História Be Mine - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Gaaino, Gruvia, Itasaku, Kibasaku, Naruhina, Obsessão, Possessão, Revelaçoes, Sakura, Sasosaku, Sasusaku
Exibições 336
Palavras 2.575
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Harem, Hentai, Josei, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


BOA LEITURA MINNA!
NÃO SE ESQUEÇAM DE LER AS NOTAS FINAIS!

Capítulo 29 - Jantando com o Uchiha


Fanfic / Fanfiction Be Mine - Capítulo 29 - Jantando com o Uchiha

Começo a arrumar as coisas que comprei para Max, depois de tudo arrumado olho para o relógio para checar se não estava atrasada, ainda era 18:37. Escuto a campainha tocar, suspiro cansada, ando calmamente até porta, quando abro a porta não consigo evitar a surpresa.

Sakura- Você? Não me diga que está perdido...   –Ele parece estar surpreso em me ver.

******- Oi pra você também. E não, eu não estou perdido.  –Dar aquele famoso sorriso largo.

Sakura- E então, o que faz aqui?  -Indago confusa, que eu me lembre Deidara nunca veio aqui e também eu não passei o meu endereço para ele.

Deidara- Na verdade eu me mudei para o apartamento ao lado. Então decidi conhecer meu vizinho ou vizinha.  –Fala colocando as mãos no bolso da calça.

Sakura- Ah sim, então seja bem-vindo vizinho!  -Desejo sorrindo.

Deidara- Obrigado, agora eu preciso ir, até mais vizinha.

Sakura- Até.  –Observo ele sumir pelo corredor e fecho a porta.

              

                                                   (...)

 

 Depois de um relaxante banho de banheira, eu me encontrava procurando algo para usar. Suspiro frustrada pela decima vez, eu não consigo decidir o que usar. Será que devo ir muito arrumada ou devo usar algo mais simples? Mas que merda! Quer saber, eu vou deslumbrante, esse é o meu primeiro jantar oficial como casal com Sasuke, eu tenho é que ir maravilhosa para mostrar para todos que aquele boy tem dona.

 Começo a fuçar o closet quando de repente meus olhos brilham assim que notam um vestido que não uso há muito tempo, pego ele pelo cabide e o coloco em cima da cama para poder observa-lo melhor. Com certeza eu irei arrasar está noite.

O vestido é longo, preto de seda com um decote de coração, na parte do decote é revestido de pedrinhas pratas. Era elegante e bastante sedutor, do jeito que eu gosto.

Escolho uma lingerie preta de renda e visto, apenas de lingerie me sento no banco em frente à penteadeira. Amarro meu cabelo em um coque frouxo e começo a fazer a minha make, faço questão de destacar bem os meus olhos verdes com uma sombra marrom e o meu amado delineado de gatinho acompanhado de um rímel bastante carregado. Como meus lábios também merecem destaque, passei um batom vermelho sangue.

Já no cabelo, como sempre deixo ele solto, resolvo fazer algo diferente hoje, um penteado meio preso. Prendi minha franja com o bob e com o modelador comecei a fazer cachos largos em todas as mechas. Logo depois, comecei a trabalhar com as mechas laterais, dividi-las verticalmente em duas e prendi atrás usando uma presilha de pedrinhas. E para finalizar retirei o bob e ajeitei a franja. O penteado ficou bem melhor do que eu esperava.

Visto o vestido escolhido e para combinar calço meu belo scarpin preto. Para completar meu look coloco uma gargantilha, brincos e pulseira prata, optei por não usar nenhum anel, apenas o que Sasuke me deu. Pego uma bolsa preta no estilo carteira, coloco as chaves de casa e meu celular. Passo meu perfume preferido, sorrio ao ver a minha imagem no espelho, sou interrompida pelo som da campainha.

Ando calmamente até a porta, quando abro a mesma, me seguro para não cair, o meu moreno está muito gostoso com um smoking preto, blusa preta, sapatos também preto, ele parece um gótico, mas um gótico muito gostoso. Em suas mãos ele carrega um buquê de orquídeas roxas. Depois de observa-lo detalhadamente noto que o mesmo está fazendo a mesma coisa comigo, decido me pronunciar.

Sakura- Boa noite Sasuke.  –Falo sorrindo, o mesmo parece sair dos seus pensamentos.

Sasuke- Boa noite minha rosada. Você não cansa de me surpreender.   –Abre um sorriso de canto.  –Para você!  -Fala me estendendo o buquê.

