História Bear - Capítulo 54


Escrita por: ~

Postado
Categorias ASTRO, Black Pink, KNK, Oh My Girl
Personagens Arin, Binnie, Eunwoo, HyoJung, Jennie, Jeong In-seong, JiHo, JinE, Jinjin, Jisoo, Kim Ji-hun, Kim You-jin, Lisa, Mimi, MJ, Moonbin, Oh Hee-jun, Park Seung-jun, Personagens Originais, Rocky, Rosé, Sanha, SeungHee, YooA
Tags Aroha, Astro, Fofa, Kpop, Miracle, Omg, Romance
Visualizações 12
Palavras 920
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 54 - 54– Último Capítulo


MJ

Eu estava andando, ainda muito triste com toda aquela situação. Tentava me animar pensando que "triste" e "MJ" não combinavam na mesma frase; então, me lembrava que YooA também estava incluída nessa frase e o desanimo voltava a reinar em meu corpo.

Caminhei até a cozinha, procurando alguma coisa pra comer e percebi que minha geladeira estava vazia. Com toda aquela situação, até a fome eu tinha perco durante os últimos dois dias. Então peguei minhas chaves e me dirigi até uma loja de conveniências mais próxima.

Peguei meu lindo, querido e maravilhoso macarrão instantâneo e só de pensar no cheirinho meu apetite abriu. Ao passar no caixa vi uma garota que em meus anos de compra naquela loja, nunca tinha visto alguém tão linda, tão perfeita trabalhando naquele balcão cheio de partículas de pó.

Ela parecia tão meiga, mas tão extrovertida. Jamais imaginei sentir algo tão repentino e forte por alguém.

Não vou resistir.

—È... Desculpa qual o seu nome mesmo? — Eu não pude me controlar, então a garota de cabelos rosa abriu um sorriso que atingiu meu frágil coraçãozinho.

—JunHee. Kim JunHee.

Ok... Eu acho que estou apaixonado.

Binnie:

Eu estava fazendo meu trabalho de curta-metragem, quando MoonBin me ligou. Agora sim. Agora isso era um namoro de verdade, por mais que ele tenha sido meio "ousado" no pedido.

Olá... MoonBinnie? — Disse esperando o mais novo responder.

Olá Binnie. Eu estava pensando de nós sairmos. O que achas? — Ele disse com um tom de empolgação.

Eu respirei fundo ao lembrar do meu lindo curta-metragem. Eu teria que terminá-lo antes de tudo pra entregar amanhã. Fazer animações certamente não é fácil.

MoonBinnie, eu... — Mal terminei de falar e já fui interrompida.

Eu sei que você tem um curta metragem pra fazer, eu também tenho. Mas Binnie, preste atenção: O curta é pra daqui dois meses. Por que tem tanta pressa?

Tudo bem que eu às vezes era um pouquinho apressada com essa coisa de trabalhos. E isso era desde o colégio. Eu não podia negar que mesmo com dois meses, esse trabalho estava muito complicado pra mim, principalmente por eu não saber mexer em edição e nem em programas que criam animações.

Suspirei fundo. Apenas suspirei. Então salvei o meu projeto e desliguei o computador. Não podia negar também que, eu já estava ficando sem criatividade e com certeza esse passeio com MoonBin iria me ajudar.

Já tinha se passado dois dias desde que ele disse que somos namorados. Eu achei engraçado, mas por outro lado, esquisito. MoonBin é o tipo de garoto fofo e eu nunca esperei isso dele. Essa ousadia, mas foi legal pois MoonBin já sabia da minha resposta.

Tudo bem, tudo bem! Vamos! — Respondi depois de um tempo na linha.

Ele soltou um gritinho de comemoração, o que me fez rir baixo. Então o mesmo me passou o endereço de onde iríamos.

Apressadamente me arrumei, afinal teria que estar lá em uma hora e com o trânsito de Seul, não seria fácil. Escolhi um vestido todo florido e uma sapatilha baixa. Eu estava muito fofa, Click disse isso. Click nunca mente!

JinE estava em um encontro com aquele cara que ela odiava. Era engraçado pensar que ela estava apaixonada pela pessoa que odiava... e pensar que eu vivi mais ou menos isso— afinal, me aproximei de MoonBin apenas para recuperar Click. Outra memória que invadiu meus pensamentos foi sobre SeungHee. Só de imaginar que shippei errado... dá uma coisa aqui no coração. Meu shipp não deu certo? Não. Mas SeungHee estava feliz com YouJin? Com certeza e disso não havia como negar.

Eu continuei á caminhar normalmente, perdida em meus pensamentos. Click... O que aquele urso fez com a minha vida? Seria obra do maldito destino ou coincidência? Talvez nós estávamos ligados pelo Akai Ito? Disso eu não poderia sabe, mas eu não queria pensar sobre isso, apenas viver ao lado dele e de minhas amigas— claro, YooA não está incluído nessa.

Sabia que não poderia esperar por mais nenhum segundo. Sabia também, que MoonBin e eu devíamos ser fortes para ter confiança um no outro e talvez isso era difícil, sabendo-se que minhas futuras concorrentes seriam fortes demais. Muito fortes, já que MoonBin é herdeiro da MESUNE.

Me encostei em uma árvore ali próxima, daquele parque que o mesmo havia me passado por mensagem. Olhei para cima, vendo as folhas e um estonteante sol penetrando entre elas.

—Estava pensando em mim? — Ouço a voz de MoonBin em meu ouvido, vindo de trás de mim. Então sorri, sem me virar. — Eu sei que sou incrivelmente perfeito, mas querida, não precisa passar o dia inteiro pensando em mim.

Ele faz um bico, como se aquilo fosse a coisa mais comum do mundo. Era um bico birrento. Então eu olhei para MoonBin e sorri para ele dando um leve soco embseu ombro.

—Pa-bo! — Disse rindo, então olhei para ele. — Percebi que não quero te perder, MoonBin. Só isso. — Aquelas palavras saíram tão fáceis de minha boca, tão leves.

—Apressar as coisas? — Ele me olha meio confuso e o meu olhar se volta para ele da mesma forma.

—Não entendi...

—Casamento. Assim você nunca iria me perder. — Ele olhou para os próprios pés e abriu um pequeno sorriso. No fundo, eu sabia o que ele estava planejando. — Querida, que tal marcarmos a data do noivado?

Foi inevitável segurar o riso naquele momento. Então passamos a tarde assim, observando as crianças como se fossem nossos filhos, conversando e sentindo o coração um do outro. 


Notas Finais


Bem, acho que devo explicações para um fim tão repentino, mas vamos lá!

Decidi terminar a fanfic porque eu estava sem idéias para ela e por eu passar muito tempo sem atualizar, ela estava flopando e os leitores sumindo.

Sinto que seria melhor assim, do que ficar devendo capítulos para vocês. Se quiserem continuar acompanhando minhas fanfics “cutes” do ASTRO, tem mais algumas no meu perfil e outras em minha mente, ainda em prossesso de planejamento.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...