História Because I loved you - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber
Tags Caitlinbeadles, Justinbieber, Ryanbutler
Exibições 13
Palavras 1.544
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - The king of the streets...


POV. Scarlett

Uma semana depois...

Eu estava tentando me recuperar de tudo aquilo que tinha acontecido. Mas era difícil, ainda mas quando você fica tendo pesadelos.

Eu tento com todas as minhas forças esquecer cada segundo, mas é difícil quando seu cérebro faz questão de  te lembrar ou quando as garotas da boate ficam falando entre sí coisas do tipo “parece que a estrelinha do Louis foi estuprada”

  “Estão dizendo que ela foi estuprada aqui perto da boate”   “ Foi estuprada, mas merecia mesmo era ser morta”  queria entender porque essas garotas me odeiam tanto, não as conheço e nunca fiz nada para elas mas mesmo assim sou odiada por elas. Também queria entender por que me chamam de estrela do Louis, eu não era nenhuma estrela pelo contrário eu era uma strippers. Oque que tem de estrela em ser uma strippers??

Olha eu sinceramente não sei...

...

POV. JUSTIN

Uma semana depois...

Já estava arrumando as malas já que amanhã voltaria pra Atlanta. Christian e  Chaz  já tinham ido.

Eles foram antes porque tinham que arrumar as coisas pro nosso próximo esquema.

Então eu e Ryan ficamos aqui no Canadá. Mas assim que voltarmos  nos iremos  assaltar um banco e recolher o dinheiro das boates.

Terminei de arrumar as malas e fui tomar um banho e me arrumar, já que eu e Ryan iremos competir num racha hoje.

Depois de terminar de me arrumar fui pro escritório, ver se estava tudo em ordem. Não poderia deixar os papéis dos esquemas e contratos importante em qualquer lugar do escritório. Por mais que tenha uma porta de aço que só abre com as minhas digitais.

Guardei todos os papéis dentro do cofre do escritório.

Fui até a sala, esperar por Ryan, e  por incrível que pareça quem está demorando dessa vez era  ele.

...

Fiquei quase meia hora esperando aquele cuzão e nada dele. Então fui no quarto, bate na porta e nada dele me atender,  esse  imbecil só pode ter dormido.

– Ryan, acorda aí porra ! Tu esquece do racha hoje cara. – disse antes de abrir a porta do quarto dele. Assim que abri a porta me deparei com o Ryan fodendo com a Caitlin. Não me aguentei e comecei a rir, Ryan olhou sério pra mim.

– Porra Drew não saber bater na porta não? – disse Ryan um pouco puto.

– Eu bate na porte e te chamei, mas você não atendeu, parece que a coisa tava boa. –  disse rindo.

– Filho da puta.  –  disse Ryan baixinho.

– Eu escutei isso.  – falei enquanto me encostava na porta do quarto de Ryan.

– Justin você já acabou com a minha foda, agora  será que dá pra sair daqui?  – falou Caitlin com um tom de quem estava nervosa.

– Iiiih calma estressadinha, ja to saindo. –  disse enquanto me desencostava da porta.

–  Ryan, você ainda vai no racha? – perguntei antes de fechar a porta do quarto.

–  Eu vou sim cara, espera só um pouco ok.  – gritou Ryan do banheiro.

– Tá bom irmão vou  te esperar lá em baixo na sala. –   Acenei pra Caitlin que estava puta e fechei a porta da sala.

Nunca tinha pensado que a Caitlin ficaria com o Ryan, imaginei o Chaz talvez, mais o Ryan não.

Enquanto Ryan se arrumava fui até o quintal e chamei o David e mandei ele arrumar uns três carros pra ir comigo pro racha, não podia ir sem proteção.

...

Quase uma hora depois Ryan apareceu na sala.

– É... Então vamos ? –  acho que ele tava meio sem reação por eu ter pegado ele e a Caitlin transando.

– Vamos... Aahn, Ryan não precisa ficar nervoso só por que eu vi você comendo a Caitlin irmão... Agora eu sei por ela quis ficar. – depois disso cai na gargalhada. Enquanto entrava no carro.

– Cara esquece isso, por favor jae.

– Relaxa Ryan, não vou contar pro Christian não.

Cheguei no racha já era quase meia noite, cheguei cedo já que a minha corrida era quase duas da manhã.

Então fui dar uma volta pelo local, já que meus seguranças estavam espalhados por todo o perímetro do racha.

– Iae Bieber quanto tempo não é mesmo ? Veio no meu território e não vai  me dar um olá ? Que feio. Seus pais não lhe deram educação criança? –  quando eu olhei pra trás vi uma pessoa que eu esperava e encontrar nem tão cedo. Vincent Reynolds O maio traficante do Canadá. Reynolds tirou uma coisa de mim e eu sempre quis vingança, mas eu desisti disso quando perdi algo que era muito mais valioso que uma simples vingança.

