História Be like u - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias NCT 127
Personagens Jaehyun, Winwin
Tags Jaehyun, Jaeyong, Taeyong, Ty Track
Exibições 32
Palavras 424
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drabble, Lemon, Shonen-Ai, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Capítulo Único


Se respiram. O ar que Yunoh solta entra no outro, alimenta suas células, quase confundido com sentimento. Se não fosse seu pulmão a se encher, não saberia. Os cílios batem e tudo parece tão devagar quanto uma explosão em câmera lenta. As bocas se tocam, acelerando ainda mais a fumaça que sai da máquina em seu peito, e que perdeu o ritmo depois que achou uma semelhante. 

Os dedos acariciam por entre os fios, não querendo perder nenhum detalhe. Toca o rosto, a pinta na bochecha. Pela incontável vez se pergunta qual a impossibilidade perdida que lhe permitiu tê-lo. Morde, mas sem real força, para sentir a ansiedade que o outro segurava em forma de suspiro. Sorri, o beijando mais profundamente ainda. 

Deita seu corpo na cama, como quem põe a imagem de uma divindade em um altar. Com devoção, Taeyong realmente o adora, das mais diversas formas. Mas sabe que aquele a quem sua alma pertence é um humano. Por isso se desliza por dentro do moletom cor de rosa, querendo ser como ele. Querendo ser humano, se arrepiando com pequenos toques, desejando corromper aquela voz tão doce. Quer sentir como ele, ouvir seu próprio nome sendo chamado, como se fosse ele o divino.

Quer passar o quanto sente pelos seus dedos contornando a pele, a boca marcando a coxa, até que seja possível enxergar o "eu te amo" nas bordas avermelhadas. Quer amar cada parte do outro, não só física, até que não odeie mais a si mesmo. Sente os dedos puxando seus fios brancos, quer pedir por mais força, mas sabe como o levar a isso. Geme contra ele, os olhos não saindo da face rosada, que lhe encara de volta com o "você é meu" imerso nas íris como um segredo do qual somente os dois sabem. 

Se levanta, as pernas de Yunoh em torno de si, e quando seus dedos tomam outro rumo, se aproxima. Tanto para o beijar para diminuir seu incômodo quanto para deixar os corações se possível ainda mais próximos. Fortes e magnéticos como o sol e a lua num eclipse eterno. Espera até que possa estar dentro do que lhe chama manhosamente de hyung. O moletom ainda está lá, e fica no lugar certo, tampando menos da metade do que deveria, então não fazem questão de tirá-lo. Como os fios escuros de Yunoh, bagunçados, mas que na verdade estão na posição certa. No final, a pele dele reluz, e Taeyong lhe pergunta "em qual constelação você brilhava antes de cair e eu poder te achar?"


Notas Finais


"so I can feel like you"


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...