Sakura- Obrigada, vou coloca-las em um vaso, fique à vontade.   –Antes que ele possa se pronunciar saio da sala. Depois de colocar as flores em um vaso, volto para sala encontrando Sasuke olhando as fotos que tenho espalhadas pela sala, tem fotos com minhas amigas, meu irmão e também com os meus pais.  –Vamos Sasuke?  -Pergunto chamando sua atenção.

Sasuke- Claro minha rosada.  –Depois de eu trancar bem o meu apartamento saímos em direção à frente do prédio, onde Sasuke estacionou o seu carro.

Logo noto uma Ferrari preta, que com certeza deve ser um dos muitos carros que o Sasuke tem. Como sempre ele abre a porta do carro para mim, agradeço com a cabeça e me sento. Logo ele rodeia o carro e se senta no banco do motorista e dar partida no carro.

Sakura- Aonde vamos Sasuke?

Sasuke- Isso é surpresa, mas não se preocupe, tenho certeza que irá gostar.  

Ligo o som do carro e a melodia de Kiss Me começa a soar, encosto no banco e começo a refletir sobre a música, eu realmente amo as músicas do Ed, Kiss Me é uma das minhas favoritas.

 

Kiss me like you wanna be love Então me beije como você quer ser amada

You wanna be loved                      Você quer ser amada

You wanna be loved                     Você quer ser amada

This feels like falling in love      Este sentimento é como se apaixonar

Falling in love                                      Apaixonar-se

We're falling in love                    Nós estamos nos apaixonando.

 

Sou despertada dos meus pensamentos por Sasuke me chamando.

Sasuke- Chegamos!  -Ele sai do carro e dar a volta para poder abrir a porta para mim, desligo o som e saio do carro olhando ao redor, logo avisto uma enorme placa escrito ‘’Aragawa’’.

Meus olhos devem estar brilhando em animação, pois Aragawa é o meu restaurante favorito, além de ter uma comida divina, eu conheço o dono e a Chef de cozinha, que no caso é o Naruto e a Hinata, pena que hoje é segunda, eles não trabalham na segunda.

Sasuke me conduz para dentro do restaurante, logo o maître* vem nos recepcionar.

Maître- Boa noite senhor Uchiha e senhorita Uzumaki, podem me acompanhar? Eu irei leva-los até sua mesa.  –Apenas assentimos, parece que não sou a única que vem muito aqui, engraçado que eu nunca encontrei Sasuke por aqui.

Ele nos conduz até uma mesa afastada, que a vista dar no jardim. O maître puxa a cadeira para mim, agradeço e me acomodo, Sasuke se senta a minha frente.

Maître-  Aqui estão os cardápios, o garçom já virá para anotar os seus pedidos. Fiquem à vontade.  –Ele nos dar os cardápios e logo se retira. Começo a olhar o cardápio, são muitas opções.

Garçom- Licença, posso anotar os pedidos?   -Pergunta educado sem tirar os olhos de mim, Sasuke parece notar isso.

Sasuke- Eu quero um salmão defumado e você amor?  -Pergunta sério, o garçom parece ficar desconfortável.

Sakura- Hmm... Acho que vou querer o mesmo.

Sasuke- Quero o vinho Henri Jayer Vosne-Romanee.  –Fico surpresa, parece que além do meu Otousan e do Naru, Sasuke também aprecia esse vinho.

Garçom- Ok senhor, e para a sobremesa?

Sasuke- Eu não quero e você Sakura?  -Começo a olhar as opções de sobremesas no cardápio, poxa! Sou muito indecisa para escolher doces.

Sakura- Vou querer um Frrozen Haute Chocolate. –Falo animada.

Garçom- Irei buscar os pedidos, licença.  –Logo se retira, olho para Sasuke que continua sério.

Sakura- Algum problema Sasuke?  -Pergunto preocupada.

Sasuke- Não, só não gostei dos olhares que o garçom deu para você.  –Pelo tom da sua voz ele parece está com raiva.

Sakura- Calma Sasuke-kun, você não precisa sentir ciúmes dele.  –Fracasso em tentar acalma-lo, ele continua sério.   –Eu amo esse restaurante. –Tento miseravelmente mudar de assunto.

Sasuke- Eu sei.  –Fala simples. Arqueio uma sobrancelha em um claro sinal de confusão.

Sakura- Sabe?   -Pergunto o olhando.

Sasuke- Claro que eu sei, eu sei tudo sobre a minha garota!  -Afirma com aquele maldito sorriso sexy. Antes que eu possa confronta-lo o garçom volta e começo a nos servir.

Começamos a comer em silêncio, aquela comida é divina demais.

