História Be Somebody - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys
Exibições 7
Palavras 1.314
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Artes Marciais, Famí­lia, Ficção, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura :)))))

Capítulo 2 - This is love


P.O.V Sun Hee
   Faltava apenas 1 minuto para acabar a prova prática de desenho,estava sem fazer nada há algum tempo; olhei para os lados e várias pessoas ainda estavam concentradas em seus desenhos,algumas davam os toques finais e outros não estavam nem na metade. Já tinha terminado o meu há algum tempo,estava orgulhosa do meu desenho. Simplesmente adoro quando temos que desenhar pessoas,é uma das coisas que sei desenhar melhor. Principalmente quando se trata de desenhar ele ,não sei por que,mas é natural desenhá-lo. Acho que me acostumei,desde quando éramos do ensino fundamental eu costumava desenhar ele. E ele amava meus desenhos. Suspirei pesadamente,faltava apenas 10 segundos,nove,oito,sete,seis,cinco,quatro,três,dois e ... O sinal toca,ouço alguns bufarem em desaprovação,outros chorarem para o professor dar mais algum tempo para terminarem os detalhes que faltavam. Apenas peguei minha bolsa e entreguei meu desenho ao professor. Ao sair Jimin estava me esperando no corredor.
-Bom dia! Como foi a prova? -perguntou me abraçando.
-Maravilhosamente bem! Tive apenas que desenhar uma pessoa-respondi com o maior sorriso que podia dar,contente com meu desenho.
-Aigoo,preciso nem perguntar quem você desenhou,da para perceber por esse sorriso bobo e enorme no seu rosto-revirou os olhos sorrindo.
-Não é para tanto né,Minnie-falei revirando os olhos ainda sorrindo- Como foi sua aula?
-Incrível! Nós fomos ver um cadáver! Foi muito maneiro,ele tinha um buraco na cabeça,ele morreu em um acidente de moto; dava para ver o cérebro dele recolhidinho dentro do crânio por causa do formol.-falou na maior animação como se ver alguém morto fosse SUPER épico.
-Okay,acho que você precisa de um namorado depois dessa.-falei brincando.
-Ou ir para um hospício,mas não pense que vou sozinha,vou te levar junto comigo.-respondeu entrando na minha brincadeira. Rimos.- Vai ter treino hoje?
-Não que eu saiba,por que?-pergunto a olhando com aquela carinha de moon face.
-Aish idiota,-revirou os olhos e indicou com a cabeça para um lugar atrás de mim- Porque seu namorado está te esperando então?-olhei para trás e vi Hyun Woo encostado em sua moto com um grupo de amigos e olhando paras nós,dei um sorriso e um aceno o cumprimentando e me viro para a besta a minha frente e reviro os olhos.
-Primeiro:ele não é meu namorado. Segundo:ele só está conversando com os amigos dele,para de ser paranóica.
-Haha,deve ser a convivência-sentamos na grama do jardim em frente a faculdade.- Mas e seu príncipe encantado? Deu notícias?
-Não,até porque eu enviei a carta ontem e ele é sempre ocupado,então...
-Bom,se ele não responder,parte para outra,ele não é o único homem no mundo,e você já tem um caidinho ao seus pés.-falou olhando na direção de Hyun Woo que vinha em nossa direção,se juntando conosco e sentando na nossa frente.
-E então,como foi o dia de vocês?-perguntou esboçando um sorriso simpático no rosto. 
-Ótimo,acho que vou tirar uma nota boa na prova de hoje.-respondi retribuindo o sorriso.
-Melhor só se formos estudar a mente de algum psicopata-falou Jimin sorrindo igual a um.
-Okay,-falou meio receoso- acho que nunca vou me acostumar com esse seu gosto por defuntos e psicopatas.
-Se eu fosse você tomava cuidado,vai que eu sou uma.-respondeu minha amiga colocando medo no rapaz,ri e resolvi entrar na brincadeira.
-Psicopatas não possuem amigos normais,então creio que sou uma também,ou talvez uma sociopata,nunca se sabe.-falei simplista e dando de ombros. Olhei para a figura a minha frente e ele estava com um olhar aterrorizado,tentando sorrir como se tudo fosse normal. Olhei para Jimin e ela para mim,e começamos a rir que nem duas trouxas.
-Vocês são esquisitas-comentou Hyun Woo  suavizando suas feições e rindo junto.- Você vai para o treino hoje?-perguntou animado.
-Hoje tem treino?-perguntei confusa. Ele riu disso.
-Sim,lembra que o professor foi viajar e só volta semana que vem e nós ficamos encarregados de dar as aulas no turno da noite,limpar,arrumar e fechar tudo?-perguntou em um tom,como se tudo fosse óbvio demais. E como um baque me lembrei.
-Aigoo,esqueci.-falei e bati a mão na minha testa e me arrependendo logo depois.
-O que seria de você sem mim para lembrar as coisas?-falou achando graça daquilo.
-Sun só não esquece a cabeça em algum lugar porque ela está colada.-Minnie falou rindo e Hyun Woo a acompanhou. 
-Engraçadões vocês dois,não querem montar um show de comédia?-falei revirando os olhos.
-Que fofa,ela está bravinha-Hyun Woo falou apertando minha bochechas,recebendo uma tapa na mesma em troca,odeio quando apertam minhas bochechas.- Vamos logo zangada,não podemos chegar atrasados.-falou se levantando e estendendo sua mão.
-Referência a Branca de Neve e os Sete Anões?- me levantei e falei rindo dele,era incrível como aquele homem de 21 anos adorava a Branca de Neve.
-Sim,-falou simplista-você é baixinha igual um e bravinha igual ao zangado.-falou sorrindo simples. Olhei indignada ao ser que se encontrava a minha frente,depois para minha amiga que assistia a cena achando graça; olhei de volta ao mané que me chamou de anã e lhe dei um tapa na nuca,me despedi de minha amiga recebendo reclamações de Hyun Woo que passava sua mão na nuca para tentar amenizar a dor e me direcionei para meu dormitório.
-Aonde está indo?-Hyun perguntou confuso,pois estava indo na direção contrária da academia.
-Vou pegar minhas coisas,pode ir na frente.-falei uma pouco mais alto ainda andando em direção ao meu quarto.
-Ok,te vejo lá.-ouvi em resposta.

