e a abraçou.

Sely: Como consiguio me encontrar? - sentou na cama e retirou sua blusa de frio, ficando apenas de top .

Asa: Coloquei rastreador no seu carro - sorriu e olhou os seios da gata e desviou o olhar, ficando corado - desculpe .

Sely: Espero que já tenha tirado, e não tenha falado a Batman - olhou séria pra ele, que o sorriso ainda estava em seu rosto - não quero mais me encontrar com ele ....

Asa: Mas o que aconteceu Selina ? - sentou ao lado dela na cama, colocando sua mão sobre o ombro dela, que apenas o olhou com os olhos marejados - ei não fique assim, se não quer me contar tudo bem, Bruce ficou muito mal quando você sumiu, eu até vi ele chorando quando ele chegou na bat-caverna no dia que você sumiu ..... sim você ouviu direito, ele chegou chorando .

Sely: Nossa - enxugou as lágrimas - Dick tira uma foto com minha filha ? - sorriu .

Asa: Claro, vou adorar ver minha sobrinha .

Selina se levantou e pegou seu celular, correu até a sala.

Sely: Kitty vem ver quem está no quarto da mamãe! - animou a filha .

Kitty: Mãe não quero ver quem está no seu quarto - sorriu - o que você faz lá, eu não tenho nada haver.

Sely: Filha vamo logo - segurou a mão dela e a puxou do sofá - e não diga mais isso .

Quando Helena chegou lá, ficou boquiaberta com quem estava na sua frente.

Kitty: AAAAAAAAAAA - gritou - Você é o Asa noturna mesmo ? O primeiro Robin ?

Asa: A sua disposição - agachou e pegou a sua mão e beijou .

Kitty: Posso tirar uma foto com você ? - sorria pegando o celular da mãe .

Asa: Claro e tire no meu também .

Helena tirou sua foto com Asa noturna, e correu pra digitalizar.

Sely: Acho que ela está muito feliz - olhou pra Dick .

Asa: Também acho - sorriu - e desculpe pelo beijo .

Sely: Tudo bem - sorriu sem graça .

Asa: Deveria ter dado um de verdade - a puxou pra perto a beijando intensamente, ela deixa com que a língua dele entre em sua boca .

Kitty: Espero não estar interrompendo nada - aparece no quarto, fazendo os dois pararem de se beijar.

Asa: Não está - sorriu - agora tenho que ir , tenho trabalho a fazer e Batman pra ajudar, vilões pra pegar.....

Sely: ...... - respirou ofegante - espero que o Batman não saiba sobre mim.....

Asa: Pode ter certeza que não - saiu pela janela .

Sely: Filha não mostre a ninguém essa foto, coloque no seu quarto .

Kitty: Está bem , vou ir dormi mãe, ou ver televisão.

Sely: Vai querer pizza ?- Kitty sorriu como se disse se sim - vou ja ligar, doce e uma salgada né?

Kitty: Claro.

Selina pegou o celular e ligou pra a pizzaria, pediu as pizzas.

Atendente via celular : Estará pronta em 20 minutos e chegará aí em 10 .

Sely: Está bem - desligou o celular - Filha a mãe vai sair e vou deixar o dinheiro com você, já sabe como faz né.

Kitty: Opa, mandar ele colocar as pizzas no chão colocar o dinheiro por debaixo da porta, dar a gorjeta e manda ló embora - deu uma pausa - e abrir a porta e pegar as pizzas .

Selina abraçou e beijou a filha, tão pequena mas tão grande, ela dá o dinheiro a ela, e corre pra seu quarto.

Sely: Meu cofre está quase vazio - olhava o fundo do cofre - vou ter que fazer isso ..... - pegou sua roupa de gata e a vesti o.

A gata saio pela janela e foi direto a uma joalheria, olhava pra trás com frequência já que " Ele " sempre aparecia por trás, viu que ninguém estava atrás dela, pulou no teto do local.

Cat: Telhado sem vigilância, e sem câmeras , péssima escolha - sorriu - vou pelos dutos.

Ela entrou no duto de ar, engatinhou até chegar na sala. Chutou a porta de saída de ar, olhou em volta, uma câmera perto da bancada e outra apontada pra a porta da frente.

" Aí que ótimo, uma aponta pra la, e outra bem onde eu queria ir ..... vou cortar o cabo de energia." Pensou em voz alta.

Pegou seu spray, o usou pra ver se tinham lasers invisíveis no chão, e bingo.

