História Beautiful Beast Week - My Puckish Love (Imagine Yoseob) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias BEAST (B2ST)
Personagens Personagens Originais, Yang Yo Seob
Tags Bbw Imagine, Beast, Beautiful Beast Week, Drama, Imagine, Imagines, Romance, Yoseob
Visualizações 4
Palavras 2.808
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Visual Novel
Avisos: Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Apostas


Era mais um daqueles dias, em que deviam ser normais para qualquer pessoa, mas que o calendário despertava as almas mais tresmalhadas, obrigando as mesmas por procurar algo urgente, para aquele dia...
Claro que para o dia de São Valentim, nem todas as garotas oferecem chocolate aos seus namorados – ou “quase namorados”. Muitas perdem um bom tempo para procurar uma coisa perfeita e acabam perdendo: tempo, dinheiro e a hipótese de ficarem quietas!

Mas haviam excepções! E __________ era uma delas.
__________ era uma garota normal, como as demais, mas quando os dias comemorativos chegavam, ela perdia seu tempo paparicando sua família... pelo menos, ela sabia que seus pais a amavam, o suficiente, para aceitarem chocolate caseiro (fosse ele ruim ou não).
Estávamos a uma semana do dia dos namorados, em uma manhã ensolaradamente fria, pois havia nevado há poucos dias atrás...
Durante as semanas anteriores, Hyeonyoung – a melhor amiga de ___________ - não tinha parado de falar no assunto de ___________ continuar solteira, então a mesma decidira tentar arrumar uma forma de fazer a garota se aproximar de alguém... mas havia um pequeno (grande) pormenor (problema)! Hyeon não sabia o tipo de garoto que a sua amiga gostava.
Então, Hyeon andava tentando ver as reacções de __________ à medida que a a mais velha sugeria possíveis candidatos a um encontro.

- Bom dia, ________!

- Oi, unnie. - saudou a mais nova de volta.

-  Preparada para uma "pescaria de alvos"? O São Valentim está chegando... - comentou pela centésima vez.

- Unnie! Eu não vou entregar chocolate para ninguém. E não! Eu não estou interessada em avaliar garotos. - retorquiu ________, cansada. - Os exames estão à porta e presentear a minha família, esse ano, será milagre!

- Deixa de ser assim, dongsaeng. Eu estou pensando no seu futuro! Não tarda nos formamos e você fica para tiazona do bairro... - amou a outra, numa tentativa de fazer ________ rir. - Sabe, eu já tive palpando terreno. Sabia que aquele giraço está afim de você? - perguntou ao apontar para o outro lado da rua.

_________ olhou por um segundo, reconhecendo o garoto de quem Hyeon falava. Com um ar sério, _________ encara sua melhor amiga, se mentalizado que tinha de manter a postura....

- Nem pensar! - exclamou _________, seriamente. - Changsub é mais novo, do que eu, e eu não lhe vou dar falsas esperanças... Além de que ele não faz o meu estilo!

Hyeon se calou por um momento, ficando pensativa. Na verdade, era difícil a mais velha saber o que __________ gostava num garoto, já que ela não falava no assunto.

- Então, qual é o seu tipo? - questionou Hyeon, ligeiramente amuada.

No instante em que _________ lhe iria responder, alguém esbarrou nelas, as duas. Hyeon teve um pouco mais de sorte, pois sua amiga __________ tinha servido de colchão, amortecendo a queda...
Quando elas olharam para quem tinha sido o autor – ou nesse caso, OS autores -, ___________ deu de caras com um garoto de cabelos em tom de cacau puro, que olhara para trás com um ar divertido.

- Hyungs! É melhor correrem, se quiserem chegar a tempo da primeira aula! - gritou ele, rindo dos seus amigos.

Um outro rapaz – este de cabelos castanho violino – voltara atrás para arrastar Yoseob, atrás de si. Foi aí que  ambos repararam nas duas amigas, ainda no chão.

- Desculpa, Hyeonyoung, mas não vamos poder te ajudar... Temos uma corrida para ganhar! - disse Daniel, o amigo de Yoseob, ofegante. - Anda, Seob-ah!

- Ei, _________! Espero que goste da vista daí de baixo... - troçou Yoseob, retornando a sua corrida.