– Vincent, meu caro. Eu só dirigo a palavra aquele que merece e você claramente não merece isso. –  olhei pra ele com desdém e nojo. E o mesmo soltou uma risada debochada.

– Bieber, Bieber, você continua o mesmo não é ? Arrogante e ignorânte.

– Só trato assim as pessoas que merecem.

– Aah claro, você ainda tem raiva de mim pelo o que eu fiz no passado não é mesmo. Pois bem, pensei que já tinha superado isso.

– Raiva ? Se eu tenho raiva de você ? Vincent, eu não tenho só raiva de você como também tenho nojo.

– Digo o mesmo sobre você Bieber.

– Eu vou embora. Não gosto de ficar perto de vermes que nem você!

– Mas já Bieber, está fugindo de mim é isso mesmo?

Olha pra não deixar todos aqui pensando que você é um covarde. Que tal uma corrida valendo 800 mil. O dono das Ruas de Atlanta contra o dono das Ruas do Canadá.

– Eu não quero dinheiro Vincent. Prefiro uma corrida valendo os carros, se eu perder você fica com a minha Ferrari Branca 485, mas se eu ganhar sua Lamborghini é minha.

– Eu topo Bieber.

Eu não podia falar que não iria participar dessa corrida. Todos que estavam ali iam pensar que eu estava com medo do Vincent, coisa que eu nunca vou ter. Fui ate David precisava que ele ficasse de olho em qualquer coisa estranha que acontece já que tudo isso poderia ser uma armação do Vincent.

– David, quero que fiquei de olho em qualquer coisa que pareça estranha pra você, pode ser que essa corrida seja uma armação. E cuide da proteção do Ryan também. Não sabemos o que Vincent quer com essa corrida.

Fui até meu carro e entrei nele e parei na pista de corrida, Vincent parou do meu lado.

Tinha a garota que ia dar a largada , uma loira muita gata por sinal. O sinal estava no vermelho e nos dois fazemos barulho com o motor é quando o sinal chegou no verde, a garota arrancou seu sutiã e nos aceleramos que mem loucos.

Vincent saiu disparado na minha frente, por pouco tempo isso eu garanto. Vincent virou na primeira direita e eu virei seguidamente, depois entramos num túnel grande e largo que está abandonado a anos. Como ele era largo, era só Vincent da um deslize e eu poderia passar na sua frente facilmente com uma passagem. Poucos metros antes de sair do túnel Vincent diminuiu a velocidade e eu fiz a passagem usando um pouco de nitro. Depois da minha bela passagem, Vincent ficou tentando me cortar várias vezes, mas eu não sou burro pra deixar isso acontecer não é mesmo?! Quando estávamos chegando perto da linha de chegada Vincent fez uma passagem incrivelmente boa, faltando uns 4 metros pra linha de chegada eu liguei o nitro e passei na frente dele ganhando a corrida.

Sai do carro com um grande sorriso no rosto, Vincent estava tão puto por ter perdido pra mim que ele bateu a porta de sua Lamborghini com tanta força que se a música não estivesse tão alto e se a multidão não estivesse gritando meu nome, todos teriam escutado a porta bater.

– É galera, pela primeira vez ''O Rei das Ruas do Canadá " foi derrotado. –  Um cara gritou. Vincent estava vermelho de tanta raiva e eu me controlava pra não rir.

– É Vincent, parece que eu te derrotei no seu próprio território. Mas você supera isso não é mesmo ? Não foi o que você disse pra mim alguns anos atrás ?

–  Eu te venci muitas vezes no seu território Bieber, até mesmo tirei coisas de você. Isso aqui pra mim não foi nada. Pode pegar o carro ele é todo seu. - Vincent foi embora sem nem deixar eu responder ele. O que me deixou muito puto. Mas eu ganhei dele e  isso já basta

Fiz um sinal com a cabeça que era pro Ryan vir até mim.

– Eu vou embora Ryan,  vou deixe a Lamborghini que ganhei com você e alguns seguranças também. – falei.

– Sabe que agora ele não vai te deixar em paz não é? Vai voltar aquela guerrinha idiota de alguns anos atrás quando você entrou nesse mundo. Justin você perdeu uma coisa muito importante pra esse cara, ta pronta pra perder mas alguma coisa?

–  Eu não vou perder mais nada pro Vincent, se for pra entrar nessa guerra de novo eu entro pra tirar do Vincent tudo de importante que ele tem.

– Então se prepara irmão, por que essa guerra não vai ser fácil!

Ryan tinha razão essa guerra nao vai ser nem um pouco fácil, mas dessa vez eu não vou sair perdendo dela. Eu vou sair por cima e ainda vou tirar tudo o que  Vincent Reynolds tem principalmente o seu império



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...