Sasuke- Então rosada, quando iremos anunciar para nossas famílias que estamos namorando?   -Por Kami, eu não acredito que esqueci dessa parte, quando minha Okaasan descobrir que estou namorando e não a contei, ela irá me matar, tenho certeza.

Sakura- Como você só chegará de viagem no dia do casamento da Karin, podemos marcar um jantar entre nossas famílias no dia seguinte. –Ele apenas assente.

Depois de terminarmos de comer, Sasuke se encontrava bebendo sua taça de vinho, e eu comendo minha maravilhosa sobremesa, amo doces!

Sasuke- Podemos ir?  -Pergunta quando como a última colher do meu doce.

Sakura- Sim. 

Sasuke- Irei pedir a conta.

                      

                                                  (...)

Sasuke estaciona o carro na garagem do seu prédio, olho confuso para ele.

Sakura- Pensei que me levaria para casa.  –Saio do carro antes que ele possa abrir a porta para mim.

Sasuke- Quero que durma hoje comigo.  –Fala enlaçando minha cintura, entramos no seu apartamento.   –Vou ao banheiro, já volto.  –Vai em direção ao corredor.

Me sento no sofá e tiro meus saltos, pego o meu celular dentro da bolsa, começo a olhar as mensagens, até que paro na de Hinata.

 

                                    Mensagem On

Hina: Saky, eu gostaria de apresentar minha cunhada para você e Ino. Você tem tempo amanhã ás 18hrs?      20:16

Saky:  Claro Hina, logo depois que eu sair do hospital eu encontro vocês. 22:35

Hina: Ok então, está marcado, ás 19hrs no Shake do shopping.    22:37

Saky: Blz, bjs!           22:37

                                      Mensagem Off

 

Bloqueio o celular e o coloco em cima da mesinha. Tomo um susto quando uma voz rouca de arrepiar soa pelo local.

Sasuke- Com quem você estava falando?   -Sasuke estava escorado no batente da porta, me olhando sério esperando minha resposta. Não sei por que, mas me deu uma vontade de zoar ele.

Sakura- Com um boy super gostoso lá do hospital.  –Brinco, ele trinca o maxilar, seus olhos demostram toda raiva que ele sente.

Ele começa a andar perigosamente em minha direção e eu já começo a me desesperar.

Sakura- Eu estava só brincando amor, é claro que o único gostoso que eu tenho interesse é você!  -Ele para na minha frente ainda sério, se agacha a minha altura e sussurra no meu ouvido.

Sasuke- Pequena, acho melhor você não brincar com essas coisas, você não sabe o que eu sou capaz de fazer com você... –Engulo em seco, acho que qualquer uma ficaria assustada, mas nesse momento eu me encontrava com a calcinha molhada. Ele fica me encarando com aqueles ônix que parecem enxergar a minha alma.

Já não aguentando mais estar tão próxima dele, puxo ele pela camisa e o beijo, um beijo lento porem intenso.

Ele começa a dar pequenos selinhos por todo meu rosto me fazendo rir, ele para os beijos e se levanta me puxando junto, segura minha mão e começa a me levar para algum canto, que logo descubro ser o seu quarto.

Voltamos a nos beijar, suas mãos passam pela minha cintura e descem até as minhas coxas, onde ele puxa me fazendo ficar em seu colo, me pressiona contra a parede, o choque entre nossas intimidades me deixa ainda mais excitada e sem perceber solto um gemido.

Logo o ar nos falta, nos fazendo interromper o beijo, Sasuke me desce do seu colo e me vira, fazendo com que eu fique de costas para ele. Não demorou muito para que eu sinta suas mãos grandes descendo o zíper do meu vestido que cai lentamente do meu corpo.

Logo sinto suas mãos novamente, mas agora no feixe do meu sutiã, que como o vestido, também cai no chão, ele começa a dar selinhos demorados nas minhas costas nuas.

Dou um gritinho quando ele dá um tapa estalado na minha bunda, me viro para olha-lo, balanço a cabeça fazendo um sinal de negativo quando noto que ele ainda está vestido, ele me olha confuso. Apenas sorrio e começo a tirar a sua roupa, Sasuke parece entender as minhas intenções, pois começa a me ajudar.

Depois de deixa-lo nu começo a olhar descaradamente cada canto daquele corpo gostoso, sou jogada na cama. Ele começa a chupar o meu seio com vontade, eu começo a gemer alto, ele para de chupar e começa a distribuir chupões pela minha barriga e vai descendo até parar na minha intimidade ainda coberta pela calcinha, dar um beijinho por cima da calcinha e começa a tira-la usando os dentes.