No encalço das duas garotas estavam o restante do grupo de Yoseob.
Hyunseung era o segundo mais velho, tendo cabelos avermelhados e um estilo bem próprio... mas também era bem desligando do mundo, por vezes! Junhyung era pouco mais velho que Yoseob. Era visto como lider, sem este o ser! Doojoon acompanhava-os, sendo o líder do grupo, assim como o mais velho. Dongwoon e Kikwang eram os que vinham na frente, correndo na direcção das duas garotas. Kikwang era da mesma turma de Yoseob, Hyeon, Daniel e ________, uma vez que Dongwoon era um ano mais novo.

- Noona! Você está bem? - questionaram os dois rapazes, em simultâneo. Ao verem a cena, os três mais velhos correram na direcção dos mais novos...

- Eu estou óptima! __________ serviu como um colchão e amorteceu a queda... - respondeu Hyeon aceitando a ajuda para levantar.

- Obrigada por me lembrar disso, unnie! - resmungou _________, dando a mão para Kikwang. - Não se preocupem... eu estou bem!

- Mas o que é que deu naqueles dois, hoje? O Yoseobie não costuma ser tão... grosseiro, assim. - comentou Doojoon, pasmo. - Vocês não querem ir à enfermaria, de certeza?

- Está tudo bem, oppa! Não se preocupem. - disse _________, pegando suas coisas das mãos de Junhyung. - Temos que nos apressar... Vamos chegar atrasadas!

- Eu vou convosco! Somos da mesma turma, dongsaeng. - recordou Kikwang, sorridente. - Querem que eu dê algum recado ao hyung? - questionou ele aos restantes.

- Não. Fala para ele, apenas, para nos encontrar na hora de almoço! - pediu Hyunseung com um ar imparcial. - Essa embirração entre  vocês, os dois, termina hoje. - assegurou ele, seguindo o rumo para a aula.

- Eu não sei quanto a vocês, mas o Seung-oppa fica bem fofo daquele jeito! - comentou Hyeon.

- Para quem gosta de ter medo dos próximos minutos de vida... sim. Mas não no nosso caso! - afirmou ________. - O que é que ele quis dizer com “termina hoje”? Ele sabe que estamos falando do Yang Yoseob, certo?

- A ideia dele, eu não sei... mas ele é determinado! Quando ele diz, ele faz. - afirmou Junhyung seguindo o mais velho, com um ar trocista.

- Era só o que me faltava... - suspirou _________, olhando para o céu, lamentando-se por não ter saído de casa mais cedo, naquele dia.

----

Com o decorrer das aulas, Hyeon e _________ não tiveram muito tempo para pensar nas possíveis ideias que passariam pela cabeça do ruivo. Isto até à hora de almoço chegar!

Na cantina, quando as duas amigas iam se sentar nos lugares habituais, eis que Hyunseung as chamara. Os alunos que estavam presentes olharam curiosos... Não era hábito, Hyunseung se pronunciar a outros alunos e, muito menos, a quem era alvo de chacota por parte de Yoseob e Daniel, como era o caso de __________. E todos sabiam que eles eram que nem cão e gato – ou talvez, cães e gatos conseguissem se dar melhor do que _________ e Yoseob...
Por isso, estavam todos esperando por arrebentar a confusão, ali mesmo!

- O que foi? - questionou _________, ainda com o tabuleiro nas mãos. O seu tom de voz mostrava não estar muito disposta a grandes conversas, pois ela achava uma perda de tempo, qualquer que fosse a ideia do mais velho.

- Yah! O Hyunseung-hyung não é da sua laia. Por isso fala direito com ele! - repreendeu Yoseob.

- Eu perguntei “o que foi?”... não o chamei de idiota, sem noção ou cretino, pois não? Então cala a boca, Yang Yoseob! - retorquiu, rebeldemente, desafiando a autoridade do mesmo.

Daniel ia se levantar, para defender o amigo, mas Doojoon fora mais rápido e chegara a tempo de evitar algo pior...

- Daniel. Estão chamando por você, na biblioteca... - mentiu ele, se sentando no seu lugar. - De que você está esperando, dongsaeng? Vai logo!

- Mas... E a _________? Ela acabou de faltar ao respeito com o Yoseobie e o Hyunseung-hyung. - disse o mesmo, tentando controlar a sua raiva, sem tirar o olhar de _______.  - Ela precisa de ter modos!

- A dongsaeng vai tratar melhor o Yoseob, quando ele merecer ser respeitado. O que não tem acontecido, ultimamente... e o mesmo problema acontece com você, não é verdade? - questionou o mesmo, recebendo silêncio de volta. - Pois. Eu acho melhor você ir à biblioteca... Dei o seu nome como o novo voluntário do arquivo! Considera isso como um castigo de grupo e pensa no que você quer para sua vida...

