História Be here for you - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bangtanboys, Bts, Jikook, Namjin, Yoonmin
Exibições 121
Palavras 645
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - VII.


Jimin estava deitado no sofá, sua cabeça no braço do sofá e suas pernas nas coxas de Yoongi. Namjoon e Jin estavam deitados agarradinhos no sofá maior, Jimin sentia uma pitada de inveja dos dois, eles se conheviam a pouco tempo e já tinham tanta intimidade.

- Ei, ta pensando no que? - o de cabelos cor de menta disse para o mais novo.

- Tenho inveja dos hyungs... - disse sincero. - Queria ter a intimidade e confiar tanto em alguém assim, sabe?

- Você pode confiar em mim, Jiminie...

- Sério? - Jimin disse com seus olhinhos brilhando.

- Sim, você sempre pode confiar em mim, vou estar sempre aqui pra você.

☆☆☆

Jimin odiava acordar cedo, se ele pudesse ele probiria as escolas cobraram que algum aluno acordasse tão cedo e já preparado para encarar duas aulas de matemática.

- Hyung!  As notas saíram no mural! - Jungkook disse puxando o mais velho pelo braço assim que bateu o sinal do intervalo de dez minutos.

  O de cabelo alaranjado se aproximou do mural cercado de adolescentes, olhou a sua nota no mural e seus olhos se encheram de lágrimas.

Tinha tirado uma nota vermelha em física, ele havia decepcionado seus pais e eles saberiam logo, já que as notas eram enviadas por e-mail para os pais.

- O que houve, hyung? - aquela voz disse para o alaranjado que se virou dando de cara com Jungkook que o abraçou.

- Eu f-fui mal em física, meus pais vão me odiar, Kookie...

- Ei, tá tudo bem, se algo acontecer você foge lá pra casa, ok? Eu sempre vou tá aqui pra você, hyung. - o mais novo disse e Jimin se sentiu estranho por ele dizer a mesma coisa que Yoongi.

- Obrigado, Kookie... - Jimin disse e se afastou do amigo antes que Ixue aparecesse do nada e o mais novo o ignorasse.

☆☆☆


Chegar em casa sabendo que vai levar uma tremenda bronca, era horrível. Assim que abriu a porta Jimin encontrou seu pai sentado no sofá exalando toda aquela aura de superioridade que fazia o alaranjado temer.


  Jimin chegou perto do mais velho e fez um reverência.


- O que você fez no cabelo, moleque? - o homem disse bufando enquanto encarava o menino. - Eu recebi e-mail sobre a sua nota... você não cansa de ser uma decepção para essa família não, Jimin? Me responde, moleque! 


- E-eu... desculpa, appa... - o menino disse e lágrimas caíam de seus olhos.


- Não chora, assim que você demonstra que é um homem? - o Park mais velho disse se levantando e se aproximando do filho. - Eu não te criei pra virar um viadinho com esse cabelo e nem para me decepcionar com as suas notas! 


Um estalo foi ouvido e o rosto gordinho foi coberto por uma palmada dada por seu pai,  depois disse uma sequência de tapas e socos até que a senhora Park se meteu na frente dos dois levando um tapa em seu rosto e o homem furioso saiu de casa.

- D-desculpa, omma...

- Você não tem culpa, meu bebê... a culpa é daquele monstro... - a mulher disse passando a mão no rosto do seu filho, rosto agora coberto de pequenos cortes e roxos.

- E-eu posso sair? - o menino perguntou abaixando a cabeça envergonhado.

- Pode, bebê.


☆☆☆


  Jimin andava de cabeça baixa, os olhos grudados no chão como se ele tivesse medo que alguém olhasse para ele e pudesse ler todos os seus medos e demônios. O menino andava até a casa que já conhecia muito bem, a casa do seu melhor amigo e anjo da guarda, Jeon Jungkook. O menor não queria se iludir com aquele sentimento que crescia em seu peito, mas ele não tinha escolha.


- Hyung?


- Kook, ele... fez aquilo de novo.







Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...