História Because I love you (Castiel) (EM PAUSA) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Castiel, Dakota, Nathaniel, Personagens Originais, Rosalya
Tags Amor Doce, Bad Girl, Castiel
Exibições 72
Palavras 476
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Hentai, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


OIII!
Voltei!

Capítulo 2 - O prazer é todo meu


Fanfic / Fanfiction Because I love you (Castiel) (EM PAUSA) - Capítulo 2 - O prazer é todo meu

              Diana on

Dake puxou a arma. Apontou e atirou. Eu vi que todos tinham fechado os olhos, eu não entendi o porquê. Depois eu fui perceber NINGUÉM SABIA QUE A ARMA ERA DE BRINQUEDO! A sala ficou em um silencio incrível! Que foi quebrada pela minha gargalhada

-Hahahahahahaha!

Quando eles ouviram a minha gargalhada começaram a abrir os olhos, inclusive a professora que tava muito branca!

Morte: Eu não acredito que eles acharam que... Que o Dake tinha uma arma.

Meia Noite: Que ingenuidade.

A professora finalmente abriu os olhos. Começou a passar as mãos na cara.

Dake: Acho que foi o suficiente. Aprendeu a lição velha?

A professora ficou em silencio como se não acreditasse que estava mesmo viva.

Zak: Credo! Que velha medrosa!

Lyn: Vamos nos sentar, to cansada

Aluno: Se a arma é de brinquedo, como fez o som do disparo? Cas

Perguntou um babaca qualquer

-Simples

Dake pegou uma das bombinhas que ele tinha e atirou no chão.

-Assim.

Eu disse me levantado enquanto os caras iam lá pro fundo

Gabriel: Não vem?

Se virou pra mim e perguntou. Eu simplesmente dei de ombros

- Não to afim de aula, mas vocês ficam.

Disse saindo e indo pro pátio. Sentei em baixo de uma arvore. Botei os fones, acendi um cigarro e comecei a desenhar umas coisas no meu caderno, mais especificamente para fixar algum muro depois. Passou um tempo e eu senti uma presença, olhei pra cima e vi o ruivo me olhando com um meio sorriso. Tirei os fones ainda com o cigarro na mão, então voltei a desenhar

-Qual?

 

                                                     Castiel on:

Depois da quilo tudo cansei da aula, e fui para o pátio fumar. Cheguei lá e vi a Diana sentada em baixo da arvore fumando. Não acreditei, a aquela menina com aquele rostinho delicado fuma?! Não que eu tenha reparado nela nem nada. Ela tava ouvindo música e desenhando alguma coisa no caderno. Cheguei perto dela e ela percebeu. Ela olhou pra cima tirando os fones ainda com seu cigarro. Então voltou a desenhar sem os fones

Diana: Qual?

Fiquei surpreso pela sua pergunta

-Qual oque?

Diana: Qual aula faltou para vir fumar no pátio?

-Como sabe que eu vim fumar?

Perguntei sentando ao seu lado

Diana: Intuição feminina

-Sei

Ela pegou um cigarro acendeu com o dela e me entregou.

Diana: Toma.

-Valeu

Eu fumei o cigarro que ela me deu. E vi que ela estava guardando o caderno

-Já vai?

Diana: Talvez...

-Humm.. 

                Musica: Por mil anos

De repente ela se levantou e me deu a mão

-Oque voc-

Ela revirou os olhos agarrou a minha mão e me puxou pra cima. Eu fiquei de pé e olhei pra ela que ainda segurava minha mão

Diana: Vamos começar isso direito.

-Oque-

Diana: Prazer, Diana.

Eu ri da sua atitude

- Castiel. O prazer é todo meu!


Notas Finais


Pequena né? Na pro cima eu compenso!
Então continuo ou paro?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...