Daniel se demonstrara chocado. Junhyung estava com dificuldades em se manter sério, tendo que esconder o rosto, fingido que comia. Hyunseung aguardava a sua vez de falar, sentindo o olhar de Yoseob a trespassá-lo como uma espada afiada de dois gumes.
Sem mais uma única palavra, Daniel saiu da cantina bufando, irritado. Yoseob continuava esperando uma explicação.

- Esse silêncio vai continuar, por muito tempo? Meus pés estão doendo e o tabuleiro está deixando meus braços dormentes... - queixou-se Hyeon, depois daquele melodrama.

- Sentem-se. - proferiu Hyunseung, convidativo. - E não, __________! Você não tem escolha...

- Finalmente. - suspirou Hyeon, aliviada. - Dongsaeng! Você quer virar árvore, por acaso? Você vai ficar dolorida, se continuar tentando parecer uma estátua... - comentou a mesma, arrancando o riso de Dongwoon. - Por muito que você queira, não vão nascer raízes dos seus pés. Senta!

Mecanicamente, __________ cedeu à ordem de Hyeon, se sentando na frente de Yoseob e Hyunseung, cruzando os braços ao peito.

- Posso saber o que é que você quer comigo, Jang Hyunseung-ssi oppa? - interrogou a mesma pacificamente, causando arrepios a Kikwang, Yoseob e Hyeon, por um instante.

- Eu tenho uma proposta para vos fazer. A você e ao Yoseobie... - começou por dizer, olhando ao redor. - Precisam de alguma coisa? - questionou ele, ao ver algumas alunas bisbilhoteiras.

- Vocês vão bater nela, não vão? - perguntou uma garota, de cabelos tingidos em um rosa platinado claro. - Nós nos oferecemos para defender o bom nome do Yoseob oppa e do seu, Seung-oppa! - afirmou esta com um sorriso tímido. - Além de que a unnie vai ficar feliz por ajudar...

- Lamento, mas os serviços da Minbae não serão necessários... por tempo indeterminado! - afirmou este. - Acho que ela deve ter contado, para vocês, que eu terminei com ela, certo?

- N-não... ela não contou. - respondeu ela, envergonhada.

- Por isso é que ela tem estado insuportável, desde o natal! - concluiu outra. - Anda, Yun. Vamos para outra mesa! - disse esta voltando as costas.

- Você está solteiro? Tão perto do São Valentim?

- Hyeonyoung! - repreendeu a mais nova, em um tom baixo. - Se controla!

- Que foi? Eu só estranhei... o único que costuma estar solteiro é o Yoseob. - recordou. - E nem morta, que eu vou pagar uma caixa de chocolate para ele... Antes solteira!

- Você sabe, que eu estou te ouvindo, não sabe? - questionou Yoseob, ironicamente, com uma expressão fofa.

- Você humilha minha melhor amiga, tá lembrado? Lógico que eu nunca iria gastar um centavo de won com você! - respondeu a mesma na hora. - Já os restantes... valem todos os wons que eu tenho juntado desde o mês de novembro! - comentou corando.

- Aish... Eu valho a pena também! - defendeu Yoseob, amuado.

_________ começara a rir, descontroladamente, na cara do mesmo. Demorou cerca de dois minutos para se recompor, uma vez que Yoseob tinha naquele instante uma expressão extremamente infantil, o que o tornava engraçado.

- Ai, meu Deus! Por favor, Yoseob. Não me faça rir... - pediu, já um pouco mais controlada. - Desde quando, você vale alguma coisa?

- Vocês podem parar, dois minutos, e ouvir o hyung? - questionou agora Junhyung. - Sinceramente, Hyunseung... nós vamos ganhar  a aposta rápido demais! - afirmou ele, convicto.

- Não, se eles estiverem motivados. - contrariou Seung, por sua vez.

- Que aposta? - perguntou Yoseob interessado.

- É uma coisa simples: vocês passam a vida às turras, um com o outro... Você, ___________, é uma boa garota, mas cede às provocações do Seobie com muita facilidade, e tem dias que, para ele, você é um desafio. - constatou Hyunseung. - E como ele adora desafios e apostas, cada um de nós, vai apostar um determinado tempo, em que vocês conseguirão passar sem brigar...

- Oppa. Isso até poderia funcionar, mas como é que você vai convencer, aqui, a “cabeça de ferradura” a não brigar, com o Yoseob? - questionou Hyeon.

- Unnie!!!

