História Beautiful Sunrise - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camila, Camila Cabello, Camren, Fifth Harmony, Lauren, Lauren Jauregui, Norminah, Trolly, Vercy
Exibições 209
Palavras 1.863
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Drama (Tragédia), Famí­lia, Luta, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Intersexualidade (G!P), Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Quem não tiver a Música (One and Only) da Adele baixem e quando for a hora dem play.

Capítulo 23 - Obrigado por me dá uma família!


Fanfic / Fanfiction Beautiful Sunrise - Capítulo 23 - Obrigado por me dá uma família!

POV CAMILA

Depois que Enzo contou mais ou menos a história dele, meu pais lhe abraçaram e falaram que eles estariam sempre aqui pra ele e claro falaram também que ele iriam amar ser avôs de Miguel. Sofi amou o pequeno assim como o pequeno amou a tia e assim passou a noite entre conversar e quando deu 23:00hrs Enzo falou que teria que ir para casa já que amanhã ainda tem que ir ao hospital trabalha, meus pais e Sofi resolveram ficar e dormir aqui em casa.

Quando eu acordei pela manhã sentir algo melando minha bochecha. Conseguir abrir meu olhos divagar e vir que Max estava me lembendo.

Camila: Hey garotão, bom dia. - Em troca recebi um latido. - Você me acordou antes do despertando em. - Rir e ele ficou fazendo graça em cima da cama. - Tudo bem...vou tomar um banho e descemos ok?! - Fui para o banheiro e fiz minha higiene matinal e fui ver uma roupa pra mim.

Roupas nas notas finais.

Camila: Vamos Max! - descemos as escadas e ouvir vozes vindo da cozinha, eram meus pais e Sofi que estava tomando café. Quando sentir o cheiro de café meu estômago embrulho e eu sair correndo para o banheiro e vomitei.

Sofi: Mila? Você está bem? - Ela me ajudou a escovar os dentes e voltamos para cozinha.

Sinu: Querida você está bem? - Eu não posso esconder sobre minha gravidez pra minha família.

Camila: Eu preciso falar uma coisa pra vocês...- Meus pais assentiram e eu respirei fundo. - Eu estou grávida...- Cada um arregalou os olhos e Sofi se engasgo com o café.

Sinu: G-Grávida? - Assentir e minha mãe veio me abraçar. - Meus parabéns Hija, eu vou ser vovó de outro filho seu querida. - Minha mãe se apegou a Miguel tão rápido que cheguei a pensar que ela não aceitaria.

Sofi: Deus eu vou ser titi de novo. - Ela sorriu e me abraçou, meu pai ainda não falou nada e eu estava começando a ficar com medo dele.

Camila: Papa? - Ele levantou e caminhou até mim e eu me encolhe os ombros.

Alejandro: Você não sabe o quanto eu quis ouvir isso de você querida. - Soltei o ar que estava preso e lhe abracei. - Parabéns meu amor....mais porquê você e Enzo não falaram ontem? - Perguntou assim que ele me soltou.

Camila: Ele não sabe papai. - Dei um pequeno sorriso.

Sinu: Hija você ainda não contou? - Neguei. - Ele não quer mais filho?

Camila: Não é isso mamãe...eu só não sei como contar.

Sofi: Ora, chega e fala pra ele. - Falou como se fosse óbvio.

Camila: Oh claro vou chegar com ele e falar " Hey amor você nem sabe eu estou grávida! Isso mesmo estou esperando um filho seu". - Revirou os olhos e depois sorriu.

Sofi: Ja sei! - Gritou assustando meus pais e a mim. - Desculpa...então você pode preparar um jantar e colocar um teste de gravidez dentro de uma caixa com um par de sapatinhos e entregar pra ele. - Falou e voltou a tomar o café. Olhei para os meus pais.

Sinu: É uma boa idéia hija. - Sorriu

Alejandro: Ela esta certa querida. - Sorri e assentir.

Camila: Eu vou fazer isso. Que tal hoje?

Sofi: Boa idéia....eu posso ajudar se quiser. - Assentir.

Camila: Eu adoraria. - Ela sorriu. - Mamãe ela pode ficar até hoje a noite?