P.O.V Jung Kook
 Cheguei em casa cansado. Hoje o dia foi longo e cansativo,treinamos o dia inteiro sem  muito tempo para descansos. Rotina que se tornara habitual para mim,mas não importa quanto tempo passe,ainda vou continuar cansado no final do dia. Entrei em meu quarto,peguei uma roupa confortável e fui tomar um banho. Demorei bastante,estava precisando dar um relaxada. Ao sair fui direto para meu quarto e meu joguei na cama e fechei os olhos. Ouvi uma batida no quarto e gritei um ``entre``,logo após Hobi hyung aparece com algo em suas mãos e seu sorriso de sempre,me sentei na cama.
-Isso chegou do correio hoje para você.-me entregou uma carta e me olhou curioso. Peguei a mesma,estranhando,não era natal nem nada para minha omma me mandar uma carta.
-Por que minha mãe mandaria uma carta? Não é natal,nem ano novo.-falei ainda confuso olhando a carta. Ouvi um risinho por parte de Hobi e o olhei curioso.
-Não foi sua mãe que te mandou essa carta.-falou e deu um beijo em minha testa e saiu do meu quarto sorrindo ainda.
 Olhei para a carta novamente e a virei a fim de ver o remetente. Quando vi o seu nome,gelei na hora. Acho que fiquei uns bons minutos olhando seu nome e tendo várias recordações suas. Fazia tanto tempo que não nos víamos,nem nos falávamos. Não sabia se era digno de abrir sua carta e ler seus pensamentos e sentimentos contidos nela. Estava com certo medo de lê-la. Esse pedaço de papel podia conter ódio,raiva e frustração por não ter contactado ela antes; porém,também podia conter palavras repletas de carinho e saudade. E era isso que eu sentia. Saudade. Abri a carta ainda receoso e desejando a última opção nesse pedaço de papel roxo.

P.O.V Narrador
 Após Hoseok sair do quarto de seu dongsaeng,Jin veio até o mesmo e perguntou:
-De quem era a carta?-perguntou Jin acompanhando o mais novo até a sala onde os outros se encontravam.
-Sabe aquela amiga dele? A Sun Hee? Então,a carta é dela.-respondeu abrindo mais seu sorriso. Jin havia sentado ao lado de Jimin e começara a fazer cafuné no mesmo,sorrindo.
-Ué,mas já fazem três anos,por que ela resolveu aparecer agora?-perguntou Jimin sem compreender o aparecimento repentino da menina. 
 Jin sorriu ainda mais largo e respondeu ao menor:
-Jimin,você já sentiu aquele frio na barriga ao ver alguém? Já ficou ancioso,tremendo e com as mãos suando quando estava junto dessa pessoa?-perguntou calmamente,mantendo seu sorriso.
-Não hyung,mas parece estranho.-falou com um certo estranhamento na voz,recebendo um leve riso do mais velho.
-Isso é amor Jiminnie.-olhou carinhosamente ao serzinho em seu colo.- Um dia você irá compreender.
 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...