- A aposta será deles contra a gente, uma vez que todos nós concordamos, que eles não passarão mais de umas horas sem arrumar uma briga. - respondeu o mesmo. - Esse será o desafio! Para o Yoseob nos ganhar aos seis, ele e a ________ terão que se dar bem até às 9 do dia 15. Se até lá, os dois brigarem, perderão a aposta!

- Não brigar... Tudo bem! A gente só tem que não se falar...

- Não, senhora! - cortou Hyunseung. - Eu calculei que você fosse por aí... e até o Kikwang me alertou para isso. Vocês têm que nos provar que estam fazendo tudo direitinho! Ah, e têm de sair, pelo menos uma ou duas vezes, juntos...

- O QUÊ?! - exclamaram Yoseob e _________ juntos.

- Como é que estam as apostas? - perguntou a Hyeon, curiosa.

- Eu apostei 10 mil wons em meia hora, mas acho que vou subir a aposta... O Hyunseungie apostou 5 mil, em 3 dias e é quem tem mais fé, nesses dois... O Kikwangie e o Dongwoonie apostaram mil wons em dois dias e o Doojoon apostou dois mil em 24 horas. - respondeu Junhyung.

- Se nós ganharmos a aposta, dividimos o dinheiro?

- Sim e o Yoseob e a ____________ terão de fazer tudo, o que quisermos, por um mês! - confirmou Doojoon. - Se eles ganharem, eles levam o dinheiro e ainda ganham um jantar, pago pela gente...

- E pudemos escolher o restaurante?

- Se chegarem a um consenso, sem brigarem ou se matarem, um ao outro... sim! - cedeu Hyunseung.

- Então, nós apostamos 10 mil wons em uma semana! - apostou Yoseob.

- Só uma questãozinha... Onde você vai arranjar o dinheiro? - perguntou __________.

- Se preocupa em não brigar comigo! Eu farei o mesmo e vamos ganhar isso. - assegurou, assim que a campainha soou. - Temos que voltar. Vocês deviam ir... eu espero que ________ termine de comer!

- Yoseob, eu não preciso...

- Nós aceitámos a aposta. Se lembra que estam em jogo mais de 20 mil wons... - repreendeu, se mostrando sábio.

- É melhor você usar um outro truque, oppa. - falou Hyeon, sorridente. - Aposto mil e quinhentos wons como ela vai brigar com você antes do pôr-do-sol, de amanhã!

- Que raio de amiga, que eu fui arranjar... - resmungou __________.

- Ah! E se você perder, vai ter que sair, todos os dias, com um garoto à minha escolha, durante um mês... e sem reclamar! - concluiu a mais velha, com um sorriso malicioso.

__________ se engasgara com o pedaço de arroz que mastigava. O ar chocado da garota fizera com que Yoseob visse que aquela era a única forma de ganhar aquela aposta... ele não iria perder de jeito algum!

- Você tá brincando, verdade? Nas últimas semanas, você tem me feito uma lista, exaustiva, de garotos “disponíveis” e eu já falei, inúmeras vezes: não, não e NÃO!

- Você tem medo de encontros amorosos, _________? - perguntou Yoseob, meio trocista.

- Na verdade, ela teve um encontro, há uns três anos atrás... - revelou ela. - Não sei o que se passou, mas _________ nunca mais quis saber de rapazes, namorados ou encontros. Olha, por exemplo, o Chansub está interessado nela...

- Eu sei! O hyung me contou, que tinha escrito uma carta para a __________, mas que ela tinha devolvido a carta, intacta, no final da escola.

- Dá para vocês pararem de falar de mim, como se eu não estivesse aqui? Nenhum de vocês tem o direito de falar da minha vida! O que passou, passou. Não quero sair com ninguém e isso chega, ou não?!

Dito isso, ________ pegou no tabuleiro e saiu da mesa. Estava irritada e a culpa era de Hyeon...
Ela sabia que a sua amiga não gostava de tocar naquele assunto, mas Hyeon o fazia para que __________ se libertasse do quer que seja que estivesse acontecido.

- Eu vou falar com ela. - disse Yoseob pegando nas suas coisas e seguindo a garota.

- Você sabe o que aconteceu? - perguntou Junhyung a Kikwang.

- Sei com quem ela saiu, mas não sei o que aconteceu entre eles...

- Você sabe com quem?! Eu que sou a melhor amiga dela, não sei... Como é que você sabe?

- Eu fui um dos intermediários... Foi antes da chegada do Danie, na escola! - contou o mesmo. - E se ela agiu assim... é porque não terminou bem, não!

CONTINUA...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...