Ele começa a massagear os meu clitóris, me fazendo arquear meu corpo,  logo retira seu dedo de dentro de mim, quando eu ia reclamar, sou invadida pela sua língua, ele lambe e chupa minha intimidade com vontade, me levando a loucura.

Sakura-   S-Sasuke-kun...  –Gemi seu nome, sentindo ele explorar com sua língua cada cantinho da minha intimidade.

Sasuke- Me diz Sakura, de quem você é?  -Pergunta rouco. Eu já não aguentava mais, eu queria ele dentro e fundo de mim.

Sakura- Sua... Só sua S-Sasuke, não me torture mais, por favor.  –Imploro.

Então ele parou com a língua e se posicionou na minha entrada, quando eu menos esperei ele penetrou com tudo, me fazendo dar um grito de dor e prazer, ele começou a estocar lentamente e aos poucos foi aumentando a velocidade, os nossos gemidos saiam abafados.

Depois de um tempo naquele ritmo chegamos ao clímax, gozamos juntos. Sasuke sai de dentro de mim e cai ao meu lado, ofegante e suado, assim como eu.

Sinto minhas pálpebras pesarem, Sasuke me puxa para ele, me alinho em seus braços já fechando os meus olhos.                 

 Sasuke- Boa noite minha rosada.  –Sussurra, em seguida beija minha testa.

 

                                                    (...)                     

Sinto lambidas pelo meu rosto, tento ignorar, mas as lambidas continuam me fazendo rir. Abro meus olhos lentamente dando de cara com uma bolinha de pelos brincando com os lençóis. Mexo-me desconfortável por sentir falta dos braços fortes que me abraçaram possesivamente durante a noite. Me sento na cama olhando ao redor, suspiro frustrada por não encontrar qualquer sinal de Sasuke, a porta do banheiro se encontra aberta, dando pra notar que o mesmo está vazio.

Sakura- Bom dia Max.  –Falo sorrindo para a bolinha de pelos que estava entretida em bagunçar a cama, ele parece me entender, pois late como resposta saindo do quarto em seguida.

Olho para o criado-mudo pretendendo ver as horas no relógio, mas fico surpresa ao notar que no mesmo encontra-se uma bandeja recheada de gostosuras e do lado uma caixa preta com um laço também preto.

Por Kami, Sasuke ama me mimar e com certeza, eu amo ser mimada por ele. Quando pego a caixa um papel vermelho cai no meu colo, não contendo minha curiosidade abro rapidamente, observo a caligrafia perfeita e começo a ler.

 

                               Bom dia pequena,

          Deixei seu café pronto em cima do criado-mudo.

    Tive que viajar hoje cedo, te mando uma mensagem a noite.

         Você estava linda dormindo, te deixei um beijo!

                           PS: Passei a mão na sua bunda

 

Sorrio ao ler a última frase, ele sabe ser romântico, mas também sabe ser safado, tudo na medida certa. Abro a caixa preta dando de cara com um porta retrato preto com detalhes pratas, na foto estava Sasuke e eu, enquanto eu pareço estar dormindo, Sasuke está deitado segurando minha cintura, com as pernas entrelaçadas nas minhas, cheirando o meu pescoço.

Como foi que ele tirou essa foto? Não, melhor ainda, quem ele mandou tirar essa foto? Por Kami, que vergonha. Devolvo o porta retrato para caixa e coloco no criado-mudo novamente.

Olho o relógio no criado-mudo que marca 6:50, hoje é terça-feira, eu preciso trabalhar, já estava ficando com saudades do hospital. Coloco a bandeja no meu colo e começo a comer calmamente.

 

 

 

 


Notas Finais


Maître: O maître é responsável por agendar os clientes em restaurantes, coordenar quem vai servir qual mesa e lidar com a reclamação dos cliente. O profissional também é responsável por destinar os clientes nas mesas.

Gostaram do capítulo pessoal ? Será que ter Deidara como vizinho, trará problemas ? E com Sasuke fora, será que isso dará chances para os outros boys?

No próximo capítulo:
Kiba: Ultimamente eu venho recebendo mensagens estranhas.
Sakura: Estranhas? Como assim?
Kiba: Ameaças na verdade...
Sakura: Você tem ideia de quem seja?
Kiba: Não, eu nunca fiz mal a ninguém, você me conhece.
----------------------------------------------------------------------------
Sakura: O que você está fazendo aqui?
**** : Eu posso entrar?
Sakura: Mas é claro que não, saia daqui!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...