Sinu: Claro, hoje é sexta então pode. - lhe dei um beijo.

Camila: Depois eu à levo em casa. - Assentiram e depois levantei. - Família eu tenho que ir trabalhar. - Dei um beijo na testa de cada um.

Sofi: Você vai trabalhar assim? - Referiu-se a minha roupa.

Camila: Sim, eu não estou afim de trocar. - Dei de ombros.

Alejandro: Você esta linda filha. - Agradeci e me despedir dele e de Sofi e seguir pro trabalho.

Camila: Bom dia! - Desejei a Big Rob, que é meu segurança particular ja que Enzo falou que eu preciso dele por causa de Austin. Esse que nunca mais apareceu desde o incidente em minha sala. Big rob so está presente quando eu o chamo pra sair em algum canto.

Big: Bom dia, a senhorita está muito bonita. - Agradeci ele com um beijo na bochecha, Big rob e eu fizemos uma amizade rápido eu gosto muito dele. - Que o senhor Jauregui não saiba.- Rir dele e entrei na Impresa.

Assim passou mais um dia de trabalho, casos de processo de presos de separação. Eu só queria dormir mais lembrei que precisava passar pra comprar os sapatinhos como eu tinha um teste de gravidez em casa ainda não precisava comprar outro.

Dinah:  Chancho? - Dinah entrou na minha sala.

Camila: Pode entrar senhorita jane. - Revirei os olhos e ela me mostrou língua. - Em que posso ser útil?

Dinah: Pra muitas coisas ne. - Me olhou com o sorriso malicioso.

Camila: Credo Chee, deixa a Mani sabe dessas safadeza toda ai...- Ameacei e a vadia gargalhou.

Dinah: Agora é sério, queria sabe se você não quer ir jantar comigo a Mani e a Ally naquele restaurante Semi? - Esse restaurante era da Demi uma amiga nossa.

Camila: Então...me desculpa não vai dá...- Sorri amarelo.

Dinah: Como não? porquê? Ah...ja entendi....você vai transar hoje ne?

Camila: Idiota....não...mais quem sabe não rola. - Pisquei pra ela que fez cara de nojo. - eu vou convidar Enzo pra jantar lá em casa....eu vou contar sobre a gravidez. - Ela sorriu.

Dinah: Que bom Chan fico feliz por você contar. - me abraço. - Espero que dê tudo certo.

Camila: Eu também Chee....eu também. - Passou a tarde e quando eu cheguei em casa a mesa ja estava pronta. - Sofi? - Chamei e ela logo apareceu.

Sofi: Hey Mila...o que achou? - A mesa estava com uma toalha vermelha e dois pratos e taças de vinho e velas.

Camila: Sofi isso está lindo. - Elogiei e ela sorriu. - Obrigada mesmo você é a melhor irmã que alguém pode ter. - lhe abracei.

Sofi: É eu sou demais. - Revirei os olhos. - Iai comprou a caixa e o sapatinho? - assentir e peguei a caixa com o par de sapatinhos vermelhos. - Awn que lindinho Kaki....agora so falta o teste de gravidez.

Camila: Eu tenho um lá em cima depois eu coloco. - Ela assentiu.

Sofi: Você ja ligou pro Enzo? - Então lembrei e bati na minha testa.

Camila: Droga eu esqueci...- Ela riu.

Sofi: Liga quando você for me deixar em casa. - Assentir e eu ajudei a terminar de arrumar as coisas e depois levei ela pra casa e liguei pra Enzo que confirmou que viria.

Quando voltei pra casa corri para o banheiro e depois pro closet ver uma roupa. Optei por usar um vestido vermelho que tinha uma abertura na perna esquerda, uma salto preto e deixei os cabelos soltos.

Quando verifique se o teste e os sapatinhos estavam na caixa desci para dá comida a Max. Não demorou a campainha tocou me olhei no espelho e desci.

[PLAY NA MÚSICA - Adele: One and Only]

Enzo: Boa noite meu amor, você está linda. - Me deu uma rosa branca que ele estava segurando e um abraço. Ele estava espetacular.

Camila: Você também está! Vem entra. - Dei passagem pra ele entrar.

Enzo: Você está bem? - Me abraçou e me deu um selinho.

