História Be An Educated Girl ( Imagine Jin ) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Seokjin
Exibições 266
Palavras 1.405
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi genteee 💛
Então, comecei essa fanfic, não garanto muito que não vou apagar, então, bjaum.

Boa leitura, e desculpe os erros! ❤

Capítulo 1 - Que sejamos amigos...


Fanfic / Fanfiction Be An Educated Girl ( Imagine Jin ) - Capítulo 1 - Que sejamos amigos...

P.O.V ______

    Eu não tinha uma vida muito boa, minha mãe tinha se separado do meu pai, já tem um ano, ela se casou com um cara, em qual eu não me dou muito bem, só tenho uma amiga, mas ela mora na minha antiga cidade, já que quando minha mãe se casou com meu padrasto nos mudamos, agora eu moro em Seul. Já troquei de escola várias vezes, nunca me dou bem com ninguém e acabo brigando, ou batendo em alguém, o que me leva a mudar de escola. Hoje vou pra mais uma escola em Seul, e minha mãe já disse que se eu for expulsa dessa escola, ela vai me mandar para casa da minha madrinha, a pior coisa que ela poderia fazer comigo. Minha madrinha é pior que meu padrasto. Então, vou tentar me conter, e ficar na minha, sozinha. Vou tentar ficar calma!

   -______! Levanta! - Minha mãe me chama da porta! Como eu já estava acordada, eu me levanto e vou até a porta, abro ela, olho para minha mãe e falo:

  -Já estou acordada, e já estou indo me arrumar. - Falo em um tom de ignorância.

  Ela não diz nada e vou direto ao banheiro, faço minhas necessidades, tomo um banho demorado, visto meu uniforme, saio do banheiro, vou para meu quarto, pego uma meia e meu All Star, prendi meu cabelo em um coque.

  Desci, tomei meu café da manhã, sem trocar uma palavra com nenhum deles. Peguei minha mochila, e sai de casa.

    Peguei o ônibus na frente da minha casa, me sentei bem no fundo, não tinha ninguém ao meu lado, eu estava com meu fone de ouvido, não ouvi exatamente ninguém. E assim foi o caminho todo até a bendita escola.
  
  Assim que  cheguei na frente da escola falei pra mim mesmo (no caso para escola) :

    -É... Você pode melhorar muito a minha vida, como pode terminar de acaba la. - Falei baixinho, e entrei na escola. A escola era muito grande, fiquei até perdida. Depois, chamou a turma. Eu já sabia qual turma eu era porque falaram para a minha mãe quando ela fez minha matrícula.

   Só que tinha um pequeno problema, eu não sabia em qual fucking sala eu deveria entrar. Tinha muitas salas naquela escola.
   Eu sou do 2° ano do ensino médio, estou na turma 2005, porém, seria bem mais fácil se as salas tivesse o número das turmas. (tipo, 2005, 2003...)
  
   Fui na sala da diretora. Bati na porta!

  -Entre! - A direitora falou com uma voz bem doce. Até estranhei, porque nas outras escolas as diretoras/ os diretores tinham vozes de monstros.

  Entrei na sala e falei:

  - Bom dia! É que eu sou aluna nova e não encontro minha sala! - Quando eu quero eu consigo ser bem educada, e quero fazer de tudo para não ir para casa da minha madrinha.
 
   -Aaah, claro! A escola é muito grande, né, minha querida? - A diretora diz. Ainda estou chocada, nunca imaginei que a diretora daqui é tão legal.

   - Sim. - Respondi e nós duas saímos da sala, na verdade, ela saiu e eu só a segui.

  - Que turma você está? - Ela me pergunta.

  -2005! - A respondo.

  - Ah sim. - Passamos por dois corredores e paramos em uma porta. - Bem aqui.
 
  -Muito obrigada!

  - De nada, minha querida, qualquer coisa é só chamar. - Ela me da um sorriso e sai andando.

   Bato na porta e escuto o professor falando para eu entrar (bem, acho que era o professor, né), entrei na sala e todos olharam para mim, TODOS MESMO.

  Não tenho vergonha de quase nada, acho que já passei tanta vergonha na escola por causa do meu padrasto que eu me acostumei, e eu sou tipo "Foda-se" para o mundo inteiro.
 
   - Se apresente! - O professor pede!