Cat: Agora ta melhor - sorriu - finalmente um desafio.

Ela saltou no chão, deu saltos precisos até chegar no interruptor, ele precisava de chaves pra abrir, mas pra ela so as garras bastavam, o abriu em menos de 10 secundos, desligou o sistema de alarme primeiro e depois tudo, assim que acabou de rever que tudo não funcionava, ela foi a bancada, pegou todas as jóias, ligou o interruptor, e correu até o duto e pulou, engatinhou de volta, assim que voltou ao deu um pulo pra trás.

Cat: Você ?! - sorriu maliciosamente e mordeu a boca - não esperava encontrar você aqui ....

Bat: Nem eu.... encontrar..... você - seus olhos marejaram de emoção - posso te abraçar ? Espera ... o que está fazendo aqui ?

Cat: Nada, poderia mas agora tenho que ir tenho coisas a fazer em casa .... - olhou pra os lados - então eu vou indo ..... - caminhou até a beira e sentiu algo no seu braço a puxando - da pra me soltar agora ?

Bat: Não, Selina o que você fez com nosso bebê ?

Cat: Isso não lhe diz respeito - se soltou dele e correu, saltando e correndo o mais rápido possível até chegar em casa - ufa consegui chegar aqui.

Entrou pela janela de seu quarto .

Bat: E eu também - olhou pra ela com repreensão - cadê nosso bebê Selina ?

Selina retira sua máscara e caminha pra fechar a porta.

Sely: Não te interessa - deu de costas .

Bat: Me interessa sim, é meu filho - segurou ela - por favor Selina .

Sely: Não toque em mim - deu um chute nele e o mesmo bateu na cômoda e a derrubou .

Bat: Me perdoe pelo o que aconteceu naquele dia - se aproximou dela e a agarrou, apoiou sua cabeça na dela - eu não deveria ter feito aquilo, me perdoe Selina .....

Sely: Eu também não deveria ter feito o que eu fiz ....- seus olhos marejaram.

Bat: Eu sinto tanto sua falta - uma lágrima escorreu em seu rosto .

Sely: Minha filha tem o direito de conhecer seu pai - aproximou sua boca da dele, e deu um beijo cheio de saudades.

Kitty: Meu pai ? - apareceu na porta, com lágrimas nos olhos .

Bat: Selina....... - olhou para ela e depois pra sua pequena filha .

Kitty: Você não me disse que você era a Mulher-gato mamãe, e muito menos que conhecia o Batman..... - olhou pra ele sorrindo - quem é meu papai ?

Sely: Helena esse é meu antigo parceiro,que você ja conhece, e ele veio me pedir para que você possa conhecer seu pai - caminhou até ela - vá dar um abraço e pedir o que você queria .

Kitty: Me dá seu número de telefone e um batarang - sorriu .

Bat: Helena, belo nome - pegou um batarang e deu a ela - sua mãe tem meu número.

Sely: Batman tire uma foto com minha filha pelos velhos tempos ? - deu uma câmera a ela.

Kitty: Mãe tira uma com a gente - segurou a mão dela - quero uma foto de nós três juntos .

Batman sorriu disfarçadamente.

Sely: Eu vi batsy - levantou a sobrancelha e sorriu .

Kitty: Batsy vou te chamar assim - deu um beijo no rosto dele .

Selina colocou a máscara de volta e DE abaixou para tirar a foto.

Kitty: Batsy me chame de Kitty, vêm e se abaixa que eu não sou tão alta igual vocês.

Bat: Kitty está bem, depois vamos tirar uma com você no meu colo pra mim guardar .

Kitty: Aceito .

Eles tiraram as fotos .

Kitty: Obrigado batsy - sorriu .

Bat: Tenho que ir - pegou na mão de Selina - até mais Gata .... - deu um beijo nela e ouviu um barulho de flash.

Kitty: Sem querer - sorriu maliciosamente e correu .

Sely: Eu apago a foto - corou .

Bat: Não precisa - alisou as bochechas dela - vá na minha casa amanhã.

Sely: Está bem iremos lá - deu um tapa na bunda dele, que apenas olhou e ela sorriu. Ele sumiu na escuridão de Gotham.

Sely: Ainda bem que eu escondi as jóias ufa - suspirou.

Continua.........



Notas Finais


Obrigado por ler, comentem se gostaram e favorita.
Bjs
Autora-Fox.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...