Camila: Sim estou...vem vamos jantar. - lhe puxei até a mesa de jantar.

Enzo: Uau! Aqui está lindo amor. - Sorri. Ele puxou a cadeira pra mim e depois sentou em minha frente. Começamos a jantar entre conversas aleatórias e enfim chegou a hora. Depois de deixar as louças na cozinha peguei a caixa e voltei para a mesa onde Enzo estava.

Camila: Amor...- Chamei sua atenção. Me sentei em sua frente. - Eu queria te falar isso antes mais eu estava com tanto medo de você rejeitar...- Parei um pouco de falar.

Enzo: Ta tudo bem amor? Você parece nervosa. - Tocou minha mão.

Camila: Estou um pouco na verdade...mais eu quero que você abra isso. - Entreguei a caixa vermelha, ele ficou olhando sem entender e então ele abriu e me olhou com os olhos arregalados.

Enzo: V-você esta G-Grávida? - morde o lábio inferior e assentir. - Oh meu Deus. - Ele olhou a caixa novamente e me olhou com os cheios de lágrimas e se levantou se ajoelhado em minha frente e passando a mão em minha barriga. - Hey! Eu sei que você não pode me ouvir ainda mais saiba que eu ja te amo mesmo sendo do tamanho de um caroço de feijão, e que eu prometo te proteger e proteger sua mamãe assim como faço com seu irmãozinho que vai amar saber que terá você como o irmão ou irmã mais nova. Eu te amo tanto...- Me olhou e eu ja estava chorando. - Obrigado por me dá uma família. - Me beijou e eu retribuir claro. - Eu te amo meu amor.

Camila: Eu também te amo Lo. - Sorri e voltamos a nos beijar so que agora o beijo era mais ardente e eu precisava dele. - Amor eu preciso de você. - Sussurei entre o beijo e ele se levantou e me deu a mão, subimos para o quarto e eu fui logo tratar de beija-ló novamente, enquanto eu ia desabotoando os botões de sua camisa ele me levava até a cama. Me deitou e ficou por cima.

Enzo: Eu quero fazer amor com você. - Me arrepiei toda quando ele falou isso.

Camila: Então me faça sua até amanhecer meu amor. - Ele sorriu e me beijou apaixonadamente. Eu sentir ele passar a mão pela minha coxa que era onde estava a abertura do vestido. Eu ajudei ele tirar o vestido eu estava apenas com uma calcinha de renda vermelha. Eu me livrei dos saltos e depois Enzo tirou sua camisa e eu logo tirei o cinto que ele estava na calça e desabotuei a calça dele, ele tirou os sapatos e tirou a calça e ficou apenas com uma box azul escura. Volto pra cima de mim e me beijo e foi descendo os beijos pro meu pescoço onde soltei um gemido e arranhei sua costa. Ele começou a brinca com meus seios e eu gemia cada vez mais, ele desceu para minha barriga e seguiu caminho até minha intimidade, mais passou beijar minha coxas e então tirou minha calcinha. Ele passou a língua sobre meu clitóris e começou a me chupar adentrando sua língua em minha entrada e eu só sábia gemer.

Ele subiu meu corpo e me beijou e eu pude sentir meu gosto em sua boca. Sentir quando ele pegou seu membro e passou sobre minha intimidade, logo ele me penetrou e começou a fazer movimentos vai e vem e eu arranhava suas costas e gemia o mais alto que podia. Quando chegamos ao orgamos maravilhoso que tivemos ele se jogou do meu lado e me puxou para o seu peito e me abraçou.

Enzo: Obrigado por me dá essa notícia....eu te amo meu amor...- Falou ofegante.

Camila: Eu que agradeço amor...eu também te amo. - E enfim dormimos e eu não poderia está mais feliz do que nunca sabendo que teria uma família completa com o homem da minha vida teria um filho com ele e o meu pequeno Miguel e não posso esquecer que ainda de brinde um cachorro lindo.


Notas Finais


https://goo.gl/images/YTLsvE (roupa da Camila)

https://goo.gl/images/ucPK7C (roupa da Camila no jantar)

https://goo.gl/images/wK3hwi (roupa do Enzo)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...