História Be An Educated Girl ( Imagine Jin ) - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Seokjin
Exibições 83
Palavras 1.099
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


VOLTEEEEI :v depois de um tempo eu voltei... Desculpeeeee a demora, sério, mil desculpas, estava sem criatividade (ja não tenho mesmo, maaaas)

Muito obgd pelos favoritos e pelos comentários, sério, eu amo isso, é muito bom ver que tem pessoas que aprovam o que vc escreve, que gosta do que vc escreve, e isso me incentiva mais, então, muito obgd 💚

Boa leitura e me desculpe os erros ❤

Capítulo 13 - Eu te amo.


Fanfic / Fanfiction Be An Educated Girl ( Imagine Jin ) - Capítulo 13 - Eu te amo.

   P.O.V ____

- Por que você não foi pra escola hoje, Jin? - Pergunto separando o abraço.

- Perdi a hora. - Ele rir.

- Foi dormir tarde, se ferrou kkkkkk. - Falei dando um tapa de leve na barriga dele... E que barriga 🌚

- Culpa sua. - Ele fala. E eu coro violentamente.

- M-minha? - Gaguejo um pouco.

- Ninguém mandou você não sair dos meus pensamentos. - Saio dali super corada. PORRA JIN, NÃO FAZ ISSO, CARALHO. Vou para trás do balcão e fico sentada lá, esperando chegar alguém, logo depois chega várias pessoas. Chegou a hora do intervalo e Jin chegou por trás de mim e me abraçou. AI MEU DEUS, JIN, VOCÊ QUER ME MATAR? - Vamos sair agora?

- Vamos! - Vou no banheiro e troco apenas a blusa. - Vamos? - Pergunto assim que saio do banheiro.

- Vamos! - Ele fala e segura em minha mão e saímos da lanchonete, achei que ele soltaria minha mão mais na frente, mas ele não soltou, segurou a minha mão todo momento. É como se ele soubesse que eu iria embora, como se ele soubesse de tudo. Mesmo ele naos sabendo de tudo, ele consegue me acalmar. Eu poderia contar isso para ele, né?! Mas onde está a coragem? No lixo? Talvez.

- Jin? - Estava quase decida que eu contaria para ele.

- Hum? - Ele me olha.

- É... Hmmm... - Dou uma pausa. - Você quer ir na festa do Hoseok comigo? - Lembro que no bilhete estava escrito que eu podeira levar uma pessoa.

- Ele não vai gostar da minha presença. - Ele fala.

- Vai ser um baile de máscaras, ele nem vai ver seu rosto! - Falo rindo.

- Aaah, se for assim, sim kkkkk. - Ele fala e rir. - Vai ser quando? - Ele pergunta.

- Sábado. Às 19:00. - Falo.

- Então eu passo na sua casa, e nós vamos juntos, ok? - Ele pergunta me olhando, e eu fiquei um pouco corada.

- Ok.

Ficamos no parque por um tempo e ficamos conversando de coisas aleatórias, tipo, de que tipo de pipocas gostamos, como gostamos das nossas comidas, eu e Jin éramos totalmente e ao mesmo tempo totalmente iguais, e isso era legal. Foi divertido ficar com Jin nesses minutos... Foi muito bom esse tempo que eu passei com Jin. Queria poder voltar no tempo só para concertar meus erros e poder ficar aqui, do lado dele, por um bom tempo... Queria compartilhar esse tristeza com Jin, mas não quero passar tristeza pra ele também. Fico olhando para o chão, pensando nos momentos que eu passei com Jin.

- ____? Tudo bem? - Jin me interrompe dos meus pensamentos.

- Tudo sim... Só estava pensando em algumas coisas... - Digo ainda olhando para o chão.

- Será que você poderia compartilhar seus pensamentos? - Ele pergunta rindo.

- Melhor não... Nao é nada interessante. - Falo meio corada.

- Ah sim. - Depois disso fomos para a lanchonete, em silêncio. E dessa vez, ele nao foi segurando em minha mão.

Chegamos na lanchonete e eu fui trocar a blusa...
Logo depois chegou algumas pessoas. Jin e Jimin foram atender os clientes e eu fiquei observando Jin.

Jin é o tipo de pessoa, que você acha que nunca está triste, ele sempre está sorrindo, o sorriso dele é contagiante. Ele é uma pessoa muito carinhosa... Mas não é por causa disso que ele é tipo uma "princesa", Jin é um homem muito forte. Não forte de força (aah deve ser também), mas um forte de personalidade. Se você pensa que pode fazer o Jin de bobo, você está enganado. Ele não se deixa levar assim. Acho que é por isso que eu realmente gosto dele... Talvez chegue até amar, não sei direito. Não sei o que é o amor, não sei...

Logo depois o serviço acaba e Jin me leva em casa. E dessa vez ele e eu estávamos de mãos dadas. Chegamos na porta da minha casa e minha mãe estava ali, regando as flores, sim de noite, que mulher maluca.

- Oi filha. - Ela fala assim que me vê. - Oi! - Ela fala sorridente para Jin.

- Então, mãe, esse é o Jin, Jin essa é a minha mãe, Cláudia. - Apresento os dois e ele da um abraço na minha mãe... Aaaah meu futuro namorado e minha mãe (KEEEE).

- Prazer. - Ele fala, e ela diz o mesmo.

- Oooh, filha, ele é mais bonito do que você falou. - Ela falou e eu corei. E Jin começou a rir. - Entrem. - Olhei para ela, e ela entendeu o meu olhar. - Ele vai dormir no trabalho hoje, filha.

- Ah sim. - Falo sem reação.

Nós três entramos e ficamos conversando na sala. Depois pedimos uma pizza. E minha mãe tinha feito um bolo. Fazia tempo que eu nao tinha noites divertidas assim. Quando eu olhei a hora era 00:07.

- Meu Deus, é 00:07. - Falo espantada. O tempo passou muito rápido.

- Aí meu Deus, minha Omma vai me matar. Tenho que ir embora. - Ele fala se levantando e minha mãe segura o braço dele.

- Não vá, fique aqui hoje, está muito tarde pra você ficar andando por aí. - Minha mãe fala...

- Vou ligar para a minha mãe. - Ele fala sorrindo, e minha mãe sussurra um "Okay". Ele liga para a mãe dele e depois fala. - Ta ela deixou. - Ele fala rindo, e automaticamente abre um sorriso em minha boca também.

- Então vamos dormir! - Minha mãe fala.

- Jin vai dormir onde, mãe? - Pergunto.

- Posso dormir nesse sofá aqui mesmo. - Jin fala, batendo de leve no sofá.

- Não, não, você pode dormir no quarto de ____, tem um colchão sobrando lá. - Ela fala... Aí aí, dona Cláudia.

- Por mim tanto faz. - Jin fala.

- Por mim ok. - Eu falo.

Depois eu e Jin fomos para meu quarto e minha mãe foi para o dela, ajeitamos a cama que Jin aí dormir e nos deitamos.

- ____? - Jin me chama.

- Hm? - Falo de olhos fechados, pois estava quase dormindo.

- Ainda estou esperando você falar. - Ele fala e eu abro os olhos, e ele me da um lindo sorriso, e depois vira. Fiquei acordada um bom tempo, queita, apenas olhando para as costas dele e para o cabelo. Depois de muito tempo. Eu falei baixinho.

- Eu te amo. - E logo adormeci.


Notas Finais


Então, o que acharam?


Bem bosta, desculpe... 💔


Beijocaaaas 💚


Até o próximo capítulo ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...