   - Eu sou ______, tenho 17 anos, eeee, só isso mesmo! Ninguém precisa saber da minha vida! - O respondo e olho para ele, esperando que o mesmo me mande sentar! Já que eu tenho que ser "uma menina educada".

  - Você parece ser bem marrentinha, ______! Sente-se, e se comporte, na minha aula não quero esse tipo de comportamento! - Ele falou me encarando, já não fui com a cara dele, mas eu não o respondi, tenho que ser uma menina educada! - Aaah, e prazer______, meu nome é Daniel, professor de história e geografia.

Não o respondi novamente, ele me encarou por algum tempo, e eu também o encarei, esse professor tem cara de tarado. É melhor eu ficar longe dele!

  Sentei do lado de um menino, muito bonito por sinal. Assim que eu me sentei do lado dele, ele me olhou e me deu um sorriso fofo, eu retribui o sorriso, e ele voltou a mexer no caderno dele.

  Peguei meu caderno e meu estojo na mochila e comecei a copiar o dever que o professor tinha caba de escrever no quadro.

    ~ Algum tempo depois ~

  - Moça, o que está escrito ali? - O menino que está do meu lado aponta para o quadro.
  - Século XVIII. - Respondo.
  - Obrigada! - Ele agradece e fica me olhando. Eu o olho e ele cora, assim como eu. - Qual é o seu nome? -Ele me pergunta.

   -_____! E o seu? - Pergunto meio confusa, porque ele estava perguntando meu nome se eu acabei de me apresentar?

-Meu nome é Hoseok, mas eu gosto que as pessoas me chamem de Hobi! - Ele fala e da outro sorriso super fofo.

- Nome bonito, Hobi! Maaas... Por que você perguntou meu nome se eu acabei de me apresentar para a sala toda? - Perguntei muito curiosa.

- Só queria puxar assunto. Eu sou péssimo em puxar assunto! - Ele fala e rir. Eu já falei que o sorriso dele é lindo? Então, né!

- Ata! - Respondo e dou uma risadinha.

  A aula passou, as vezes conversamos um pouco. As vezes quando eu ia olhar para ele, eles estava me olhando. Ele realmente não sabe disfarçar.

Deu a hora só recreio, e ele foi com os amigos dele para um canto, e eu saí da sala. Fui apara o refeitório, peguei um lanche e saí de lá. Fui para o pátio e sentei no gramado, no cantinho. Solitária.
   Escutando minhas músicas, momentos assim é muito bom!

Depois fui para a sala de novo e tive a aula normal. Deu a hora da saído e fui direto para a casa. Quando cheguei lá, só minha mãe estava em casa, meu padrasto estava trabalhando.

-_____, como foi a escola? - Ela me pergunta e bate no sofá na parte que estava ao lado dela, pedindo para eu sentar ao lado dela. Sento.

  - Bem! - A respondo.
  - Filha, eu arrumei um trabalho para você! - Ela falou assim que eu terminei de falar.
  - Hãn? - Fiquei sem reação.
  -Kwan -meu padrasto- disse que você tem que trabalhar, porque você não faz nada para ajudar em casa! E eu já arrumei um trabalho, você vai trabalhar em uma lanchonete, de 13:00 até 21:00, de segunda a sexta! - Minha mãe responde e eu apenas fico a olhando.
 
   - Eu começo quando? - Pergunto, pelo menos vou ficar o dia todo sem ver Kwan.

  - Hoje mesmo! - Ela me fala isso e me dá uma sacola, abro a, e lá está meu uniforme.
   Subo ao meu quarto, tomo meu banho, coloco o uniforme, desço de novo, almoço e minha mae me leva de carro até a lanchonete. Que era perto da minha casa.
 
    Conversamos com o gerente, e ele me disse que eu vou ficar no caixa, e que tinha dois meninos trabalhando como garçom.

  - Oi! - Um dos meninos falou comigo.
  - Oi! - Eu o respondi.
  - Você é nova aqui, né? - Ele me pergunta e eu balanço a cabeça confirmando. - Qual é o seu nome?
  -______ e o seu?
  - Jin! Bom, bem vinda e, que sejamos amigos, né?! - Ele fala, da um sorriso e sai andando.


Notas Finais


Então, é isso, espero que gostem 💛

Até o próximo capítulo 💌


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...